Cartão do Bolsa Família ainda poderá ser usado para sacar as parcelas?

Mesmo com as poupanças sociais digitais, os beneficiários ainda poderão usar o cartão do Bolsa Família. Saiba todos os detalhes a respeito do assunto.

Cartão do Bolsa Família: mão segurando cartão do Bolsa Família

As contas digitais estão sendo liberadas de maneira escalonada. - Foto: Senado Federal

Desde dezembro de 2020, a Caixa Econômica Federal começou a liberar poupanças sociais digitais aos beneficiários do Bolsa Família. Essas contas serão criadas de forma automática e escalonada, tendo em vista o último dígito do Número de Identificação Social (NIS). No entanto, vale lembrar que o cartão do Bolsa Família ainda poderá ser utilizado para sacar as parcelas do benefício.

Até porque as poupanças digitais vão funcionar como uma espécie de alternativa às unidades familiares. Pelo aplicativo Caixa Tem, será possível consultar saldos, emitir extratos, realizar pagamentos, fazer transferências e usar o recurso de QR Code.

Cartão do Bolsa Família continua valendo

Após a liberação das poupanças sociais digitais, os beneficiários do Bolsa Família terão a possibilidade de movimentar suas parcelas por meio das seguintes opções:

  • Maneira tradicional: os beneficiários ainda poderão usar os cartões Bolsa Família e ‘Cidadão’;
  • Para efetuar compras por meio do cartão de débito virtual. O recurso poderá ser garantido pelo app Caixa Tem;
  • Para fazer compras em maquininhas de cartão ou pelo recurso de QR Code;
  • Para pagar contas de água, luz, gás e boletos (tanto no aplicativo Caixa Tem quanto nas casas lotéricas).

Liberação das contas para Bolsa Família

Confira, abaixo, as datas em que as poupanças digitais serão automaticamente criadas para os beneficiários do Bolsa Família:

  • Em dezembro de 2020: inscritos do Bolsa Família com NIS finais 0 e 9;
  • Em janeiro de 2021: inscritos do Bolsa Família com NIS finais 6, 7 e 8;
  • Em fevereiro de 2021: inscritos do Bolsa Família com NIS finais 3, 4 e 5;
  • Em março de 2021: inscritos do Bolsa Família com NIS finais 1 e 2, além dos grupos populacionais específicos (indígenas, quilombolas, ribeirinhos, extrativistas, pescadores artesanais, comunidades tradicionais, agricultores familiares, assentados, acampados e pessoas em situação de rua).

Como instalar o aplicativo Caixa Tem?

Feita a criação automática das contas digitais, os beneficiários poderão movimentar o dinheiro pelo Caixa Tem. Alguns estabelecimentos comerciais, como supermercados e lojas virtuais, já asseguram a uso do cartão de débito virtual do app.

Veja como instalar o Caixa Tem em seu celular:

  • Baixe a plataforma digital. Ela está disponível para celulares com sistemas Android e iOS. Vale ressaltar que o primeiro cadastro somente será concedido após a abertura oficial automática das contas;
  • O acesso será feito com o CPF do beneficiário e uma senha numérica de seis dígitos. Com base na instituição bancária, vai ser possível aproveitar o mesmo código do cartão social;
  • Depois do primeiro cadastro, será preciso tocar no serviço desejado e seguir as instruções indicadas no visor do celular.
Bruno Destéfano
Redator
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Comentários

Especial IBGE

Veja mais »