Saiba como preparar para o concurso da CODESA

Concurso para Guarda Portuário terá 25 vagas imediatas no Espírito Santo. Adiante-se, use táticas de memorização e aprimore-se nessa reta final dos estudos.

As inscrições para as 25 vagas da CODESA, para o cargo de Guarda Portuário no Porto de Vitória, foram encerradas. Agora, tudo precisa ser direcionado para a preparação. Os cargos oferecidos são para ambos os sexos e o salário inicial é de R$ 1.577,24, além de benefícios e verbas compensatórias, para jornada de trabalho de 36 horas semanais.

Vale lembrar que para ser um Guarda Portuário é preciso, além do nível médio, ter CNH categoria mínima “B”, até a inscrição no curso de formação (ou seja, depois da aprovação do candidato, quando ele for convocado para começar).

O concurso será composto por duas etapas: a primeira contendo prova objetiva teste de aptidão, avaliação psicológica, investigação psicossocial e exame médico. Já a segunda fase será o curso de formação. A previsão para a realização da prova objetiva é o final do mês de fevereiro de 2016 (dia 28).

A Prova Objetiva da FUNCAB é aquela convencionalmente praticada na maioria dos concursos públicos: terá caráter eliminatório e classificatório e será constituída de questões de múltipla escolha, contendo cinco alternativas, sendo apenas uma correta. Não há valoração por ponto negativo, contam-se os acertos apenas, lembrando-se que  cada candidato receberá um Caderno de Questões e um único Cartão de Respostas que não poderá ser rasurado, amassado ou manchado de forma alguma.

A organizadora FUNCAB e o estilo básico da prova

A Fundação Carlos Augusto Bittencourt (FUNCAB), apesar de nem tão conhecida assim, é detentora de um bom currículo de concursos, tendo realizado certames como o da Polícia Rodoviária Federal e ANS, recentemente, além de dezenas de outros, tanto estaduais quanto municipais. Ou seja, é uma banca comprovadamente exigente.

Por sinal, quando do lançamento do concurso da PRF nacional, muitos especialistas chegaram a apontar o fato de que não se tratava de uma banca com tradição de alta complexidade no tipo de questões que formula. Geralmente, apresentou nas últimas provas questões de enunciado pouco extenso e, no caso de língua portuguesa, mais gramática normativa, exemplo de funções e classes gramaticais.

Os candidatos da CODESA não irão encontrar provas contendo parte dos assuntos cobrados (principalmente os relacionados à atividade portuária), mas terá que aproveitar todo o grande "acervo" de provas anteriores da FUNCAB, encontradas facilmente na internet, começando pela resolução das mais novas, para só depois resolver as mais antigas.

Apostila específica para Guarda Portuário - CODESA/ES

Na prova objetiva de Agente Administrativo de São Gonçalo/RJ/2015, por exemplo, as questões de português foram caracterizadas por apresentarem um texto inicial curto, de um autor consagrado (Jorge de Lima), sobre o qual deveriam ser respondidas 10 questões. Os temas recorrentes foram: interpretação textual, análise sintática/funções sintáticas, figura de linguagem, formação de palavras, tempos e modos verbais.

Em Informática, na mesma prova, houve questões com ícones de sistemas operacionais para serem identificados; teclas de atalho e suas funções; e extensões de arquivos e suas utilizações (jpeg, exe, cdr...). Com relação ao uso de ícones ou de outros tipos de imagens, a FUNCAB costuma apresentar tais recursos em suas questões, não apenas na área de Informática.

Na área de Direito/Legislação os professores enfatizam que textos literais de lei são bastante cobrados. Assim, tende-se a valorizar de certa forma a boa capacidade de memorização do candidato. Memorização leva tempo. Tempo leva à necessidade de não descuidar de contemplar todo o conteúdo legislativo apresentado no edital.

Conteúdo programático da prova

A lista de conteúdos cobrados pela banca para a CODESA é extensa para um concurso de nível médio. Portanto, nunca é demais repassar os conteúdos, a fim de que o candidato programe-se da melhor forma possível. Uma boa dica é que o candidato elabore uma planilha, conforme os modelos disponíveis neste link ou neste, para anotar tudo aquilo que já estudou e tudo o que ainda falta.

CONHECIMENTOS BÁSICOS:  

LÍNGUA  PORTUGUESA:
 1 - Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados. 2 - Reconhecimento de tipos e gêneros textuais. 3 - Domínio da ortografia oficial. 3.1 - Emprego das letras. 3.2 - Emprego da acentuação gráfica. 4 - Domínio dos mecanismos de coesão textual. 4.1 - Emprego de elementos de referenciação, substituição e repetição, de conectores e outros elementos de sequenciação textual. 4.2 - Emprego/correlação de tempos e modos verbais. 5 - Domínio da estrutura morfossintática do período. 5.1 - Relações de coordenação entre orações e entre termos da oração. 5.2 - Relações de subordinação entre orações e entre termos da oração. 5.3 - Emprego dos sinais de pontuação. 5.4 - Concordância verbal e nominal. 5.5 - Emprego do sinal indicativo de crase. 5.6 - Colocação dos pronomes átonos. 6 - Reescritura de frases e parágrafos do texto. 6.1 - Substituição de palavras ou de trechos de texto. 6.2 - Retextualização de diferentes gêneros e níveis de formalidade.

MATEMÁTICA:
 1 - Números inteiros, racionais e reais. 1.1 - Problemas de contagem. 2 - Sistema legal de medidas. 3 - Razões e proporções; divisão proporcional. 3.1 - Regras de três simples e composta. 3.2 - Porcentagens. 4 -Equações  e  inequações  de  1º  e  2º  graus.  4.1  -  Sistemas  lineares.  5  -  Funções.  5.1  -  Gráficos.  6  -  Sequências numéricas. 7 - Progressão aritmética e geométrica. 8 - Noções de probabilidade e estatística. 9 - Raciocínio lógico: problemas aritméticos.

NOÇÕES  DE INFORMÁTICA:
 1 - Introdução ao sistema operacional Microsoft Windows. 2 - Conceitos básicos e utilização de aplicativos para edição de textos, planilhas eletrônicas e apresentações: pacote Microsoft Office. 3 - Principais  aplicativos  de  navegação  na  Internet  (Microsoft  Internet  Explorer,  Mozilla  Firefox),  ferramentas  de pesquisa e compartilhamento de informações. 4 - Segurança na Internet.

NOÇÕES   DE   DIREITO   CONSTITUCIONAL:
  1  -  Dos  Princípios  Fundamentais.  2  -  Dos  Direitos e  Garantias Fundamentais.  2.1  -  Dos  Direitos  e  Deveres  Individuais  e  Coletivos.  2.2  -  Dos  Direitos  Sociais.  2.3  - Da Nacionalidade. 3 - Da Organização do Estado. 3.1 - Da Administração Pública. 3.1.1 - Disposições Gerais. 3.1.2 - Dos Servidores Públicos. 4 - Da Defesa do Estado e das Instituições Democráticas. 4.1 - Da Segurança Pública.

NOÇÕES DE ÉTICA NO SERVIÇO PÚBLICO:
 1 - Ética e moral. 2 – Ética, princípios e valores . 3 - Ética e democracia: exercício da cidadania. 4 - Ética e função pública.
 5 - Ética no Setor Público. 5.1 - Decreto nº 1.171/ 1994 (Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal). 6 - Lei nº 12.527/11 - lei de Acesso à Informação. 7 - Lei nº 8.429/92 - lei de Improbidade Administrativa.  8 - Lei nº 1.079/50 – lei dos Crimes de Responsabilidade; artigos 6º, 74 a 79. Código Penal: Artigos. 312 a 326, que tratam dos crimes cometidos por funcionário público contra a Administração Pública.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS:
NOÇÕES  DE  DIREITO  ADMINISTRATIVO:
  1  -  Estado,  governo  e  administração  pública:  conceitos,  elementos, poderes,  natureza,  fins  e  princípios.  2  -  Direito  administrativo:  conceito,  fontes  e  princípios.  3  -  Agentes administrativos. 3.1 - Investidura e exercício da função pública. 3.2 - Direitos e deveres dos funcionários públicos; regimes jurídicos. 4 -Poderes da administração: vinculado, discricionário, hierárquico, disciplinar e regulamentar. 5 -  Princípios  básicos  da  administração.  5.1  -  Responsabilidade  civil  da administração:  evolução  doutrinária  e reparação do dano. 5.2 - Enriquecimento ilícito e uso e abuso de poder. 5.3 - Improbidade administrativa: sanções penais e civis — Lei nº 8.429/1992 e alterações. 6 - Serviços públicos: conceito, classificação, regulamentação, formas  e  competência  de  prestação.  7  -  Organização administrativa.  7.1  -  Administração  direta  e  indireta, 39 centralizada e descentralizada. 7.2 - Autarquias, fundações, empresas públicas e sociedades de economia mista. 8 - Responsabilidade civil do Estado. 9 - Crimes contra a Administração Pública praticados por funcionário
 público ou por particulares contra a Administração em geral; 10 - Abuso de autoridade (Lei nº 4.898/1965).

NOÇÕES  DE  DIREITO  PENAL:
 1 - Aplicação da lei penal. 1.1 - Tempo e lugar do  crime. 1.2 -  Territorialidade e extraterritorialidade da lei penal. 1.3 - Interpretação da lei penal. 1.4 - Analogia. 1.5 - Irretroatividade da lei penal. 1.6 - Conflito aparente de normas penais. 2 - O fato típico e seus elementos. 2.1 - Crime consumado e tentado. 2.2 - Pena da tentativa. 2.3 - Concurso de crimes. 2.4
- Ilicitude e causas de exclusão. 2.5 - Excesso punível. 2.6 - Culpabilidade. 2.6.1 - Elementos e causas de exclusão. 3 - Imputabilidade penal. 4 - Concurso de pessoas. 5 - Crimes contra a pessoa. 6 - Crimes contra o patrimônio. 7 - Crimes contra a fé pública. 8 - Crimes contra a administração pública. 9 - Lei nº 8.072/1990 (delitos hediondos). 10 - Disposições constitucionais aplicáveis ao direito penal. 11 - Crimes contra a Dignidade Sexual.  

LEGISLAÇÃO ESPECIAL:
 1 - Lei nº 10.826/2003 e alterações (Estatuto do Desarmamento). 1.1 – Do Registro. 1.2 – Do Porte. 2 – Súmula Vinculante nº 11, do Supremo Tribunal Federal – STF. 3 - Lei nº 7.716/1989 e alterações (crimes resultantes de preconceitos de raça ou de cor). 4 - Lei nº 5.553/1968 (apresentação e uso de documentos de  identificação  pessoal).  5  -  Lei  nº  4.898/1965  (direito  de  representação  e  processo  de  responsabilidade administrativa, civil e penal, nos casos de abuso de autoridade). 6 - Lei nº 9.455/1997 (definição dos crimes de tortura). 7 - Lei nº 8.069/1990 (Estatuto da Criança e do Adolescente), Título II, Capítulos I e II, Título III, Capítulo II, Seção III, Título V e Título VII . 8 - Lei nº 10.741/2003 e alterações (Estatuto do Idoso). 9 - Lei nº 9.034/1995 e alterações (crime organizado). 10 - Lei nº 11.340/2006 (Maria da Penha – violência doméstica e familiar contra a mulher).  11  -  Lei  nº  11.343/2006  (sistema  nacional de  políticas  públicas  sobre  drogas).  12  -  Decreto-Lei  nº 3.688/1941 (Lei das contravenções penais). 13 - Lei nº 9.605/1998 e alterações (Lei dos crimes contra o meio ambiente), Capítulos III e V. 14 - Decretos nº 5.948/2006, nº 6.347/2008 e nº 7901/2013 (Tráfico de pessoas).

DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA:
 1 - Teoria geral dos direitos humanos. 1.1 - Conceito, terminologia, estrutura normativa, fundamentação. 2 - Afirmação histórica dos direitos humanos. 3 - Direitos humanos e responsabilidade do  Estado.  4  -  Direitos  humanos  na Constituição  Federal.  5  -  Institucionalização  dos  direitos  e  garantias fundamentais.  6  -  Política  nacional  de  direitos  humanos.  7  -  Programas  nacionais  de  direitos  humanos. 8  - Globalização e direitos humanos. 9 - As três vertentes da proteção internacional da pessoa humana. 9.1 - Direitos humanos, direito humanitário e direito dos refugiados. 10 - A Constituição brasileira e os tratados internacionais de direitos humanos. 11 - Aplicações da perspectiva sociológica a temas e problemas contemporâneos da sociedade brasileira: a questão da igualdade jurídica e dos direitos de cidadania, o pluralismo jurídico, acesso à justiça. 12 - Práticas judiciárias e policiais no espaço público. 13 - Administração institucional de conflitos no espaço público.

NOVA LEI DOS PORTOS – (Lei nº 12.815, de 5 de junho de 2013): 1 - Definições e Objetivos. 2 - Da Exploração dos
Portos e Instalações Portuárias. 3 - Da Administração do Porto Organizado. 4 - Da Operação Portuária. 5 - Do Trabalho Portuário. 6 - Das Infrações e Penalidades.

NOÇÕES DO CÓDIGO INTERNACIONAL PARA A PROTEÇÃO DE NAVIOS E INSTALAÇÕES PORTUÁRIAS (ISPS-Code) - Parte  A: 1  -  Disposições  Gerais.  2  –  Definições.  3  –  Aplicação.  4  -  Proteção  das  Instalações Portuárias.  5  - Funcionário de Proteção das Instalações Portuárias. 6 - Treinamento, Simulações e Exercícios sobre Proteção das Instalações Portuárias.

NOÇÕES BÁSICAS DE COMBATE À INCÊNDIO, PRIMEIROS SOCORROS, SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO:  1 –Combate a incêndio. 1.1 - Química do fogo. 1.2 - Transmissão do calor. 1.3 - Métodos de extinção. 1.4
- Métodos de prevenção. 1.5 - Classes de incêndio. 1.6 - Causas de incêndio. 1.7 - Agentes e equipamentos de combate a incêndio; 2 – Primeiros Socorros. 2.1 - Parada cardiorrespiratória. 2.2 – Hemorragia. 2.3 - Fraturas, contusões, distensões, entorses, luxações e lesões na coluna. 2.4 – Queimaduras. 2.5 – Desmaio. 2.6 - Estado de choque. 2.7 - Convulsões  ou  ataque.  2.8  -  Ferimentos  leves  ou  superficiais.  2.9  -  Ferimentos  extensos  ou  profundos. 2.10  - Movimento e transporte de acidentados; 3 – Saúde e Segurança do Trabalho.3.1 - Norma Regulamentadora de Segurança e Saúde no Trabalho Portuário (NR 29).

Compartilhe

Comentários

Mais Dicas