O que estudar para a prova do concurso Banco do Brasil?

Edital publicado, mas você não sabe o que estudar para a prova do concurso Banco do Brasil? Em nosso artigo, você confere dicas e simulados para começar.

concurso Banco do Brasil publicou seu edital n° 01/2021 com 4.480 vagas para Escriturário. Então, quem estava se preparando com base em certames anteriores pode mudar seu cronograma de estudos por completo e focar no conteúdo programático divulgado pela Cesgranrio (banca organizadora). Já sabendo quais são as etapas e como acontecem, veja o que estudar para a prova do concurso Banco do Brasil.

A seleção deste ano divide a função de Escriturário, que requer nível médio completo, em dois cargos: Agente de Tecnologia e Agente Comercial. Cada um deles conta com conhecimentos específicos das áreas de atuação a serem abordados na prova, sendo a maior parte da avaliação.

Está com caneta e papel na mão? Acompanhe o artigo até o final e se prepare para o concurso Banco do Brasil. Além disso, não se esqueça de conferir outros conteúdos de nosso site, como simulados e notícias. Temos certeza de que existe um material feito especialmente para você!

Qual é o perfil da banca Cesgranrio?

Primeiro ponto para saber como se preparar para o concurso Banco do Brasil é entender o funcionamento da banca organizadora. Mais uma vez, a escolhida para cuidar da seleção do BB foi a Fundação Cesgranrio. De caráter privado e sem fins lucrativos, a empresa atua com finalidade educacional, cultural e assistencial.

Com sede no Rio de Janeiro, é reconhecida como entidade de utilidade pública e já realizou diversos certames bastante disputados no país, como:

Essa banca organizadora costuma abordar todo o conteúdo programático dos editais de abertura. Os concurseiros não podem se descuidar de nenhum item das matérias, sempre prezando pela atualidade dos contextos abordados.

O recomendado é sempre buscar autores e livros clássicos, mas sem esquecer de se atualizar sobre todo e qualquer tema expresso no edital. Além disso, é importante saber que as provas da Cesgranrio têm nível mediano de dificuldade. Então, o segundo passo é conferir o que a Cesgranrio definiu como conteúdo programático e encontrar materiais didáticos sobre cada um dos assuntos. 

As perguntas não costumam ter mais de três linhas, com exceção da prova de Língua Portuguesa. Afinal, os textos de apoio servem para interpretação e análise. A tendência é a de se deparar com questões cheias de imagens, charges e gráficos. Por isso, na hora de estudar para o concurso Banco do Brasil, se preocupe em treinar a partir de questões similares às que podem ser abordadas na prova.

Concursos anteriores do Banco do Brasil

Os dois últimos concursos do Banco do Brasil foram realizados em 2015 e 2018 (editais 01/2015 e 01-2018/001 BB). Ambos ofertaram vagas somente para Escriturário, sob os cuidados da Fundação Cesgranrio.

Em 2015, o Banco do Brasil disponibilizou 95 vagas imediatas nos estados do Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe. O concurso de 2018, por outro lado, contemplou 20 vagas efetivas às dependências localizados no Distrito Federal, Rio de Janeiro e São Paulo.

O que estudar para o concurso do Banco do Brasil?

Agora que o edital já foi publicado, é possível perceber que o certame contará com duas etapas avaliativas de conhecimento: prova objetiva e prova discursiva. Ambas estão previstas para acontecer na mesma data: 26 de setembro de 2021. 

Sendo assim, os candidatos do concurso Banco do Brasil precisam se preparar para responder 70 questões de múltipla escolha, bem como escrever uma redação sobre o tema proposto no caderno de prova. Vale ressaltar que essa segunda etapa precisa ser feita no formato de texto dissertativo-argumentativo.

Já a primeira parte será composta pelos seguintes conhecimentos básicos, em 25 questões, para todos os candidatos a Escriturário:

  • Língua Portuguesa;
  • Língua Inglesa;
  • Matemática;
  • Atualidades do Mercado Financeiro.

Como a função ofertada é dividida em dois cargos, os conhecimentos específicos variam de acordo com a área pleiteada e somam 45 questões. Assim, quem estiver inscrito para Agente de Tecnologia precisará estudar:

  • Probabilidade e Estatística;
  • Conhecimentos Bancários;
  • Tecnologia da Informação.

Enquanto quem pleitear vagas de Agente Comercial do concurso Banco do Brasil deverá estudar os seguintes tópicos do concurso Banco do Brasil:

  • Matemática Financeira;
  • Conhecimentos Bancários;
  • Conhecimentos de Informática;
  • Vendas e Negociação.

O que cai no concurso Banco do Brasil: Língua Portuguesa

A etapa de Língua Portuguesa cobra dois pontos principais: interpretação de texto e gramática. Considerando provas anteriores, é possível perceber que as questões exigem o conhecimento de temas atuais e o aprofundamento nos cenários político e econômico. Uma das mais marcantes características dos enunciados está atrelada ao uso de charges de jornais.

Além disso, a prova do concurso Banco do Brasil contempla abordagens textuais por meio da gramática normativa, além de temas básicos. Ou seja, os candidatos precisam estar preparados para responder sobre regras do português formal.

