Concurso IPHAN: aprovados continuam sendo chamados

O concurso IPHAN continua chamando candidatos. Ainda existem vagas para serem preenchidas, sendo que o certame será válido até, no mínimo, dezembro de 2020.

Concurso IPHAN, fachada de prédio antigo e fonte

Concurso IPHAN foi realizado em 2018. - Foto: Pexels

O concurso IPHAN continua chamando os aprovados da edição de 2018 (edital n° 01/2018). Em abril de 2019, foi autorizado que o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) convocasse mais 280 candidatos do certame organizado pelo CESPE/CEBRASPE. No total, já foram 523 chamados e ainda existem 232 vagas para serem preenchidas.

O concurso continua vigente, pelo menos, até dezembro de 2020. Há previsão de renovação por mais dois anos em caso de necessidade do IPHAN.

As inscrições custavam entre R$ 84,00 e R$ 117,00. Conforme divulgado pela banca organizadora, quase 65 mil pessoas se inscreveram no concurso. As provas tiveram abstenção de cerca de 30%.

Retificações do concurso IPHAN 2018

O edital original passou por algumas retificações. Entre elas, a n° 09/2018, informando que, em cumprimento a decisão judicial, mudanças foram realizadas nos requisitos do cargo de Técnico I - Área 2.

Ainda houve outra retificação de requisitos (n° 04/2018), distribuição de vagas e prazo de inscrições. Nossa matéria se encontra atualizada.

Concurso IPHAN: cargos e vagas

Ao todo, o concurso IPHAN 2018 ofertou 411 vagas e formação de cadastro reserva para os cargos de Analista I, Técnico I e Auxiliar Institucional I. Os três cargos ainda eram divididos por áreas.

Confira as vagas para Analista I:

CargosJornada de trabalho semanalVagas
Analista I - Área 140h12
Analista I - Área 240h05
Analista I - Área 340h09
Analista I - Área 440h26
Analista I - Área 540h44
Analista I - Área 640h02
Analista I - Área 740h04
Analista I - Área 840h02

Agora, as vagas para o cargo de Técnico I:

CargosJornada de trabalho semanalVagas
Técnico I - Área 140h22
Técnico I - Área 240h55
Técnico I - Área 340h50
Técnico I - Área 440h03
Técnico I - Área 540h09
Técnico I - Área 640h01
Técnico I - Área 740h07
Técnico I - Área 840h01
Técnico I - Área 940h14
Técnico I - Área 1040h12
Técnico I - Área 1140h02

Por fim, as oportunidades para Auxiliar Institucional:

CargosJornada de trabalho semanalVagas
Auxiliar Institucional - Área 140h37
Auxiliar Institucional - Área 240h13
Auxiliar Institucional - Área 340h04
Auxiliar Institucional - Área 440h66
Auxiliar Institucional - Área 540h10

As oportunidades eram para estados e o Distrito Federal. Confira os municípios:

  • AL - Piranhas;
  • BA - Cachoeira, Lençóis, Porto Seguro e Rio de Contas;
  • CE - Icó e Sobral;
  • GO - Goiás e Pirenópolis;
  • MA - Alcântara;
  • MG - Congonhas, Diamantina, Mariana, Ouro Preto, São João Del Rei, Serro e Tiradentes;
  • MS - Corumbá;
  • PB - Areia;
  • PE - Fernando de Noronha, Igarassu e Olinda;
  • PI - Parnaíba e São Raimundo Nonato;
  • RJ - Paraty, Petrópolis, São Pedro D´Aldeia, Vassouras;
  • RS - Antônio Prado, Jaguarão e São Miguel das Missões;
  • SC - Laguna, Pomerode e São Francisco do Sul;
  • SE - São Cristóvão;
  • SP - Iguape;
  • TO - Natividade.

Concurso IPHAN: remuneração e benefícios

A remuneração para os cargos de Técnico I e Analista I convocados no concurso IPHAN eram de R$ 5.035,29. Já para as oportunidades de Auxiliar Institucional, os valores eram de R$ 3.419,97. Todos os cargos ainda contavam com um auxílio-alimentação de R$ 458,00.

Concurso IPHAN: requisitos

Veja os requisitos de cada um dos cargos do concurso IPHAN:

  • Analista I – Área 1: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).
  • Analista I – Área 2: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
  • Analista I – Área 3: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
  • Analista I – Área 4: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
  • Analista I – Área 5: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
  • Analista I – Área 6: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
  • Analista I – Área 7: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
  • Analista I – Área 8: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
  • Técnico I – Área 1: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Ciências Sociais ou Antropologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
  • Técnico I – Área 2*: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Arqueologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC ou emitido por escolas estrangeiras reconhecidas pelas leis do país de origem, cujos títulos tenham sido revalidados no Brasil, na forma da legislação pertinente.

*Em caso de diploma de nível superior que não seja em Arqueologia, o candidato deve ter pós-graduação na área de concentração em Arqueologia, com dissertação de Mestrado ou tese de Doutorado sobre Arqueologia e com pelo menos dois anos consecutivos de atividades científicas próprias do campo profissional da Arqueologia, devidamente comprovadas. Ou então ter pelo menos cinco anos consecutivos, ou dez anos intercalados, no exercício de atividades científicas próprias do campo profissional da Arqueologia, devidamente comprovadas. Ou ter curso de especialização em Arqueologia, reconhecida pelo MEC, e, pelo menos, três anos consecutivos de atividades científicas próprias do campo profissional da Arqueologia.

  • Técnico I – Área 3: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Arquitetura e Urbanismo, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe.
  • Técnico I – Área 4: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Arquivologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Ministério do Trabalho (Decreto nº 93.480, 1986).
  • Técnico I – Área 5: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Biblioteconomia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe.
  • Técnico I – Área 6: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Ciências Biológicas, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe.
  • Técnico I – Área 7: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis, Museologia, Artes Visuais, Belas Artes, Artes Plásticas ou História da Arte, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
  • Técnico I – Área 8: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Engenharia Agronômica, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe.
  • Técnico I – Área 9: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Engenharia Civil, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe.
  • Técnico I – Área 10: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em História, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
  • Técnico I – Área 11: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de ensino superior em Educação, Pedagogia ou curso de graduação de nível superior de licenciatura em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
  • Auxiliar Institucional – Área 1: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente.
  • Auxiliar Institucional – Área 2: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente.
  • Auxiliar Institucional – área 3: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio técnico em conservação e restauração de bens culturais móveis ou ensino médio acrescido de curso técnico em conservação e restauração de bens culturais móveis, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente.
  • Auxiliar Institucional – Área 4: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio técnico em Edificações, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente, e registro no órgão de classe.
  • Auxiliar Institucional – Área 5: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio técnico em Agronomia ou Jardinagem, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente, e registro no órgão de classe, quando for o caso.

Concurso IPHAN: atribuições dos cargos

Abaixo, estão as atribuições dos cargos do IPHAN:

O que faz o Analista do IPHAN

As funções do Analista do IPHAN são: desenvolver atividades de nível superior, de complexidade e responsabilidade elevadas que compreendam o assessoramento especializado voltado para a gestão dos processos relativos à salvaguarda e à preservação do patrimônio cultural; acompanhar e se manifestar em processos relacionados a políticas intersetoriais e temáticas transversais ao patrimônio cultural; desenvolver e participar das atividades de articulação e mobilização social necessárias às ações institucionais.

Ele ainda deve: participar em conselhos representativos, comissões, grupos e equipes de trabalho de interesse da administração; elaborar e analisar orçamentos; executar atividades de gestão administrativa, orçamentária e financeira; acompanhar e fiscalizar projetos e(ou) serviços; elaborar termos de referência, projetos e editais; fiscalizar contratos, convênios e instrumentos congêneres; e outras atividades compatíveis com as atribuições profissionais e competências institucionais.

O que faz o Técnico do IPHAN

O Técnico do IPHAN é responsável por: desenvolver atividades de nível superior, de complexidade e responsabilidade elevadas, que compreendam elaborar estudos, análises, pareceres, laudos, notas, relatórios e avaliações técnicas para instrução e acompanhamento de processos relativos à salvaguarda e à preservação do patrimônio cultural; avaliar o impacto ao patrimônio cultural em projetos e empreendimentos, inclusive no âmbito do licenciamento ambiental.

Também é sua função: realizar vistorias, levantamentos e avaliações de campo; acompanhar e se manifestar em processos relacionados a políticas intersetoriais e temáticas transversais ao patrimônio cultural; desenvolver e participar das atividades de articulação e mobilização social necessárias às ações institucionais; integrar conselhos representativos, comissões, grupos e equipes de trabalho de interesse da administração; elaborar e analisar orçamentos; acompanhar e fiscalizar intervenções e(ou) serviços; realizar intervenções conservativas e(ou) restaurativas de bens culturais e acervos sob a gestão do IPHAN; elaborar termos de referência, projetos e editais; fiscalizar contratos, convênios e instrumentos congêneres e outras atividades compatíveis com as atribuições profissionais e competências institucionais.

O que faz o Auxiliar Institucional do IPHAN

O Auxiliar Institucional do IPHAN tem como dever: desenvolver atividades de nível intermediário de suporte às áreas administrativa e finalística, que compreendam a execução de atividades rotineiras de cunho administrativo e logístico; dar suporte às atividades que compõem o ciclo de gestão documental; dar suporte à análise, diagnóstico e intervenção em bens culturais móveis; dar apoio às atividades técnicas relativas à elaboração e análise de projetos e orçamentos e fiscalização de obras; dar suporte às atividades de fiscalização; realizar atividades de conservação e manutenção dos jardins históricos sob a gestão do IPHAN; e outras atividades compatíveis com as atribuições profissionais e competências institucionais.

Etapas do concurso IPHAN

O concurso IPHAN foi dividido em três fases: provas objetivas, discursivas e avaliação de títulos. As provas objetivas e a prova discursiva foram realizadas no dia 26 de agosto de 2018. Para cargo de Técnico 1 – Área 2 as avaliações foram em 21 de outubro de 2018.

Conteúdo das provas do concurso IPHAN

Todas as provas objetivas tiveram 50 questões, sendo que foram cobradas as seguintes disciplinas:

  • Língua Portuguesa;
  • Fundamentos da Preservação do Patrimônio Cultural;
  • Noções de Gestão e Administração Pública;
  • Conhecimentos Específicos.

É válido ressaltar que a pontuação e a quantidade de questões por disciplina podiam variar de acordo com o cargo.

Prova discursiva

Ao contrário da prova objetiva que foi aplicada a todos os participantes, a prova discursiva foi realizada somente por quem pretendia ingressar em cargos de nível superior. Nela, duas questões foram cobradas relacionadas aos temas previamente estabelecidos no edital.

Edital completo e mais informações

O edital completo do concurso IPHAN pode ser lido no site da banca organizadora. Por lá há mais informações sobre o certame.

Compartilhe

Concursos por E-mail
Assine nosso boletim para receber Concursos IPHAN diretamente no seu e-mail
Concursos RelacionadosVagas
Exército Brasileiro
Níveis Médio e Superior
412
CaixaVárias
CaixaVárias
Veja todos » Concursos Abertos