Concurso IBGE 2018/2019: Censo pode acelerar autorização

Presidente do órgão afirmou que é urgente a necessidade do concurso IBGE e aguarda portaria de autorização do MPDG.

Existe toda uma expectativa por parte dos concurseiros quanto ao Concurso IBGE 2018 (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) para servidores efetivos. Mas ninguém tem se empenhado mais que a direção do próprio órgão em conseguir realizá-lo.

Existe uma necessidade urgente em realizar um concurso para provimento de cargos efetivos para suprir as demandas que surgirão no Censo 2020. O IBGE, por meio de suas lideranças executivas, tem demonstrado que está se esforçando para que os pedidos de autorização avancem no Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão.

Em 2017 o IBGE protocolou um pedido de 1.800 vagas efetivas, das quais, 1.200 seriam para Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas e 600 para Analista de Planejamento, Gestão e Infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas. Deste modo, o pedido foi encaminhado diretamente para a Divisão de Concursos Públicos do Ministério do Planejamento. Segundo a própria institutição, neste período já foram diversas as análises, avaliações e estudos técnicos para que o edital possa ser liberado e, sendo assim, autorizado novo concurso IBGE.

Os representantes da Associação Nacional dos Servidores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (ASSIBGE) divulgaram em março de 2018 que havia grandes probabilidades de o edital ser lançado em abril, porém, não houve a autorização do Ministério do Planejamento. Na época do anúncio falava-se que existia essa necessidade para que os aprovados fossem convocados em 2019.

Como forma de adiantar sua parte neste processo de lançamento de novo concurso, o IBGE já realiza um procedimento de praxe que antecede os concursos, que é a remoção interna. Na verdade, trata-se de uma forma de remanejar funcionários do órgão que manifestam desejo de mudarem de lotação. Outro fator preocupante são as iminentes aposentadores de servidores entre 2018 e 2019.

Cargos e salários

Baseado no pedido de autorização e em informações do concurso anterior, as vagas futuras poderão ser voltadas aos cargos de Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas e Analista de Planejamento, Gestão e Infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas. Para o cargo Técnico o salário poderá oscilar entre R$ 3.471 e R$ 5.011. No caso de Analista,  será de até R$ 9.107.

A contratação do IBGE, neste caso, é feita pelo Regime Estatutário, que garante estabilidade empregatícia ao concurseiro aprovado e contratado. Outros benefícios são acrescidos, tais como: Auxílio-alimentação e Assistência a Saúde.

Último Concurso IBGE

Em 2015 o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística realizou o último concurso e disponibilizou 600 vagas e destas foram providas 460 para técnico, 90 para analista e 50 para tecnologista. Os aprovados passaram a atuar a partir do segundo semestre de 2016.

Defasagem

Atualmente existe um déficit muito grande no IBGE, sobretudo porque dados colhidos junto a entidade demonstram que existem cerca de 5 mil funcionários em todo o país, mas 1.900 estão em abono de permanência, ou seja, 38% do efetivo pode se aposentar. O presidente do IBGE chegou a dizer que urge a necessidade de realização do respectivo concurso.

Atribuições por cargo

Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas

São atividades desenvolvidas pelo Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas coletar dados em diversas fontes, planejar, organizar, criticar, corrigir, lançar, tratar e manter os dados garantindo a sua integridade, confidencialidade, disponibilidade, atualização e fidedignidade; realizar entrevistas em domicílios e estabelecimentos informantes para obtenção de dados conforme metodologia e plano de supervisão da pesquisa; realizar levantamentos topográficos/geográficos/cartográficos com vistas a manter atualizada a base territorial dos municípios; proceder à compilação, montagem e organização dos elementos cartográficos, segundo as especificações e normas adotadas.

Executar e apoiar as tarefas ligadas à manutenção e atualização da rede física dos marcos geodésicos do IBGE; atuar nas diversas modalidades de disseminação de dados e informações, prestando suporte e orientações aos usuários; executar de acordo com instruções e/ou orientações, as rotinas administrativas necessárias à manutenção da Unidade de Trabalho, desde o recebimento, a organização, a guarda e o encaminhamento de documentos institucionais e de interessados, utilizando os recursos de informática disponibilizados pela Instituição e os sistemas corporativos e federais.

Operar e utilizar equipamentos de informática necessários à sustentação e apoio à coleta de dados, às áreas técnica e de suporte administrativo, à cartografia e geodésia e à disseminação de informações; realizar atividades de administração de recursos humanos, materiais, patrimoniais, orçamentários e financeiros dando suporte à área de jurisdição; executar e apoiar atividades de supervisão de pesquisa de campo referentes à área de jurisdição, acompanhando a distribuição, o controle e o resultado das coletas de dados, através dos sistemas específicos de acompanhamento e controle das pesquisas. Além das atribuições definidas acima, o Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas poderá ser solicitado a dirigir veículo próprio do IBGE ou locado pela Instituição, desde que seja necessário para a realização dos levantamentos sob sua responsabilidade, uma vez que possua habilitação.

Analista de Planejamento, Gestão e Infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas

As principais atribuições para o cargo de Analista de Planejamento, Gestão e Infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas são voltadas para o exercício de atividades administrativas e logísticas relativas ao exercício das competências institucionais e legais a cargo do IBGE e para o cargo de Tecnologista em Informações Geográficas e Estatísticas, as atribuições são voltadas às atividades especializadas de produção, análise e disseminação de dados e informações de natureza estatística, geográfica, cartográfica, geodésica e ambiental; conforme estabelecido no artigo 71, incisos II e IV, da Lei nº 11.355, de 19 de outubro de 2006. Desenvolver estudos e pesquisas na área de produção de informações estatísticas e projetos de pesquisa, com vistas à melhoria da qualidade e à modernização da gestão dos processos de produção, desde o planejamento até a disseminação, considerando referências internacionais, padrões e indicadores de qualidade na produção estatística; fazer explanação oral de projetos quando necessário; elaborar estudos, relatórios e outros documentos; ministrar treinamento técnico-operacional; e executar outras atividades compatíveis com o cargo.

Participar de atividades voltadas ao desenvolvimento de aplicações web e mobile utilizando as tecnologias: PHP 5.6 ou superior, Dot Net 4.5 ou superior (C#, WebApi e WebServices) e Javascript (AJAX, JSON, web storage e web workers); HTML 5; CSS 3; Phonegap; AngularJS 1.4 ou superior; realizar modelagem de dados; desenvolver aplicações orientadas a serviços (SOA); desenvolver sistemas integrados a um ou mais bancos de dados relacionais (Mysql 5.6 ou superior, Sql Server 2012 ou superior); criação de componentes, plugins e módulos utilizando a API de desenvolvimento do Joomla 3.4 ou superior; e executar outras atividades compatíveis com o cargo.

 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

 LÍNGUA PORTUGUESA

Elementos de construção do texto e seu sentido: gênero do texto (literário e não literário, narrativo, descritivo e argumentativo); interpretação e organização interna. Semântica: sentido e emprego dos vocábulos; campos semânticos; emprego de tempos e modos dos verbos em português. Morfologia: reconhecimento, emprego e sentido das classes gramaticais; processos de formação de palavras; mecanismos de flexão dos nomes e verbos. Sintaxe: frase, oração e período; termos da oração; processos de coordenação e subordinação; concordância nominal e verbal; transitividade e regência de nomes e verbos; padrões gerais de colocação pronominal no português; mecanismos de coesão textual. Ortografia. Acentuação gráfica. Emprego do sinal indicativo de crase. Pontuação. Estilística: figuras de linguagem. Reescrita de frases: substituição, deslocamento, paralelismo; variação linguística: norma culta. Observação: os itens deste programa serão considerados sob o ponto de vista textual, ou seja, deverão ser estudados sob o ponto de vista de sua participação na estruturação significativa dos textos. 

 GEOGRAFIA

Noções básicas de cartografia: Orientação: pontos cardeais; Localização: coordenadas geográficas (latitude, longitude e altitude); Representação: leitura, escala, legendas e convenções. Natureza e meio ambiente no Brasil: Grandes domínios climáticos; Ecossistemas. As atividades econômicas e a organização do espaço: Espaço agrário: modernização e conflitos; Espaço urbano: atividades econômicas, emprego e pobreza; A rede urbana e as Regiões Metropolitanas. Formação Territorial e Divisão Político-Administrativa: Divisão PolíticoAdministrativa; Organização federativa. Dinâmica da população brasileira (fluxos migratórios, áreas de crescimento e de perda populacional). 

 MATEMÁTICA

Conjuntos: operações e problemas com conjuntos. Conjuntos dos números naturais, inteiros, racionais, reais e suas operações. Representação na reta. Unidades de medida: distância, massa, tempo, área, volume e capacidade. Álgebra: produtos notáveis, equações, sistemas e problemas do primeiro grau, inequações, equação e problemas do segundo grau. Porcentagem e proporcionalidade direta e inversa. Sequências, reconhecimento de padrões, progressões aritmética e geométrica. Juros e noções de matemática financeira. Problemas de raciocínio. Geometria plana: distâncias e ângulos, polígonos, circunferência, perímetro e área. Semelhança e relações métricas no triângulo retângulo. Geometria espacial: poliedros, prismas e pirâmides, cilindro, cone e esfera, áreas e volumes. Matemática discreta: princípios de contagem, noção de probabilidade, noções de estatística, gráficos e medidas. 

 CONHECIMENTOS SOBRE O IBGE

Conhecimentos específicos sobre o IBGE: informações sobre a Instituição, conceitos básicos para o desenvolvimento do trabalho na Agência e da atividade do Técnico de Coleta

Tópico: IBGE

Compartilhe