O conteúdo programático definido para o certame do BB de 2021 conta com:

  • Compreensão de textos;
  • Ortografia oficial.;
  • Classe e emprego de palavras;
  • Emprego do acento indicativo de crase;
  • Sintaxe da oração e do período;
  • Emprego dos sinais de pontuação;
  • Concordância verbal e nominal;
  • Regência verbal e nominal;
  • Colocação pronominal dos pronomes oblíquos átonos (próclise, mesóclise e ênclise).

Questões de Língua Portuguesa que caíram no último concurso Banco do Brasil

  • Gabarito 1, questão 03 (sobre pronomes)

O pronome destacado foi utilizado na posição correta, segundo as exigências da norma-padrão da língua portuguesa, em:

(A) Quando as carreiras tradicionais saturam-se, os futuros profissionais têm de recorrer a outras alternativas.

(B) Caso os responsáveis pela limpeza urbana descuidem-se de sua tarefa, muitas doenças transmissíveis podem proliferar.

(C) As empresas têm mantido-se atentas às leis de proteção ambiental vigentes no país poderão ser penalizadas.

(D) Os dirigentes devem esforçar-se para que os funcionários tenham consciência de ações de proteção ao meio ambiente.

(E) Os trabalhadores das áreas rurais nunca enganaram-se a respeito da importância da agricultura para a subsistência da humanidade.

  • Gabarito 4, questão 04 (sobre pontuação)

De acordo com a norma-padrão da língua portuguesa, a pontuação está corretamente empregada em:

(A) Alguns críticos da responsabilidade social defendem a ideia de que: o objetivo das empresas é o lucro e a geração de empregos não a preocupação com a sociedade como um todo.

(B) A noção de responsabilidade social foi muito utilizada em campanhas publicitárias: por isso, as empresas precisam relacionar-se melhor, com a sociedade.

(C) A responsabilidade social explora um leque abrangente de beneficiários, envolvendo assim: a qualidade de vida o bem-estar dos trabalhadores, a redução de impactos negativos, no meio ambiente.

(D) O conjunto de preocupações e ações efetivas, quando atendem, de forma voluntária, aos funcionários e à comunidade em geral, pode ser definido como responsabilidade social.

(E) As empresas que optam por encampar a prática da responsabilidade social, beneficiam-se de conseguir uma melhor imagem no mercado.

  • Gabarito 5, questão 03 (uso de crase)

De acordo com a norma-padrão da língua portuguesa, o uso do acento grave indicativo da crase é obrigatório na palavra destacada em:

(A) A atenção e a motivação são condições que levam a pessoa a pensar e agir de forma satisfatória para desenvolver o processo de aprendizagem.

(B) As famílias e as escolas encontram-se, na atualidade, frente a jovens com quem não conseguem estabelecer um diálogo produtivo.

(C) As escolas chegaram a etapa em que os professores estão cada vez mais com dificuldade para exercer o seu importante papel de ensinar.

(D) A indisciplina nas salas de aula aumentou a partir do momento em que as mídias divulgaram a necessidade de dar maior liberdade aos estudantes.

(E) Os pais, inseguros na sua tarefa de educar, não percebem que falta de limites e superproteção comprometem a formação dos filhos.

Respostas das questões - Língua Portuguesa:

  • Gabarito 1, questão 03: letra (D);
  • Gabarito 4, questão 04: letra (D);
  • Gabarito 5, questão 03: letra (C).

O que cai no concurso Banco do Brasil: Matemática e Raciocínio Lógico

Nas provas de Matemática e Raciocínio Lógico, a Cesgranrio traz diversos elementos visuais. Sendo assim, é completamente possível cair questões que envolvam gráficos e tabelas, sendo cobrada a capacidade analítica em analisar contextos e casos concretos.

Os candidatos do concurso Banco do Brasil precisam se preparar para responder perguntas sobre:

  • Números inteiros, racionais e reais; problemas de contagem;
  • Sistema legal de medidas;
  • Razões e proporções; divisão proporcional; regras de três simples e compostas; porcentagens;
  • Lógica proposicional;
  • Noções de conjuntos;
  • Relações e funções; Funções polinomiais; Funções exponenciais e logarítmicas;
  • Matrizes;
  • Determinantes;
  • Sistemas lineares;
  • Sequências;
  • Progressões aritméticas e progressões geométricas.

Questões de Matemática e Raciocínio Lógico que caíram no último concurso Banco do Brasil

  • Gabarito 1, questão 12 (sobre porcentagem)

O dono de uma loja deu um desconto de 20% sobre o preço de venda (preço original) de um de seus produtos e, ainda assim, obteve um lucro de 4% sobre o preço de custo desse produto.

Se vendesse pelo preço original, qual seria o lucro obtido sobre o preço de custo?

(A) 40%

(B) 30%

(C) 10%

(D) 20%

(E) 25%

  • Gabarito 2, questão 11 (sobre função)

Sabe-se que g é uma função par e está definida em todo domínio da função f, e a função f pode ser expressa por f(x) = x2 + k . x . g(x).

Se f(1) = 7, qual o valor de f(-1)?

(A) - 6

(B) 7

(C) 5

(D) - 5

(E) - 7

  • Gabarito 4, questão 13

Considere o conjunto A cujos 5 elementos são números inteiros, e o conjunto B formado por todos os possíveis produtos de três elementos de A. Se B = {-30, -20, -12, 0, 30}, qual o valor da soma de todos os elementos de A?

(A) -12

(B) 12

(C) 8

(D) 5

(E) 3

Respostas das questões - Matemática e Raciocínio Lógico:

  • Gabarito 1, questão 12: letra (B);
  • Gabarito 2, questão 11: letra (D);
  • Gabarito 4, questão 13: letra (C).

O que cai no concurso Banco do Brasil: Língua Inglesa

As provas de Língua Inglesa, diferente das outras matérias, costumam ser mais complexas. Isso dificulta a vida dos candidatos que não conseguem interpretar os textos em outro idioma. Por essa razão, recomenda-se o estudo antecipado e por etapas. Elaboramos um artigo com tudo o que você precisa saber sobre as questões de Inglês para concursos!

Confira o conteúdo programático da disciplina de acordo com o novo edital do concurso BB:

  • Conhecimento de um vocabulário fundamental; e
  • Conhecimento dos aspectos gramaticais básicos para a interpretação de textos técnicos.

É possível que caiam questões gramaticais também, mas o foco da banca organizadora está relacionado à compreensão dos textos. Então, estude bastante vocabulário e leia textos em inglês para praticar.

Questões de Língua Inglesa que caíram no último concurso Banco do Brasil

  • Texto-base de todos os gabaritos (1, 2, 3, 4 e 5)

Bank Clerk Job Description

Definition and Nature of the Work

Banks simplify people’s lives, but the business of banking is anything but simple. Every transaction — from cashing a check to taking out a loan — requires careful record keeping. Behind the scenes in every bank or savings and loan association there are dozens of bank clerks, each an expert at keeping one area of the bank’s business running smoothly.

New account clerks open and close accounts and answer questions for customers. Interest clerks record interest due to savings account customers, as well as the interest owed to the bank on loans and other investments. Exchange clerks, who work on international accounts, translate foreign currency values into dollars and vice versa. Loan clerks sort and record information about loans. Statement clerks are responsible for preparing the monthly balance sheets of checking account customers. Securities clerks record, file, and maintain stocks, bonds, and other investment certificates. They also keep track of dividends and interest on these certificates.

Other clerks operate the business machines on which modern banks rely. Proof operators sort checks and record the amount of each check. Bookkeeping clerks keep records of each customer’s account. In

addition to these specialists, banks need general clerical help — data entry keyers, file clerks, mail handlers, and messengers — just as any other business does.

Education and Training Requirements

Bank clerks usually need a high school education with an emphasis on basic skills in typing, bookkeeping, and business math. Knowledge of computers and business machines is also helpful.

Prospective bank workers may be tested on their clerical skills when they are interviewed. Most banks provide new employees with on-the-job training.

Getting the Job

Sometimes bank recruiters visit high schools to look for future employees. High school placement offices can tell students whether this is the practice at their school. If not, prospective bank workers can

apply directly to local banks through their personnel departments. Bank jobs may be listed with state and private employment agencies. Candidates can also check Internet job sites and the classified ads in local newspapers as well.

Advancement Possibilities and Employment Outlook

Banks prefer to promote their employees rather than hire new workers for jobs that require experience. Clerks frequently become tellers or supervisors. Many banks encourage their employees to further their education at night.

According to the U.S. Bureau of Labor Statistics, employment of bank clerks was expected to decline through the year 2014, because many banks are electronically automating their systems and eliminating

paperwork as well as many clerical tasks. Workers with knowledge of data processing and computers will have the best opportunities. In addition to jobs created through expansion, openings at the clerical level often occur as workers move up to positions of greater responsibility.

Working Conditions

Although banks usually provide a pleasant working atmosphere, clerks often work alone, at times performing repetitive tasks. Bank clerks generally work between thirty-five and forty hours per week, but they may be expected to take on evening and Saturday shifts depending on bank hours.

Earnings and Benefits

The salaries of bank clerks vary widely depending on the size and location of the bank and the clerk’s experience. According to the Bureau of Labor Statistics, median salaries ranged from $23,317 to $27,310 per year in 2004 depending on experience and title. Generally, loan clerks are on the high end of this range, whereas general office clerks are on the lower end.

Banks typically offer their employees excellent benefits. Besides paid vacations and more than the usual number of paid holidays, employees may receive health and life insurance and participate in pension and profit-sharing plans. Some banks provide financial aid so that workers can continue their education.

Available at: <http://careers.stateuniversity.com/pages/151/ Bank-Clerk.html>. Retrieved on: Aug. 22, 2017. Adapted.

  • Gabarito 2, questão 06

The main purpose of the text is to

(A) discuss all the benefits offered to employees who work in a bank.

(B) introduce the many categories of bank clerks one can find in a financial institution.

(C) present an overview of the career of a bank clerk to na eventual future professional.

(D) ask for changes in the way bank recruiters select their future employees.

(E) denounce the disadvantages associated with the clerk profession.

  • Gabarito 3, questão 07

The fragment “Banks simplify people’s lives, but the business of banking is anything but simple” (lines 2-3) means that banking is a(n)

(A) complex activity

(B) trivial profession

(C) easy business

(D) elementary job

(E) ordinary occupation

  • Gabarito 5, questão 10

In the sentence of the text “Generally, loan clerks are on the high end of this range,whereas general office clerks are on the lower end” (lines 78-80), the word whereas

(A) highlights a problem.

(B) points out a solution.

(C) expresses a contrast.

(D) imposes a condition.

(E) introduces an example.

Respostas das questões - Língua Inglesa:

  • Gabarito 2, questão 06: letra (C);
  • Gabarito 3, questão 07: letra (A);
  • Gabarito 5, questão 10: letra (C).

O que cai no concurso Banco do Brasil: Atualidades do Mercado Financeiro

Ainda dentro de conhecimentos básicos, os candidatos devem estudar sobre as mudanças do mercado financeiro e as dinâmicas que circundam a temática. As perguntas não são tão específicas como as de “Conhecimentos Bancários”.

No entanto, é necessário estar constantemente atualizado, já que os enunciados denotam textos complementares para a interpretação dos candidatos. Em 2021, a avaliação deve ser bastante focada nas mudanças de atendimentos e produtos das instituições financeiras para o mundo digital.

O conteúdo a ser cobrado na prova do concurso Banco do Brasil está ligado a:

  • Os bancos na Era Digital: Atualidade, tendências e desafios;
  • Internet banking;
  • Mobile banking;
  • Open banking.;
  • Novos modelos de negócios;
  • Fintechs, startups e big techs;
  • Sistema de bancos-sombra (Shadow banking).;
  • Funções da moeda.;
  • O dinheiro na era digital: blockchain, bitcoin e demais criptomoedas;
  • Marketplace;
  • Correspondentes bancários;
  • Arranjos de pagamentos;
  • Sistema de pagamentos instantâneos (PIX);
  • Segmentação e interações digitais;
  • Transformação digital no Sistema Financeiro.

Questões de Atualidades do Mercado Financeiro que caíram no último concurso Banco do Brasil

  • Gabarito 1, questão 17

Considere o texto a seguir.

O bom desempenho dos grandes bancos em meio à pior recessão da história brasileira comprovou a solidez do sistema financeiro do país, porém colocou sob os holofotes o poder de mercado dessas instituições – que não era desconhecido, mas se mostrou maior do que se podia imaginar. Se na crise de 2008, os bancos americanos e europeus viram seus resultados despencarem, as cinco maiores instituições do país absorveram mais de R$360 bilhões em calotes no crédito desde 2014, sem que sua rentabilidade, sempre entre as maiores do setor em comparações internacionais, fosse substancialmente afetada. Mesmo após a perda com inadimplência e todos os outros custos, inclusive tributários, o lucro somado desse grupo de bancos atingiu R$244 bilhões entre 2014 e 2017 (...). “Aqui, os bancos têm domínio da oferta de crédito. Com isso, não há competição forte”, diz Alberto Borges Matias, professor aposentado da USP e presidente do Instituto de Ensino e Pesquisa em Administração (Inepad).

MOREIRA, T; TORRES, F. Crise coloca sob holofotes poder de mercado dos bancos. Valor Econômico, 21 mar. 2018, p.C4. Adaptado.

De acordo com o texto, a despeito da grave recessão ocorrida no período 2015-2016 e das perdas com inadimplência, o principal fator que explica a elevada rentabilidade dos principais bancos que atuam no Brasil, no período recente, foi a(o)

(A) ausência de regulação do sistema bancário brasileiro

(B) elevada concentração bancária

(C) elevada taxa de juros incidente sobre os recursos captados pelos bancos

(D) elevado percentual dos depósitos compulsórios exigidos pelo Banco Central

(E) elevado custo de tributação bancária

  • Gabarito 2, questão 19

Os agentes econômicos bem informados, sejam empresas ou consumidores, estão sempre atentos às decisões do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central do Brasil, com respeito à fixação da taxa de juros básica de curto prazo (a taxa Selic), porque esta influencia as demais taxas de juros da economia como um todo. De agosto de 2016 a março de 2018, a taxa Selic foi reduzida de 14,25% a.a. para 6,50% a.a., o que, descontada a inflação anual, significou maior convergência entre as taxas de juros reais brasileiras e internacionais.

Tendo em vista a determinação das taxas de juros básicas de curto prazo num país que adota um regime de metas de inflação, como o Brasil, os dois fatores que justificam a contínua e significativa redução da taxa Selic no país, desde agosto de 2016, foram a(o)

(A) significativo crescimento econômico doméstico e a recuperação dos preços das commodities exportadas pelo Brasil

(B) queda da inflação ao consumidor (IPCA) e o baixo nível de desemprego no Brasil

(C) enorme volatilidade do Ibovespa e o ambiente de incerteza nos mercados globais

(D) convergência das expectativas de inflação para as metas de inflação anuais e os níveis elevados de capacidade ociosa da economia brasileira

(E) rápida recuperação em curso da economia brasileira e o cenário econômico externo favorável

  • Gabarito 4, questão 20

Com o objetivo de evitar crises financeiras, o Banco Central do Brasil tem adotado, nas últimas décadas, diversos mecanismos visando a compatibilizar as normas do Sistema Financeiro Nacional com os requisitos emanados dos chamados Acordos de Capital da Basileia, que estabelecem regras do Banco de Compensações Internacionais (BIS, na sigla em inglês) para assegurar a estabilidade financeira internacional. Desde o final da década de 1980, foram emitidos os Acordos da Basileia I (1988), Basileia II (2004) e Basileia III (2010).

No caso do Acordo da Basileia III, concebido após a crise financeira global de 2008, as normas introduzidas e já implementadas pelo Banco Central do Brasil foram ainda mais rígidas, porque

(A) estabeleceram mecanismos de supervisão do processo de avaliação da adequação de capital dos bancos.

(B) fixaram exigências de capital para riscos de crédito e de mercado, bem como para risco operacional.

(C) adotaram maiores exigências adicionais de capital principal, incluindo procedimentos para o cálculo da parcela dos ativos ponderados pelo risco referente às exposições ao risco de crédito.

(D) impuseram proibições aos bancos de transacionarem nos mercados de derivativos, altamente vulneráveis a especulações financeiras.

(E) estabeleceram mecanismos de supervisão bancária prudencial e disciplina do mercado bancário

Respostas das questões - Atualidades do Mercado Financeiro:

  • Gabarito 1, questão 17: letra (B);
  • Gabarito 2, questão 19: letra (D);
  • Gabarito 4, questão 20: letra (C).

O que cai no concurso Banco do Brasil: Matemática Financeira

Essa parte da prova do Banco do Brasil será apenas para os candidatos a Agente Comercial e o tema mais cobrado deve ser juros e suas variações. Por ser um cargo envolvido com vendas, negociação e atendimento ao público, é necessário ter conhecimento intermediário de matemática financeira.

Veja o que está no conteúdo programático do edital 2021:

  • Conceitos gerais - O conceito do valor do dinheiro no tempo; Capital, juros, taxas de juros; Capitalização, regimes de capitalização; Fluxos de caixa e diagramas de fluxo de caixa; Equivalência financeira;
  • Juros simples - Cálculo do montante, dos juros, da taxa de juros, do principal e do prazo da operação financeira;
  • Juros compostos - Cálculo do montante, dos juros, da taxa de juros, do principal e do prazo da operação financeira;
  • Sistemas de amortização - Sistema price; Sistema SAC.

O que cai no concurso Banco do Brasil: Probabilidade e Estatística

Está faltando pouco tempo para a prova e você não pode estudar tudo o que desejava? Priorize a disciplina de Probabilidade e Estatística! É extremamente importante dominar a análise combinatória, calcular tendências e entender a composição de tabelas/gráficos.

Dedique seus esforços nas questões que você consegue responder e deixe as mais difíceis para o final. Durante os estudos, “treine” o seu cérebro para aprender a lidar com muitos números ao mesmo tempo, sem que isso comprometa o conhecimento apreendido.

Confira o conteúdo programático da disciplina:

  • Representação tabular e gráfica;
  • Medidas de tendência central (média, mediana, moda, medidas de posição, mínimo e máximo) e de dispersão (amplitude, amplitude interquartil, variância, desvio padrão e coeficiente de variação);
  • Variáveis aleatórias e distribuição de probabilidade;
  • Teorema de Bayes;
  • Probabilidade condicional;
  • População e amostra;
  • Variância e covariância;
  • Correlação linear simples;
  • Distribuição binomial e distribuição normal;
  • Noções de amostragem e inferência estatística.

Questões de Probabilidade e Estatística que caíram no último concurso Banco do Brasil

  • Gabarito 1, questão 22

Os jogadores X e Y lançam um dado honesto, com seis faces numeradas de 1 a 6, e observa-se a face superior do dado. O jogador X lança o dado 50 vezes, e o jogador Y, 51 vezes.

A probabilidade de que o jogador Y obtenha mais faces com números ímpares do que o jogador X, é:

(A) 1

(B) 3/4

(C) 1/4

(D) 1/2

(E) 1/6

  • Gabarito 3, questão 26

Há dez anos a média das idades, em anos completos, de um grupo de 526 pessoas era de 30 anos, com desvio padrão de 8 anos.

Considerando-se que todas as pessoas desse grupo estão vivas, o quociente entre o desvio padrão e a média das idades, em anos completos, hoje, é

(A) 0,20

(B) 0,27

(C) 0,34

(D) 0,42

(E) 0,45

  • Gabarito 5, questão 27

Para obter uma amostra de tamanho 1.000 dentre uma população de tamanho 20.000, organizada em um cadastro em que cada elemento está numerado sequencialmente de 1 a 20.000, um pesquisador utilizou o seguinte procedimento:

I - calculou um intervalo de seleção da amostra, dividindo o total da população pelo tamanho da amostra: 20.000/1.000 = 20;

II - sorteou aleatoriamente um número inteiro, do intervalo [1, 20]. O número sorteado foi 15º; desse modo, o primeiro elemento selecionado é o 15º;

III - a partir desse ponto, aplica-se o intervalo de seleção da amostra: o segundo elemento selecionado é o 35º (15+20), o terceiro é o 55º (15+40), o quarto é o 75 (15+60), e assim sucessivamente.

O último elemento selecionado nessa amostra é o

(A) 19.995º

(B) 19.980º

(C) 19.997º

(D) 19.965º

(E) 19.975º

Respostas das questões - Probabilidade e Estatística:

  • Gabarito 1, questão 22: letra (D);
  • Gabarito 3, questão 26: letra (A);
  • Gabarito 5, questão 27: letra (A).

O que cai no concurso Banco do Brasil: Conhecimentos Bancários

Dica de ouro: para dominar os Conhecimentos Bancários, é necessário resolver questões de provas anteriores e se atentar ao estilo empregado pela banca Cesgranrio.

Leia o edital atentamente e planeje os seus estudos com base em cada um dos itens descritos no conteúdo programático. Geralmente, a Cesgranrio cobra conhecimentos sobre o Conselho Monetário Nacional, Banco Central do Brasil e Comissão de Valores Mobiliários. Algumas questões também giram em torno de debêntures do mercado financeiro, bem como ações e commercial papers.

Veja o conteúdo programático para essa disciplina:

  • Sistema Financeiro Nacional: Estrutura do Sistema Financeiro Nacional; Órgãos normativos e instituições supervisoras, executoras e operadoras;
  • Mercado financeiro e seus desdobramentos (mercados monetário, de crédito, de capitais e cambial);
  • Moeda e política monetária: Políticas monetárias convencionais e nãoconvencionais (Quantitative Easing); Taxa SELIC e operações compromissadas; O debate sobre os depósitos remunerados dos bancos comerciais no Banco Central do Brasil;
  • Orçamento público, títulos do Tesouro Nacional e dívida pública;
  • Produtos Bancários: Noções de cartões de crédito e débito, crédito direto ao consumidor, crédito rural, poupança, capitalização, previdência, consórcio, investimentos e seguros;
  • Noções de Mercado de capitais;
  • Noções de Mercado de Câmbio: Instituições autorizadas a operar e operações básicas;
  • Regimes de taxas de câmbio fixas, flutuantes e regimes intermediários;
  • Taxas de câmbio nominais e reais;
  • Impactos das taxas de câmbio sobre as exportações e importações;
  • Diferencial de juros interno e externo, prêmios de risco, fluxo de capitais e seus impactos sobre as taxas de câmbio;
  • Dinâmica do Mercado: Operações no mercado interbancário;
  • Mercado bancário: Operações de tesouraria, varejo bancário e recuperação de crédito;
  • Taxas de juros de curto prazo e a curva de juros; taxas de juros nominais e reais;
  • Garantias do Sistema Financeiro Nacional: aval; fiança; penhor mercantil; alienação fiduciária; hipoteca; fianças bancárias;
  • Crime de lavagem de dinheiro: conceito e etapas; Prevenção e combate ao crime de lavagem de dinheiro: Lei nº 9.613/98 e suas alterações; Circular nº 3.978, de 23 de janeiro de 2020 e Carta Circular nº 4.001, de 29 de janeiro de 2020 e suas alterações;
  • Autorregulação bancária;
  • Sigilo Bancário: Lei Complementar nº 105/2001 e suas alterações;
  • Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD): Lei nº 13.709, de 14 de agosto de 2018 e suas alterações;
  • Legislação anticorrupção: Lei nº 12.846/2013 e Decreto nº 8.420/2015 e suas alterações;
  • Segurança cibernética: Resolução CMN nº 4.658, de 26 de abril de 2018;
  • Ética aplicada: ética, moral, valores e virtudes; noções de ética empresarial e profissional. A gestão da ética nas empresas públicas e privadas. Código de Ética do Banco do Brasil (disponível no sítio do BB na internet);
  • Política de Responsabilidade Socioambiental do Banco do Brasil (disponível no sítio do BB na internet).

Questões de Conhecimentos Bancários que caíram no último concurso Banco do Brasil

  • Gabarito 1, questão 42

No Brasil, a fixação das diretrizes e normas concernentes às políticas monetária, creditícia e cambial, é da competência do

(A) Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão

(B) Ministério da Fazenda

(C) Conselho Monetário Nacional

(D) Banco Central do Brasil

(E) Banco do Brasil

  • Gabarito 1, questão 43

A reação dos mercados de câmbio ontem deu uma boa sinalização de qual pode ser o caminho caso Washington intensifique o tom em relação às relações comerciais dos Estados Unidos com o restante do mundo. As moedas emergentes recuaram a mínimas em dez dias, segundo dados do Deutsche Bank, sob peso da queda de divisas correlacionadas às matérias-primas – como o rand sulafricano e o real brasileiro (...). No Brasil, o dólar fechou em alta de 0,90%, para R$3,290, no maior nível desde o último 9 de fevereiro. Na máxima, a cotação beirou os R$3,30 ao tocar R$3,2966.

CASTRO, J. Dólar deve subir no curto prazo, dizem analistas. Valor Econômico, 15 mar. 2018, p.C2. Adaptado.

Em países que adotam o regime de câmbio flutuante, as mudanças diárias observadas nas taxas de câmbio estão relacionadas a diversos fatores.

Considerando-se, no entanto, exclusivamente, a matéria jornalística, o principal fator que explica a desvalorização do real brasileiro no movimento diário do mercado de câmbio descrito no texto foi a(o)

(A) aumento da oferta de divisas no mercado de câmbio

(B) forte intervenção do Banco Central do Brasil no mercado de câmbio

(C) situação política corrente no Brasil

(D) piora das condições macroeconômicas no Brasil

(E) incerteza futura e maior percepção de risco por parte dos investidores

  • Gabarito 4, questão 43

Para um investidor interessado em aplicar seus recursos financeiros no mercado de ações, sua rentabilidade será positivamente afetada pela tendência de valorização das ações na bolsa de valores. O Ibovespa, índice que acompanha a variação média das cotações das ações negociadas na BM&F Bovespa é um dos mais importantes indicadores do comportamento do mercado acionário brasileiro, sendo utilizado como indicador do comportamento médio do mercado.

Considerando-se que o Ibovespa venha mostrando tendência média de alta nos últimos meses, o evento que, supondo tudo o mais constante, poderia representar uma reversão abrupta dessa tendência e desencadear resultados negativos no índice nos movimentos seguintes é a(o)

(A) redução das taxas de juros reais no Brasil

(B) continuidade do processo de recuperação econômica brasileira

(C) redução das taxas de desemprego no Brasil

(D) aumento da lucratividade média das companhias brasileiras de capital aberto

(E) aumento das taxas de juros nos Estados Unidos, para níveis superiores aos esperados pelo mercado

Respostas das questões - Conhecimentos Bancários:

  • Gabarito 1, questão 42: letra (C);
  • Gabarito 1, questão 43: letra (E);
  • Gabarito 4, questão 43: letra (E).

O que cai no concurso Banco do Brasil: Vendas e Negociação

Os candidatos inscritos no cargo de Agente Comercial deverão lidar diretamente com o público. Por isso, é preciso que tenham conhecimento de ética profissional, estratégias de abordagem e venda, relacionamento com o consumidor e muito mais. Nessa parte, as questões cobradas vão, provavelmente, elucidar uma situação comum do dia a dia do cargo para que o candidato indique uma solução

Para isso, é necessário estudar os seguintes tópicos para a prova do Banco do Brasil:

  • Noções de estratégia empresarial: análise de mercado, forças competitivas, imagem institucional, identidade e posicionamento;
  • Segmentação de mercado;
  • Ações para aumentar o valor percebido pelo cliente;
  • Gestão da experiência do cliente;
  • Aprendizagem e sustentabilidade organizacional;
  • Características dos serviços: intangibilidade, inseparabilidade, variabilidade e perecibilidade;
  • Gestão da qualidade em serviços;
  • Técnicas de vendas: da pré-abordagem ao pós-vendas;
  • Noções de marketing digital: geração de leads; técnica de copywriting; gatilhos mentais; Inbound marketing;
  • Ética e conduta profissional em vendas;
  • Padrões de qualidade no atendimento aos clientes;
  • Utilização de canais remotos para vendas.;
  • Comportamento do consumidor e sua relação com vendas e negociação;
  • Política de Relacionamento com o Cliente: Resolução n°. 4.539 de 24 de novembro de 2016;
  • Resolução CMN nº 4.860, de 23 de outubro de 2020 que dispõe sobre a constituição e o funcionamento de componente organizacional de ouvidoria pelas instituições financeiras e demais instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil;
  • Resolução CMN nº 3.694/2009 e alterações;
  • Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência): Lei nº 13.146, de 06 de julho de 2015;
  • Código de Proteção e Defesa do Consumidor: Lei nº 8.078/1990 (versão atualizada).

O que cai no concurso Banco do Brasil: Conhecimentos de Informática

E a parte de Informática? A Cesgranrio normalmente elabora enunciados focados em Segurança da Informação. Os concurseiros precisam, além do mais, dominar o pacote Office e conceitos diversos sobre o universo da Internet.

Diferentemente da prova de 2018, o concurso Banco do Brasil 2021 não irá cobrar conteúdos de TI nas questões de Informática. Isso porque essa parte é apenas para Agente Comercial, que precisa ter conhecimentos mais simples da área.

Saiba o que será cobrado na prova:

  • Noções de sistemas operacionais – Windows 10 (32-64 bits) e ambiente Linux (SUSE SLES 15 SP2);
  • Edição de textos, planilhas e apresentações (ambientes Microsoft Office – Word, Excel e PowerPoint - versão O365);
  • Segurança da informação: fundamentos, conceitos e mecanismos de segurança;
  • Proteção de estações de trabalho: Controle de dispostivos USB, hardening, antimalware e firewall pessoal;
  • Conceitos de organização e de gerenciamento de informações, arquivos, pastas e programas;
  • Redes de computadores: Conceitos básicos, ferramentas, aplicativos e procedimentos de Internet e intranet;
  • Navegador Web (Microsoft Edge versão 91 e Mozilla Firefox versão 78 ESR), busca e pesquisa na Web;
  • Correio eletrônico, grupos de discussão, fóruns e wikis;
  • Redes Sociais (Twitter, Facebook, Linkedin, WhatsApp, YouTube, Instagram e Telegram);
  • Visão geral sobre sistemas de suporte à decisão e inteligência de negócio;
  • Fundamentos sobre análise de dados;
  • Conceitos de educação a distância;
  • Conceitos de tecnologias e ferramentas multimídia, de reprodução de áudio e vídeo;
  • Ferramentas de produtividade e trabalho a distância (Microsoft Teams, Cisco Webex, Google Hangout, Google Drive e Skype).

O que cai no concurso Banco do Brasil: Tecnologia da Informação

Entre as vagas ofertadas pelo concurso Banco do Brasil, estão 240 voltadas especificamente para a área de Tecnologia da Informação. Como essa é uma prova inédita, já que a primeira vez do BB realizando um certame com prova focada em TI, não há como afirmar como serão as questões abordadas. É possível que elas sejam similares às cobradas em 2018 na parte de Conhecimentos de Informática, que contou com conteúdos um pouco mais avançados.

Dessa forma, os candidatos a Agente de Tecnologia devem estudar:

  • Aprendizagem de máquina: Fundamentos básicos; Noções de algoritmos de aprendizado supervisionados e não supervisionados; Noções de processamento de linguagem natural;
  • Banco de Dados: Banco de dados NoSQL (conceitos básicos, bancos orientados a grafos, colunas, chave/valor e documentos); MongoDB; linguagem SQL2008; Conceitos de banco de dados e sistemas gerenciadores de bancos de dados (SGBD); Data Warehouse (modelagem conceitual para data warehouses, dados multidimensionais); Modelagem conceitual de dados (a abordagem entidade-relacionamento); Modelo relacional de dados (conceitos básicos, normalização); Postgre-SQL;
  • Big data: Fundamentos; Técnicas de preparação e apresentação de dados;
  • Desenvolvimento Mobile: linguagens/frameworks: Java/Kotlin e Swift. React Native 0.59; Sistemas Android api 30 e iOS xCode 10;
  • Estrutura de dados e algoritmos: Busca sequencial e busca binária sobre arrays; Ordenação (métodos da bolha, ordenação por seleção, ordenação por inserção), lista encadeada, pilha, fila e noções sobre árvore binária;
  • Ferramentas e Linguagens de Programação para manipulação de dados: Ansible; Java (SE 11 e EE 8); TypeScript 4.0; Python 3.9.X aplicada para IA/ML e Analytics (bibliotecas Pandas, NumPy, SciPy, Matplotlib e Scikit-learn).

Como passar no concurso do Banco do Brasil?

No mundo dos concursos públicos, nada mais relevante do que se adequar às exigências de cada banca organizadora. A empresa Cesgranrio, que aplica provas com dificuldade moderada, modificou os conteúdos programáticos do concurso de 2015 para o de 2018. Isso quer dizer que poderemos nos deparar com mudanças no próximo certame.

Entretanto, apesar disso, o estilo da Cesgranrio continuará o mesmo. Os concurseiros podem (e devem) manter seus estudos com base em simulados e provas anteriores, no sentido de entender como a banca funciona e como as questões serão futuramente elaboradas ou replicadas. Dessa maneira, para garantir ótimo aproveitamento nos estudos, não se pode esquecer de:

  • Ler o edital de abertura com muita atenção;
  • Analisar o conteúdo programático em seus pormenores, entendendo item por item;
  • Construir um acervo pessoal com textos e autores clássicos;
  • Tomar nota de todos os detalhes relevantes de cada matéria, planejando uma sistemática para não perder o conhecimento apreendido;
  • Manter uma rotina saudável para resolver questões de provas antigas, conferindo as respostas nos gabaritos oficiais.

Como se preparar para o concurso Banco do Brasil

Cada um tem a sua maneira de estudar e não há nada de errado nisso! O mais importante é manter rotinas constantes e que façam sentido ao longo dos seus dias. Mas existem algumas dicas que podem te ajudar nesse processo de como se preparar para o concurso Banco do Brasil.

Depois de ler o edital com atenção e separar o conteúdo programático em tópicos:

  1. Defina quanto tempo você vai tirar por dia para estudar e qual é o melhor horário para isso, aquele momento em que não haverá distrações ou barulhos para te atrapalhar;
  2. Monte uma tabela definindo qual assunto será estudado em cada dia da semana. De preferência, varie os temas. Por exemplo, ao invés de estudar língua portuguesa dois dias seguidos, intercale com as outras disciplinas;
  3. Encontre materiais didáticos com a teoria das disciplinas que serão cobradas na prova e leia-os com atenção, marcando as partes mais importantes;
  4. A partir do que você marcou, crie resumos ou mapas mentais com as suas próprias palavras sobre os assuntos para conferir posteriormente. Assim, quando você voltar naquele tema, não precisará ler o texto por completo. Existem alguns aplicativos para concursos que podem te ajudar bastante.
  5. Se o seu tempo estiver muito corrido, verifique quais são as disciplinas de maior peso ou que são cobradas em maior número na prova e foque nelas. Você pode fazer isso conferindo provas anteriores da mesma banca organizadora.

Você pode buscar cursos com professores que irão de mostrar os macetes para responder a prova. No entanto, é importante que você esteja focado e não se acomode com o que vê nas aulas e estude em casa também. Afinal de contas, só você conhece o que funciona no seu processo de aprendizagem. Lembre-se sempre de fazer revisões periódicas do que você já estudou para não deixar o que já foi memorizado cair no esquecimento.

Tópico: Banco do Brasil

Isadora Tristão
Redatora
Nascida na cidade de Goiânia e formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Goiás, hoje, é redatora no site "Concursos no Brasil". Anteriormente, fez parte da criação de uma revista voltada para o público feminino, a Revista Trendy, onde trabalhou como repórter e gestora de mídias digitais por dois anos. Também já escreveu para os sites “Conhecimento Científico” e “KoreaIN”. Em 2018 publicou seu livro-reportagem intitulado “Césio 137: os tons de um acidente”, sobre o acidente radiológico que aconteceu na capital goiana no final da década de 1980.

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »