Concurso da UFPel 2016: área administrativa atrai candidatos

Confira algumas dicas para o concurso da UFPEL para a carreira de Técnico-Administrativo em Educação.

Ainda estão abertas as inscrições para as 20 vagas da Universidade Federal de Pelotas, no Rio Grande do Sul, até 04/05/2016. O propósito da UFPel é contratar novos profissionais para o setor Técnico-Administrativo, dando oportunidades para candidatos de todos os níveis escolares.

Os cargos que mais chamam a atenção são os do edital 14/2016 (Assistente em Administração e Auxiliar em Administração), que exigem o ensino médio e fundamental. Apesar das pouquísimas vagas previstas no edital (15), a expectativa é de que elas sejam bastante disputadas e isso exigirá ainda mais foco por parte dos interessados.

Provas

As avaliações serão realizadas em uma única etapa, considerando questões de múltipla escolha de caráter classificatório e eliminatório, que irão ser determinados por meio de conhecimentos das seguintes disciplinas: Língua portuguesa, Legislação e Informática.

A pontuação total da prova é de 40 pontos sendo distribuída da seguinte maneira: Língua portuguesa contribuirá com o total de 16 pontos, Legislação também com 16 pontos e Informática básica com 08 pontos. O candidato deverá alcançar o mínimo de 50% da pontuação da avaliação objetiva para conseguir uma classificação. As provas terão duração máxima de quatro horas e serão aplicadas no dia 05 de junho de 2016. Ou seja, os candidatos têm pouco tempo para se preparar, mas o suficiente para manter uma concentração mínima e se debruçar sobre todos os assuntos cobrados.

Dicas sobre a banca CEPS/UFPel

A Coordenação de Processos de Seleção e Ingresso da UFPel (CEPS/UFPel) tem tradição de realizar concursos para a própria UFPel, mas também já aplicou provas para a Unipampa, outra universidade gaúcha. Ou seja, é uma Comissão organizadora típica de concursos “universitários” dentro do próprio Estado do Rio Grande do Sul.

A dica de sempre para conhecer o estilo da CEPS é acessar as avaliações anteriores, algumas das quais realizadas há cerca de 10 anos. A "caducidade" desses exames pode prejudicar um pouco o treinamento dos candidatos, uma vez que nesse longo espaço de tempo, mudam-se os avaliadores, mudam-se os elaboradores de questões. O ideal é que os candidatos comecem se baseando nas provas mais recentes (2015 a 2013), para, só depois estudar as provas mais antigas aplicadas pela CEPS.

Veja um exemplo de roteiro para monitorar seus estudos para Assist. em Adm.

Língua Portuguesa

Conteúdo Programático

Estudei

Revisei

Obs.

Leitura e compreensão de texto.

   

Significação das palavras no contexto.

   

Denotação e Conotação.

   

Ideias explícitas, implícitas e ambiguidades.

   

Coerência Contextual; coesão referencial; coesão sequencial (correlação dos tempos verbais, palavras ou expressões explicativas; mecanismos de articulação de palavras na oração e das orações no período – processos sintáticos básicos, coordenação e subordinação)

   

Paralelismo, concordância;

   

Regência e pontuação.

   

Matemática / Raciocínio Lógico

Conteúdo Programático

Estudei

Revisei

Obs.

Operações com números reais: adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação e radiciação.

   

Razão e Proporção.

   

Regra de três – Simples e composta.

   

Porcentagem.

   

Juros – Simples e composto.

   

Perímetros; áreas; volumes.

   

Estatísticas; gráficos.

   

Média Aritmética e média ponderada.

   

Lógica.

   

Legislação

Conteúdo Programático

Estudei

Revisei

Obs.

Normas constitucionais sobre administração pública e servidores públicos (constituição federal de 1988, com suas alterações – artigos 37 a 41).

   

Licitações e contratos de administração pública (lei N° 8666/93) e demais normas reguladoras.

   

Regime jurídico único dos servidores públicos civis (Lei N° 8112/90), com suas alterações

   

Informática

Conteúdo Programático

Estudei

Revisei

Observações

Conceitos e modos de aplicativos para edição de textos, planilhas e apresentações no ambiente Microsoft office e Libre office.

   

Conceitos e modos de utilização de ferramentas e aplicativos de navegação de correio eletrônico e de busca de pesquisa.

   

Sistemas operacionais: Windows XP e Linux.

   

Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias e ferramentas associados a internet e intranet.

   

Conceitos de tecnologia da informação: sistemas da informação e conceitos básicos de segurança da informação.

   

Dicas sobre os conteúdos de Informática UFPel - Ass. em Administração

O conteúdo exigido pela UFPEL é considerado nível médio de dificuldade, mas ajudará muito se os candidatos já tiverem uma noção mínima do ambiente computacional. Algumas das questões abordadas nas provas são relacionadas à prática e não apenas baseada nas teorias da Informática. Para quem terá que se "virar" no aprendizado dos conceitos, a desvantagem será maior, em relação aos que já possuem prática. Mas não é impossível se dar bem nessas provas, basta demonstrar empenho e dedicação total aos conteúdos.

Dicas sobre os conteúdos de Legislação UFPel - Ass. em Administração

Já o conteúdo programático disponibilizado pelo edital sobre Legislação é considerado um nível de dificuldade moderado. A maioria das bancas organizadoras, inclusive a UFPEL, costuma abordar questões baseadas na compreensão literal das leis. Dessa forma, em certos contextos, valerá mais a capacidade de memorização de alguns preceitos legais do que tão somente a sua compreensão "global". Analise o enunciado dessas questões com bastante cautela, sem afobação. Afinal, você terá tempo de sobra para isso, tenha certeza!

Edição: Concursos no Brasil (colaboração: Lídia Massari)

Compartilhe

Comentários

Mais Concursos no Brasil em foco