Quais as diferenças das Polícias Militar, Civil, Federal e Rodoviária?

Entenda como funcionam as Polícias Militar, Civil, Federal e Rodoviária, suas áreas de atuações e papeis na segurança pública do país.

Quais as diferenças das Polícias Militar, Civil, Federal e Rodoviária; agentes da PRF, helicóptero e motos

Polícias possuem papel fundamental na segurança pública. - Foto: PRF PR/ Flickr

No Brasil, parte do serviço de segurança pública é prestado pelas polícias, sendo que cada uma tem uma função específica prevista em Lei. Você sabe quais são as diferenças entre as Polícias Militar, Civil, Federal e Rodoviária?

O entendimento da função de cada corporação é primordial para que o cidadão entenda os seus direitos e saiba os seus deveres. As Polícias lidam com setores diferentes da sociedade, mas podem até realizar operações conjuntas em determinados casos. Por zelarem da segurança, são um dos pilares da administração pública.

Qual a função da Polícia Militar?

A Polícia Militar está subordinada aos governos estaduais e ao Distrito Federal. Desta maneira, existem 27 corporações da PM no país. Sua função é garantir a segurança da população como um todo.

A PM realiza patrulhas, operações, abordagens, revistas e costuma estar envolvida na segurança de eventos como partidas de futebol e shows. Por causa disso, ela é uma polícia considerada como ostensiva, atuando de forma direta com o cidadão.

Por ser militar, a PM é organizada em batalhões e seus integrantes são divididos por uma hierarquia semelhante à das forças armadas. No caso, a PM costuma ter Soldados, Cabos, Sargentos, Subtenentes e Oficiais de alta patente. Os Oficiais são os responsáveis por comandar as Polícias Militares de seus respectivos estados.

Cargos e salários da Polícia Militar

Assim como a PC, a Polícia Militar também depende de recursos dos estados. Sendo assim, tivemos que fazer uma média:

  • Soldado: R$3.500;
  • Cabo: R$4 mil;
  • Sargento: R$5 mil;
  • Subtenente: R$10 mil;
  • Oficiais de alta patente: R$ 20 mil.

Qual a função da Polícia Civil?

A Polícia Civil (PC) tem como função principal atuar na área de investigação criminal. Por causa disso, a PC costuma realizar operações com preparo que pode levar meses ou até anos. Sua atuação pode ocorrer no combate ao tráfico de drogas, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, perícia criminal, entre outros.

Por ser uma polícia investigativa, a Polícia Civil não costuma se envolver em conflitos armados e nem realiza abordagens ou revistas em seu cotidiano. No entanto, durante operações, as ações podem requerer uso da força.

Cargos e salários da Polícia Civil

Como a Polícia Civil é de responsabilidade estadual, os salários variam de acordo com o local. Portanto, fizemos uma média dos 26 estados e do Distrito Federal:

  • Investigador: R$5 mil;
  • Perito criminal: R$8 mil;
  • Perito legista: R$11 mil;
  • Delegado: R$15 mil.

Quer saber mais detalhes sobre as remunerações? O Concursos no Brasil possui um artigo com a lista de salários da Polícia Civil por estado.

Qual a função da Polícia Federal?

Assim como a PRF, a Polícia Federal também responde ao Ministério da Justiça e Segurança Pública. No entanto, a Polícia Federal exerce a função de polícia judiciária da União, sendo mais voltada para investigações e com a responsabilidade de apurar crimes civis. Blitz da PF ou notícias falando que a corporação se envolveu em troca de tiros intensas são raras.

Geralmente, as operações da PF são planejadas ao longo de meses ou até anos, sendo focadas em grandes grupos criminosos ou em situações de apelo nacional. Investigações menores, ou regionais, costumam ser função da Polícia Civil.

Também é papel da Polícia Federal a responsabilidade de lidar com entes internacionais. Entre as alçadas da PF está a proteção das fronteiras do Brasil, investigando quem entra ou sai do país. O passaporte, por exemplo, é feito e administrado pela corporação.

Cargos e salários da Polícia Federal

Os cargos e salários de alguns cargos da Polícia Federal podem ser observados logo abaixo:

  • Delegado da Polícia Federal: R$ 23.692,74;
  • Agente da Polícia Federal: R$ 12.522,50;
  • Escrivão da Polícia Federal: R$ 12.522,50;
  • Papiloscopista da Polícia Federal: R$ 12.522,50.

Concurso Polícia Federal

Em 2021, foi aberto um novo concurso Polícia Federal, com organização do Cebraspe e oferta de 1.500 vagas distribuídas para os seguintes cargos:

  • Delegado da Polícia Federal: 123 vagas;
  • Agente da Polícia Federal: 893 vagas;
  • Escrivão da Polícia Federal: 400 vagas;
  • Papiloscopista: 84 vagas.

As remunerações serão da seguinte maneira:

  • Delegado da Polícia Federal: R$ 23.692,74;
  • Agente, Escrivão e Papiloscopista da Polícia Federal: R$ 12.522,50.

Qual a função da Polícia Rodoviária Federal?

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) é subordinada ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, sendo responsável por atuar nas rodovias do país e naquilo que é considerado como seus arredores. Portanto, a PRF não costuma agir em áreas que não contemplam a malha viária federal.

Apesar disso, em algumas ocasiões, por determinações judiciais ou devido a algum tipo de operação em conjunto com outras polícias, a PRF pode participar de operações fora do que seria sua área normal de atuação.

Vale ressaltar que a PRF tem caráter ostensivo, ou seja, costuma realizar fiscalizações, patrulhas e outras operações nas quais acaba lidando de forma mais direta com o cidadão. Além disso, é sua função fazer vistorias veicularias, prestar socorro aos motoristas e orientar.

Cargos e salários da PRF

O principal cargo da PRF é o de Policial Rodoviário Federal, com remuneração inicial de R$ 9.899,88, sendo que ele é dividido em quatro classes:

  • Terceira Classe;
  • Segunda Classe;
  • Primeira Classe;
  • Classe Especial.

Concurso PRF

Em 2021, ocorreu a realização do mais recente concurso PRF. Organizado pelo Cebraspe, ofereceu 1.500 vagas para o cargo de Policial Rodoviário Federal com remuneração de R$ 9.899,88. É preciso ter nível superior em qualquer área para poder concorrer ao cargo.

Diferenças entre as Polícias Militar, Civil, Federal e Rodoviária

Como é possível observar na matéria, as diferenças das Polícias Militar, Civil, Federal e Rodoviária se dão em diversas formas. Cada uma possui uma forma de organização, atuação e papel dentro daquilo que os estados e a União estabelecem como segurança pública. Todas são fundamentais para o funcionamento do país.

De forma resumida, a Polícia Federal é uma polícia judiciária da União que atua em operações de cunho nacional ou que envolvem crimes de grande porte. A PRF é uma polícia ostensiva que realiza patrulhas e operações em rodovias federais.

Enquanto isso, a Polícia Civil foca nas investigações de cunho estadual ou municipal. Por fim, a PM garante a segurança da população no sentido geral e atua de forma ostensiva.

Carlos Rocha
Redator
Jornalista formado (UFG), atualmente redator no site Concursos no Brasil. Foi roteirista do Canal Fatos Desconhecidos (YouTube) por um ano e meio. Produziu conteúdo de podcast para o Deezer. Fez parte da Rádio Universitária (870AM) por três anos e meio como apresentador no Programa Fanático e como repórter, narrador e comentarista da Equipe Doutores da Bola. Fã de futebol, NFL e ouvinte de podcast.

Compartilhe

Comentários

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »