Concurso PRF 2021: como será a aplicação das provas em meio à pandemia

Concurso PRF 2021 seguirá protocolos para garantir a segurança dos candidatos e de quem trabalhará durante o certame.

O concurso PRF 2021 divulgou o seu cronograma durante uma coletiva de imprensa nesta quarta-feira (06/01). Lá, os representantes da Polícia Rodoviária Federal aproveitaram para explicar um pouco mais sobre como será a aplicação das provas em meio à pandemia de COVID-19.

Perguntado sobre a segurança dos candidatos, o diretor-executivo da PRF, José Lopes Hott, informou que existem cláusulas previstas no contrato com o Cebraspe para que o certame tenha segurança na aplicação das avaliações, previstas para o dia 28 de março de 2021.

“É importante mencionar que na contratação da organizadora foram previstas cláusulas que habilitam a capacidade de disponibilizar essa estrutura [de biossegurança aos candidatos]. No contrato, o Cebraspe assume o compromisso e anuiu com medidas para cumprimento dos protocolos estabelecidos, já experimentados pela PRF”, disse o diretor.

Além disso, ele citou o Curso de Formação Profissional como um exemplo a ser seguido. O CFP foi realizado durante a pandemia e não registrou casos de contaminação.

“Então quando a gente menciona o curso de formação policial é porque foi uma experiência exclusivamente nossa, que outras instituições aprenderam conosco e que agora a gente leva para o concurso”, apontou.

Por fim, Hott comentou que os protocolos utilizados no CFP serão semelhantes ao que ocorrerá durante as provas.

“Então veja, no CFP a gente tem sala de aula com alunos. Na prova, nós temos candidatos em sala de aula com protocolos muito parecidos. Nosso contrato com o Cebraspe prevê isso”, finalizou sobre o tema.

Vale lembrar que, além de josé Hott, participaram da coletiva o diretor-geral da PRF, Eduardo Aggio, e a Diretora de gestão de pessoas, Sílvia Regina Borges. Todos tiraram dúvidas da imprensa e divulgaram as novidades do concurso PRF.

Concurso PRF 2021: protocolos do Cebraspe

O Concursos no Brasil entrou em contato com várias bancas organizadoras para saber sobre os seus protocolos de segurança durante as provas ao longo da pandemia. O Cebraspe nos informou que nos locais de avaliação será disponibilizado álcool 70%, sabão líquido nos banheiros, lenços para higiene nasal, papel toalha e sacos plásticos individuais para descartes.

Também foi criado um manual de conduta dedicado ao candidato. Segundo a banca, a intenção é tirar dúvidas e demonstrar quais protocolos deverão ser seguidos para que problemas não ocorram durante as provas.

O Cebraspe anunciou que há uma estratégia de afastamento entre os participantes, de forma a assegurar o distanciamento necessário para a prevenção da COVID-19. Portanto, há uma preocupação com os participantes e também com quem irá trabalhar auxiliando na aplicação das avaliações.

O Cebraspe possui um vídeo no YouTube, no qual existem detalhes dos procedimentos. O vídeo é curto, com apenas um minuto de duração, e possui explicações simples.

Vagas e etapas do concurso PRF 2021

O concurso PRF tem como objetivo preencher 1.500 oportunidades para o cargo de Policial Rodoviário Federal. É preciso que o interessado tenha diploma de curso de nível superior para poder tomar posse.

A remuneração para o Policial Rodoviário Federal é de R$ 9.899,88, sendo que haverá benefícios e gratificações previstos em lei. De acordo com a PRF, a nomeação deve ocorrer no fim de 2021, ou no primeiro mês de 2022.

O concurso PRF terá as seguintes etapas:

  • Provas objetivas;
  • Provas discursivas;
  • Avaliação psicológica;
  • Procedimento biopsicossocial (exclusivo para PcD);
  • Heteroidentificação (apenas para autodeclarados negros);
  • Teste de Aptidão Física (TAF);
  • Prova de títulos;
  • Avaliação médica;
  • Investigação social;
  • Curso de Formação Profissional.
Carlos Rocha
Redator
Jornalista formado (UFG), atualmente redator no site Concursos no Brasil. Foi roteirista do Canal Fatos Desconhecidos (YouTube) por um ano e meio. Produziu conteúdo de podcast para o Deezer. Fez parte da Rádio Universitária (870AM) por três anos e meio como apresentador no Programa Fanático e como repórter, narrador e comentarista da Equipe Doutores da Bola. Fã de futebol, NFL e ouvinte de podcast.

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »