Dicas para as provas de concurso: "Downsizing"

A burocracia e processos complexos podem atrapalhar a tomada de decisões, o que atrasa muitas ideias criativas ou parcerias inteligentes. Entenda o que é "Downsizing".

Downsizing é um termo inglês que, traduzido literalmente, indica “achatamento”. O conceito é muito utilizado, na prática, na administração de empresas e também no setor de RH. A tese principal por trás do nome é excluir os processos desnecessários dentro de uma empresa com o fito de aumentar a produtividade e a própria organização. O que está incluso diretamente nessa perspectiva é a burocracia, um dos fatores que impactam o dia a dia do gestor.

Apostilas completas AL - TO 2016

A burocracia e processos complexos podem atrapalhar a tomada de decisões, o que atrasa muitas ideias criativas ou parcerias inteligentes. Não só isso. Quando não se aplica o downsizing, a própria empresa pode perder uma vantagem competitiva. Afinal, o conceito visa também na rapidez na comunicação e nas estratégias internas e externas.

Como funciona o downsizing?

Em primeiro lugar, é preciso ressaltar que, ao adotar essa abordagem, a empresa irá passar por uma transformação muito grande, desde sua estrutura até ao número de funcionários, justamente para produzir esse “achatamento”. Logo, demissões, corte de despesas, reestruturação na parte interna e diminuição de setores são alguns pontos que são dimensionados pelo conceito.

Entretanto, ao mesmo tempo que podem ser ações muito fortes, o downsizing procura deixar a empresa mais preparada para sobressair em relação à concorrência, analisar melhor os dados e estratégias e, acima de tudo, alinha todo o planejamento com as metas de acordo com os prazos definidos. Com isso, os benefícios vão facilitar a expansão de mercado do negócio, aprimorando todos os serviços e garantindo maior rapidez nas decisões.

Simplificando

Essa metodologia procura reestabelecer o diferencial da empresa ao propor menos burocracias e ações que não estavam dando retorno. O indício de que as despesas estão mais caras e as receitas já é forte o suficiente para adotar o downsizing. Há algumas etapas que a administração precisa seguir para que o downsizing traga reais benefícios:

1.    Planejamento

Qual será o seu caminho para melhorar a reestruturação da empresa? Por onde você irá começar e o motivo que está fazendo isso?

2.    Definição de metas

Quais serão os objetivos a curto, médio e longo prazo? São viáveis? Como será feito o cronograma e qual é o prazo limite?

3.    Elaboração de princípios básicos

Para que seja realizada cada ação, a empresa deverá determinar princípios básicos para que todos saibam e se comprometam aos mesmos objetivos.

4.    Coleta de fatos

Se quer reduzir os custos, analise os fatos, isto é, o fluxo de caixa, a entrada e saída, as despesas e os gastos. Se acha que precisa diminuir o quadro, faça um balanceamento sobre o retorno, a posição do seu negócio no mercado e verifique a viabilidade de cada ação no intuito de tomar a decisão correta.

5.    Identificação de oportunidades

Qual será a consequência do downsizing? É possível enxergar alguma oportunidade para encaixar no seu negócio ou no seu planejamento?

6.    Planejamento de melhorias

Como melhorar os pontos que foram indicados no downsizing? É demitindo? É se expandindo no mercado? É aliando-se a novas oportunidades? Como será feito o aprimoramento? Pense grande, no futuro.

7.    Execução

Execute conforme o cronograma, prioridade e objetivo.

O downsizing é uma excelente forma de aumentar a produtividade e o foco, melhorar a comunicação, reduzir os custos, e dando mais movimentação à empresa.

Saiba mais:
http://www.sobreadministracao.com/downsizing-o-que-e-e-como-funciona/
https://www.portaleducacao.com.br/administracao/artigos/22177/downsizing-empowerment-e-benchmarking

Mais Dicas