Agente de Saúde e de Endemias de Curitiba: dicas para organizar os estudos

Dicas de organização de estudos para a prova de Agente Comunitário de Saúde e Agente de Endemias de Curitiba, Paraná.

A Prefeitura de Curitiba, no Paraná, por meio do NC/UFPR encerrará no dia 10 de novembro de 2015, as inscrições para o edital de concurso que selecionará 200 Agentes Comunitários de Saúde (ACS) para atuarem na rede pública de saúde. Esta é a primeira vez que o Município forma um quadro próprio de servidores das duas áreas, que são estratégicas para a saúde pública. O certame para 114 vagas de Agentes de Combate às Endemias (ACE) teve inscrição encerrada no dia 06 de novembro de 2015.

A função dos Agentes de Combate às Endemias é de extrema importância para a comunidade em que ele está inserido: executar atividades relacionadas ao controle de animais que convivem com a população, como mosquitos e ratos. Já os Agentes Comunitários de Saúde acompanham aspectos relacionados à saúde de famílias de uma área geográfica definida. Ambas as funções são uma conquista para o SUS - Sistema Único de Saúde.

Os aprovados no processo seletivo serão contratados conforme a legislação trabalhista (CLT), com carga horária de  40 horas semanais e  salário inicial  de R$ 1.159,18.

“Com esse concurso, seguimos uma orientação do Ministério Público do Trabalho e internalizamos esses serviços na Prefeitura. Assim, proporcionamos mais segurança para o trabalhador, já que em um emprego público, mesmo regido pela CLT, não se pode demitir sem justa causa”, afirma a secretária municipal de Recursos Humanos, Meroujy Cavet (via assessoria da Prefeitura).

“Tratamos a ação dos agentes de saúde e de combate às endemias como estratégica para a atenção primária e para a vigilância em saúde. Agora, gradativamente, esses serviços deixarão de ser terceirizados”, completa o secretário municipal da Saúde, César Monte Serrat Titton.

As provas do concurso

O concurso será conduzido pelo Núcleo de Concursos da Universidade Federal do Paraná e a exigência mínima é ensino fundamental completo e pelo menos 18 anos. Para concorrer ao cargo de agente de saúde também é preciso residir na área de abrangência do distrito em que o candidato deseja trabalhar.

O processo seletivo será composto por três etapas: prova de conhecimentos prevista para 13 de dezembro de 2015, prova de títulos e exame médico admissional. O candidato deve levar - no dia da prova escrita - caneta esferográfica com tinta preta; lápis ou lapiseira; borracha; comprovante de ensalamento e documento oficial com foto. O resultado da primeira fase e a convocação para a prova de títulos serão conhecidos em 15 de janeiro de 2016.

Na segunda etapa, será avaliado o tempo de serviço no cargo pleiteado. Os documentos deverão ser entregues em envelope ao Núcleo de Concursos entre 8h30 e 17h30 dos dias 18 e 19 de janeiro de 2016. O resultado dessa etapa sairá em 29 de fevereiro de 2016 e os aprovados serão convocados para fazer o exame admissional conforme agendamento.

Organizador de estudos

Veja o roteiro de conteúdos para a prova de Agente Comunitário de Saúde nesta tabela, que poderá lhe ajudar a organizar o tempo de estudo. Copie e cole no Word ou Writer e faça as adaptações que achar necessário, lembrando que a tabela é perfeitamente adaptável para o cargo de Agente de Combate às Endemias.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO – AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE/CURITIBA- PR

ASSUNTOESTUDOU (SIM/NÃO)OBSERVAÇÕES
1. Língua Portuguesa
Compreensão de textos informativos e argumentativos e de textos de ordem prática (ordens de serviço, instruções, cartas e ofícios).
  
Domínio da norma do português contemporâneo, sob os seguintes aspectos: coesão textual, estruturação da frase e períodos complexos, uso do vocabulário apropriado, pontuação, concordância verbal e nominal, emprego de pronomes, grafia e acentuação.  
2. Conhecimentos Específicos
2.1 LEI Nº 14.487, de 09 de julho de 2014 - Dispõe sobre a criação dos empregos públicos de Agente Comunitário de Saúde e Agente de Controle às Endemias.
  
2.2 LEI N 8142/90 – dispõe sobre a participação da comunidade na gestão do SUS.  
2.3 LEI N 8080/90- dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outra providências.  
2.4 Princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde – SUS .( O trabalho do Agente Comunitário de Saúde)  
2.5 Atenção Primária à Saúde .( O trabalho do Agente Comunitário de Saúde)  
2.6 APS/Saúde da Família .( O trabalho do Agente Comunitário de Saúde)  
2.7 Agente comunitário de saúde: você é “um agente de mudanças".( O trabalho do Agente Comunitário de Saúde)  
2.8 O processo de trabalho do ACS e o desafio de trabalhar em equipe .( O trabalho do Agente Comunitário de Saúde)  
2.9 Planejamento das ações .( O trabalho do Agente Comunitário de Saúde)  
2.10 Ferramentas de trabalho .( O trabalho do Agente Comunitário de Saúde)  
2.11 Processo de trabalho das equipes de atenção básica (PNAB)  
2.12 Atribuições do Agente Comunitário de Saúde na Política Nacional de Atenção Básica (PNAB)  
2.13 Especificidades da Estratégica de Agentes Comunitários de Saúde (PNAB)  
2.14 A Família e o Trabalho do ACS (GUIA PRÁTICO DO ACS)  
2.15 Registro Civil (GUIA PRÁTICO DO ACS)  
2.16 Saúde da Criança (GUIA PRÁTICO DO ACS)  
2.21 Orientações para famílias com pessoas acamadas (GUIA PRÁTICO DO ACS)  
2.17 Saúde do Adolescente (GUIA PRÁTICO DO ACS)  
2.18 Saúde do Adulto (GUIA PRÁTICO DO ACS)  
2.19 Saúde Mental (GUIA PRÁTICO DO ACS)  
2.20 Atenção à Pessoa com Deficiência (GUIA PRÁTICO DO ACS)  
2.22 Violência Familiar (GUIA PRÁTICO DO ACS)  
2.23 Doença transmitida por vetores (GUIA PRÁTICO DO ACS)  
2.10 Ferramentas de trabalho .( O trabalho do Agente Comunitário de Saúde)  
2.11 Processo de trabalho das equipes de atenção básica (PNAB)  
2.12 Atribuições do Agente Comunitário de Saúde na Política Nacional de Atenção Básica (PNAB)  
2.13 Especificidades da Estratégica de Agentes Comunitários de Saúde (PNAB)  
2.14 A Família e o Trabalho do ACS (GUIA PRÁTICO DO ACS)  
2.15 Registro Civil (GUIA PRÁTICO DO ACS)  
2.16 Saúde da Criança (GUIA PRÁTICO DO ACS)  
2.17 Saúde do Adolescente (GUIA PRÁTICO DO ACS)  
2.18 Saúde do Adulto (GUIA PRÁTICO DO ACS)  
2.19 Saúde Mental (GUIA PRÁTICO DO ACS)  
2.20 Atenção à Pessoa com Deficiência (GUIA PRÁTICO DO ACS)  
2.21 Orientações para famílias com pessoas acamadas (GUIA PRÁTICO DO ACS)  
2.22 Violência Familiar (GUIA PRÁTICO DO ACS)  
2.23 Doença transmitida por vetores (GUIA PRÁTICO DO ACS)  

Sucesso a todos!

Compartilhe

Comentários

Mais Guia do Concurseiro