Como pedir suspensão no pagamento de parcelas do Fies?

Os estudantes interessados já podem solicitar a suspensão no pagamento de parcelas do Fies. Confira o nosso artigo e saiba como!

Como pedir suspensão no pagamento de parcelas do Fies: enquadramento fechado em um grupo de estudantes sentados. Um deles está com uma caderneta no colo. É possível ver os alunos do quadril para baixo

A adesão à medida pode ser feita até o dia 31 de dezembro de 2020. - Foto: Unsplash

Desde o dia 06 de julho, os graduandos que contrataram Financiamento Estudantil (Fies) já podem pedir a suspensão no pagamento de até quatro parcelas. A medida vale para todos os clientes que se encontravam em situação de inadimplência com seus contratos antes do dia 20 de março.

Por conseguinte, os termos para as suspensões estão previstos na lei nº 13.998/2020 e na resolução nº 38/2020. Ambas foram publicadas em maio pela pasta da Educação. Para realizar o pedido, basta seguir as instruções indicadas no aplicativo do Banco do Brasil ou no site de financiamento da Caixa Econômica Federal (CEF).

Todos os solicitantes estarão sujeitos a juros sobre as parcelas suspensas, os quais devem ser contabilizados no saldo devedor do contrato. A adesão à medida pode ser feita até o dia 31 de dezembro de 2020.

Acompanhe o artigo completo, logo abaixo, e fique por dentro de todos os detalhes sobre como fazer os pedidos de suspensão. Não se esqueça de conferir outros conteúdos de nosso site, como simulados e artigos. Temos certeza de que existe um material feito especialmente para você!

Como pedir a suspensão no pagamento de parcelas pelo app do BB?

Os pedidos para suspensão das parcelas podem ser feitos por meio do aplicativo do Banco do Brasil (disponível em sistemas Android e iOS). Para isso, será necessário efetuar o login na plataforma, clicar em “Menu”, procurar pela opção “Solução de Dívidas” e escolher “Suspensão FIES”.

De acordo com a instituição financeira, as solicitações devem ser processadas de maneira simples. Os interessados não terão que assinar termo aditivo e nem apresentar fiador nas dependências do banco. Por outro lado, a concordância e ciência das condições são obrigatórias para dar prosseguimento ao pedido.

E se o estudante não tiver acesso ao celular para realizar o pedido? O Banco do Brasil também fornece a opção de efetuar o procedimento em alguma de suas agências, desde que observado o contingenciamento adotado pelo sistema bancário.

Para eventuais dúvidas, os estudantes podem acessar o próprio aplicativo do Banco do Brasil, o portal da autarquia, WhatsApp (61) 4004-0001 ou a Central de Atendimento BB (0800-729-0001).

Como pedir a suspensão no pagamento de parcelas pelo site da Caixa?

Nesse caso, os estudantes devem acessar a plataforma de SIFES-Web da Caixa Econômica Federal e realizar o seguinte passo a passo:

  • Fazer o login e acessar a opção “FIES” e “Contrato”;
  • Selecionar "Pausar Contrato";
  • Aceitar o termo de compromisso; e
  • Clicar em "Solicitar Pausa".

Os pedidos também poderão ser feitos sem a necessidade de assinatura de termo aditivo e presença de fiador. No entanto, assim como nas solicitações pelo app do BB, são obrigatórias a ciência e a concordância dos estudantes para as condições de suspensão.

Ainda ficou com dúvidas? É possível pedir auxílio pela própria página do Fies ou ligar na central:

  • Capitais: 3004-1104;
  • Demais regiões: 0800-726-0104.

Condições gerais para solicitar a suspensão nas parcelas do Fies

O pedido pode contemplar até quatro parcelas, desde que os estudantes observem a fase do contrato e obedeçam às normas da legislação vigente. Confira as condições gerais:

  • Contratos em fase de utilização ou carência: a suspensão alcançará até duas parcelas, que serão incorporadas ao saldo devedor do contrato. Essa medida é válida para contratos feitos até o 2º semestre de 2017;
  • Contratos em fase de amortização (pagamentos planejados parcial ou gradualmente): a suspensão alcançará até quatro parcelas, que serão incorporadas ao saldo devedor do contrato. O período das parcelas suspensas será acrescentado ao vencimento final do contrato.

Explore:

Compartilhe

Comentários