Concurso Telebras: banca é contratada; Edital em breve

Concurso Telebras será organizado pelo Cebraspe, conforme dispensa de licitação divulgada no dia 08 de março de 2021. Confira os detalhes preliminares.

Concurso Telebras: cabos de rede

Concurso Telebras poderá garantir vagas para níveis técnico e superior. - Foto: Pixabay

Um novo concurso Telebras será realizado em breve, com vagas imediatas e formação de cadastro reserva! Isso porque a Telecomunicações Brasileiras S.A. já selecionou a banca organizadora. Conforme dispensa de licitação, todas as etapas do certame estarão sob a responsabilidade do Cebraspe

O concurso Telebras costuma fornecer vagas para Técnico em Gestão de Telecomunicações - Assistente Técnico (nível médio) e oportunidades para o cargo de Especialista em Gestão de Telecomunicações (nível superior). Essa última carreira é dividida em diversas ocupações. Confira:

  • Advogado;
  • Contador;
  • Analista Superior - Subatividade: Administrativo;
  • Analista Superior - Subatividade: Auditoria;
  • Analista Superior - Subatividade: Comercial;
  • Analista Superior - Subatividade: Estatística;
  • Analista Superior - Subatividade: Finanças;
  • Engenheiro - Subatividade: Civil;
  • Engenheiro - Subatividade: Computação;
  • Engenheiro - Subatividade: Eletricista ou Eletrônico;
  • Engenheiro - Subatividade: redes;
  • Engenheiro - Subatividade: Telecomunicações.

O último certame foi realizado no ano de 2015 e seu período de vigência já se expirou.

Concurso Telebras: situação atual

A Telebras possui um déficit de aproximadamente seis servidores. No dias atuais, o seu quadro de servidores conta com ao menos 428 profissionais. Do total,  57 postos são considerados como transitórios em razão de funções cedidos, ou seja, os servidores públicos vieram de outra empresa ou órgão do governo.

O novo concurso Telebras estava passando por uma análise interna para verificar sua viabilidade. Além disso, a pandemia provocada pelo coronavírus colaborou para que os prazos de novos certames sofressem restrições por parte do governo federal. Era improvável que um novo edital fosse anunciado em 2020.

O Concursos no Brasil entrou em contato com a assessoria da Telebras para obter mais informações sobre o concurso Telebras. Em junho de 2020, a assessoria nos confirmou o número de déficit de vagas e falou que o certame poderia sofrer atrasos por causa do coronavírus. "Tendo em vista a entrada em vigor da Lei Complementar nº 173, de 27.5.2020, o assunto encontra-se em análise interna", explicou na época.

Ao que tudo indica, o órgão já passou por essas etapas iniciais e poderá divulgar o seu edital em breve. No dia 08 de março de 2021, o Cebraspe foi oficialmente contratado para organizar as etapas do certame.

Concurso Telebras: vencimentos, adicionais e jornadas

Todos os cargos geralmente possuem jornadas de 40 horas semanais. Além dos ganhos iniciais, os contratados também recebem auxílio-creche, benefício-farmácia, plano de previdência complementar e ticket de alimentação/refeição.

Confira, abaixo, os vencimentos previstos para o próximo concurso Telebras.

Quanto ganha um Técnico em Gestão de Telecomunicações - Assistente Técnico?

Os vencimentos iniciais do cargo de Técnico em Gestão de Telecomunicações - Assistente Técnico é de R$ 3.873,00.

Quanto ganha um Especialista em Gestão de Telecomunicações da Telebras?

Especialista em Gestão de Telecomunicações recebe R$ 8.998,00 por mês como vencimento inicial.

Concurso Telebras: atribuições dos cargos

Técnico em Gestão de Telecomunicações - Assistente Técnico

  • Coordenar e/ou orientar, tecnicamente, atividades de planejamento, controle e/ou execução, referentes à sua área de atuação, distribuindo os trabalhos, acompanhando sua execução de campo, comparando e analisando os resultados, solucionando distorções e verificando a qualidade dos mesmos, objetivando maior eficiência no desenvolvimento dos serviços, dentro dos processos e prazos estabelecidos;
  • Elaborar e/ou executar planos de manutenção corretiva e preventiva dos equipamentos, aplicando manuais e rotinas de manutenção do fabricante com a finalidade de garantir a qualidade da rede de telecomunicações;
  • Executar vistorias técnicas, com a finalidade de avaliar a infraestrutura disponível e dimensionar equipamentos em estações de terceiros, salas compartilhadas e pontos de clientes;
  • Realizar testes de aceitação de equipamentos em campo, auferindo as instalações físicas e desempenho funcional dos equipamentos, que compõem a rede de telecomunicações;
  • Realizar inspeções técnicas, visando aceitar a retirada de pendências de instalação e montagens de equipamentos e gabinetes; elaborar relatórios de vistorias com vistas a aceitação de serviços de instalação de equipamentos e gabinetes;
  • Reproduzir instruções operacionais aos técnicos de campo e contratados, como forma de disseminar o modelo operacional adotado; suportar as atividades de elaboração de documentos de aceitação e recebimento dos equipamentos e instalações das estações;
  • Suportar a elaboração de processos técnico-operacionais das atividades de engenharia, implantação e manutenção da rede de telecomunicações;
  • Realizar testes de ativação de circuitos de clientes;
  • Desempenhar as demais atividades constantes do Plano de Carreira e Remuneração – PCR e atribuições do Regimento Interno da TELEBRAS no que tange à Unidade Organizacional onde está lotado;
  • Realizar outras atividades correlatas.

Especialista em Gestão de Telecomunicações

  • Executar, elaborar, organizar, controlar, assessorar, orientar, supervisionar e coordenar as atividades relacionadas a telecomunicações visando atender as necessidades da TELEBRAS;
  • Gerenciar a elaboração e/ou elaborar projetos executivos de instalação de equipamentos e/ou sistemas de telecomunicações, realizando ou coordenando todas as atividades do processo, visando à implementação dos projetos da TELEBRAS;
  • Gerenciar a implantação e/ou implantar os projetos executivos de instalação de equipamentos e/ou sistemas de telecomunicações, realizando ou coordenando todas as atividades do processo, visando à implementação dos projetos da TELEBRAS;
  • Assessorar e prestar assistência técnica no que tange às atividades de operação, manutenção, planejamento, administração, projetos e(ou) implantação de equipamentos e sistemas de telecomunicações.

Concurso Telebras: requisitos mínimos

Técnico em Gestão de Telecomunicações - Assistente Técnico

O cargo de Técnico em Gestão de Telecomunicações - Assistente Técnico precisa ter certificado, devidamente registrado, de conclusão de nível médio de curso técnico em Telecomunicações, Eletrônica ou Eletrotécnica, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC. Além disso, é necessário ter registro no órgão de classe específico.

Especialista em Gestão de Telecomunicações

Advogado

É exigido diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Além disso, é necessário ter registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Contador

O candidato precisa ter diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Ciências Contábeis, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe específico.

Analista Superior - Subatividade: Administrativo

É necessário possuir diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Administração, Psicologia, Gestão de Recursos Humanos, Pedagogia, Arquivologia, Biblioteconomia, Economia, Contabilidade, Engenharia, Comunicação Social, Estatística ou Marketing, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC. Além do mais, os interessados devem ter registro no respectivo órgão de classe, se for o caso.

Analista Superior - Subatividade: Auditoria

O concurseiro tem que ter diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Administração, Contabilidade, Direito, Economia ou Engenharia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC. Além disso, se for o caso, o registro no órgão de classe será exigido.

Analista Superior - Subatividade: Comercial

É exigido diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe específico, se for o caso.

Analista Superior - Subatividade: Estatística

O candidato precisa ter diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior Estatística, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe específico, se for o caso.

Analista Superior - Subatividade: Finanças

O concurseiro tem que ter diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Administração, Contabilidade, Economia, Engenharia ou Estatística, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe específico, se for o caso.

Engenheiro - Subatividade: Civil

É necessário possuir diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Engenharia Civil, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe específico.

Engenheiro - Subatividade: Computação

É exigido diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Engenharia da Computação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe específico.

Engenheiro - Subatividade: Eletricista ou Eletrônico

O concurseiro deve ter diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Engenharia Elétrica com ênfase em Eletrônica ou Engenharia Eletrônica, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC. Também será exigido registro no órgão de classe específico.

Engenheiro - Subatividade: Redes

O candidato necessita possuir diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Engenharia de Redes, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe específico.

Engenheiro - Subatividade: Telecomunicações.

É exigido diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Engenharia de Telecomunicações, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe específico.

Último concurso Telebras

O último concurso da Telebras foi realizado no ano de 2015, sendo organizado pelo Cespe/Cebraspe. Com base no edital de n° 01/2015, o objetivo era de preencher 41 vagas e formar cadastro reserva para Especialista em Gestão de Telecomunicações (nível superior) e Técnico em Gestão de Telecomunicações (nível médio).

As oportunidades para Especialista em Gestão de Telecomunicações, por sua vez, foram divididas aos cargos de:

  • Advogado;
  • Contador;
  • Engenheiro Civil;
  • Engenheiro da Computação;
  • Engenheiro Eletricista ou Eletrônico;
  • Engenheiro de Redes;
  • Engenheiro de Telecomunicações;
  • Analista Superior das áreas Administrativa, Auditoria, Comercial, Estatística e Finanças.

As remunerações eram de R$ 6.929,58 para Especialista em Gestão de Telecomunicações e R$ 2.612,64 aos classificados no cargo de Técnico em Gestão de Telecomunicações. Todos os aprovados, independentemente do cargo, teriam que cumprir jornada de trabalho de 40 horas.

A taxa de inscrição custou R$ 140,00 para o nível superior e R$ 90,00 para o nível médio. Na época, os profissionais foram selecionados mediante provas escritas objetivas, discursivas e de títulos.

Concurso Telebras: etapas e provas

O concurso Telebras de 2015 foi composto de provas escritas objetivas para todos os candidatos. Fora isso, os cargos de nível superior passaram por avaliações discursivas e provas de títulos.

Concurso Telebras: o que estudar para as provas

Veja, abaixo, o que é preciso estudar para as provas do concurso Telebras.

Técnico em Gestão de Telecomunicações - Assistente Técnico

Especialista em Gestão de Telecomunicações

  • Língua Portuguesa;
  • Língua Inglesa;
  • Legislação Específica do Setor de Telecomunicações Brasileiro;
  • Licitações e Contratos (Exceto Advogado e Analista Superior - Administrativo);
  • Noções de Direito Administrativo (Exceto Advogado);
  • Noções de Informática;
  • Conhecimentos Específicos (varia conforme ocupação).

Concurso Telebras: conteúdo programático de 2015

No concurso Telebras 2015, os candidatos tiveram que estudar para questões sobre conhecimentos básicos e específicos. Confira, abaixo, o que caiu para o cargo de Técnico em Gestão de Telecomunicações - Assistente Técnico.

Conhecimentos básicos

Língua Portuguesa:

  1. Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados;
  2. Reconhecimento de tipos e gêneros textuais;
  3. Domínio da ortografia oficial;
  4. Domínio dos mecanismos de coesão textual. 4.1. Emprego de elementos de referenciação, substituição e repetição, de conectores e de outros elementos
    de sequenciação textual. 4.2. Emprego de tempos e modos verbais;
  5. Domínio da estrutura morfossintática do período. 5.1. Emprego das classes de palavras. 5.2. Relações de coordenação entre orações e entre termos da oração. 5.3. Relações de subordinação entre orações e entre termos da oração. 5.4. Emprego dos sinais de pontuação. 5.5. Concordância verbal e nominal. 5.6. Regência verbal e nominal. 5.7. Emprego do sinal indicativo de crase. 5.8. Colocação dos pronomes átonos;
  6. Reescrita de frases e parágrafos do texto. 6.1. Significação das palavras. 6.2. Substituição de palavras ou de trechos de texto. 6.3. Reorganização da estrutura de orações e de períodos do texto. 6.4. Reescrita de textos de diferentes gêneros e níveis de formalidade;
  7. Correspondência oficial (conforme Manual de Redação da Presidência da República). 7.1. Aspectos gerais da redação oficial. 7.2. Finalidade dos expedientes oficiais. 7.3. Adequação da linguagem ao tipo de documento. 7.4. Adequação do formato do texto ao gênero.

Matemática:

  1. Números inteiros, racionais e reais. 1.1. Problemas de contagem;
  2. Sistema legal de medidas;
  3. Razões e proporções; divisão proporcional. 3.1. Regras de três simples e composta. 3.2. Porcentagens;
  4. Equações e inequações de 1º e 2º graus. 4.1. Sistemas lineares;
  5. Funções. 5.1. Gráficos;
  6. Sequências numéricas;
  7. Progressão aritmética e geométrica;
  8. Noções de probabilidade e estatística;
  9. Raciocínio lógico: problemas aritméticos.

Noções de Informática:

  1. Noções de sistema operacional (ambientes Linux e Windows);
  2. Edição de textos, planilhas e apresentações (ambientes Microsoft Office);
  3. Redes de computadores. 3.1. Conceitos básicos, ferramentas, aplicativos e procedimentos de Internet e intranet. 3.2. Programas de navegação (Microsoft Internet Explorer, Mozilla Firefox e Google Chrome). 3.3. Correio eletrônico. 3.4. Sítios de busca e pesquisa na Internet. 3.5. Grupos de discussão. 3.6. Redes sociais. 3.7. Computação na nuvem (cloud computing);
  4. Conceitos de organização e de gerenciamento de informações, arquivos, pastas e programas;
  5. Segurança da informação. 5.1. Procedimentos de segurança. 5.2. Noções de vírus, worms e pragas virtuais. 5.3. Aplicativos para segurança (antivírus, firewall, anti-spyware etc.). 5.4. Procedimentos de backup. 5.5. Armazenamento de dados na nuvem (cloud storage).

Ética no Serviço Público:

  1. Ética e moral;
  2. Ética, princípios e valores;
  3. Ética e democracia: exercício da cidadania;
  4. Ética e função pública;
  5. Ética no Setor Público. 5.1. Código de Ética Profissional do Serviço Público – Decreto nº 1.171/1994. 5.2 Lei nº 8.429/1992: das disposições gerais, dos atos de improbidade administrativa.

Conhecimentos Específicos para Técnico em Gestão de Telecomunicações - Assistente Técnico

  1. Noções e conceitos básicos. 1.1. Circuitos elétricos. 1.2. Eletromagnetismo. 1.3. Eletrônica analógica e digital. 1.4. Sistemas numéricos. 1.5. Sistemas digitais. 1.6. Arquitetura de computadores e microprocessadores. 1.7. Espectro eletromagnético. 1.8. Propagação. 1.9. Medidas elétricas;
  2. Técnicas e protocolos de transmissão e recepção. 2.1. Técnicas de modulação analógica e digital. 2.2. Técnicas de multiplexação. 2.3. Técnicas de codificação e compressão. 2.4. Técnicas de comutação. 2.5. Hierarquia de multiplexação. 2.6. Arquiteturas, protocolos e padrões de redes de comunicação;
  3. Sistemas de comunicações. 3.1. Componentes de sistemas de comunicações. 3.2. Sistema de telefonia fixa. 3.3. Sistemas de comunicações móveis. 3.4. Sistemas de comunicações ópticos e a cabo. 3.5. Sistemas de cabeamento estruturado. 3.6. Sistemas de comunicações via satélite. 3.7. Sistemas de comunicações VHF,
    UHF e por micro-ondas. 3.8. Redes de transmissão de dados. 3.9. Técnicas de projeto, dimensionamento e manutenção de sistemas de comunicações.

Sobre a Telebras

A Telecomunicações Brasileiras S.A. (Telebras) é, segundo sua própria definição, “uma empresa mista, de capital aberto, que fornece soluções de telecomunicações com atuação nacional e o propósito de levar conectividade em alta capacidade a todas localidades do país”.

Seu papel também é o de apoiar e suportar políticas públicas em banda larga, além de prover a infraestrutura e redes de suporte aos serviços de telecomunicações.

Fundada oficialmente em 1972, a empresa possui sede na cidade de Brasília, porém atua em todo o país. É possível adquirir ações da Telebras na bolsa de valores. Todavia, o governo federal é o maior acionista.

Bruno Destéfano
Redator
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Concursos por E-mail
Assine nosso boletim para receber Concursos Brasil diretamente no seu e-mail

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »