Concurso ANTT: autarquia solicitou certame para 394 vagas

Concurso ANTT já foi solicitado pela própria autarquia. No momento, a ANTT aguarda autorização do Ministério da Economia.

Concurso ANTT, carro em rodovia

Último concurso foi em 2013. - Foto: Pixabay

Existe grande expectativa para um novo concurso ANTT. Como o último certame da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) foi realizado em 2013, há um déficit de 752 vagas nos quadros da autarquia.

O Concursos no Brasil entrou em contato com a Assessoria de Comunicação da ANTT para obter mais detalhes sobre a possibilidade de um novo certame.

De acordo com a resposta, em 2019, a ANTT solicitou ao Ministério da Economia autorização para a realização de um novo concurso público. Naquela época, o certame seria para preencher 394 vagas. Confira o quadro:

CargosVagas
Analista Administrativo36
Especialista em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres63
Técnico-administrativo87
Técnico em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres208

Apesar do pedido para o concurso ser para 394 oportunidades, como informamos no começo da matéria, existem 752 cargos vagos.

Portanto, é possível que a quantidade de vagas a serem preenchidas seja alterada futuramente. Veja a quantidade de servidores e o déficit:

CargosVagas ocupadasDéficit de vagas
Analista Administrativo5847
Especialista em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres267323
Técnico-administrativo9555
Técnico em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres533327

Concurso ANTT: requisitos dos cargos

O concurso da ANTT possui quatro grandes grupos de cargos. Confira os requisitos:

Analista Administrativo

O cargo de Analista Administrativo é dividido nas seguintes áreas:

  • Administração: candidato precisa ter diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Administração, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).
  • Biblioteconomia: exige diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Biblioteconomia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe.
  • Ciência Política: necessita diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Ciência Política, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
  • Ciências Contábeis: precisa ter diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Ciências Contábeis, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe.
  • Comunicação Social: exige diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Comunicação Social, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
  • Direito: necessita diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
  • Tecnologia da Informação - Desenvolvimento de Sistemas da informação: precisa ter diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Tecnologia da Informação, Análise de Sistemas, Sistemas de Informação, Engenharia da Computação ou Ciência da Computação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
  • Infraestrutura de TI: requer diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Tecnologia da Informação, Análise de Sistemas, Sistemas de Informação, Engenharia da Computação ou Ciência da Computação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Especialista em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres

O cargo de Especialista em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres é dividido nas seguintes áreas:

  • Ciências Contábeis: exige diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Ciências Contábeis, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
  • Direito: precisa ter diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
  • Economia: necessita diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Economia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
  • Engenharia Ambiental e Engenharia Florestal: requer diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Engenharia Ambiental ou em Engenharia Florestal, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
  • Engenharia Civil (com ênfase em Infraestrutura): exige diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Engenharia Civil, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
  • Engenharia Civil/ Engenharia de Produção (com ênfase em serviços de transportes): interessado precisa ter diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Engenharia Civil ou Engenharia de Produção, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
  • Estatística: requer diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Estatística, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Técnico-administrativo

Para o cargo de Técnico-administrativo é preciso ter certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau), expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC.

Técnico em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres

É preciso ter certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau), expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC.

Concurso ANTT: remuneração

Confira abaixo as remunerações dos cargos da ANTT:

Quanto ganha um Analista Administrativo da ANTT?

O Analista Administrativo da ANTT ganha R$ 15.516,12.

Quanto ganha um Especialista em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres?

A remuneração é de R$ 14.265,57.

Quanto ganha um Técnico-administrativo da ANTT?

Um Técnico-administrativo da ANTT recebe R$ 7.474,64 por mês.

Técnico em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres?

A remuneração inicial é de R$ 7.846,37.

Todos os cargos possuem carga horária de trabalho de 40 horas semanais.

Concurso ANTT: atribuições dos cargos

Analista Administrativo

O Analista Administrativo possui atribuições de nível superior voltadas para o exercício de atividades administrativas e logísticas relativas ao exercício das competências constitucionais e legais, fazendo uso de todos os equipamentos e recursos disponíveis para a consecução dessas atividades.

