11 extraordinários filmes para concurseiros se inspirarem!

Está estudando demais e precisa de uma pausa para tomar um ar? Elaboramos uma lista com filmes para concurseiros que você PRECISA assistir! Acompanhe:

Filmes para concurseiros: cena do filme "erin Brockovich", em que a atriz principal e dois homens olham para frente

Cena do filme "Erin Brockovich" (2000). - Foto: © Universal Pictures

O universo cinematográfico é repleto de histórias de motivação que podem nos inspirar naqueles dias desanimadores. Por esse motivo, nós separamos alguns filmes para os concurseiros! Até porque não há nada melhor do que receber aquele “fôlego a mais” para continuar os estudos, não é mesmo?

Em nossa lista, selecionamos longas-metragens de pessoas que não desistiram de seus objetivos mesmo com enormes adversidades ao longo do caminho. Não é nada fácil, mas pode ser possível encontrar beleza nas dificuldades e ultrapassá-las por um bem maior: a felicidade ao conquistar aquilo que tanto sonhou!

Então, pare tudo o que está fazendo neste momento e confira 11 filmes para concurseiros! Aproveite para separar a vasilha de pipoca e alguns lencinhos no caso de se emocionar além da conta.

Não se esqueça de conferir outros conteúdos especiais de nosso site, como artigos de utilidade pública e simulados. Depois de uma pausinha nos estudos, nada melhor do que tomar impulso para tirar o atraso de algumas disciplinas. Concorda?

1. Mãos Talentosas (Gifted Hands, 2009)

Foto: Reprodução/YouTube

Baseado em uma história real, o filme traça a jornada do médico Ben Carson (Cuba Gooding Jr) desde a sua infância conturbada na cidade de Detroit, em Michigan. Ele já havia sido alvo de bullying quando criança e não conseguia ter motivação alguma para estudar.

Entretanto, sua mãe fez de tudo para que o garoto se transformasse por completo. Ben Carson passou parte de sua infância e adolescência lendo ao menos dois livros por semana e fazendo resumos sobre cada um deles.

O homem acabou se graduando na área de Medicina aos 33 anos e conquistou a posição de diretor do Centro de Neurologia Pediátrica do Hospital Universitário Johns Hopkins.

O ápice de sua fama aconteceu em 1987, quando teve que chefiar uma deliciada cirurgia para separar dois gêmeos siameses unidos pela parte posterior da cabeça.

A operação durou aproximadamente 22 horas e, depois disso, Ben Carson não foi mais o mesmo. Por que achamos que esse é um filme para concurseiros? Porque conta a história de uma pessoa que atravessou todas as barreiras para ser visto como um profissional além de seu tempo.

2. O lado bom da vida (Silver Linings Playbook, 2012)

Foto: Reprodução/YouTube

Não havia motivos para que Pat Solitano Jr. (Bradley Cooper) conseguisse pensar positivo. Ele havia perdido a casa, o trabalho, o casamento e até a sanidade mental. Depois de passar oito meses internado em um instituto psiquiátrico, o homem decide “acordar para a vida” e reconquistar o seu grande amor.

Ele só não saiba que conheceria Tiffany (Jennifer Lawrence), uma mulher que também compartilha de dores e problemas psicológicos. Juntos, acabam enxergando mudanças significativas em seus planos.

O filme nos mostra que a vida é cheia de ida e vindas, mas o seu lado bom pode desencadear profundas transformações de perspectivas. Ninguém está imune aos problemas, no fim das contas. No entanto, por vezes, é extremamente necessário mudar o ponto de vista e observar os lados bons da vida.

Um dos principais ensinamentos está ligado justamente com a necessidade de absorver pensamentos positivos. Afinal, mesmo com adversidades, torna-se importante filtrar as experiências para seguir em frente. Acreditar que a vida tem o seu lado “bom” pode ser decisivo e revigorante.

3. Estrelas Além do Tempo (Hidden Figures, 2016)

Foto: Reprodução/YouTube

“Estrelas Além do Tempo” discorre sobre a história de três mulheres afro-americanas que ajudaram os Estados Unidos, na época da Guerra Fria, a levar o astronauta John Glenn ao espaço.

Katherine Johnson, Dorothy Vaughan e Mary Jackson ficaram conhecidas como “computadores humanos” no ano de 1962. Isso porque todas as três mulheres montaram cálculos estratégicos que se tornaram fundamentais para o sucesso da corrida espacial norte-americana.

E a tarefa não foi fácil, porque as barreiras foram quase intransponíveis. Elas tiveram que enfrentar o ceticismo, preconceito e a desigualdade de gênero para comprovar que poderiam fazer a diferença. O filme concorreu ao Oscar no ano de 2017 e provoca reflexões atemporais.

4. Que Horas Ela Volta? (2015)

Foto: Reprodução/YouTube

Val (Regina Casé) é uma empregada doméstica que mora na casa de seus patrões há mais de uma década. Mesmo sendo vista como “parte da família”, a mulher dorme em um minúsculo quarto dos fundos e não se sente confortável em almoçar ou jantar na mesa principal da casa.

Ela nunca colocou os pés na grande piscina e não satisfaz nenhuma vontade própria. A situação problemática nunca foi colocada como tema de conversa, porque todos se acostumaram com o modo em que as coisas funcionavam.

No entanto, tudo muda com a chegada de Jéssica, que é a filha de Val. A jovem decide se mudar para lá com o objetivo de se preparar para o vestibular. Provocadora, Jéssica não se contenta com a situação de sua mãe e expõe as diferenças de classes que pareciam invisíveis.

O filme é bastante motivador porque a jovem enfrenta contextos constrangedores, mas continua firme nos estudos. Os seus objetivos não são postos de lado e, mesmo com a desigualdade social, mostrou-se tão capaz quanto qualquer outra pessoa.

5. O Fabuloso Destino de Amélie Poulain (Le fabuleux destin d'Amélie Poulain, 2001)

Foto: Reprodução/YouTube

“Então, minha querida Amélie... Você não tem ossos de vidro. Pode suportar os baques da vida”. Após se mudar para o bairro parisiense de Montmartre, a jovem Amélie começa a trabalhar como garçonete. A vida não era lá essas coisas, mas ela continuava firme e forte em busca de algo para se inspirar (assim como você e eu).

Certo dia, Amélie encontra uma caixa estranha no banheiro de seu apartamento. “De quem será que é isso?”, ela pergunta. Finalmente com um objetivo de vida, a jovem corre em busca do dono e acaba encontrando um antigo morador do mesmo prédio.

O senhor Dominique fica muito feliz e agradecido com a atitude de Amélie e, por isso, a jovem começa a ter uma nova perspectiva do mundo.

Ela passa a ajudar todos ao seu redor, mesmo que seja com simples e pequenos gestos. A história dá aquele calorzinho no coração e serve como inspiração para vermos o tanto de vida que existe ao nosso redor.

Afinal, o extraordinário pode estar em situações ordinárias do dia a dia. Você vai terminar de assistir ao filme com uma pergunta na cabeça: “qual é o meu verdadeiro objetivo de vida?”.

6. O Discurso do Rei (The King's Speech, 2010)

Foto: Reprodução/YouTube

O Príncipe Albert da Inglaterra (Colin Firth) precisava ascender ao trono, mas ninguém conseguia levá-lo a sério. Isso porque ele tinha problemas na fala e não impunha respeito nas tomadas de decisão.

Sabendo que o país precisava de uma pessoa forte e livre de inseguranças, a sua esposa acaba contratando um fonoaudiólogo para ajudar Albert a superar os problemas de comunicação.

Uma linda amizade emerge ao longo do tratamento, especialmente porque o profissional utiliza meios não convencionais para ensinar o monarca a falar com segurança. Aos poucos, Albert aprende a não ter medo de sua própria voz e se torna o Rei George VI.

Mais do que a história em si, o filme é reconhecido pela forma com que a trajetória do monarca é narrada. Todos nós temos problemas e convivemos com inseguranças, mas e se usássemos isso ao nosso favor?

7. O Homem que Mudou o Jogo (Moneyball, 2011)

Foto: Reprodução/YouTube

Billy Beane (Brad Pitt) causa uma verdadeira revolução na forma de coordenar uma equipe de beisebol. Ele trabalha com dados estatísticos para reduzir custos e montar um time extremamente competitivo. Afinal, todos estavam passando por problemas financeiros.

As contratações misturam jogadores com muita e pouca experiência e, aos poucos, o método é provado como eficiente. Ótimos resultados vão sendo obtidos e Billy Beane acaba se tornando uma referência no ramo.

O filme aborda a importância de buscar ideias inovadoras e continuar firme para colocá-las em práticas. É sobre perseverança, criatividade e adaptação.

8. Erin Brockovich (2000)

Foto: © Universal Pictures

O filme conta a história de Erin Brockovich (Julia Roberts), uma mulher solteira e mãe de três filhos que trabalha em um pequeno escritório de advocacia.

Organizando arquivos de um caso judicial, ela decide investigar determinada empresa de eletricidade que aparentemente vinha contaminando as águas de uma pequena cidade na Califórnia. Erin vivencia o contexto das vítimas e tenta solucionar o problema antes que mais pessoas sofram as consequências.

Mesmo sem muito conhecimento jurídico, ela conquista a simpatia dos envolvidos com suas habilidades interpessoais e leva a investigação adiante. O caso, após longos meses, é levado ao tribunal e a empresa precisa lidar com uma indenização milionária.

Baseada em fatos reais, a história de Erin nos mostra sobre a importância de trabalhar com as nossas possibilidades e de se adaptar às circunstâncias.

9. O Menino que Descobriu o Vento (The Boy Who Harnessed the Wind, 2019)

Foto: Reprodução/YouTube

Mais um filme baseado em fatos reais! Você acha que a educação e a vontade de fazer a diferença não têm um poder transformador? É porque não conhece a história de um garoto que vivia no país de Malauí, localizado na África Oriental.

William Kamkwamba (Maxwell Simba) busca forças para ajudar a sua família quando tudo vai de mal a pior. Ao comprar terrenos próximos e derrubar árvores, o governo desencadeia uma série de mudanças climáticas na região, que acabam causando longos períodos de seca.

O garoto, inspirado pelos livros, reúne os conhecimentos necessários para construir uma turbina de vento. Seu objetivo era o de salvar a sua comunidade das crises que vinham enfrentando.

10. Extraordinário (Wonder, 2017)

Foto: Dale Robinette/Lionsgate

Auggie Pullman (Jacob Tremblay) é um garoto que nasceu com uma deformação facial e teve que passar por 27 cirurgias diferentes. Com 10 anos de idade, ele finalmente frequentará uma escola regular pela primeira vez.

Os seus pais temem pela sua segurança, porque não sabem qual será a reação dos futuros colegas. Dessa maneira, o principal desafio do garotinho é se adaptar com a sensação de estar sendo constantemente observado e avaliado.

"Extraordinário” é sobre inclusão, respeito, perseverança e amizade. O filme expõe a necessidade de abraçar aquilo que a gente exatamente é, sem ter vergonha ou culpa. Por mais que você não se identifique diretamente com Auggie, é possível sentir empatia pela sua condição e por tudo o que está passando.

11. Sociedade dos poetas mortos (Dead Poets Society, 1990)

Foto: Reprodução/YouTube

Em uma escola apenas para homens e conhecida por suas antigas tradições, o professor John Keating (Robin Williams) recebe a missão de lecionar aulas de inglês.

O que ninguém esperava, no entanto, acontece: o profissional da educação foge completamente dos métodos da escola e provoca várias reflexões em sala de aula.

O objetivo? Fazer com que os estudantes pensem por conta própria, sigam seus sonhos e aproveitam um dia de cada vez.

"Sociedade dos Poetas Mortos" já é um clássico do cinema norte-americano e, na época, garantiu o Oscar de “Melhor Roteiro Original”. Além disso, recebeu outras três indicações nas principais categorias da premiação.

...

Esses filmes podem inspirar, emocionar ou servir de exemplo para seguirmos adiante. Afinal, todos nós precisamos de um "empurrãozinho" vez ou outra. E está tudo bem. O problema é quando a desmotivação vira rotina e se torna mais recorrente do que o normal.

Mas, e você? Acha que deixamos algum filme inspirador de fora da lista? Comente aqui embaixo e compartilhe com todo mundo! 

Leia mais:

Compartilhe

Comentários