Concurso BACEN: Órgão solicita a abertura de vagas imediatas

Concurso BACEN (Banco Central do Brasil) vem sendo bastante aguardado. Último concurso ocorreu há seis anos e último pedido de vagas foi feito em 2018.

Candidatos de todas as regiões do país continuam aguardando a autorização para realização do novo concurso BACEN (Banco Central do Brasil). O órgão tem pressa em suprir parte do déficit de mais de 40% do seu quadro de servidores.

O pedido de concurso ainda vigente e tramitando no Ministério da Economia é o que foi feito em 2018. A solicitação encaminhada ao Ministério prevê o preenchimento de 260 vagas no quadro de servidores efetivos do órgão.

O que já se sabe é que, dessas 260 vagas a serem preenchidas provavelmente em 2020, 200 serão para o cargo de Analista, 30 para Técnico e 30 para Procurador do Banco Central.

Autonomia do BACEN para autorizar concursos

O presidente Jair Bolsonaro, assim que completou 100 dias de governo, enviou para a Câmara o projeto de lei complementar que prevê a ampliação da autonomia do Banco Central.

Na prática, tendo autonomia técnica, operacional, administrativa e financeira, o órgão não necessitaria mais pedir autorizações de concursos para o Ministério da Economia. Esse projeto ainda não foi concluído.

Últimos concursos BACEN foram em 2013

O BACEN fez no passado (2013) um concurso para Procurador, no qual foram oferecidas 15 vagas para candidatos que deveriam possuir diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior de bacharelado em Direito, inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e comprovação de, no mínimo, dois anos de prática forense. O subsídio era R$ 15.719,13, para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Esse concurso teve duas etapas: a primeira estava dividida em prova objetiva, inscrição definitiva, três provas discursivas, prova oral, além de avaliação de títulos; a segunda era composta de Curso de Formação.

Já no outro concurso BACEN de 2013 a oferta foi de 500 vagas, sendo 400 para Analista (nível superior em qualquer área) e 100 para Técnico (nível médio). Os subsídios iniciais variavam de R$ 5.158,23 a R$ 13.595,85, por carga horária de 40 horas semanais.

O concurso teve duas etapas: a primeira de provas objetivas, prova discursiva e avaliação de títulos; a segunda etapa consistiu de Programa de Capacitação, a ser realizado em Brasília. Os selecionados e contratados atuariam em Brasília, São Paulo, Salvador, Porto Alegre e Belém.

O QUE ESTUDAR PARA A PROVA?

Avaliando o histórico das seleções passadas, é provável que as provas do futuro concurso do BACEN cobrem questões sobre as disciplinas de Língua Portuguesa, Inglesa, SFN (Sistema Financeiro Nacional), Informática, Informática para usuário, Raciocínio Lógico e Conhecimentos específicos (referentes ao sistema bancário). Vale ressaltar que, se for aberto novo concurso para para o cargo de Procurador, ainda haverá questões sobre:

  • Direito Constitucional;
  • Direito Administrativo;
  • Direito Econômico;
  • Direito Financeiro;
  • Direito Tributário;
  • Direito Civil;
  • Direito Processual Civil;
  • Direito Empresarial;
  • Direito Internacional Público e Privado;
  • Direito Penal;
  • Direito Processual Penal;
  • Direito do Trabalho;
  • Direito Processual do Trabalho;
  • Direito Previdenciário.

Compartilhe

Concursos por E-mail
Assine nosso boletim para receber Concursos Banco Central diretamente no seu e-mail