Especialista em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres

O cargo possui atribuições voltadas às atividades especializadas de regulação, inspeção, fiscalização e controle da prestação de serviços públicos de transportes terrestres, inclusive infraestrutura, bem como à implementação de políticas e à realização de estudos e pesquisas respectivos a essas atividades.

Técnico-administrativo

O Técnico-administrativo tem atribuições de nível intermediário, voltadas para o exercício de atividades administrativas e logísticas relativas ao exercício das competências constitucionais e legais, fazendo uso de todos os equipamentos e recursos disponíveis para a consecução dessas atividades.

Técnico em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres

O cargo possui atribuições voltadas ao suporte e ao apoio técnico especializado às atividades de regulação, inspeção, fiscalização e controle da prestação de serviços públicos de transportes terrestres, inclusive infraestrutura, bem como à implementação de políticas e à realização de estudos e pesquisas respectivos a essas atividades;

Último concurso da ANTT

Ao longo da história da ANTT já foram realizados três concursos. O primeiro foi em 2005, o segundo em 2008 e o último em 2013. O certame de 2013 foi organizado pelo Cespe/Cebraspe e ofertou 135 vagas para os cargos de Analista Administrativo, Especialista em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres, Técnico-administrativo e de Técnico em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres.

Os candidatos foram selecionados mediante provas objetivas, discursivas e de títulos.

Confira os valores das taxas de inscrição da época:

  • Analista Administrativo: R$ 95,00;
  • Especialista em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres: R$ 100,00;
  • Técnico-administrativo: R$ 80,00;
  • Técnico em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres: R$ 85,00.

Etapas do concurso ANTT

O concurso da ANTT possuiu três etapas: provas objetivas, discursivas e provas de títulos (para nível superior).

O que estudar para o concurso ANTT?

As matérias que costumam cair nas provas são as seguintes:

Analista Administrativo

  • Língua Portuguesa;
  • Raciocínio Lógico (somente para área de Direito);
  • Noções de Direito Administrativo;
  • Noções de Direito Constitucional;
  • Ética no Serviço Público;
  • Noções de Administração Pública;
  • Atualidades (somente para área de Direito);
  • Conhecimentos Específicos.

Especialista em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres

  • Língua Portuguesa;
  • Noções de Direito Administrativo;
  • Noções de Direito Constitucional;
  • Ética no Serviço Público;
  • Agências Reguladoras;
  • Defesa da Concorrência;
  • Legislação Aplicada à Regulação em Transportes Terrestres;
  • Conhecimentos Específicos.

Técnico-administrativo

  • Língua Portuguesa;
  • Noções de Direito Administrativo;
  • Noções de Direito Constitucional;
  • Noções de Informática;
  • Raciocínio Lógico;
  • Ética no Serviço Público;
  • Noções de Administração;
  • Noções de Administração Financeira e Orçamentária Pública;
  • Noções de Contabilidade Governamental;
  • Legislação Aplicada à Regulação em Transportes Terrestres.

Técnico em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres

  • Língua Portuguesa;
  • Noções de Direito Administrativo;
  • Noções de Direito Constitucional;
  • Noções de Informática;
  • Raciocínio Lógico;
  • Ética no Serviço Público;
  • Agências Reguladoras;
  • Noções de Direito do Consumidor;
  • Legislação Aplicada à Regulação em Transportes Terrestres;
  • Fiscalização no Âmbito da ANTT.
Carlos Rocha
Redator
Jornalista formado (UFG), atualmente redator no site Concursos no Brasil. Foi roteirista do Canal Fatos Desconhecidos (YouTube) por um ano e meio. Produziu conteúdo de podcast para o Deezer. Fez parte da Rádio Universitária (870AM) por três anos e meio como apresentador no Programa Fanático e como repórter, narrador e comentarista da Equipe Doutores da Bola. Fã de futebol, NFL e ouvinte de podcast.

Compartilhe

Concursos por E-mail
Assine nosso boletim para receber Concursos ANTT diretamente no seu e-mail
Concursos RelacionadosVagas
CaixaVárias
Veja todos » Concursos Abertos