Empregos ideais para quem tem filhos

Confira empregos ideais para pais ou mães que possuem bom nível de especialização.

Se já não é fácil conciliar a vida profissional com os estudos, imagine como é ainda mais complicado conciliar o cuidado familiar com o trabalho. Para completar a situação, muitos daqueles que hoje já assumiram responsabilidades para com filhos ainda não estão no emprego ideal.

Sim, dissemos isto mesmo: “emprego ideal”. Saiba que ele existe e pode proporcionar bom salário, menos estresse e (um dos quesitos principais para quem possui filhos) flexibilidade.

O portal da empresa norte-americana PayScale, administradora de um grande banco de dados de talentos profissionais, elaborou um lista contendo alguns postos de trabalho que estão entre os mais flexíveis e gratificantes para pessoas que têm filhos.

Mas antes de conferir a lista*, temos duas informações importantes para dar: 1. esses empregos levam em conta a realidade dos Estados Unidos (diferente da brasileira em muitos aspectos) e todos eles têm um preço a ser pago: a especialização na área, a qual ainda é o principal diferencial de mercado, principalmente em áreas como Ciência, Tecnologia, Direito, Estatística, Engenharia e Matemática.

Confira a lista:

1. Cientista de Dados (área de TI)

Segundo o portal americano, é a profissão ideal para mamães e papais, sendo até considerada “profissão do século 21". O salário é super atrativo e proporciona grande flexibilidade de horários, aliada à relativa ausência de tensão.

 2. Atuário

É aquele profissional da área de Ciências Atuariais, com vasto domínio de áreas como Matemática, Estatística, Direito, Economia, Previdência e Finanças.

Trata-se de uma atribuição que não exige presença constante no escritório, uma vez que a análise minuciosa de gráficos, tabelas, riscos e outros dados estatísticos pode ser realizada do conforto do lar. Logo, é mais uma profissão que não registra altos índices de estresse, segundo o portal. Dá para conciliar esta profissão com o cuidado da casa, principalmente para as trabalhadoras mamães.

3. Engenheiro da área de Pesquisa e Desenvolvimento

Um dos melhores postos de trabalho da realidade norte-americana, possuindo grande parte de profissionais (90%) felizes por terem flexibilidade de horários

 4. Consultor de Saúde

Trata-se de um emprego dominado por mulheres. Esse fato, por si mesmo, já indica o quão gratificante pode ser a profissão para as donas de casa especializadas...

5. Pesquisador

Os cientistas pesquisadores são mesmo privilegiados, pois além de terem ótimos salários, por incrível que pareça (esqueça aquela imagem do pesquisador preso ao seu laboratório o dia inteiro), eles gozam da flexibilidade de tempo e de tranquilidade. É o emprego ideal para homens, isto é, homens que passaram bons anos de suas vidas nas cadeiras da Universidade.

6. Profissional de Segurança da Informação (área de TI)

Também é o tipo de cargo que não requer presença assídua na corporação, embora viva a exigir atenção e concentração, pois uma empresa não funciona bem se seus bancos de dados não estiverem em segurança.

7. Desenvolvedor de Softwares (Software Developer, área de TI)

Seu papel - obviamente conquistado com estudos e atualizações constantes - envolve o debruçar-se diariamente diante de milhares de códigos de programação. Fora isso, o Desenvolvedor pode trabalhar em qualquer lugar, principalmente aqueles que possuírem pontos de acesso à internet.

8. Designer de experiência de usuário

É mais uma das ocupações ideais do setor de home office (trabalho em casa).

9. Engenheiro Ambiental

É quase unânime entre esses profissionais a opinião de que suas atribuições proporcionam muita flexibilidade e baixa tensão.

10. Analista de BI - Business Intelligence

Estes atuam basicamente na promoção de comunicação entre departamentos e no suporte à colaboração entre as equipes de uma empresa. O cargo não exige presença diária ao ambiente de trabalho e oferece poucas situações de exposição ao estresse, apesar de o profissional ter de lidar com pessoas, na maior parte do tempo...

E no Brasil?

Algumas dessas especializações estão se expandindo no Brasil e, portanto, temos trabalhadores atualmente que já vivenciam essa realidade, embora seus ganhos não se aproximem nem um pouco dos milhares de dolares americanos. Mas a realidade brasileira está longe de se aproximar da norte-americana, principalmente porque apenas uma pequena parcela da população possui uma formação estritamente especializada.

Alguns portais brasileiros listam ocupações que proporcionam flexibilidade. Veja algumas delas:

Motorista de ônibus escolar - em alguns casos, mães ou pais motoristas podem levar seus filhos no veículo.

Babá e cuidador/a de idosos - também pode ser permitido levar os filhos para o trabalho, em alguns casos.

Proprietário de creche ou de escola básica - uma oportunidade para os donos de terem seus filhos mais próximos, facilitando o cuidado para com eles.

Escritores - embora não seja uma profissão, digamos, muito comum no Brasil, quando o profissional atinge um status de ser "bem sucedido" para os nossos padrões "humildes" de vida, é possível obter bons ganhos e ter flexibilidade de tempo.

Redatores, blogueiros, jornalistas, outros trabalhadores freelancers: muita gente hoje tem ganhado dinheiro produzindo e alimentando diariamente seus blogs, ou trabalhando como freelancers para empresas gestoras de conteúdos para a web. Há também sites que disponibilizam diariamente outras ofertas de trabalho freelancer, para diversos setores. Os ganhos desses serviços ainda precisam melhorar, no entanto, são postos que podem facilitar muito a rotina de mães de família, pais atarefados e até gente que precisa cursar sua graduação ou estudar insivamente para concursos públicos.

Enfermeirose professores - alguns desses profissionais podem apenas se dedicar 24 horas da semana para o trabalho na Saúde, ou apenas 15 ou 20 horas semanais para a sala de aula. Assim, têm o restante do tempo teoricamente para a família. Porém ainda são profissões carentes de reconhecimento no Brasil, pela precarização constante, pela dura jornada e pelos ainda baixos salários.

Garçons/Garçonetes - permitem o trabalho em alguns horários específicos, como à noite e podem oferecer horários flexíveis durante o dia e em finais de semana.

Profissionais de vendas diretas - bons vendedores de cosméticos, por exemplo, conseguem administrar com relativa satisfação o tempo que sobra. E o melhor: hoje há empresas que oferecem melhores formas de ganhos, principalmente no setor de marketing multi-nível.

E você, leitor, qual a ocupação que tem lhe proporcionado flexibilidade e bom salário? Escreva para nós!

Edição: Alberto Vicente Silva (alberto@concursosnobrasil.com.br)

*Não mencionamos os salários, porque é algo ainda mais fora da nossa realidade. Porém, os dados podem ser conferidos aqui: http://www.payscale.com/data-packages/best-jobs/parents

 

Compartilhe

Comentários

Mais Dicas