Auxílio emergencial 2021: como movimentar o dinheiro via Pix

Para os beneficiários do auxílio emergencial, o Pix será liberado a partir do dia 30 de abril. Veja como movimentar o dinheiro com esse sistema de pagamentos.

Como movimentar o auxílio emergencial pelo Pix: logo do auxílio emergencial em fundo azulado

As transferências via Pix serão liberadas no mesmo período previsto para os saques da 1ª parcela. - Foto: Reprodução/Governo Federal

Todos os cidadãos contemplados com o auxílio emergencial, a partir desta sexta-feira (30/04), poderão movimentar o dinheiro por meio do Pix. Implementado pelo Banco Central, o sistema de pagamentos simultâneos visa substituir as modalidades de TED e DOC. As movimentações via Pix são ilimitadas e não possuem custos adicionais.

Por outro lado, o governo informou que os beneficiários do auxílio emergencial não poderão fazer Pix para contas que tiverem a mesma titularidade. A restrição foi adotada para evitar descontos ou compensações de dívidas, que ocasionariam na redução do valor do benefício. Na prática, o que isso significa? A transferência via Pix só será concedida quando a conta de destino for de outra pessoa.

De acordo com a Caixa, o recurso para movimentar a primeira parcela será liberado entre os dias 30 de abril e 17 de maio de 2021. As datas dizem respeito ao mesmo prazo previsto para saques da 1ª cota, considerando o mês de aniversário dos beneficiários. Para os demais repasses do auxílio emergencial (2ª, 3ª e 4ª parcelas), o Pix poderá ser usado assim que o dinheiro cair nas poupanças sociais digitais.

Portanto, não será necessário esperar pela liberação dos saques e das transferências bancárias em modalidades convencionais, como TED e DOC. O dinheiro do auxílio emergencial que já estiver disponível nas contas, conforme cronograma de depósitos, poderá ser imediatamente usado por meio do Pix, além do cartão virtual de débito do Caixa Tem.

Tanto os saques quanto as demais modalidades de transferências, por sua vez, vão seguir as datas do calendário originalmente divulgado pela Caixa. Ou seja, essas movimentações serão permitidas apenas em período posterior (geralmente, 30 dias após depósitos do dinheiro). Abaixo, você confere mais detalhes e as regras sobre como usar as parcelas do auxílio emergencial 2021 pelo Pix.

Liberação de Pix para auxílio emergencial; veja calendário

De acordo com a Caixa, as transferências do auxílio emergencial via Pix serão liberadas no mesmo período previsto para os saques da 1ª parcela. As datas foram organizadas com base no mês de aniversário dos beneficiários. Confira o calendário:

  • Nascidos em janeiro: 30 de abril;
  • Nascidos em fevereiro: 03 de maio;
  • Nascidos em março: 04 de maio;
  • Nascidos em abril: 05 de maio;
  • Nascidos em maio: 06 de maio;
  • Nascidos em junho: 07 de maio;
  • Nascidos em julho: 10 de maio;
  • Nascidos em agosto: 11 de maio;
  • Nascidos em setembro: 12 de maio;
  • Nascidos em outubro: 13 de maio;
  • Nascidos em novembro: 14 de maio;
  • Nascidos em dezembro: 17 de maio.

Como movimentar as parcelas do auxílio emergencial pelo Pix

Quando houver a liberação das transferências via Pix, os beneficiários do auxílio emergencial poderão realizar o procedimento diretamente no aplicativo Caixa Tem. Confira como usar o dinheiro do benefício para transferir e pagar pelo Pix:

  • Entre no aplicativo do Caixa Tem (disponível para sistemas Android e iOS);
  • Ao acessar a tela de menu, toque na opção “PIX”;
  • Em seguida, toque em "pagar";
  • Selecione se pretende pagar com a chave PIX ou QR Code;
  • Caso opte pela chave PIX, informe qual você quer usar (e-mail, telefone, chave aleatória ou CPF/CNPJ). Se escolher por “QR Code”, aponte a câmera do seu dispositivo móvel para o quadrado onde está o código;
  • Informe o valor do auxílio emergencial que você irá transferir;
  • Uma tela com os dados do pagamento irá aparecer. Se tudo estiver dentro dos conformes, toque em "Sim, digitar senha";
  • Em seguida, digite sua senha cadastrada no aplicativo Caixa Tem e finalize o procedimento.

Detalhe importante: para receber dinheiro pelo sistema do Pix, será necessário informar ao pagador a sua chave: e-mail, telefone, CPF ou chave aleatória.

A Caixa Econômica Federal (CEF) publicou um vídeo com as instruções sobre o uso do Pix pelo aplicativo Caixa Tem. Acompanhe:

Bruno Destéfano
Redator
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Comentários

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »