Concurso Polícia Federal: órgão solicita abertura de vagas

Concurso da Polícia Federal é aguardado para 2020. Vagas foram solicitadas, para diferentes cargos.

Com alguma chance de ser autorizado até 2020, o concurso da Polícia Federal representa para milhares de candidatos a chance necessária para mudar de vida. A última solicitação, feita em maio de 2019, previa o preenchimento de 3.460 vagas para diferentes cargos.

O concurso da PF, assim como o da PRF, possui grandes chances de acontecer, uma vez que ambas são consideradas áreas estratégicas, tanto na visão do Ministro da Justiça, Sérgio Moro, quanto por parte do próprio presidente Jair Bolsonaro.

As vagas previstas deverão suprir as necessidades da PF nos próximos três anos (pelo menos de 2020 a 2022), em cargos como Agente Administrativo, Agente de Polícia Federal, Arquivista, Administrador, Contador, Enfermeiro, Assistente Social, Psicólogo, Médico, entre outros.

Vale lembrar que, desde 1º de junho de 2019, com base no decreto 9.739, houve mudança na competência para autorizar concurso público no âmbito da Polícia Federal. Assim, a liberação de vagas para a carreira de Policial Federal deve ser definida pelo Diretor-Geral da Polícia Federal, e não pelo Ministério da Economia ou pela Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital.

Último concurso da Polícia Federal aconteceu em 2018

O concurso da Policia Federal de 2018 foi norteado pelo edital nº 1-DGP/PF, e se destinou à ocupação dos cargos de Delegado, Perito Criminal, Agente de Polícia, Escrivão e Papiloscopista.

Foram oferecidas 500 vagas, já incluindo aquelas para ampla concorrência e as vagas reservadas aos candidatos negros e aos candidatos com deficiência.

O cargo de Delegado de Polícia Federal possuía como requisito básico o diploma de bacharel em Direito e a comprovação de três anos de atividade jurídica ou policial. A remuneração inicial na época do edital foi de R$ 22.672,48 e a jornada de 40 horas semanais em regime de tempo integral e com dedicação exclusiva.

carro da polícia federal

O cargo de Perito Criminal Federal, cuja remuneração inicial foi R$ 22.672,48, com a mesma jornada, possuía como requisito básico o curso superior em nível de graduação em uma destas áreas de formação: Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Engenharia Elétrica, Engenharia Eletrônica, Engenharia de Telecomunicações, Engenharia de Redes de Comunicação, Análise de Sistemas, Ciências da Computação, Engenharia da Computação, Engenharia de Redes de Comunicação, Informática, Engenharia Agronômica, Geologia, Engenharia Química, Química Industrial, Química, Engenharia Civil, Engenharia Florestal, Medicina ou Farmácia.

Para Agente, Papiloscopista e Escrivão de Polícia Federal a exigência foi o curso superior em qualquer área. A remuneração inicial destes cargos foi de R$ 11.983,26.

Apostilas Polícia Federal: Perito (comum a todas as áreas) - Conh. Básicos - Agente de PF - Escrivão de PF - Papiloscopista PF

O edital previa outros requisitos básicos para investidura em todos os cargos, entre eles: possuir carteira nacional de habilitação, categoria "B", no mínimo, ter idade mínima de 18 anos completos na data de matrícula no Curso de Formação Profissional, ter aptidão física e mental e estar em dia com as obrigações eleitorais e militares.

Provas do Concurso Polícia Federal 2018

Adotando o método Cespe de seleção, os candidatos foram avaliados por meio da aplicação de: prova objetiva; prova discursiva; exame de aptidão física; prova oral (esta somente para o cargo de Delegado de Polícia Federal); prova prática de digitação (somente para Escrivão de Polícia Federal); avaliação médica; avaliação psicológica; e avaliação de títulos (somente para os cargos de Delegado de Polícia Federal e de Perito Criminal Federal).

A segunda etapa do concurso consistiu de Curso de Formação Profissional, de responsabilidade da Academia Nacional de Polícia.

A validade daquele concurso foi bastante limitada: apenas 30 dias, contados a partir da data de  publicação da homologação do resultado final, com possibilidade de apenas uma prorrogação.

Curso de Formação

Os candidatos devidamente aprovados foram convocados para matrícula no Curso de Formação Profissional, segundo a ordem de classificação.

O curso se deu em regime de internato, exigindo-se do aluno tempo integral com frequência obrigatória e dedicação exclusiva, podendo ser desenvolvidas atividades, a critério da Administração, em qualquer Unidade da Federação.

Mais detalhes no link do Cebraspe: http://www.cespe.unb.br/concursos/pf_18

Compartilhe

Concursos por E-mail
Assine nosso boletim para receber Concursos Brasil diretamente no seu e-mail