Concurso Embasa: edital e inscrição para mais de 850 vagas!

Empresa Baiana de Águas e Saneamento vai abrir seu novo edital (concurso Embasa). Instituto AOCP organizará o certame, que deve ofertar mais de 850 vagas.

Concurso Embasa: a foto mostra um homem fazendo anotações no caderno e utilizando o notebook

Concurso Embasa está mais próximo!

O novo concurso da Empresa Baiana de Águas e Saneamento S.A. (concurso Embasa) está a caminho! A previsão é de que o edital ofereça pelo menos 854 vagas para diversos cargos técnico-operacionais. A banca organizadora é o Instituto AOCP, escolhida por dispensa de licitação.

O Concursos no Brasil teve acesso ao protocolo de processo que trata da contratação da organizadora. Segundo a Resolução nº 168/2019, que é um dos documentos disponíveis nesse processo, a dispensa de licitação que definiu o Instituto AOCP foi homologada com o valor global R$ 4,5 milhões.

O momento é propício para continuar estudando, e com folga de tempo! Adquira as Apostilas Preparatórias para os cargos da Embasa.

Aproveite para conferir nossas dicas de estudos e também os nossos simulados.

Concurso Embasa: situação atual

Apesar da grande expectativa para realização de um novo concurso Embasa, tudo pode ter uma reviravolta por conta da atual crise na saúde pública envolvendo a pandemia da COVID-19. Como sabemos, essa calamidade mundial tem seus reflexos na área dos concursos públicos, causando a suspensão ou adiamento de eventos já abertos e previstos em todo o país.

O total de vagas inicialmente pensado para o novo concurso público da Embasa é de 854, mas esse quantitativo pode mudar até o lançamento do edital. O número foi revelado na resolução nº 218/2018, emitida pelo Conselho de Administração da empresa, com base no que ficou deliberado na reunião ordinária realizada em 27 de novembro de 2018.

Como já é esperado (e até mesmo pelo valor elevado que foi declarado na licitação), será um certame de grande dimensão, com potencial para atrair tanto candidatos do próprio estado como aqueles vindos de outras unidades da federação.

Concurso Embasa: cargos, escolaridade e salário

Apesar de já sabermos que o concurso da Embasa terá algo em torno de 854 vagas, ainda não há informações precisas sobre quais os cargos que serão oferecidos, muito menos sobre os salários. 

O que provavelmente deva acontecer é a abertura de vagas para empregos de níveis médio, técnico e superior, tal como ocorreu no concurso aberto há três anos. 

Dessa forma, são esperadas vagas nos cargos de Assistente de Saneamento (médio/técnico) e Analista de Saneamento (superior).

Estes dois cargos se distribuem entre as funções de:

  • Nível médio técnico: Agente Administrativo, Agente Operacional, Assistente de Laboratório, Operador de Processos de Água e de Esgoto, Técnico Operacional (Edificações), Técnico em Eletromecânica;
  • Nível superior: Analista de Tecnologia da Informação (Desenvolvimento), Contador/Analista de Gestão (Ciências Contábeis), Engenheiro Civil/Produção Civil, Engenheiro Sanitário/Ambiental e Engenheiro Eletricista.

Quanto aos salários, os valores iniciais do último concurso foram variáveis de R$ 1.122,84 a R$ 6.793,31.

Concurso Embasa: atribuições de cada cargo

Confira as principais atividades dos servidores concursados da Embasa:

Assistente de Saneamento - Agente Administrativo

Execução de serviços de suporte administrativo, financeiro e comercial; atendimento de fornecedores e usuários, além de tratamento de documentos e execução de outras atividades inerentes à ocupação.

Assistente de Saneamento - Agente Operacional

Serviços ligados à operação de sistemas e manutenção de equipamentos de uso nos sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário.

Desenvolve atividades comerciais de campo e serviços de manutenção e aferição de hidrômetros da Embasa.

Ainda presta apoio técnico nas Unidades operacionais, faz a leitura de hidrômetro, instala e realiza a manutenção preventiva e corretiva de redes elétricas, lógica e telefônica entre outras atribuições.

Assistente de Saneamento - Assistente de Laboratório

Efetua a coleta de amostras de água nas Estações de Tratamento de Água - ETAs, Estações de Tratamento de Esgoto – ETEs, reservatórios, redes de distribuição, represas, mananciais, praias e em demais pontos.

Fazem a coleta de amostras de produtos químicos, além de organizar e transportar materiais e insumos diversos e desempenhar uma série de outras tarefas correlatas.

Assistente de Saneamento - Operador de Processos de Água e Esgoto

A missão desse servidor é operar Estações Elevatórias (EE) e de Tratamento de Água (ETA) ou do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES).

Esse funcionário também monitora e opera os equipamentos e acessórios das ETE, EEE e ECP, executa manobras em botoeiras, abrindo e fechando comportas, válvulas e registros.

Ele ainda opera unidades de barragem, captação e adução de água bruta, monitora parâmetros físico-químicos para controle e desempenha outros ofícios diários.

Assistente de Saneamento - Técnico em Eletromecânica

  • Auxilia na elaboração, implantação e fiscalização de projetos eletromecânicos;
  • Executa planejamento e acompanhamento da manutenção de equipamentos e sistemas eletromecânicos;
  • Verifica esses equipamentos eletromecânicos;
  • Avalia faturamentos de energia elétrica;
  • Outras tarefas correlatas.

Assistentes de Saneamento - Técnico Operacional em Edificações

  • Promovem a fiscalização de obras e serviços operacionais;
  • Auxiliam na elaboração de viabilidades e projetos;
  • Avaliam os materiais adquiridos e atualizam os cadastros técnicos e comerciais de Sistemas de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário;
  • Fazem desenhos topográficos, arquitetônicos de engenharia e para área de desapropriação, entre outras tarefas.

Analistas de Saneamento - Contador/Analista de Gestão

Os Analistas Contadores planejam, executam e controlam os procedimentos e rotinas contábeis e fiscais da Embasa. Também fazem o levantamento de informações contábeis/ fiscais/ financeiras/ patrimoniais/ de pessoal/ suprimento e executam outras atividades correlacionadas.

Analistas de Saneamento - Analista de TI - Desenvolvimento 

Esses profissionais desenvolvem, implantam e fazem a manutenção de soluções de tecnologia de informação e comunicação para os usuários da Embasa. Além disso, dão todo o suporte necessário aos projetos de sistemas de informação.

Analista de Saneamento - Engenheiro Civil/Produção Civil

O Engenheiro Civil da Embasa planeja, executa, fiscaliza e coordena projetos, obras e serviços de engenharia. Executam ainda a supervisão das operações de manutenção dos Sistemas de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário.

Esse profissional também avalia os bens imóveis a serem indenizados e/ou desapropriados para a implantação de Sistemas de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário ou unidades administrativas.

Analista de Saneamento - Engenheiro Sanitário/Sanitária e Ambiental

Engenheiro Sanitário ou Ambiental na Embasa faz o planejamento, a elaboração, a execução, a fiscalização e a coordenação de projetos, obras e serviços de engenharia.

Atuam na supervisão e na manutenção dos Sistemas de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário e desempenham outras obrigações profissionais.

Analista de Saneamento - Engenheiro Eletricista

Esse tipo de profissional coordena, orienta e vistoria projetos e serviços de engenharia elétrica. Elaboram planos de manutenção nessas obras e serviços e também colaboram na manutenção em processos industriais e prediais da Empresa.

Inscrições ao concurso Embasa

O período de inscrição será conhecido tão logo seja publicado o edital e seu cronograma de eventos. As participações serão confirmadas diretamente no site do Instituto AOCP

Haverá uma taxa de inscrição a ser paga. No último concurso, essa taxa foi de: R$ 60,00 (médio), R$ 80,00 (nível técnico) ou R$ 120,00 (nível superior).

Provas do Concurso Embasa

Dependendo do cargo disputado, a forma de seleção adotada pelo Instituto AOCP será composta por etapas diferenciadas. Porém, inicialmente (primeira etapa), haverá uma prova escrita objetiva, aplicada para todos os inscritos. 

No último concurso, os candidatos às vagas de Assistente de Saneamento, nas funções de Agente Operacional e Operador de Processos de Água e Esgoto, participaram de uma segunda etapa de prova de aptidão física. 

Já os inscritos nesse mesmo cargo, mas para as funções de Agente Administrativo, Assistente de Laboratório, Técnico Operacional - Edificações e Técnico em Eletromecânica, se submeteram a uma prova escrita discursiva, que foi a segunda etapa para eles.

Por fim, os candidatos ao cargo de Analista de Saneamento (todas as funções) participaram de duas outras etapas, que foram a prova discursiva (2ª) e a avaliação de títulos (3ª).

O que estudar para o concurso Embasa?

O programa de provas de 2017 é o que pode servir de base para que os candidatos estudem. Confira as matérias gerais cobradas naquelas provas:

Conhecimentos gerais para o nível médio/técnico:

  • Língua Portuguesa;
  • Matemática (somente para as funções de Agente Administrativo, Agente Operacional, Assistente de Laboratório e Operador de Processos de Água e de Esgoto);
  • Raciocínio lógico (somente para as funções de Técnico Operacional (Edificações) e Técnico em Eletromecânica);
  • Noções de informática;
  • Noções de legislação;
  • Noções de Administração Pública;
  • Noções gerais de igualdade racial e de gênero.

Vale ressaltar que o rol de conhecimentos específicos para o nível médio/técnico devem ser consultados no último edital cargo a cargo.

Conhecimentos gerais para o nível superior:

  • Língua Portuguesa;
  • Raciocínio lógico;
  • Noções de informática;
  • Noções de legislação;
  • Noções de Administração Pública;
  • Noções gerais de igualdade racial e de gênero.

Para consultar os conhecimentos específicos, acesse novamente o último edital.

Sobre o Instituto AOCP

O Instituto AOCP é caracterizado legalmente como uma associação civil sem fins econômicos, de caráter organizacional, filantrópico, assistencial, promocional, recreativo e educacional, sem cunho político ou partidário.

Há duas bancas organizadoras com nomes parecidos: "Instituto AOCP" e "AOCP". Mas é preciso lembrar que essas duas empresas são pessoas jurídicas diferentes. Como assim?

Embora isso não seja uma regra absoluta, podemos dizer que a empresa AOCP é dedicada à realização de concursos nos âmbitos estadual e municipal. Já o Instituto AOCP, por sua vez, atua - preferencialmente - na organização de concursos de órgãos federais.

Por exemplo, o Instituto AOCP é responsável por concursos de peso, tais como: AESP, UFBA, TRE 5, MP-BA, IFBA, enquanto que a AOCP realizou concursos como os de Juiz de Fora, SUSIPE, CINBESA, IPAMB e DESENBAHIA. 

Os profissionais examinadores de provas da AOCP não são os mesmos que elaboram e corrigem as provas do Instituto AOCP. Para conferir as características das provas do Instituto, acesse o nosso artigo completo.

Último Concurso Embasa

Em 2017 ocorreu o último concurso da Embasa, organizado pelo IBFC, que buscou preencher 600 vagas nos seguintes cargos:

  • Assistente de Saneamento (funções de: Agente Administrativo, Agente Operacional, Assistente de Laboratório, Operador de Processos de Água e de Esgoto, Técnico Operacional - Edificações e  Técnico em Eletromecânica); e 
  • Analista de Saneamento (funções/formações de: Analista de Tecnologia da Informação - Desenvolvimento, Contador/Analista de Gestão - Ciências Contábeis, Engenheiro - Engenharia Civil/Produção Civil, Engenharia Sanitária/Sanitária Ambiental e Engenharia Elétrica).

As vagas preenchidas foram destinadas as seguintes regiões: Região Metropolitana de Salvador, Alagoinhas, Barreiras, Itaberaba, Feira de Santana, Irecê, Paulo Afonso, Senhor do Bonfim, Caetité, Itabuna, Jequié, Santo Antônio de Jesus, Itamaraju, Vitória da Conquista, Candeias e Camaçari.

Para obter mais detalhes sobre o concurso, acesse a página oficial da organizadora.

Dicas para as provas Embasa 2020: a AGERSA

A AGERSA é uma sigla criada para se tratar da Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia. Trata-se de uma autarquia vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Urbano, criada pela Lei estadual 12.602, 29 de novembro de 2012.

Ela possui autonomia para celebrar convênios e contratos com os municípios baianos, estabelecer cooperação com órgãos ou entidades de outros estados ou do Distrito Federal.

Também tem competência para: criar normas e padrões para a prestação de serviços e a satisfação dos usuários, reajustar e revisar tarifas de modo a permitir a sustentabilidade econômico-financeira da prestação de serviço, apoiar os municípios na elaboração de seus planos de saneamento básico.

Estas foram algumas das suas competências, e o candidato poderá verificar outras por meio da Lei 11.172/08, que estabeleceu os princípios e diretrizes da Política Estadual de Saneamento Básico.

A AGERSA é responsável pelo estabelecimento de normas e fiscalização dos serviços de abastecimento de água, drenagem urbana, esgotamento sanitário e destinação dos resíduos sólidos.

Para o cumprimento das suas funções, a AGERSA possui estrutura básica composta pelo Conselho Consultivo; três diretorias – Geral, de Normatização e de Fiscalização - e a Ouvidoria.

Gestão participativa

O Conselho Consultivo é a instância de representação e participação da sociedade civil dentro da AGERSA.

Integrado pelos membros da Câmara Técnica de Saneamento de Saneamento Básico do Conselho Estadual das Cidades da Bahia, possui a competência de discutir temas específicos relacionados à qualidade, universalização e eficiência dos serviços prestados, regulação técnica, regras tarifárias e atendimento dos usuários.

Já a Ouvidoria funciona de forma autônoma em relação a estrutura básica da AGERSA, sendo o canal direto de comunicação direta entre o cidadão consumidor do serviço e a Agência.

Além de receber e encaminhar as reclamações, denúncias e sugestões relativas aos serviços restados, bem como em relação à atuação negligente ou abusivas dos agentes públicos, a unidade presta esclarecimentos e atua na mediação de conflitos.

Suas ações são encaminhadas, por meio de relatórios, à administração superior da AGERSA e ao Secretário de Desenvolvimento Urbano.

Revisão tarifária

Por trás de um aumento na conta de água, há instâncias legais acontecendo... Por força da Lei 12.602/12, a AGERSA é obrigada a realizar consultas públicas antes de editar normas que tenham como objetivo a revisão tarifária.

De acordo com a legislação, a Agência deverá publicar o edital de chamamento para consulta pública no Diário Oficial da Bahia e na sua página na internet, com prazo de pelo menos 30 dias para receber sugestões da sociedade e, posteriormente, publicar relatório sobre o resultado dessa consulta.

Antes de decidir a revisão tarifária, a AGERSA deverá ainda realizar duas audiências públicas, sendo uma delas no interior do estado. O prazo para divulgar as convocações é de pelo menos dez dias.

Os prestadores de serviço de saneamento básico devem fornecer todos os dados e informações necessários ao desempenho das atividades da AGERSA.

Aos agentes da Agência, desde que estejam no estrito exercício de suas funções, são assegurados também o acesso às instalações dos serviços, aos dados econômicos, contábeis e financeiros dos entes regulados.

A AGERSA é administrativamente o órgão sucessor da Comissão de Regulação dos Serviços Públicos de Saneamento Básico do Estado da Bahia – CORESAB, extinta pela Lei 12.602/12, cujo patrimônio e o acervo documental foram incorporados pela Agência.

Veja todos os detalhes nas - Apostilas Preparatórias para os cargos da Embasa 2020

Compartilhe

Concursos por E-mail
Assine nosso boletim para receber Concursos Embasa diretamente no seu e-mail
Concursos RelacionadosVagas
IBAMA
Todos os níveis de escolaridade
15
CREFONO 4
Níveis Médio e Superior
120
Exército Brasileiro - Colégio Militar
Todos os níveis de escolaridade
480
Policlínica de São Francisco do Conde
Níveis Médio e Superior
49
Veja todos » Concursos Abertos