Plataforma de Educação On-line já tem mais de 1 milhão de usuários

Versão em Português do GoConqr recebe diariamente cerca de 4 mil inscrições de usuários.

Ao longo dos últimos anos, muito se tem falado sobre o potencial da tecnologia para aprimorar a aprendizagem. E não é para menos: trata-se de uma multidão de pessoas em busca de aperfeiçoamento profissional diretamente de seus locais de origem, sem deslocamento físico, o que equivale a dizer que a procura por tais iniciativas aumenta a cada instante!

Como uma proposta inovadora nesse segmento, surgiu o GoConqr, plataforma irlandesa anteriormente conhecida como "ExamTime", que adiciona ferramentas digitais de aprendizagem à educação tradicional, potencializando o significado de educação on-line

Em dois anos e meio, mais de 1 milhão de membros de todo o mundo, incluíndo o Brasil, juntaram-se à plataforma – que, atualmente, recebe inscrições equivalentes a uma pequena universidade com 4 mil estudantes, todos os dias. Os apps gratuitos para iOS e Android, lançados recentemente, impulsionaram o crescimento na versão brasileira da plataforma.

O que é o serviço

O GoConqr, que já ultrapassou os 40 milhões de acessos, incentiva alunos e professores a criar materiais de estudos com o uso de ferramentas digitais gratuitas como Mapas Mentais, Flashcards, Simulados e Caderno On-line. Em quatro versões (Inglês, Espanhol, Português e Alemão), o GoConqr permite que estudantes e professores trabalhem de forma colaborativa.

As ferramentas são baseadas em técnicas de estudo que comprovadamente facilitam a absorção do conteúdo e otimizam o tempo de estudantes e professores. Além de criar e compartilhar materiais de estudo, também é possível acessar mais de 1 milhão de materiais já criados por outros usuários na biblioteca pública da plataforma. Sem falar que os Grupos de Estudo de GoConqr também permitem que professores avaliem o desempenho dos alunos na realização de testes e simulados.

"Queremos inspirar os alunos a ter maior controle de sua aprendizagem e professores a se aproximarem da nova geração de estudantes. Nossa visão é a de que receber o conteúdo passivamente não leva a uma aprendizagem profunda. Ao darmos ao aluno a capacidade de criar os seus próprios materiais de estudo, possibilitamos que ele se torne um ator ativo no processo de aprendizagem", explica o fundador da plataforma, o irlandês Dualta Moore explica.

Globalizado, porém com valores locais

Moore acrescenta que, embora haja apelo global, o comportamento dos usuários varia em cada região. "No Reino Unido, por exemplo, o planejamento parece ser uma parte fundamental do processo de aprendizagem, os usuários passam mais tempo elaborando o Calendário de Estudo e planos de aulas. Na América Latina, os usuários têm um grau muito maior de colaboração; a velocidade com a qual eles compartilham com os seus amigos o conteúdo criado é muito maior. Já nos EUA, o uso está concentrado nas instituições de ensino; os professores criam recursos com as ferramentas digitais e os incluem no plano de aula".

O próximo passo para Moore e a equipe de GoConqr é atingir 2 milhões de usuários até o fim do ano.

Saiba mais: www.goconqr.com/pt-BR

Em colaboração com Izabel Vargas

Mais Dicas