Dicas para o concurso CAESA 2015

CAESA não realiza um concurso público há 20 anos. Expectativa é de que um número acentuado de candidatos concorram para as vagas de Agente de Saneamento.

A Companhia de Água e Esgoto do Amapá (CAESA) lançou seu concurso para cargos de Encanador e Agente de Saneamento, os quais exigem, respectivamente o nível fundamental e médio, e proporcionam salários de R$ 1.836,32 e R$ 2.089,12, respectivamente. Trata-se de dois cargos da área operacional, ou seja, justamente as posições estratégias de uma companhia responsável pelo abastecimento de água potável no Estado.

São 70 novas vagas oferecidos, sendo a maioria delas para o cargo que terá maior concorrência, que é Agente de Saneamento. Os novos empregados prestarão serviço no interior do Estado do Amapá. Vale ressaltar que este é um concurso que vinha sendo aguardado há pelo menos duas décadas, pois a última seletiva da CAESA é de 1995. O motivo de tamanha demora foi de financeiro - orçamentária.

Programa de provas e dicas gerais

A Rede Intelectus de Ensino foi a empresa vencedora do pregão presencial para o planejamento e realização do concurso público. Trata-se de uma banca pouco conhecida do grande público, porém bastante experiente em concursos, especialmente os municipais (veja a lista de concursos realizados aqui: http://www.intelectus-ap.com.br/index.php/k2-demo/processos-encerrados/concursosanteriores).

As provas estão previstas para dezembro de 2015 e, para os retardatários, a boa notícia é que ainda dá tempo de se preparar. Como estamos tratando de um concurso considerado como de pequeno a médio porte, podemos considerar que cerca de três meses de antecedência é um tempo razoável para assimilar bem boa parte dos conteúdos.

Na sequência, veja o programa de provas para o cargo de nível médio de Agente de Saneamento, conforme previsto no edital. Os interessados em garantir sua vaga no cargo de nível fundamental (Encanador) perceberão que boa parte das dicas podem ser aplicadas:

NÍVEL MÉDIO

LÍNGUA PORTUGUESA:

1. Compreensão e interpretação de textos
2. Gêneros e tipos textuais

3. Semântica

4. Coerência e coesão
5. Funções da linguagem

6. Figuras de linguagem
7. Ortografia e Acentuação gráfica (Novas Regras)

8. Classe de palavras (flexões e empregos)
9. Colocação pronominal
10. Pontuação

11. Vozes verbais
12. Regência (verbal e nominal)
13. Uso da crase
14. Concordância (verbal e nominal)

15. Estrutura do período e da oração (aspectos sintáticos e semânticos).

Além de consultar a gramática normativa, as apostilas e suas próprias anotações sobre as regras, é preciso lembrar que esses assuntos de Língua Portuguesa são sempre cobrados a partir de um texto introdutório dado na prova, que pode ser o tradicional texto em prosa, mas poderá vir parcialmente na forma de um poema ou até mesmo quadrinhos. 

MATEMÁTICA/RACIOCÍNIO LÓGICO:

1. Aritmética: sistemas de numeração; operações e problemas com números naturais; divisibilidade, múltipla e divisores,
m.m.c. e m.d.c., critérios de divisibilidade, números primos; operações e problemas envolvendo números racionais na forma fracionária e na forma decimal; valor absoluto. Médias: aritmética simples, aritmética ponderada, geométricas e harmônicas

2. Geometria: reconhecimento de figuras planas; ângulos, triângulos, quadriláteros, círculo e suas propriedades. Unidades de medidas: tempo, comprimento, superfície, volume, capacidade e massa.

3. Matemática comercial: razão e proporção; divisão proporcional; regra de três simples e compostas; porcentagem; juros simples.

4. Álgebra: expressões algébricas; equações, inequações e sistema de 1º e 2º graus; problemas de 1º e 2º graus; 5. Problemas de raciocínio lógico.

Para muitos candidatos, Matemática/Raciocínio lógico será a parte mais tortuosa para se estudar. Exigirá a resolução e correção de exercícios, e nesse aspecto, aqueles que estiverem participando de cursinhos presenciais ou cursos online levam uma certa vantagem, em relação aos que pouco simpatizam com cálculos e terão que estudar sozinhos. Outra dica é tentar resolver questões em grupos, até mesmo pelas redes sociais.

CONHECIMENTOS DE INFORMÁTICA:

1. Hardware: componentes básicos de um microcomputador e seu funcionamento: principais periféricos.

2. Software: sistema operacional Microsoft Windows 7: principais comandos e funções. Conhecimentos do aplicativo do Microsoft Office 2010.

3. Segurança: requisitos básicos; cópias de segurança; vírus e antivírus.

4. Internet: conceitos básicos e utilização de ferramentas de navegação.

Informática da CAESA está, como dizem alguns, "uma mão na roda", principalmente pela quantidade simples de conteúdos e pelo fato de serem assuntos que possuem uma quantidade vasta de material de apoio, facilmente encontrável na internet: video-aulas, artigos, tutoriais e exercícios simulados podem ajudar, mas também, a experiência do próprio usuário do Windows 7 e do pacote Office nessas horas conta muito.

ATUALIDADES:

1. Fatos e acontecimentos relevantes divulgados nas mídias sociais na área política, geoeconômica e cultural no Brasil e no mundo nos últimos 3 anos;

2. Fatos e informações históricas, culturais e geoeconômicas do Amapá.

Na hora de se atualizar com os principais acontecimentos da atualidade, pode-se dar um destaque especial para o entendimento da crise pela qual passa o Brasil, tanto a política quanto a econômica. Hora de buscar bons materiais que tragam as informações concernentes ao Estado do Amapá.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

1. Princípios de meio ambiente e ecologia, poluição da água, do ar e do solo e origem das contaminações; ciclo hidrológico, distribuição da água no planeta, doenças de veiculação hídrica.

2. Geração, coleta, transporte, reuso, reciclagem, redução e destino final de resíduos sólidos urbano-
sanitários, seus impactos ambientais; problemática, histórico, prevenção e controle de poluição por disposição de esgotos domésticos em corpos hídricos. Processos de tratamento de água e esgoto. Tratamento preliminar, primário, secundário e terciário de esgotos domésticos, disposição final adequada de efluentes tratados, desinfecção. Principais componentes dos sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário, finalidade e importância; estações de bombeamento e elevatórias, estações de tratamento de água potável e de esgotos sanitários; captação, adução, tratamento, preservação e distribuição de água para consumo humano; ramais prediais, micro e macro medição, economias e ligações, índice de perdas do sistema; coleta, afastamento e tratamento de esgotos sanitários; rede coletora, interceptores, caixas de inspeção; peças e materiais empregados especificamente
para água e para esgoto; reuso de água.

3. Princípios de funcionamento, limpeza e conservação de bombas centrífugas, bombas peristálticas dosadoras, roscas e esteiras transportadoras, válvulas, registros, stop logs, comportas, gradeamentos e peneiras mecanizadas, interceptores e emissários de esgoto, tubulações, adutoras, reservatórios de água e caixas de inspeção; Conceitos básicos de hidráulica industrial, mecânica industrial e eletricidade; velocidade, vazão e força de escoamento; pressão e coluna d'água; golpe de aríete.
4. Noções básicas de química analítica: estrutura de um laboratório de análise química; uso de vidrarias e equipamentos laboratoriais; transporte, limpeza e secagem de utensílios; concentração de substâncias preparo e diluição de soluções; uso de calorímetros portáteis e análises químicas em campo; coleta e preservação de amostras de sistemas de tratamento de água e esgotos; noções de higiene e segurança ocupacional, uso de EPIs e EPCs; emissão, revisão, registro, controle e arquivamento de documentos, boletins analíticos, leitura, registro e interpretação de dados operacionais (vazão, pressão, temperatura, volume, etc.) e demais serviços de natureza administrativa.

5. Produtos químicos utilizados no tratamento de água e esgotos: coagulantes/floculantes (sulfato de alumínio, cloreto férrico, sulfato ferroso, PAC); agentes desinfetantes (cloro gasoso, hipoclorito de sódio, hipoclorito de cálcio, dióxido de cloro, ozônio, ultravioleta); reguladores de pH (hidróxido de sódio, calvigem); agentes de fluoretação.

LEGISLAÇÃO SANEAMENTO BÁSICO:

1. Lei nº 9.433, de 08 de janeiro de 1997: Institui a Política Nacional de Recursos Hídricos

2. Lei nº 11.445, de 05 de janeiro de 2007

3. Decreto nº 7. 217, de 21 de junho de 2010 (Diretrizes nacionais para o saneamento básico);

4. Decreto nº 8.141, de 20 de novembro de 2013: Dispõe sobre o Plano Nacional de Saneamento Básico – PNSB;

5. Decreto nº 8.211, de 21 de março de 2014 e Conhecimentos sobre a história da CAESA.

Disponíveis em:

http://www.planalto.gov.br/CCIVIL_03/leis/L9433.htm
www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/lei/l11445.htm
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/decreto/D7217.htm
www.caesa.ap.gov.br

Aproveite todo o tempo reservado aos estudos sobre conhecimentos específicos e a legislação cobrada pela CAESA. De cara, são os conteúdos mais extensos cobrados e será preciso exercitar a capacidade de memorização de algumas dessas informações, uma vez que não são assuntos costumeiramente cobrados em outros concursos gerais. Trata-se de um concurso que não exige experiência dos candidatos nos cargos oferecidos. Isso é muito bom, por ampliar a participação popular e consequentemente a concorrência, mas exigirá mais do candidato, pois a maioria não está familiarizada com esses conteúdos. O ideal seria revisar essas duas matérias pelo menos duas vezes, se o tempo até a prova o permitisse, mas muitos candidatos serão levados a repassar (ler) o conteúdo uma só vez e partir para os simulados na área. 

Boa sorte a todos

Compartilhe

Comentários

Mais Dicas