Como estudar para concurso público em pouco tempo

O Concursos no Brasil vai te ajudar a navegar por esse mar traiçoeiro de quem tem pouco tempo para estudar para um concurso com 15 dicas infalíveis.

como estudar para concurso publico em pouco tempo

Edital foi retificado. - Foto: Pixabay

Neste artigo, vamos ensinar você a como estudar para concurso público em pouco tempo. Separamos 15 dicas infalíveis que podem trazer resultados positivos em um curto intervalo de tempo!

Mas, antes, faça um rápido exercício de imaginação com a gente. Imagine que mais um dia começa, você entra nas suas redes sociais e vê as notícias do país e também as fotos dos seus amigos. Eis que você se depara com um post do Concursos no Brasil, sobre aquele concurso perfeito, que te faz até mesmo sonhar como seria sua vida no futuro depois de aprovado.

Lendo mais sobre o assunto, você descobre que tem pouco tempo para poder se preparar para o concurso. A inscrição está terminando e a data da prova já é logo ali! E agora? O que fazer? Como se preparar de forma rápida? Será que isso é realmente possível?

Nós vamos te mostrar que sim!

Para auxiliar nessa jornada, recorremos ao Professor Márcio Tadeu da Diferencial Ensino e Concursos. Ele nos ajudou com dicas e comentários sobre o assunto.

Agora, vamos explicar o que fazer para não perder tempo com o celular, sobre a importância da banca organizadora, qual o local ideal para estudar, e como criar um cronograma de estudos ideal. Mas, como diria o ditado: “vamos começar do começo”, com o edital.

1. Leia o edital com muita atenção

O primeiro passo para poder ser aprovado é... Ler o edital. Apesar de por vezes parecer algo chato e cheio de tecnicalidades, é nele que estão todas as informações do concurso e seus requisitos. É lá que você poderá encontrar algum impedimento para ser aprovado.

Já pensou, ir bem na prova, mas não ser aprovado pelo fato de que você não cumpriu algo que estava escrito nesse documento oficial? Então, mande a preguiça para longe e leia o edital!

E se por acaso você tiver dúvidas sobre algo, consulte algum especialista em concurso ou mesmo a organização do concurso público. Sempre há um meio de contato disponível para se tirar dúvidas.

2. Considere as chances de passar

A seguir, você precisa avaliar suas chances reais de passar. Por exemplo, se o concurso exige um preparo físico muito bom e você está bastante enferrujado e sem tempo de praticar exercícios, suas chances de passar serão reduzidas. Por isso, é preciso ter bom senso sobre a dificuldade do concurso.

De acordo com o professor, para fazer essa análise é preciso observar vários fatores: “base educacional, foco, tempo de estudo, conhecimento sobre as questões da banca organizadora. As reais chances estão ligadas ao grau de preparo do candidato”.

Ou seja, quanto mais preparado você estiver, antes mesmo de começar a estudar, mais chances terá. Se, por exemplo, tem facilidade com alguma disciplina que será cobrada nas provas, você já saiu com vantagem!

3. Entenda mais sobre a banca organizadora

Um detalhe que você vai notar ao ler o edital, e mesmo a matéria do Concursos no Brasil, é o de que sempre se informa a banca organizadora. Mas por qual motivo se faz isso?

Bem, a banca organizadora é simplesmente a responsável por realizar o concurso público. É ela que aplicará a sua prova e será a responsável por escolher que tipo de pergunta vai cair na avaliação.

De acordo com Márcio Tadeu, é importante entender mais sobre a banca “para saber o tipo de abordagem e as tendências de conteúdo a serem cobrados em prova”.

Então, fique de olho na banca para não ser pego de surpresa!

4. Monte um cronograma de estudos

Depois de ler sobre o edital, saber mais sobre a banca, você decidiu que vai tentar! Vai estudar para poder mudar de vida!

E, para poder ter um controle do que for estudar, é preciso montar um cronograma de estudos. O cronograma deve ser arranjado de acordo com o seu tempo disponível para estudo.

Mas, lembre-se: é muito importante deixar um tempo livre para o descanso e o lazer, como diremos nas dicas mais para frente.

Na hora de colocar o que estudar para prova, uma das prioridades do seu cronograma deve ser focar nas disciplinas importantes. Mas aí vem a pergunta: como saber o que é mais importante? Eis que temos a próxima dica!

5. Foco nas disciplinas importantes

Para identificar as disciplinas mais importantes e manter o foco nelas é bastante simples: leia o edital e saiba um pouco mais sobre a banca organizadora. Dessa maneira, você vai descobrir se uma disciplina possui mais questões ou mesmo um peso maior no concurso.

Pense bem: compensa dedicar o mesmo tempo de estudo para uma disciplina que vale 30 pontos, enquanto outra vale 15? Claro que não! Tem que focar na mais valiosa. Mas veja bem, sem essa de deixar de estudar a que vale menos, viu?

Além disso, verifique se há fatores de desclassificação e eliminação do candidato para ter certeza de que está priorizando a disciplina correta.

6. Mantenha-se motivado

Nem todas as pessoas conseguem se manter motivadas, mesmo com uma rotina pré-determinada. O trabalho, o estresse ou mesmo problemas financeiros podem te desanimar. Sendo assim, é preciso criar maneiras de se manter sempre para cima e com aquela vontade gigantesca de estudar!

E uma das formas de se fazer isso é por meio de metas e recompensas. “Defina metas diárias e recompensas diárias. Se possível separe um dia da semana para descansar”, afirmou o Professor em nossa conversa.

Os seres humanos até tentam fugir disso, mas ainda são animais. E como todo animal, reagimos bem ao sentimento de uma recompensa. Por isso, pense em pequenas coisas que te agradam e se dê como recompensa se você cumprir uma certa meta de estudo. É sempre importante estar 100% já que o tempo de estudo é pequeno.

E falando em tempo pequeno de estudo, é preciso ter um lugarzinho ajeitado para estudar né? Vamos para próxima dica!

7. Tenha um ambiente ideal de estudo

Para o Professor, o ambiente ideal deve ter duas características: ser limpo e funcional. Portanto, tenha em mente que é preciso ter o mínimo de organização no ambiente e evitar materiais e objetos que não são relacionados aos estudos.

Além disso, procure um local silencioso, com o menor número de distrações possíveis. Sente-se em uma cadeira ou poltrona confortável, já que você passará um bom tempo na mesma posição, estudando.

8. Tempo extra? Dá para estudar, sim!

E se você vai para o trabalho de transporte público ou mesmo de carro, saiba que é possível aproveitar esse tempo. O Professor Márcio Tadeu deu a dica de, no caminho, ir ouvindo um podcast ou mesmo áudio-aulas sobre algumas das disciplinas. E, se possível, fazer leituras menos complexas já que a qualidade do aproveitamento não será a mesma que você terá na sua casa.

9. Fuja do celular!

Não tem como deixar de falar dele. Você pode até ter encontrado o concurso por meio do celular, mas saiba que, apesar do seu smartphone ter proporcionado uma nova perspectiva para a sua vida, ele pode acabar se tornando o principal vilão, te impedindo de conseguir a vaga.

De acordo com o professor, “o celular quebra o processo de concentração”. E como a concentração é um dos pilares para que o estudo seja produtivo, tudo que esteja entre você e ela precisa ser eliminado. Sendo assim, no momento em que você for começar os seus estudos, desligue o seu celular ou coloque-o no modo avião. As notificações acabam chamando a sua atenção e tirando o foco necessário.

Quando acabar de estudar, você pode voltar a usar o seu celular normalmente e postar que você tá cansado porque estudou muito.

10. Faça simulados online e baixe provas antigas para estudar

Sempre que possível faça simulados online ou baixe provas antigas para poder estudar. Dessa maneira, você reforça o seu aprendizado e vai se ambientando ao tipo de pergunta que poderá cair na sua prova.

Aliás, o Concursos no Brasil dispõe de um acervo invejável de simulados online. Confira aqui, é grátis!

11. Cursos online

Querendo ou não, vivemos em tempos modernos e a internet veio para ficar. Com isso, surgiram os cursos online que, por conta de sua flexibilidade e praticidade, acabam sendo ferramentas válidas. Se você tiver uma grana sobrando, invista em um curso sobre o seu concurso. Vale lembrar que, apesar de dar um pouco mais de trabalho, é possível encontrar cursos gratuitos na internet.

E da modernidade, vamos para onde tudo começou: a escrita! Essa é a nossa próxima dica!

12. Escreva e memorize

Pode parecer arcaico, mas professores e sites especializados em dicas para concursos afirmam que escrever o que se está estudando reforça o aprendizado. E o Professor Márcio Tadeu não foge dessa regra. Segundo ele, “escrever é uma técnica de memorização, principalmente para o iniciante”.

Então, lembre-se de sempre ir anotando o que você estiver estudando, já que é como se você estivesse ganhando um bônus na sua memória!

13. Como fazer a revisão dos estudos

Só estudar uma vez não basta. É sempre bom fazer uma revisão daquilo que você já aprendeu. Se possível, utilize quadros, diagramas, cards ou post-it's para fazer sua revisão e marcar o que há de mais importante nas matérias.

Particularmente, Márcio Tadeu indica o uso de palavras-chave e mapas mentais para poder te ajudar nesse processo.

14. Faça pausas

Estudar bastante cansa a mente. Por conta disso, é necessário que você tome um tempo para descansar, respirar fundo, ir beber água ou mesmo dar uma volta na casa. E até para isso existe um processo que pode fazer você, render o máximo possível.

Segundo Márcio Tadeu, seria o ideal que o candidato “descansasse cinco minutos a cada meia hora estudada”. Um dos métodos preferidos do professor e que complementa essa dica é o Método Pomodoro.

O Método Pomodoro é uma técnica que foi desenvolvida por Francesco Cirillo. O objetivo dela é gerenciar o tempo disponível da melhor maneira possível, utilizando o conceito de pausas frequentes, para descansar o indivíduo e melhorar sua agilidade mental.

Ao estudar por 25 minutos ou meia hora e depois pausar por cinco minutos, fazendo ciclos com esses intervalos de tempo, você estará aprimorando a sua retenção de conhecimento.

15. Dia da prova

Finalmente chegou o grande dia. O dia da prova! E a principal dica daqui é: descansar! Parece repetitivo e a mesma coisa que falamos no item anterior, mas é a mais pura verdade. O próprio Professor afirma: “é preciso descansar, inclusive na véspera”.

Claro que ter uma alimentação leve, hidratar-se e chegar no local da prova com antecedência vão te ajudar bastante. Mas se você não teve uma boa noite de sono e não está com a mente relaxada, enfim, descansado, as suas chances serão reduzidas. Você não estudou tanto para perder o ônibus passando no ponto? Então siga essa dica e todas as outras 14 que, com certeza, suas chances estarão lá em cima!

Compartilhe

Comentários