Concurso Câmara dos Deputados

O último concurso ocorreu em 2014, ofertando cerca de 113 vagas para diversos cargos. A expectativa é de nos próximos anos pelo menos 400 vagas sejam abertas.

Sabe-se o quanto os concursos públicos são concorridos, uma vez que muitos indivíduos querem essa oportunidade tão única de receber um bom salário e ter um emprego vitalício (na maioria das vezes). E um dos concursos que chamam mais atenção dos concurseiros de plantão é o da Câmara dos Deputados, que até o momento ainda não saiu do papel...

O último concurso da Câmara ocorreu em 2014 apenas, ofertando cerca de 113 vagas para diversos cargos. Estima-se que haja mais de 400 vagas na Câmara dos Deputados que, eventualmente, poderão ser preenchidas nos próximos anos. Mas acredita-se que esse número não seja tão suficiente assim para suprir as necessidades da Casa.

De acordo com o Portal de Transparência (levantamento do final de 2016), cerca de 128 vagas de um provável futuro concurso poderão ser destinados a cargos de nível superior, enquanto 301 seriam para nível intermediário especializado. Na carreira de Técnico Legislativo haverá chances nas atribuições de Assistente Administrativo, enquanto para carreira de Analista Legislativo as atribuições estão ligadas às áreas de: informática legislativa, material e patrimônio, assistência social, documentação e informação legislativa.

A estimativa é de que, com as atualizações monetárias normais, o salário dos novos servidores poderão iniciar em R$ 12 mil, chegando a até R$ 18 mil, dependendo do cargo. Além disso, todos receberão auxílio-alimentação, em dinheiro (ultrapassa os R$ 780), algo que, por si só, representa mais um ganho na carreira.

O concurso, obviamente, será altamente disputado por candidatos de todo o Brasil. Em 2008, por exemplo, a concorrência média era de 286,4 candidatos por vaga (havia apenas 150 vagas). Logo, necessita-se de muita dedicação, disciplina nos estudos e também no bem-estar geral do concursando. Quando esse edital for lançado, todos os olhares ficarão voltados para a capital federal (Brasília).

Analisando o esquema avaliativo dos concurso anteriores, os candidatos responderão a uma prova objetiva, que poderá ser composta por 20 questões de Língua Portuguesa, 19 de Legislação, 6 de Conhecimentos gerais e 25 de Conhecimentos específicos. Ressalta-se também que há uma prova prática para o cargo de Técnico e provavelmente uma prova discursiva (uma redação). É fundamental que, durante a preparação prévia, que se reveja as provas anteriores.

Compartilhe

Concursos por E-mail
Assine nosso boletim para receber Concursos diretamente no seu e-mail