Bolsa Família bloqueado no Caixa Tem? Veja o que pode ter acontecido

Com o Bolsa Família bloqueado no Caixa Tem, os beneficiários ficam impedidos de movimentar as suas parcelas. Saiba o que fazer para solucionar o problema.

Você é beneficiário do Bolsa Família e o aplicativo Caixa Tem está bloqueado em seu celular? Acessar múltiplas contas no mesmo dispositivo, conforme a instituição bancária, pode fazer com que o sistema do app não funcione corretamente. Com o Bolsa Família bloqueado no Caixa Tem, os usuários perdem o direito de movimentar suas parcelas pela internet.

A Caixa Econômica Federal já afirmou que, para reverter a situação e garantir o acesso pela plataforma, os beneficiários do Bolsa Família podem comparecer às unidades das agências bancárias. Por outro lado, recomenda-se verificar outras alternativas para que o problema seja resolvido sem causar aglomerações no banco. Abaixo, você confere o que fazer no caso de Bolsa Família bloqueado no Caixa Tem. 

Bolsa Família bloqueado no Caixa Tem: saiba o que fazer

Grande parte dos bloqueios ocorre devido ao acesso de múltiplas contas no mesmo dispositivo móvel. Caso o aplicativo Caixa Tem apresente a mensagem de “inconsistência cadastral”, os beneficiários do Bolsa Família poderão solucionar o problema pelo próprio celular.

Para isso, bastará entrar novamente na plataforma e anexar a documentação solicitada pelo sistema. O próprio app Caixa Tem enviará uma mensagem para que garantir o desbloqueio do Bolsa Família, sem a necessidade de ir às agências bancárias.

Confira, abaixo, outras maneiras sanar o contratempo:

  1. Reinicie o seu celular e abra o aplicativo logo em seguida: em alguns contextos, o aplicativo Caixa Tem tende a ficar sobrecarregado pelos inúmeros acessos. Dessa maneira, os usuários podem fechar os outros programas e reiniciar o sistema do dispositivo;
  2. Confira a conexão de sua internet: o aplicativo Caixa Tem apresenta problemas quando a conectividade está instável;
  3. Atualize a plataforma para a versão mais recente e tente acessá-la: se o seu aplicativo estiver desatualizado, ele não funcionará corretamente;
  4. Tente não entrar no Caixa Tem em horários de pico: quando um calendário do Bolsa Família está em execução, muitos beneficiários podem acessar o aplicativo ao mesmo tempo.

Caso o Bolsa Família continue bloqueado no Caixa Tem, os beneficiários poderão comparecer às unidades das agências bancárias. Durante o atendimento, os desbloqueios podem ser efetuados de maneira automática. Os interessados, no entanto, vão ter que comprovar a legitimidade de suas poupanças sociais digitais.

Quando foram criadas as contas digitais para Bolsa Família

A Caixa concedeu contas digitais para os beneficiários do Bolsa Família. Feita a liberação escalonada e automática, não foi necessário gerar nenhuma nova senha. Os inscritos no programa, assim, podem usar o mesmo código do cartão social pelo aplicativo Caixa Tem (Android e iOS). Além disso, os saques nos caixas eletrônicos continuam valendo para todos os beneficiários.

Veja quando as contas foram criadas para os inscritos no Bolsa Família:

  • Em dezembro de 2020: inscritos com NIS finais 0 e 9;
  • Em janeiro de 2021: inscritos com NIS finais 6, 7 e 8;
  • Em fevereiro de 2021: inscritos com NIS finais 3, 4 e 5;
  • Em março de 2021: inscritos com NIS finais 1 e 2, além dos grupos populacionais específicos (indígenas, quilombolas, ribeirinhos, extrativistas, pescadores artesanais, comunidades tradicionais, agricultores familiares, assentados, acampados e pessoas em situação de rua).

Calendário do auxílio emergencial 2021 para Bolsa Família

Os beneficiários do Bolsa Família terão direto às parcelas do auxílio emergencial. Valerá a regra de 2020, sendo transferido o valor mais vantajoso para o beneficiário, seja o auxílio ou o próprio Bolsa Família.

Os pagamentos serão efetuados entre os meses de abril e julho de 2021, com base no calendário tradicional do Bolsa Família, organizado de acordo com o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) dos beneficiários.

Confira, logo abaixo, o calendário completo do auxílio emergencial 2021 para Bolsa Família:

Primeira parcela do auxílio emergencial 2021 para Bolsa Família (mês de abril)

Número final do NISDatas de pagamento
NIS 116 de abril de 2021
NIS 219 de abril de 2021
NIS 320 de abril de 2021
NIS 422 de abril de 2021
NIS 523 de abril de 2021
NIS 626 de abril de 2021
NIS 727 de abril de 2021
NIS 828 de abril de 2021
NIS 929 de abril de 2021
NIS 030 de abril de 2021

Segunda parcela do auxílio emergencial 2021 para Bolsa Família (mês de maio)

Número final do NISDatas de pagamento
NIS 118 de maio de 2021
NIS 219 de maio de 2021
NIS 320 de maio de 2021
NIS 421 de maio de 2021
NIS 524 de maio de 2021
NIS 625 de maio de 2021
NIS 726 de maio de 2021
NIS 827 de maio de 2021
NIS 928 de maio de 2021
NIS 031 de maio de 2021

Terceira parcela do auxílio emergencial 2021 para Bolsa Família (mês de junho)

Número final do NISDatas de pagamento
NIS 117 de junho de 2021
NIS 218 de junho de 2021
NIS 321 de junho de 2021
NIS 422 de junho de 2021
NIS 523 de junho de 2021
NIS 624 de junho de 2021
NIS 725 de junho de 2021
NIS 828 de junho de 2021
NIS 929 de junho de 2021
NIS 030 de junho de 2021

Quarta parcela do auxílio emergencial 2021 para Bolsa Família (mês de julho)

Número final do NISDatas de pagamento
NIS 119 de julho de 2021
NIS 220 de julho de 2021
NIS 321 de julho de 2021
NIS 422 de julho de 2021
NIS 523 de julho de 2021
NIS 626 de julho de 2021
NIS 727 de julho de 2021
NIS 828 de julho de 2021
NIS 929 de julho de 2021
NIS 030 de julho de 2021
Bruno Destéfano
Diretor de redação
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »