Expandir Menu PrincipalPesquisarPor Estado

Concurso AGERBA

Agência Estadual de Regulação de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (AGERBA) prorroga concurso para vagas de níveis médio e superior.

Publicado em Comunicar erro

A Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (AGERBA), por meio do IBFC, atualizou o cronograma do concurso público regido pelo edital 01/2016. Agora, o novo prazo final de inscrição é dia 10 de janeiro de 2017*.

A seletiva prevê a ocupação dos cargos de Especialista em Regulação e Técnico em Regulação. No total, são oferecidas 60 vagas para esses servidores (já considerando as cotas legais), que terão direito a remuneração inicial de R$ 2.146,37 ou R$ 6.021,64, cumprindo 40 horas semanais.

Os interessados devem garantir a partipação pelo site: http:// www.ibfc.org.br. A taxa de inscrição é de R$ 140,00 para o cargo de Especialista em Regulação e R$ 70,00 para o cargo de Técnico em Regulação.

As oportunidades oferecidas são para atuação nos municípios de Salvador, Feira de Santana, Jequié, Vitória da Conquista, Teixeira de Freitas, Bom Jesus da Lapa, Barreiras, Alagoinhas, Seabra, Santo Antônio de Jesus, Itabuna e Juazeiro.

Para disputar uma das vagas de Especialista é preciso ter graduação em uma destas áreas: Administração, Ciências Econômicas, Ciências Contábeis, Direito, Estatística, Arquitetura, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia Química, Engenharia de Computação, Engenharia Mecânica, Engenharia Naval, Engenharia de Transportes, Ciência da Computação, Processamento de Dados, Análise de Sistemas, Informática, Sistemas de Informação ou Tecnologia da Informação. Candidatos a Técnico necessitam possuir ensino médio, abrangendo inclusive cursos de natureza técnico profissionalizante.

A seleção dos candidatos será realizada por meio de provas objetivas e provas discursivas para todos os inscritos, além de prova de títulos para os concorrentes às vagas de Especialista. Todos essas etapas serão realizadas apenas em Salvador e o gabarito das provas objetivas será liberado 24 horas após a aplicação.

A validade do concurso público será de dois anos, a contar da data da publicação da homologação, podendo ser prorrogado uma vez, por igual período.

Edital, retificações e demais comunicados: http://www.ibfc.org.br/concurso/concurso_selecionado/302

*Informação sobre a prorrogação foi primeiramente publicada no DOE - BA de 03/01/2016, seção "Executivo" - "Secretaria de Administração".

***

Extra: Dicas de Semântica para as provas AGERBA

A Semântica é uma parte da gramática que estuda os significados das palavras, expressões, termos. É ligada diretamente ao sentido conotativo, nos contextos diferentes e em interpretações diversas. Obviamente, por assim dizer, a Semântica está intrinsecamente relacionada com a Sintaxe, que a gramática do texto em si. Afinal, se houver uma mudança de conectivos, verbos e expressões, o sentido também mudará.

Para estudar a Semântica, é necessário interpretar o texto e dominar a sua significação ampla e específica, ou seja, saber o que o texto "quer dizer com aquela construção". É a Semântica que permite maior comunicação, logo, maior abrangência. 

Os conceitos, digamos, mais populares vinculados à Semântica, na prática, são os seguintes:

Sinônimos e antônimos

A dupla "sinônimo e antônimo" é Semântica pura! O sinônimo (daí vem o fenômeno da "sinonímia") é utilizado para expressar o mesmo sentido com palavras diferentes. Mas pode acontecer também que a palavra escolhida não "queria" dizer exatamente a mesma "coisa", uma vez que há palavras específicas para descrever determinada "coisa". Porém, o sentido chega a ser muito perto, muito parecido, dando, portanto, a interpretação correta. Por exemplo, o verbo “criar” e “produzir” podem ser considerados sinônimos. "Almejar" e "desejar" também.

Já o processo de antonímia é justamente o contrário!  Antônimas são duas palavras que apresentam significados totalmente opostos. Na prática, pode-se dizer que é mais fácil observar os antônimos, já que as ideias que se contradizem parecem ficar mais óbvias na cabeça das pessoas (ou não?). Os advérbios “bem” e “mal” são antônimos. As palavras “vivo” e “morto” também. Dependerá muito do contexto - como, aliás, praticamente tudo na Língua Portuguesa!

Homônimos e Polissemia

Dizemos que são Homônimas aquelas palavras que podem apresentar muita semelhança entre a escrita e a sonoridade, e ainda possuirem significados diferentes. Há diversos casos de homonímia, como estes:

  • Palavras homógrafas: a escrita é igual, mas a pronúncia é diferente. O substantivo “almoço” é pronunciado diferentemente do verbo “almoço”. Já a fruta “manga” tem a mesma pronúncia da palavra “manga”, denominando a peça do vestuário.
  • Palavras homófonas: já nessas palavras, é a pronúncia que é igual, mas a escrita é diferente. Por exemplo: “ascender”, “acender”, “sinto”, “cinto”.
  • Palavras perfeitas: são aquelas que possuem tanto grafia quanto pronúncia iguais. O verbo “ceder”, no presente fica “cedo” e o substantivo “cedo” também é igual.
  • Palavras paronímias: a pronúncia das palavras pode ser muito parecida, mas a grafia se difere. Como em “descriminar” e “discriminar”.

A Polissemia também está relacionada com os homônimos. A polissemia ocorre quando uma palavra pode até ter uma grafia "fixa", mas o seu significado é completamente diferente. Dependendo do contexto, as palavras podem ser interpretadas de forma diferente. Por exemplo: a palavra “banco” pode descrever inúmeros significados (banco = assento de uma praça, banco = assento de madeira/tamborete, banco = instituição financeira, banco = verbo bancar: eu banco).

Conotação e Denotação

Na Semântica também existe a diferença entre os termos "técnicos" Conotação e Denotação. A Conotação diz respeito ao significado que não está presente nos dicionários, logo, a partir de contextos, é possível interpretar de forma diferente determinada palavra (o significado fica "aberto", dando margem a outras significações). Já a Denotação ocorre quando o significado presente no dicionário não permite outra interpretação. Por isso a necessidade de interpretar e compreender o significado da palavra dentro de um texto! A significação está "fechada", não há margem para entendermos outra "coisa".

Hiperônimo e Hipônimo

Para a explicação de Hiperônimo e Hipônimo, é mais fácil observar os exemplos:

“Automóvel” é o hiperônimo de “carro”, pois podemos dizer que, na hierarquia dos significados, tal palavra está "acima" da segunda, uma vez que é mais "generalizante", entende? Por outro lado, a palavra “formiga” é hipônimo de “inseto”, pois expressa ou determina apenas uma das espécies de inseto existente no mundo.

Percebe-se então que o conjunto de palavras denominam o grau do conjunto, se é de ordem “crescente” ou “decrescente”. Como se fosse uma "cadeia alimentar" das palavras!

Os candidatos poderão obter mais informações consultando a Apostila para o concurso AGERBA.

Outras referências: https://www.gramatica.net.br e http://www.recantodasletras.com.br, para citar apenas dois.

Concursos RelacionadosVagas
IF Baiano - Instituto Federal de Educação Baiano Níveis Médio e Superior76
UFBA - Universidade Federal da BahiaTodos os níveis de escolaridade172
CISRJ - Consórcio Interfederativo de Saúde da Região de JequiéNíveis Médio e Superior46
Defensoria Pública do Estado da BahiaEstagiário44
Rede SARAH (Associação das Pioneiras Sociais)Nível Médio/Técnico32
Veja todos » Concursos Abertos