Concurso Polícia Federal 2021: locais de prova liberados no dia 18

Concurso Polícia Federal 2021 tem 1.500 vagas para Agente, Escrivão, Delegado e Papiloscopista com remuneração de até R$ 23.692,74. Cebraspe é a banca.

Concurso Polícia Federal 2020: símbolo da Polícia Federal estampado em bandeira na cor azul claro

As vagas foram confirmadas por Bolsonaro e deverão suprir as necessidades da PF ao longo dos próximos três anos. - Foto: André Gustavo Stumpf/DFP

O cronograma referente ao concurso Polícia Federal 2021 sofreu alterações. Previstas para acontecerem no dia 21 de março de 2021, o adiamento das provas se deu em razão das medidas restritivas adotadas pelos estados e municípios, em decorrência da pandemia de COVID-19. 

Agora, a previsão é de que as provas objetivas e dissertativas aconteçam no dia 23 de maio de 2021. Você pode ler o comunicado publicado no site do Cebraspe aqui, banca responsável pela organização do certame.

Além disso, de acordo com novo cronograma liberado, os locais de prova do concurso Polícia Federal serão divulgados na próxima terça-feira, dia 18 de maio de 2021, no site do Cebraspe. Anteriormente, a previsão era de que as consultas fossem liberadas no dia 14.

O edital n° 01/2021 do concurso Polícia Federal oferta 1.500 vagas efetivas para os cargos de Agente, Escrivão, Delegado e Papiloscopista.

Acompanhe a matéria completa logo abaixo e não se esqueça de conferir outros conteúdos relacionados ao concurso da PF.

Concurso Polícia Federal: distribuição das vagas

De acordo com o edital do concurso Polícia Federal, as 1.500 vagas estão distribuídas para os seguintes cargos:

As oportunidades ainda são divididas entre ampla concorrência, vagas exclusivas para negros e para Pessoas com Deficiência (PcD)

CargosVagas Ampla ConcorrênciaVagas exclusivas para negrosVagas PcD
Delegado912507
Agente66917945
Escrivão3008020
Papiloscopista621705

Concurso Polícia Federal: remunerações

Confira as remunerações dos cargos a seguir:

Todos os cargos possuem jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Concurso Polícia Federal: inscrições

As inscrições para o concurso da Polícia Federal foram feitas até as 18h do dia 11 de fevereiro de 2021, conforme comunicado oficial. Contudo, o registro foi reaberto no período de 30 de março a 01 de abril de 2021, exclusivamente para os candidatos com deficiência

O registro foi realizado diretamente no site do Cebraspe.

Para participar, o candidato precisou pagar uma taxa de inscrição de acordo com o cargo:

  • Delegado de Polícia Federal: R$ 250,00;
  • Agente de Polícia Federal: R$ 180,00;
  • Escrivão de Polícia Federal: R$ 180,00;
  • Papiloscopista Policial Federal: R$ 180,00.

Concurso Polícia Federal: etapas

Os candidatos do concurso Polícia Federal passarão pelas seguintes fases na primeira etapa:

  • Prova objetiva;
  • Prova discursiva;
  • Exame de aptidão física;
  • Avaliação médica;
  • Prova oral (somente para o cargo de Delegado de Polícia Federal);
  • Prova prática de digitação (somente para o cargo de Escrivão de Polícia Federal);
  • Prova de títulos (somente para o cargo de Delegado de Polícia Federal;
  • Avaliação psicológica;
  • Investigação social.

A segunda etapa do concurso consiste de Curso de Formação Profissional, de responsabilidade da Academia Nacional de Polícia.

Concurso Polícia Federal: provas objetivas e discursivas

As provas objetivas e discursivas estão planejadas para serem realizadas ao mesmo tempo. As avaliações seriam aplicadas no dia 21 de março de 2021. Contudo, devido à pandemia, foram adiadas para o 23 de maio de 2021, conforme comunicado.

Veja a distribuição de questões:

Para o cargo de Delegado da PF

Prova/tipoNúmero de itens
Objetiva (P1)120
Discursiva (P2)03 questões dissertativas e elaboração de peça profissional

Para os cargos de Escrivão, Papiloscopista e Agente da PF

Prova/tipoNúmero de itens
Objetiva (P1)

Bloco I: 60

Bloco II: 36

Bloco II: 24

Discursiva (P2)Um texto dissertativo de até 30 linhas

Quer saber quais disciplinas serão cobradas? Confira nossa matéria sobre o que estudar para o concurso Polícia Federal!

Concurso Polícia Federal: exame de aptidão física

O exame de aptidão física cobrará os testes listados abaixo:

  • Teste em barra fixa;
  • Teste de impulsão horizontal;
  • Teste de natação (50 metros);
  • Teste de corrida de 12 minutos.

A fase possui caráter eliminatório. Portanto, se o candidato não conseguir cumprir todas as etapas pedidas será desclassificado automaticamente.

Concurso Polícia Federal: avaliação médica

A avaliação médica conterá exames de:

  • Sangue;
  • Fezes;
  • Urina;
  • Antidrogas;
  • Neurológico;
  • Cardiológico;
  • Pulmonar;
  • Oftalmológico;
  • Otorrinolaringológico:
  • Radiografia das colunas lombar e sacral (lombossacra);
  • Ecografia de abdome total, com laudo;
  • Psiquiátrico:.

O exame antidroga (toxicológico) pode ocorrer também durante todo o concurso, de acordo com a necessidade da Polícia Federal. A fase possui caráter eliminatório.

Concurso Polícia Federal prova oral

O cargo de Delegado terá uma prova oral sem consulta. A fase é gravada, sendo distribuída uma cópia ao candidato. A avaliação irá cobrar questões de:

  • Direito Administrativo;
  • Direito Constitucional;
  • Direito Penal;
  • Direito Processual Penal.

Entre os critérios estão o domínio do conhecimento jurídico, a articulação do raciocínio, a capacidade de argumentação e o uso correto do idioma. No certame realizado em 2018, a prova oral foi de 20 minutos por pessoa com pontuação mínima de 8 pontos.

Concurso Polícia Federal: prova prática de digitação

Quem estiver concorrendo ao cargo de Escrivão será submetido a uma prova prática de digitação. A pontuação é contada com base no número de toques dados no teclado e erros cometidos na transcrição do texto.

Vale ressaltar que os candidatos que não atingirem cem toques serão automaticamente desclassificados.

Concurso Polícia Federal: Prova de Títulos

Os candidatos o cargo de Delegado ainda deverão entregar documentos para uma prova de títulos. Nela, serão levados em consideração:

  • Diplomas de doutorado, mestrado e especialização;
  • Tempo de serviço na função pleiteada;
  • Exercício em cargo público de natureza policial.

A fase valerá sete pontos na nota final.

Concurso Polícia Federal: avaliação psicológica

A avaliação psicológica possui caráter eliminatório e classificatório. Nela, serão avaliados os seguintes critérios:

  • Capacidade de concentração e atenção;
  • Capacidade de memória;
  • Tipos de raciocínio;
  • Características de personalidade como: controle emocional, relacionamento interpessoal, extroversão, altruísmo, assertividade, disciplina, ordem, dinamismo e persistência.

Atenção! Esta etapa será realizada em dois momentos: antes do início do Curso de Formação Profissional e durante a sua aplicação. O objetivo é ter uma avaliação constante do candidato.

Concurso Polícia Federal: investigação social

A investigação social é a última fase da primeira etapa do concurso. Ela levará em consideração a vida pregressa do candidato. É preciso ter conduta ilibada, idoneidade moral inatacável, não ter cometido crimes ou ter passagens na polícia para poder ser aprovado.

Concurso Polícia Federal: Curso de Formação Profissional

Os candidatos devidamente aprovados serão convocados para matrícula no Curso de Formação Profissional, segundo a ordem de classificação.

O curso será em regime de internato, exigindo-se do aluno tempo integral com frequência obrigatória e dedicação exclusiva.

Concurso Polícia Federal: requisitos dos cargos

carro da polícia federal

O cargo de Delegado de Polícia Federal possui como requisito básico o diploma de bacharel em Direito e a comprovação de três anos de atividade jurídica ou policial.

Para os cargos de Agente, Papiloscopista e Escrivão, é necessário ter curso superior em qualquer área.

O edital ainda possui requisitos básicos para investidura em todos os cargos:

  • Ser brasileiro ou português (desde que amparado pelo Estatuto de Igualdade);
  • Carteira nacional de habilitação na categoria "B" (pelo menos);
  • Carteira de Identidade Civil;
  • Idade mínima de 18 anos completos na data de matrícula no Curso de Formação Profissional;
  • Aptidão física e mental;
  • Estar em dia com as obrigações eleitorais;
  • Estar quite com o serviço militares (apenas para candidatos do sexo masculino).

Concurso Polícia Federal: edital completo

O edital completo do concurso Polícia Federal pode ser lido no site do Diário Oficial da União.

Concurso Polícia Federal teve quantidade reduzida de vagas

Em novembro de 2020, a Folha de São Paulo publicou uma reportagem afirmando que o Ministério da Economia vetaria as duas mil oportunidades do certame. No caso, o concurso Polícia Federal passaria a ter 1.400 vagas

O presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais, Luís Boudens, negou que haveria redução e disse que o Ministério da Economia já entrou em acordo com a PF. Portanto, as duas mil vagas teriam sido mantidas.

A própria assessoria da Fenapef, em mensagem encaminhada à equipe do Concursos no Brasil, confirmou que os ajustes técnicos foram devidamente solucionados

“O que a gente sabe é que os problemas apontados na matéria da Folha já foram sanados há algum tempo e que, depois disso, não foi apontada mais nenhuma dificuldade”.

No entanto, o documento de autorização, divulgado no DOU, traz 1.500 vagas para o concurso Polícia Federal.

Concurso Polícia Federal: vagas na área administrativa e de apoio não foram autorizadas

De acordo com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, outras 508 vagas já haviam sido solicitadas para o novo concurso Polícia Federal.

As oportunidades deveriam suprir o déficit de servidores na área administrativa e de apoio (níveis médio e superior), mas não foram autorizada pela Economia.

Confira a distribuição das oportunidades efetivas, conforme o pedido protocolado em processo de nº 08200.007331/2020-88:

  • Administrador: 21 vagas;
  • Arquivista: oito vagas;
  • Assistente Social: 10 vagas;
  • Bibliotecário: uma vaga;
  • Contador: nove vagas;
  • Economista: três vagas;
  • Enfermeiro: três vagas;
  • Engenheiro: uma vaga;
  • Estatístico: quatro vagas;
  • Farmacêutico: uma vaga;
  • Médico: 65 vagas;
  • Nutricionista: uma vaga;
  • Odontólogo: 11 vagas;
  • Psicólogo: cinco vagas;
  • Técnico em Assuntos Educacionais: 13 vagas;
  • Técnico em Comunicação Social: três vagas;
  • Agente Administrativo (nível médio): 349 vagas.

Concurso Polícia Federal: reestruturação de carreiras

No dia 21 de maio de 2020, uma medida provisória foi aprovada pela Câmara dos Deputados. A MP 918/2020 estabeleceu uma verdadeira reestruturação na carreira dos cargos comissionados, que não possuem relação direta para o ingresso.

Com o objetivo de fortalecer as unidades de policiamento, foram criadas 45 funções comissionadas e 471 gratificadas.

Outros 281 cargos, associados à comissão do grupo-direção e assessoramento superiores (DAS), devem ser transformados em 338 funções comissionadas do Poder Executivo e mais seis na categoria de gratificadas.

Importante destacar que os cargos em DAS acontecem por meio de livre provimento e exoneração. Por outro lado, as funções comissionadas destinam-se aos servidores de cargo efetivo (via concurso PF).

Caso a reforma administrativa seja aprovada, estabilidade na PF será mantida

Mesmo com a eventual aprovação da reforma administrativa, o governo pretende manter a estabilidade para os profissionais da corporação.

O presidente Jair Bolsonaro disse, em live, que membros da PRF e da PF terão carreiras duradouras. Inclusive, o vice-líder do governo na Câmara, deputado Sanderson (PSL-RS), também defendeu a estabilidade para os aprovados no concurso Polícia Federal.

Sendo assim, tudo indica que a Polícia Federal fará parte do grupo denominado de "carreira típica de Estado".

Conforme a proposta da reforma, esse grupo de servidores terão garantias semelhantes às atuais, como a própria estabilidade nos cargos.

Concurso Polícia Federal anterior aconteceu em 2018

O concurso Polícia Federal de 2018 foi norteado pelo edital nº 1-DGP/PF, com o objetivo de preencher vagas para os cargos de Delegado, Perito Criminal, Agente de Polícia, Escrivão e Papiloscopista.

Foram ofertadas 500 vagas, já incluindo aquelas reservadas aos candidatos negros e aos candidatos com deficiência (PcD).

Carlos Rocha
Redator
Jornalista formado (UFG), atualmente redator no site Concursos no Brasil. Foi roteirista do Canal Fatos Desconhecidos (YouTube) por um ano e meio. Produziu conteúdo de podcast para o Deezer. Fez parte da Rádio Universitária (870AM) por três anos e meio como apresentador no Programa Fanático e como repórter, narrador e comentarista da Equipe Doutores da Bola. Fã de futebol, NFL e ouvinte de podcast.

Compartilhe

Concursos por E-mail
Assine nosso boletim para receber Concursos diretamente no seu e-mail

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »