Governo publica edital de chamamento para o programa Mais Médicos

Os profissionais participantes devem receber bolsa-formação no valor de R$ 12.386,50. Confira mais sobre o edital de chamamento para o programa Mais Médicos.

Mais Médicos: médica segurando uma prancheta azul. Ela está usando um jaleco e no pescoço está um estetoscópio.

Edital de chamamento para o programa Mais Médicos - Foto: Freepik

O Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Atenção Primária à Saúde (SAPS/MS), anunciou dois editais para o Programa Mais Médicos. Um dos editais tem por objetivo a contratação de 52 Médicos no programa, enquanto que o outro é voltado para renovar a adesão ou contratar profissionais já classificados no chamamento.

A abertura de novas vagas do Programa Mais Médicos se deve, principalmente, ao atual cenário epidemiológico no Estado do Amazonas e ao Plano de Contingência Nacional para Infecção Humana pelo novo Coronavírus (2019-nCoV).

O chamamento público será pelo período de um ano e não poderá haver prorrogação.

Vagas são destinadas ao interior do Amazonas

Conforme anunciado no Portal Mais Médicos, as contratações oriundas do chamamento serão destinadas a municípios no interior do Amazonas. 

Confira o que disse o secretário de Atenção Primária à Saúde, Dr. Raphael Parente:  "Precisamos reforçar e melhorar o acesso à saúde em todos os municípios do estado para não sobrecarregar a capital. Assim, concentraremos esforços naqueles pacientes que mais precisam de cuidado especializado e intensivo. Para fortalecer a APS, abrimos um primeiro edital para Manaus, convocando 108 médicos. Abrimos exatamente o quantitativo que o prefeito pediu".

No interior do Amazonas, atualmente são cerca de 396 Médicos trabalhando na Atenção Primária, por meio do Programa Mais Médicos. Ao final do chamamento, espera-se que 429 profissionais estejam atuando no interior do estado.

Para quais municípios ou DSEIs do estado do Amazonas serão as vagas?

Na tabela abaixo você confere como serão distribuídas as 52 vagas para o Programa Mais Médicos:

Município/DSEINº de vagas
Anamã1
Autazes1
Barcelos2
Beruri1
Boca do Acre1
Caapiranga1
Careiro1
Coari1
Codajás2
DSEI Alto Rio Solimões4
DSEI Manaus1
DSEI Rio Solimões e Afluentes1
Envira1
Fonte Boa3
Humaitá2
Ipixuna1
Iranduba1
Juruá2
Lábrea1
Manacapuru1
Manaquiri1
Manicoré1
Maués3
Novo Airão1
Novo Aripuanã1
Parintins1
Rio Preto da Eva2
Santo Antônio do Içá1
São Gabriel da Cachoeira1
São Paulo de Olivença2
Tabatinga4
Tefé3
Urucará1
Urucurituba1

Programa Mais Médicos: requisitos

Para concorrer às vagas, além de outros requisitos estabelecidos em edital, é necessário que o profissional:

  • Possua diploma de graduação em Medicina em instituição de educação superior brasileira ou estrangeira revalidado no Brasil;
  • Tenha habilitação em situação regular para o exercício da medicina, com registro no Conselho Regional de Medicina (CRM);
  • Não participe de Programa de Residência Médica.

Ações de aperfeiçoamento no âmbito do Programa Mais Médicos

Os profissionais contratados para participarem do programa, vão passar pelo curso de especialização e atividades de ensino, pesquisa e extensão, que são ações de aperfeiçoamento com carga horária semanal de 40 horas, sendo 8 horas de atividades acadêmicas e 32 horas de atividades práticas.

Para a execução das ações de aperfeiçoamento os médicos recebem bolsa-formação no valor bruto mensal de R$ 12.386,50.

Processo de inscrição

Os profissionais interessados em concorrer a uma das vagas devem acessar o Sistema de Gerenciamento de Programas (SGP) até às 18h do dia 01 de fevereiro de 2021.

No site, será necessário preencher as informações que serão solicitadas e selecionar o município/DSEI que deseja atuar.

Como as vagas são destinadas a profissionais que vão atuar no combate ao coronavírus, não será admitida a inscrição de pessoas que façam parte dos grupos de risco para a doença.

Classificação no chamamento para o Programa Mais Médicos

A classificação dos candidatos ocorrerá por meio dos títulos informados, conforme os critérios especificados na tabela abaixo:

TítuloValor

Especialista em Medicina de Família e Comunidade; ou

Especialização em Saúde da Família realizada pelo Sistema da Universidade Aberta do SUS (UNASUS) e cadastrada na Plataforma Arouca

20 pontos
Residência em Medicina da Família e Comunidade concluída e reconhecida pela CNRM40 pontos
Pontuação máxima60 pontos

Os títulos de especialização não são cumulativos, podendo o candidato apresentar somente um título de especialização (ou especialista) e um de residência.

Critérios de desempate

Ocorrendo empate no total de pontos, o desempate beneficiará o candidato que, nesta ordem:

  1. Já tiver atuado no Projeto Mais Médicos para o Brasil em chamadas públicas anteriores e que tenham concluído satisfatoriamente a Especialização em Medicina da Família e Comunidade;
  2. Possuir a maior idade, considerando o dia, mês e ano de nascimento;
  3. Tiver o maior tempo de formação em medicina, considerando o mês e o ano.

Editais Programa Mais Médicos

Os editais foram publicados na edição de 26 de janeiro de 2021 do Diário Oficial da União. Confira:

Compartilhe

Concursos por E-mail
Assine nosso boletim para receber Concursos Amazonas diretamente no seu e-mail
Concursos RelacionadosVagas
CaixaVárias
Prefeitura de Alvarães
Todos os níveis de escolaridade
127
Prefeitura de Tefé80
UFAM
Nível Superior
8
Veja todos » Concursos Abertos

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »