A maratona dos primeiros concursos

Dicas para concurseiros iniciantes

Para os concurseiros profissionais, aqueles que já desvendaram alguns dos principais mistérios das bancas examinadoras de concursos, principalmente as de maior reputação, o caminho para a aprovação já tornou-se mais conhecido. Para os iniciantes da área, os concursos públicos são um verdadeiro universo a ser desbravado. Mas nada que com muita perseverança, atitude e disciplina, não seja logo assimilado.

De acordo com o coordenador do curso Luís Flávio Gomes (LFG), Gesivaldo Araújo Gomes Jr, o primeiro passo é ter acesso às provas anteriores dos concurso, principalmente daqueles que você deseja fazer a sua inscrição. Importante sempre que se puder revisar estas provas antigas como forma de entender a linha de avaliação da instituição. "Tenha o hábito de estudar estas provas; fique atento às pegadinhas, às exigências interpretativas de cada questão e a metodologia de cada banca. Isso vai lhe ajudar a andar meio caminho rumo à aprovação, disse Jr.

Questões como as de português, redação, raciocínio lógico, além de assuntos ligados a direito administrativo, penal, previdenciário, dentre outros que são sempre cobrados, devem ser estudadas no contexto do material de estudo, bem como revisadas em cada prova aplicada nos anos anteriores. "Um candidato iniciante estudando nestas duas frentes tem tudo para se sair bem e ter até no primeiro concurso a aprovação", completou o coordenador.

Além desta dica quanto à forma mais eficiente de se preparar, também há sugestões bem práticas para o concurseiro iniciante. A orientação é ficar atento ao edital, o que pode evitar de fazer um concurso e acabar insatisfeito em ter que estudar conteúdos que não goste. "Passar horas do dia lendo o que não dê prazer, sem dúvidas, vai trazer maus resultados", explica Gesilvaldo Jr.

Com pretensões de entrar para o funcionalismo público no ano que vem, a estudante Marília Pondé afirma que está atenta a todas as provas anteriores. Sua meta é o certame do INSS e ter como base esse ponto de partida tem sido um guia na hora de estudar o conteúdo pelos materiais bibliográficos. "Ao ver as provas, passo a ter um olhar mais crítico sobre as apostilas de estudo que tenho em mãos. Tenho me sentido segura para as avaliações do próximo ano".  

Compartilhe

Comentários

Mais Dicas