Como os inscritos no Bolsa Família podem se cadastrar no Caixa Tem?

Após a liberação das contas digitais, os beneficiários do Bolsa Família poderão realizar o cadastro pelo aplicativo Caixa Tem. Confira o passo a passo.

Novidade para os beneficiários do Bolsa Família! Até março de 2021, todos os inscritos no programa vão passar a ter poupanças sociais digitais. Elas serão criadas de maneira escalonada, conforme os dígitos finais do NIS (Número de Identificação Social). Por meio das novas contas, será possível movimentar o benefício sem a necessidade de saques integrais. Mas você já sabe como se cadastrar no aplicativo Caixa Tem?

Assim como já acontece com os beneficiários do auxílio emergencial e FGTS, a plataforma permite a movimentação do dinheiro, consulta de saldos e transações bancárias. Tudo isso sem quaisquer tarifas adicionais. No entanto, as transferências contam com limite diário de R$ 1.200 e mensal de R$ 5.000 (R$ 600 por operação no aplicativo).

Bolsa Família: como se cadastrar no Caixa Tem para começar a usá-lo?

Após a liberação das poupanças digitais, os beneficiários do programa poderão movimentar suas parcelas diretamente pelo Caixa Tem. Não haverá a necessidade de apresentar nenhum documento para que as contas sejam criadas. Além do mais, as famílias ainda terão a possibilidade de sacar o dinheiro com os cartões ‘Bolsa Família’ ou ‘Cidadão’.

Veja como se cadastrar no aplicativo Caixa Tem para usar as suas funcionalidades:

  • Baixe o aplicativo em seu dispositivo móvel. Ele está disponível para sistemas Android e iOS. O cadastro para Bolsa Família somente será liberado após a abertura oficial das poupanças digitais;
  • O primeiro acesso poderá ser feito com o CPF e uma senha número de, no máximo, seis dígitos. No contexto dos beneficiários do programa, será permitido o uso do mesmo código do cartão social;
  • Após informar todos os dados solicitados pelo sistema da Caixa, os inscritos no Bolsa Família já estarão aptos a usar todas as funcionalidades do app.

Calendário para a liberação das contas digitais

As contas digitais vão criadas entre dezembro de 2020 e março de 2021, com base no NIS (Número de Identificação Social) dos beneficiários. Confira as datas em que as poupanças do Bolsa Família deverão ser automaticamente liberadas:

  • Em dezembro de 2020: beneficiários do Bolsa Família com NIS finais 0 e 9;
  • Em janeiro de 2021: beneficiários do Bolsa Família com NIS finais 6, 7 e 8;
  • Em fevereiro de 2021: beneficiários do Bolsa Família com NIS finais 3, 4 e 5;
  • Em março de 2021: beneficiários do Bolsa Família com NIS finais 1 e 2, além dos grupos populacionais específicos (indígenas, quilombolas, ribeirinhos, extrativistas, pescadores artesanais, comunidades tradicionais, agricultores familiares, assentados, acampados e pessoas em situação de rua).
Bruno Destéfano
Diretor de redação
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »