Expandir Menu PrincipalPesquisarPor Estado

Concurso Aeronáutica (FAB) - Formação de Sargentos - IE/EA CFS 2/2018

Força Aérea Brasileira (FAB) oferece 288 vagas em curso de formação de Sargentos da Aeronáutica para o segundo semestre de 2018.

Publicado em Comunicar erro

O Comando da Aeronáutica, por meio do seu Departamento de Ensino, divulgou mais um novo edital normativo de concurso público para provimento de 288 vagas no exame de admissão ao Curso de Formação de Sargentos da Aeronáutica para o segundo semestre de 2018 (EA CFS 2/2018). Poderão participar do concurso candidatos que tenham nível médio completo e atendam aos outros requisitos do edital.

Do total de vagas oferecidas, 23 são para Aeronavegantes, nas especialidades de Comunicações e Foto Inteligência; 137 para não-Aeronavegantes nas especialidades de Guarda e Segurança, Eletricidade e Instrumentos, Meteorologia, Suprimento, Informações Aeronáuticas, Cartografia, Desenho, Estrutura e Pintura, Eletromecânica, Metalurgia e Bombeiro e 128 vagas para a área de Controle de Tráfego Aéreo (BCT). A especialidade de Guarda e Segurança será apenas para candidatos do sexo masculino, ficando as demais áreas abertas para ambos os sexos.

Apostila do Curso de Formação de Sargentos da Aeronáutica - FAB

O curso de formação de Sargentos da Aeronáutica (CFS) é ministrado sob regime de internato militar na Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR), em Guaratinguetá/SP, com duração aproximada de dois anos e abrange instruções nos Campos Geral, Militar e Técnico-Especializado. Durante a realização do curso, o aluno estará sujeito ao regime da EEAR, e fará jus à mesma remuneração que percebia por ocasião da matrícula, se militar da ativa da Aeronáutica, ou fixada em lei para Aluno de Escola de Formação de Sargentos, além de alimentação, alojamento, fardamento, assistência médico-hospitalar e dentária, exclusivamente para si. Após a formação no curso e promoção à graduação de Terceiro-Sargento, a remuneração passa a ser de R$ 3.584,00.

As inscrições deverão ser realizadas a partir do dia 21 de julho às 15h do dia 14 de agosto de 2017, pelo site http://ingresso.eear.aer.mil.br. Haverá uma taxa no valor de R$ 60,00.

O concurso será constituído de provas escritas com questões de língua portuguesa, língua inglesa, matemática e física, além de inspeção de saúde, exame de aptidão psicológica, teste de avaliação do condicionamento físico (concentração intermediária) e validação documental (concentração final).

A prova escrita será realizada provavelmente no dia 29 de outubro de 2017, nas cidades de Belém (PA), Recife (PE), Fortaleza (CE), Salvador (BA), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), São Paulo (SP), São José dos Campos (SP), Campo Grande (MS), Canoas (RS), Santa Maria (RS), Curitiba (PR), Brasília (DF), Manaus (AM) e Porto Velho (RO). Os gabaritos preliminares sairão no dia 30 de outubro de 2017, através do site http://ingresso.eear.aer.mil.br

Os resultados obtidos pelos candidatos em todas as etapas deste Exame somente terão validade para a matrícula no CFS 2/2018. Já o prazo de validade do EA CFS 2/2018 expirar-se-á oito dias corridos, a contar da data subsequente à realização da concentração final.

Edital e futuras atualizações: https://goo.gl/veC5xx

***

Dicas de Física para as provas FAB: noções sobre Pressão e Densidade (Hidrostática)

Pressão

A grandeza física determinada pelo resultado da divisão entre uma força aplicada e a área de ação dessa força. A unidade de medida da pressão é o pascal (pa), mas também usa-se muito atmosfera (atm) e o milímetro de mercúrio (mmHg).

1atm = 1.105 pa = 760 mmHg

Densidade

A densidade é uma propriedade importante de um fluido. Ela é obtida como o quociente entre a quantidade de massa m e o volume v que essa quantidade ocupa. Chamando de m a quantidade de massa contida em certo volume V, a expressão matemática da densidade é:

Onde:

d=Densidade (kg/m³)

m=Massa (kg)

V=Volume (m³)

Pressão hidrostática

Quando entramos na água em uma piscina, por exemplo, sentiremos a pressão da água sobre nós e, quanto mais fundo mergulharmos, maior será essa pressão. Caso o líquido seja mais denso que a água, a pressão será ainda maior. A força da gravidade influencia na pressão exercida pelo líquido, também chamada de pressão hidrostática. Ou seja, a pressão hidrostática depende da profundidade, da densidade do líquido e da gravidade local.

Pressão atmosférica

Atmosfera é uma camada de gases que envolve toda a superfície da Terra.

Aproximadamente todo o ar presente na Terra está abaixo de 18000 metros de altitude. Como o ar é formado por moléculas que tem massa, o ar também tem massa e por consequência peso.

A pressão que o peso do ar exerce sobre a superfície da Terra é chamada Pressão Atmosféricae seu valor depende da altitude do local onde é medida. Quanto maior a altitude menor a pressão atmosférica e vice-versa.

Teorema de Stevin

A equação, conhecida como lei de Stevin, foi publicada em 1586 pelo autor físico Simão Stevin, e permite calcular a pressão de um líquido em repouso, estando com sua superfície livre em contato com a atmosfera.

A lei determina que a pressão hidrostática não depende da área de contato do líquido. Apesar de recipientes terem bases com áreas diferentes, como os da imagem abaixo, as bases são submetidas a mesma pressão uma vez que os dois líquidos estão com a mesma altura.

A expressão matemática usada para determinar a pressão hidrostática é:

P = P atm + ugh

Sendo que:

P é a pressão em um certo ponto do líquido

P atm é a pressão atmosférica

u é a massa específica

g é a aceleração da gravidade

h é a profundidade do ponto de pressão P.

Teorema de Pascal:

Uma das propriedades mais interessantes de um líquido, e que acaba resultando em aplicações úteis, é que, quando aumentamos a pressão sobre a sua superfície superior, o aumento da pressão se transmite a todos os pontos do fluido.

 Prensa hidráulica

 Quando há acréscimo de pressão exercida em qualquer ponto de um fluído, essa pressão será transmitida para todo ele. Esse princípio é usado para construir e dimensionar macacos e prensas hidráulicas, por exemplo seguindo o teorema de Pascal.

Empuxo

Denomina-se empuxo a força vertical, dirigida para cima, que qualquer líquido exerce sobre um corpo nele mergulhado.

Princípio de Arquimedes

Foi o filósofo, matemático, físico, engenheiro, inventor e astrônomo grego Arquimedes (287a.C. - 212a.C.) quem descobriu como calcular o empuxo, descobriu que todo o corpo imerso em um fluido em equilíbrio, dentro de um campo gravitacional, fica sob a ação de uma força vertical, com sentido oposto à este campo, aplicada pelo fluido, cuja intensidade é igual à intensidade do Peso do fluido que é ocupado pelo corpo.

Assim:

onde:

=Empuxo (N)

=Densidade do fluido (kg/m³)

=Volume do fluido deslocado (m³)

g=Aceleração da gravidade (m/s²)

Saiba mais...

O valor do empuxo não depende da densidade do corpo que é imerso no fluido, mas podemos usá-la para saber se o corpo flutua, afunda ou permanece em equilíbrio com o fluido:Se:densidade do corpo > densidade do fluido: o corpo afundadensidade do corpo = densidade do fluido: o corpo fica em equilíbrio com o fluidodensidade do corpo < densidade do fluido: o corpo flutua na superfície do fluido

Confira o conteúdo das provas da FAB na Apostila do Curso de Formação de Sargentos da Aeronáutica - FAB

Links para consultas rápidas: https://goo.gl/TWmEEF; https://goo.gl/3eWcYX; https://goo.gl/6Xd1y7

***

Dicas de Língua Inglesa para as provas FAB: sufixos, prefixos e marcadores discursivos

O estudo da formação de palavras - a morfologia - se faz necessário para a compreensão estrutural da língua inglesa. Afinal de contas, é preciso conhecermos a categoria gramatical que cada palavra receberá ao ser modificada a partir da utilização de sufixos ou prefixos. Além disso, sabemos que para a criação de frases em inglês devemos dominar o conhecimento acerca dos marcadores discursivos, aqueles que fazem o papel de ligar uma oração a outra. Um detalhe interessante é ambos os fenômenos linguísticos acontecem também na língua portuguesa. Isto significa que não é tão complicado assim de aprender. Vamos lá! 

Prefixos 

Quando uma palavra recebe um prefixo, normalmente no início da frase, é inserido dessa forma para que ocorra a modificação na palavra raiz, dando um novo sentido. Vários são os prefixos em inglês, assim como variadas são as suas interpretações. Por exemplo: 

Negação 

Os prefixos negativos têm a intenção de exprimir sentido contrário e negativo e são empregados em adjetivos, verbos e substantivos abstratos.

 Un-: unhappy, uncomfortable, unable, unholy

 In-: indifferent, inconvenient, incorrect, immortal

 Dis-: disagree, dislike, disobey, disappear

 Non-: nonsense, non-fiction, non-scientific, non-stop 

A-: abnormal, anarchy, atheist, assymetry 

Pejorativo 

É utilizado em substantivos, verbos, adjetivos com a intenção de exprimir atos que foram realizados, mas não acabaram como se deveria; expressam também ‘erro’, imitação e falsidade. São exemplos: 

Mis-: misunderstood, mistreat, misfire, misjudge 

Mal-: malfunction, maldistribution, malnutrition, malpratice 

Excesso ou falta 

Prefixos assim são utilizados para representar grau e tamanho, ou seja, supervalorizar ou diminuir.

 Over-sleep, mini-skirt, out-size, super-natural

 Sufixo

 Os sufixos são inseridos no final da frase e também tem a função de modificar o significado inicial da palavra. Eles ajudam a formar outra palavra gramaticalmente diferente, seja nominal, verbal ou adverbial. Aprenderemos os mais utilizados, significando qualidade, quantidade e pertencimento: 

Less- “menos” ou “sem” 

- homeless, powerless, useless, careless

 Ness – dá o sentido de qualidade e estado aos adjetivos

 - darkness, clearness, happiness, weakness

 Ful - “cheio de”

 - hopeful, useful, meaningful, greatful

 Hood – pertencimento a algo ou alguém

 - neighborhood, brotherhood, boyhood, childhood

 Marcadores de Discurso

 Ao produzir um texto na Língua Portuguesa, utilizamos de marcadores do discurso, termos que têm como função conectar, ligar as ideias no texto para que assim tenha coesão em sua estrutura. Mas se formos pensar no Inglês, essa formação de frases com uso dos marcadores é diferente?

 A resposta é não! O Inglês também faz uso desses elementos para proporcionar ao usuário da língua uma produção textual organizada e com maior clareza.

 É importante saber o que eles significam na oração. Os mais utilizados são os de adição, contraste, causa/consequência, tempo, exemplificação, conclusão e comparação:

 Adição: and, besides, also, too, as well

Peter is a photographer and also writes books.

 Contraste: but, however, although, still

I’d like to go but I’m too busy now.

 Causa/Consequência: so, since, because, so that

I was feeling hungry, so I made myself a sandwich

 Tempo/Sequência cronológica: when, before, after, first, second

Zimmerman changed his name after he left Germany.

 Exemplificação: for example, such as, like, that is

That sum of money is to cover costs such as travel and accommodation. 

Conclusão: in conclusion, finally, in short, so

In conclusion, Parliament has significantly contributed to improving this proposal.

 Ênfase: in fact, actually, indeed, as a matter of fact;

Actually, on second thoughts, I think he was wrong.

 Comparação: same as, just as, similarly, in the same way

The cost of living in the city is more expensive, but salaries are supposed to be similarly higher.

 Importante saber que esses são alguns exemplos de como identificar esses formadores de palavras. Mas a lista é extensa e, conforme o interesse, pode se expandir.

Links que podem ajudar nos estudos: https://goo.gl/MHhpuY; https://goo.gl/QgXVQw; https://goo.gl/WM2w5b; https://goo.gl/LzjzfP; https://goo.gl/BbAU5R; https://goo.gl/kXPjLW; https://goo.gl/jVfBwH

Tópico: Aeronáutica

Concursos RelacionadosVagas
Exército - CACFG/Ativa e CACFG/ReservaEngenheiro militar e Oficial do exército 98
TST - Tribunal Superior do TrabalhoJuiz do trabalho substituto132
Exército Brasileiro (EsSEx - CFO/S SAU)Nível Superior106
Marinha do Brasil (CP-CAP)Nível Médio/Técnico90
Veja todos » Concursos Abertos