Concurso Ministério da Saúde 2015

Na área da Saúde Federal, a perspectiva é de que sejam realizados vários concursos até 2015, tendo alguns deles já acontecidos.

Continuam sendo bastante reais as possibilidade de, no próximo ano (2015), mais concursos serem abertos no Ministério da Saúde (MS), com várias vagas para os níveis intermediário e superior.  Existe uma solicitação em tramitação no Ministério do Planejamento nesse sentido e resta-nos aguardar os próximos capítulos.

Leia também:

Saúde Indígena - expectativa frustrada até o momento

Para quem se lembra, o final de 2012 e começo de 2013 foi marcado pela expectativa da liberação de um concurso para a SESAI/MS. De lá para cá, muitos concurseiros aguardaram a publicação de um possível edital. No entanto, trata-se de um concurso cujo prazo de publicação do edital expirou desde janeiro de 2013. Hoje, existe apenas a expectativa de que o Ministério do Planejamento publique nova portaria de autorização, com a consequente previsão de novo prazo para edital.  Como ultrapassamos o primeiro semestre de 2014 e estamos em período de eleições federais, nada disso acontecerá. Portanto, todas as esperanças se voltam para o ano de 2015.

Sobre o concurso para a saúde indígena, a própria diretoria da Secretaria Especial de Saúde Indígena – SESAI, vinculada ao MS, deu nos concurseiros um "banho de água fria", pois chegou a afirmar que o certame seria "uma realidade para o futuro". 

O adiamento desse concurso, que seria para preencher 2.500 vagas, foi solicitado pelo Ministério da Saúde (MS), em reunião realizada no Ministério Público Federal (MPF) no dia 28/11/2012. Naquela reunião, o MS apresentou justificativas quanto às dificuldades de cumprimento de prazos previstos, bem como à questão da previsão de cotas para indígenas (algo que, segundo parecer da Consultoria Jurídica do MS, não há amparo legal). A este respeito, além de concordar com o adiamento, o MPF se comprometeu em encaminhar ao MS uma recomendação para que haja previsão de cota para indígenas no edital do concurso. 

Também deverão ser contratados temporariamente Agentes Indígenas de Saúde (AIS) e Agentes Indígenas de Saneamento (AISAN) para substituição de cerca de 12.987 trabalhadores contratados por meio de convênios que atuam na saúde indígena.

Tópico: Ministério da Saúde