Bolsa Família: como usar o app Caixa Tem para movimentar seu dinheiro?

As parcelas do Bolsa Família serão transferidas nas poupanças sociais digitais. Mas você já sabe como usar o Caixa Tem para movimentar o dinheiro? Confira.

Até março de 2021, todos os inscritos no Bolsa Família vão contar com poupanças digitais para movimentar suas parcelas mensais. As contas serão fornecidas de maneira automática e com base no final do NIS (Número de Identificação Social) dos beneficiários. Por essa razão, nada mais conveniente do que aprender a usar o aplicativo Caixa Tem, não é mesmo?

Ainda mais porque, pela plataforma, é possível consultar saldos, além de realizar diversos pagamentos e transferências. Assim como já ocorre com os demais usuários do app, os beneficiários do Bolsa Família não vão ter que pagar tarifas adicionais para movimentar o dinheiro. O Caixa Tem nada mais é do que uma ferramenta para facilitar o acesso aos programas sociais do governo.

Bolsa Família: veja quando você poderá usar a sua poupança digital

As contas digitais para Bolsa Família já estão sendo fornecidas desde o dia 22 de dezembro de 2020, com base nos dígitos finais do NIS. Após a liberação das poupanças, não será necessário gerar nenhuma nova senha. Por quê? Os inscritos no programa, pelo Caixa Tem, poderão usar o mesmo código do cartão social (Bolsa Família ou Cidadão).

Confira, abaixo, as datas previstas para a liberação das contas digitais pelo Caixa Tem:

  • No dia 22 de dezembro de 2020: beneficiários do Bolsa Família com NIS de final 9;
  • No dia 23 de dezembro de 2020: beneficiários do Bolsa Família com NIS de final 0;
  • A partir de janeiro de 2021: beneficiários do Bolsa Família com NIS de finais 6, 7 e 8;
  • A partir de fevereiro de 2021: beneficiários do Bolsa Família com NIS de finais 3, 4 e 5;
  • A partir de março de 2021: beneficiários do Bolsa Família com NIS de finais 1 e 2, além dos grupos populacionais específicos (indígenas, quilombolas, ribeirinhos, extrativistas, pescadores artesanais, comunidades tradicionais, agricultores familiares, assentados, acampados e pessoas em situação de rua).

Após a liberação das poupanças, não haverá mais a necessidade de realizar os saques integrais das parcelas. Os inscritos no Bolsa Família, no entanto, continuarão tendo o direito de retirar os valores nos caixas eletrônicos com os cartões tradicionais do programa.

Como usar o Caixa Tem no primeiro acesso?

Para começar a usar o Caixa Tem, os beneficiários do Bolsa Família devem seguir alguns procedimentos básicos. Confira a seguir:

  • Baixe o app. Ele está disponível para dispositivos com sistemas Android e iOS. Vale lembrar que o aplicativo somente será liberado para os que já possuem as poupanças digitais;
  • O primeiro acesso poderá ser feito com o CPF e uma senha numérica de seis dígitos. Por outro lado, os inscritos no Bolsa Família conseguirão usar o mesmo código do cartão social;
  • Após informar todos os dados solicitados pelo sistema, você já terá as condições necessárias para usar o aplicativo Caixa Tem. Seus recursos funcionam como uma espécie de conversa pelo WhatsApp, com ícones intuitivos e autoexplicativos.

Com a liberação das poupanças digitais, o que muda para os beneficiários do Bolsa Família?

Feita a liberação das contas, os inscritos no programa poderão acessar suas parcelas por meio de dispositivos móveis e sem tarifas adicionais. Confira outras mudanças que vão ser implementadas até o mês de março de 2021:

  • Acesso às parcelas sem sacá-las em caixas eletrônicos;
  • Movimentações do dinheiro pelo aplicativo Caixa Tem (R$ 600 por operação, limite diário de R$ 1.200 e mensal de até R$ 5.000);
  • Transferências bancárias totalmente gratuitas;
  • Uso do cartão de débito virtual pelo app Caixa Tem;
  • Pagamento de compras em sites;
  • Pagamento em maquininhas de cartão e por meio de QR Code (supermercados e outros estabelecimentos comerciais);
  • Conforme mudanças recentes no app, a sessão no Caixa Tem dura cerca de 72 horas. Isso quer dizer que, no período de três dias, não será necessário fazer um novo login para continuar acessando o sistema.

Cartão de débito virtual: como gerá-lo no Caixa Tem?

Mesmo sem a disponibilidade de cartões físicos, a instituição bancária concede outras ferramentas para que os usuários consigam transferir e efetuar pagamentos. No app Caixa Tem, é possível gerar o chamado “cartão de débito virtual”. Veja como:

  • Na tela inicial do aplicativo Caixa Tem, aperte em “Cartão Virtual”;
  • Depois disso, vá em “Usar agora meu Cartão de Débito Virtual”;
  • Informe a sua senha para gerar as informações temporárias do cartão (validade e CVV).

Por meio desses dados, os beneficiários do Bolsa Família poderão utilizar as suas parcelas para fazer compras em estabelecimentos comerciais que aceitem o Caixa Tem como forma de pagamento. As informações geradas pelo sistema, no entanto, duram ao longo de poucos minutos. Isso quer dizer que somente será possível realizar uma compra por vez.

Para os pagamentos nas maquininhas de cartão, os usuários precisam selecionar essa opção no próprio sistema do Caixa Tem. A câmera do celular ativará a funcionalidade automaticamente. Bastará, então, apontar o dispositivo para o QR Code ou o código de barras das maquininhas.

Como transferir o dinheiro pelo Caixa Tem?

Para usar o seu saldo do Bolsa Família em transferências bancárias pelo Caixa Tem, os interessados precisam seguir algumas instruções básicas. Confira:

  • Abra o Caixa Tem e toque na opção “transferir dinheiro”;
  • Escolha se deseja ler QR Code ou informar manualmente os dados do destinatário;
  • Selecione o banco desejado, informe o número da agência e aperte em confirmar;
  • Feito isso, digite o número da conta e o respectivo dígito do mesmo destinatário;
  • Escolha o tipo de conta de destino, digite o número do CPF e o nome do remetente;
  • Informe o valor que será transferido;
  • Confirme o prazo de envio e verifique os dados da transferência;
  • Toque em “Sim” se estiver tudo correto;
  • Digite sua senha para confirmar a transação e clique em “Comprovante” para salvar o documento comprobatório. O dinheiro será transferido no dia posterior à operação.

E se der erro no Caixa Tem?

  • Verifique a sua internet: a maioria dos problemas ocorre quando há instabilidade na conexão;
  • Atualize o aplicativo Caixa Tem: se o seu aplicativo estiver desatualizado, provavelmente ele terá erros recorrentes;
  • Reinicie o seu celular: às vezes, o próprio dispositivo estará sobrecarregado. Os beneficiários do Bolsa Família terão que fechar os outros aplicativos e reiniciar o aparelho;
  • Evite horários de pico: quando as parcelas forem liberadas nas poupanças digitais, o aplicativo tenderá a ficar instável. Tente entrar no sistema em horários estratégicos.
Bruno Destéfano
Diretor de redação
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »