Concurso AGU: com validade até 08/2020, certame pode ser prorrogado

Concurso AGU (Advocacia-Geral da União) teve homologação em 1 de agosto de 2019. Validade é de um ano, prorrogável por mais um ano.

Concurso AGU:  balança da justiça

Concurso da AGU de 2018 e suas últimas informações - Foto: Piqsels

A Advocacia-Geral da União homologou o resultado final do seu edital nº 01-AGU/2018 (concurso AGU) no dia 1º de agosto de 2019 e, com isso, possui validade inicial até por volta de 31 de julho de 2020.

Como a sua vigência ainda está em curso, não há indicativos de um novo concurso para o órgão pelo menos até o próximo ano. Além disso, essa validade ainda corre o risco de ser novamente prorrogada, por mais um ano, e finalizar, portanto, somente na segunda metade de 2021. 

Organizado pelo IDECAN, o concurso da Advocacia-Geral da União ofertou 100 vagas, todas de nível superior para cargos da área técnico-administrativa.

Em 21 de outubro de 2019 foram convocados esses 100 aprovados.

Aqueles que foram chamados para os cargos de Técnico em Comunicação Social, Técnico em Assuntos Educacionais, Arquivista e Bibliotecário não tiveram opção de escolha da lotação. Isso ocorreu porque esses cargos só teriam lotação em Brasília.

Demais candidatos fizeram opção de lotação conforme a distribuição divulgada na época.

Concurso AGU: como foi a concorrência?

50.524 candidatos se inscreveram em 2018 para disputar as vagas de ampla concorrência.

O cargo mais disputado foi Analista Técnico Administrativo, com 26.494 inscrições, e uma concorrência gigantesca de 3.784, ou seja, 86 candidatos para cada vaga.

O cargo menos concorrido na ampla foi o de Contador, com 226,17 candidatos por vaga. Demais concorrências foram:

  • Administrador - 315,17 por vaga;
  • Arquivista - 226,50 por vaga;
  • Bibliotecário - 469 por vaga;
  • Técnico em Assuntos Educacionais - 2.429,50 por vaga;
  • Técnico em Comunicação Social - 596,67 por vaga.

O total de inscritos nas cotas reservadas para candidatos negros foi de 10.666 e o total de candidatos com deficiência foi de 961.

Concurso AGU: cargos e vagas do edital de 2018

Os cargos e as respectivas vagas ofertadas no edital de 2018 foram os seguintes:

  • Administrador (48)
  • Analista Técnico Administrativo (10)
  • Arquivista (2)
  • Bibliotecário (1)
  • Contador (32)
  • Técnico em Assuntos Educacionais (2) e
  • Técnico em Comunicação Social (5).

Concurso AGU: requisitos, remuneração e atribuições

Para concorrer aos cargos de Analista Técnico Administrativo e Técnico em Assuntos Educacionais é necessário possuir graduação em qualquer área. As demais vagas foram para áreas específicas de nível superior.

Como ocorre em quase todos os concursos, os requisitos extras para concorrer às vagas são: nacionalidade brasileira ou portuguesa; idade mínima de 18 anos completos na data da posse; estar em gozo dos direitos políticos; estar em dia com as obrigações eleitorais; estar em dia com as obrigações militares, para os candidatos do sexo masculino; não estar cumprindo sanção por inidoneidade; entre outros.

A remuneração inicial paga aos servidores efetivados em 2019 foi de R$ 6.203,34, valor composto de:

  • Vencimento básico no valor de R$ 2.220,09;
  • Gratificação de Desempenho de Atividade de Apoio Técnico Administrativo (GDAA) no valor de R$ 3.128,00;
  • Gratificação Específica de Apoio Técnico Administrativo (GEATA) no valor de R$ 855,25.

A jornada de trabalho dos contratados seria de 40 horas semanais.

Agora, veja as atribuições básicas dos cargos:

Administrador:

Esse servidor de nível superior da AGU realiza atividades de supervisão, programação, coordenação ou execução especializada de estudos, pesquisas, análises e projetos a respeito de administração de pessoal, material, orçamento, organização e métodos da instituição.

Analista Técnico Administrativo:

Atuam na administração de pessoas, de processos, de recursos materiais e patrimoniais, de licitações e contratos, orçamento e finanças.

Também desempenham atribuições de contabilidade e auditoria, além de planejamento, desenvolvimento, execução, acompanhamento e avaliação de planos, programas e projetos.

Realiza pesquisas e o processamento de informações, elabora despachos, pareceres, informações, relatórios, certidões, declarações, ofícios e desempenha uma série de outras tarefas.

Arquivista:

Planeja, orienta e acompanhar o processo documental e informativo da AGU, além de direcionar as atividades de identificação das espécies documentais e a participação no planejamento de novos documentos e controle de cópias.

Esse servidor ainda orienta a classificação, arranjo e descrição de documentos, bem como a avaliação e seleção de documentos, para fins de preservação.

Também assessora os trabalhos de pesquisa cientifica ou técnico-administrativa e desenvolve estudos sobre documentos importantes.

Bibliotecário:

Segundo o último edital, esse funcionário da AGU planeja, implementa, coordena, controlar e dirige sistemas biblioteconômicos e/ou de informação e de unidades de serviços afins.

Estrutura e operacionaliza os serviços, além de estruturar e executar a busca de dados e a pesquisa documental, entre diversas outras atribuições.

Contador:

Supervisiona, coordena ou executa, em grau de maior complexidade, relativas à contabilidade e à administração financeira e patrimonial, empreendendo balancetes, balanços, registros e demonstrações contábeis.

Técnico em Assuntos Educacionais:

Realizar atividades de supervisão, coordenação, programação ou execução especializada, relacionadas a trabalhos de pesquisa e estudos pedagógicos.

Técnico em Comunicação Social:

Servidor da AGU que faz a coleta, a produção, a revisão e a edição de notícias voltadas à divulgação oficial da competência constitucional da instituição. Desempenha ainda muitas outras atividades inerentes à função que venham a ser determinadas pela autoridade superior.

Etapas do concurso AGU

O concurso AGU de 2018 foi composto por duas etapas básicas: prova objetiva e prova discursiva.

As provas objetivas de múltipla escolha e discursivas foram realizadas nas capitais dos 26 Estados da Federação e no Distrito Federal.

A prova objetiva foi estruturada em 60 questões, assim distribuídas no último certame:

  • 30 questões de Conhecimentos Básicos;
  • 30 questões de Conhecimentos Específicos.

Nas questões de Conhecimentos Básicos foram cobrados conteúdos de Língua Portuguesa (10 questões), Raciocínio Lógico (5 questões), Noções de Informática (5 questões) e Conhecimentos Gerais (10 questões).

Essa prova valeu 60 pontos e foram aprovados os candidatos que acertaram, no mínimo, 30 questões de toda a prova e que não zeraram nenhuma disciplina.

A prova discursiva foi composta por uma dissertação acerca de um tema constante no conteúdo programático de Conhecimentos Específicos para cada cargo.

Essa avaliação valeu 20 pontos, sendo aprovados os candidatos que obtiveram a nota mínima de 10 pontos.

A dissertação deveria ter entre 30 e 60 linhas. Para cada linha abaixo do limite mínimo seria descontado um ponto. As linhas que excederam ao limite máximo foram desconsideradas para fins de pontuação.

A pontuação da prova dissertativa obedeceu os seguinte critérios:

  • Aspectos Macroestruturais - 10 pontos: foi analisada a abordagem do tema e o desenvolvimento do conteúdo, como pertinência aos aspectos técnicos e formais e padrão de resposta;
  • Aspectos Microestruturais - 10 pontos: foram analisados itens como conectores, correlação entre tempos verbais, precisão vocabular, pontuação, concordância nominal e verbal, regência nominal e verbal, colocação pronominal, vocabulário, ortografia e acentuação.

Na classificação final entre candidatos empatados com igual número de pontos na soma de todas as fases seriam fatores de desempate os critérios de:

  1. Maior pontuação na prova discursiva;
  2. Maior número de acertos em Conhecimentos Específicos;
  3. Maior número de acertos em Língua Portuguesa;
  4. Maior número de acertos em Raciocínio Lógico;
  5. Maior idade.

Conteúdo programático do concurso AGU

Língua portuguesa - todos os cargos:

1. Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados.

2. Reconhecimento de tipos e gêneros textuais.

3. Domínio da ortografia oficial.

3.1. Emprego das letras.

3.2. Emprego da acentuação gráfica.

4. Domínio dos mecanismos de coesão textual.

4.1. Emprego de elementos de referenciação, substituição e repetição, de conectores e outros elementos de sequenciação textual.

4.2. Emprego/correlação de tempos e modos verbais.

5. Domínio da estrutura morfossintática do período.

5.1. Relações de coordenação entre orações e entre termos da oração.

5.2. Relações de subordinação entre orações e entre termos da oração.

5.3. Emprego dos sinais de pontuação.

5.4. Concordância verbal e nominal.

5.5. Emprego do sinal indicativo de crase.

5.6. Colocação dos pronomes átonos.

6. Reescritura de frases e parágrafos do texto.

6.1. Substituição de palavras ou de trechos de texto.

6.2. Retextualização de diferentes gêneros e níveis de formalidade.

7. Correspondência oficial (conforme Manual de Redação da Presidência da República).

7.1. Adequação da linguagem ao tipo de documento.

7.2. Adequação do formato do texto ao gênero.

Noções de informática - todos os cargos:

1. Conceitos e modos de utilização de aplicativos para edição de textos, planilhas e apresentações.

1.1. Ambiente Microsoft Office.

1.2. Sistema operacional e ambiente Windows.

1.3. Edição de textos, planilhas e apresentações em ambiente Windows.

1.4. Utilização dos recursos de tabelas dinâmicas, fórmulas, funções e macros no Excel.

1.5. Conceitos básicos, ferramentas, aplicativos e procedimentos de Internet.

1.6. Sistema operacional e ambiente Linux.

2. Conceitos e modos de utilização de ferramentas e aplicativos de navegação de correio eletrônico, de grupos de discussão, de busca e pesquisa.

3. Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados à Internet e intranet.

4. Conceitos de tecnologia de informação: sistemas de informações e conceitos básicos de Segurança da Informação

Raciocínio lógico - todos os cargos:

1. Princípio da Regressão ou Reversão.

2. Lógica dedutiva, argumentativa e quantitativa.

3.Lógica matemática qualitativa, sequências lógicas envolvendo números, letras e figuras.

4. Geometria básica.

5. Álgebra básica e sistemas lineares.

6. Calendários.

7. Numeração.

8. Razões especiais.

9. Análise combinatória e probabilidade.

10. Progressões Aritmética e Geométrica.

11. Conjuntos.

11.1. As relações de pertinência.

11.2. Inclusão e igualdade.

11.3. Operações entre conjuntos, união, interseção e diferença.

12. Comparações.

Conhecimentos gerais - todos os cargos:

Tópicos relevantes e atuais de diversas áreas, tais como segurança, transportes, política, economia, sociedade, educação, saúde, cultura, tecnologia, energia, relações internacionais, desenvolvimento sustentável e ecologia, suas inter-relações e suas vinculações históricas

Conhecimentos específicos:

Você pode conferir o conteúdo específico das provas de cada cargo no edital completo de 2018. Disponibilizamos o link do pdf no final desta notícia.

Histórico dos últimos concursos da AGU

Considerando apenas a área técnico-administrativa, os dois concursos anteriores ao de 2018 foram os certames de 2014 e de 2010. Vamos resumir um pouco como foram esses últimos:

Concurso AGU de 2010

Organizado pelo Cebraspe, o concurso de 2010 teve o objetivo de preencher vagas nos cargos de Administrador, Contador e Agente Administrativo.

Provas objetivas foram aplicadas para selecionar os candidatos. Os dois primeiros cargos foram de nível superior e o último, de nível intermediário.

Concurso AGU de 2014

Esse concurso de 2014 foi organizado pelo IDECAN, que também aplicou apenas provas objetivas.

Os cargos em disputa foram: Analista de Sistemas, Analista Técnico Administrativo, Bibliotecário, Técnico em Comunicação Social, Técnico em Contabilidade, Administrador, Contador, Economista e Agente Administrativo.

Sobre a AGU

A Advocacia-Geral da União é um órgão que atua diretamente na consultoria e assessoramento jurídicos especializados dos órgãos do Poder Executivo.

Ela tem competência para representar judicial e extrajudicialmente a União (Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, e órgãos públicos que exercem Função Essencial à Justiça).

A Advocacia-Geral da União conta, atualmente, com um quadro em que a maioria dos vinculados está na ativa. O portal da transparência informa que 94% dos seus servidores estão em exercício e que apenas 6% encontram-se afastados (licença, cessão etc).

Um percentual de 67% do seu quadro é composto por pessoal civil, enquanto que a parcela de servidores militares ocupa 33% do efetivo.

Edital / Publicações

Alberto Vicente
Redator
Formado em Letras pela UEFS, colabora com o time Concursos no Brasil desde 2011, produzindo conteúdos sob medida para os seus leitores. Começou a escrever textos para a internet no ano de 1997 e não parou mais.

Compartilhe

Concursos por E-mail
Assine nosso boletim para receber Concursos AGU diretamente no seu e-mail
Concursos RelacionadosVagas
ANVISAVárias
CaixaVárias
Veja todos » Concursos Abertos