Concurso Professor SEDUC CE 2018: Edital para 2.500 vagas

Edital para concurso Professor SEDUC CE 2018 oferece 2.500 vagas em 14 áreas de ensino! Remuneração é de até R$ 3.588,27.

No Ceará, a Secretaria da Educação (SEDUC CE) está com o edital nº 030/2018 publicado para o preenchimento de 2.500 vagas no cargo de Professor! O concurso Professor SEDUC CE 2018 será conduzido pela FUNECE (Fundação Universidade Estadual do Ceará).

Os aprovados e contratados pelo Estado ingressarão na carreira no nível inicial de Professor, nível A, do Grupo Ocupacional Magistério – MAG – do Quadro I – Poder Executivo. A remuneração inicial bruta será de R$ 1.794,12 para a carga horária de 20 horas semanais e de R$ 3.588,27 para 40 horas, acrescida de auxílio alimentação no valor de R$ 15,00 por dia útil.

Dentre as atribuições do docente, estão: participar da elaboração da proposta pedagógica do estabelecimento de ensino; elaborar e cumprir plano de trabalho, segundo a proposta pedagógica do estabelecimento de ensino; zelar pela aprendizagem dos alunos; estabelecer estratégias de recuperação para os alunos de menor rendimento; ministrar os dias letivos e horas-aula estabelecidos, além de participar integralmente dos períodos dedicados ao planejamento, à avaliação e ao desenvolvimento profissional; colaborar com as atividades de articulação da escola com as famílias e a comunidade.

Inscrições

A FUNECE informa que as inscrições terão início às 8h do dia 07 de agosto e final às 17h do dia 05 de setembro de 2018. Os interessados devem se inscrever no site da organizadora (http://www.uece.br/cev/) e pagar o valor de R$ 90,00. 

Provas 

O concurso Professor SEDUC CE 2018 será realizado em três etapas, da seguinte forma:

1ª etapa: - Prova objetiva de Conhecimentos Básicos (prevista para 21 de outubro de 2018), com 30 questões para todos os candidatos abrangendo as quatro matérias: Conhecimentos Básicos da Língua Portuguesa; Administração Pública; Leitura e Interpretação de Dados e Indicadores Educacionais; Educação Brasileira: Temas Educacionais e Pedagógicos; prova objetiva de Conhecimentos Específicos com 50 questões associada a cada disciplina de opção do candidato (mesma data prevista de 21 de outubro).

No dia seguinte ao da aplicação da primeira etapa está prevista a divulgação, após as 14 horas, dos enunciados das questões dos cadernos de provas objetivas e, consequentemente, os gabaritos oficiais preliminares;

2ª etapa: Prova prática (Aula), referente a disciplina de opção de cada candidato, de caráter eliminatório e classificatório, com duração de vinte e cinco minutos com gravação audiovisual.

3ª etapa: Avaliação de títulos, de caráter apenas classificatório para todos os candidatos que tenham sido aprovados na prova prática (Aula).

As provas objetivas da 1ª etapa, a prova prática (Aula) da 2ª etapa, e a perícia médica para candidatos PcD serão realizadas em Fortaleza e nas cidades cearenses sedes das Coordenadorias Regionais de Desenvolvimento da Educação (CREDE’s) da SEDUC, a saber: Acaraú, Baturité, Brejo Santo, Camocim, Canindé, Crateús, Crato, Horizonte, Icó, Iguatu, Itapipoca, Jaguaribe, Juazeiro do Norte, Maracanaú, Quixadá, Russas, Senador Pompeu, Sobral, Tauá e Tianguá. 

A avaliação de títulos (3ª etapa) será realizada, por sua vez, somente em Fortaleza, por Comissão específica designada pela CEV/UECE para este fim.

Com relação à prova objetiva para os candidatos optantes pela disciplina de Língua Brasileira de Sinais - Libras, o edital esclarece que a prova será aplicada nas duas línguas: português escrito (prova impressa) e Libras (prova filmada/gravada) apresentadas/projetadas em vídeo, com folha de resposta impressa contendo as alternativas correspondentes às respostas, onde o candidato marcará a opção que considera ser a resposta verdadeira. Além disso, a prova em Libras (filmada/gravada) será disponibilizada em computador individual para cada candidato.

A prova prática (Aula) consistirá da ministração de aula com duração de 25 minutos, sendo 20 minutos para exposição e 5 minutos para a banca fazer questionamentos, sobre Tema sorteado, com 48 horas de antecedência do horário de início. Os Temas sorteados serão baseados no programa de Conhecimentos Específicos de cada disciplina. Será realizada a gravação audiovisual dessa prova de cada candidato.

Classificação e validade

A nota final de cada candidato será igual à soma da pontuação obtida nas provas da primeira etapa com a pontuação alcançada na segunda e terceira etapas, lembrando que serão classificados os candidatos que tenham alcançado os perfis mínimos de aprovação na prova prática (Aula).

O prazo de validade do concurso será de dois anos, contados da data de homologação do resultado final, podendo ser prorrogado.

Todas as atualizações sobre o concurso estão disponíveis na página da FUNECE (http://www.uece.br/cev/).

Requisitos das áreas de Professor SEDUC CE

DISCIPLINA:  ARTE-EDUCAÇÃO

REQUISITO: Curso de Licenciatura Plena em Educação Artística ou Licenciatura Plena em Arte-Educação em qualquer das linguagens (Artes Visuais, Artes Plásticas, Desenho, Design, Teatro, Artes Cênicas, Cinema, Música, Dança) ou Licenciatura Plena em Educação Musical ou Licenciatura Plena em Curso de Formação de Professores (Pedagogia, em regime regular ou especial, com habilitação em Arte) ou Curso de Formação Pedagógica para graduados (Resolução Nº 02/2015-CNE) com habilitação para o ensino da disciplina Arte-Educação no Ensino Médio, desde que reconhecido de conformidade com a legislação vigente.

DISCIPLINA: BIOLOGIA

REQUISITO: Curso de Licenciatura Plena em Ciências Biológicas ou História Natural ou Licenciatura em Ciências com plenificação em Biologia ou Licenciatura Plena em Biologia ou Licenciatura Plena em Ciências da Natureza ou Licenciatura Plena em Curso de Formação de Professores (Pedagogia, em regime regular ou especial, com habilitação em Biologia) ou Curso de Formação Pedagógica para graduados (Resolução Nº 02/2015-CNE) com habilitação para o ensino da disciplina Biologia no Ensino Médio, desde que reconhecido de conformidade com a legislação vigente.

DISCIPLINA: EDUCAÇÃO FÍSICA

REQUISITO: Curso de Licenciatura Plena em Educação Física, ou Curso de Formação Pedagógica para graduados (Resolução Nº 02/2015-CNE) com habilitação para o ensino da disciplina Educação Física no Ensino Médio, desde que reconhecido de conformidade com a legislação vigente e Registro no Conselho Profissional.

DISCIPLINA:  FILOSOFIA

REQUISITO: Curso de Licenciatura Plena em Filosofia ou Licenciatura Plena em Curso de Formação de Professores (Pedagogia, em regime regular ou especial, com habilitação em Filosofia) ou Curso de Formação Pedagógica para graduados (Resolução Nº 02/2015-CNE) com habilitação para o ensino da disciplina Filosofia no Ensino Médio, desde que reconhecido de conformidade com a legislação vigente.

DISCIPLINA: FÍSICA

REQUISITO: Curso de Licenciatura Plena em Física ou Licenciatura em Ciências com plenificação em Física ou Licenciatura Plena em Ciências ou Ciências Exatas com Habilitação em Física ou Licenciatura Plena em Ciências da Natureza ou Licenciatura Plena em Curso de Formação de Professores (Pedagogia, em regime regular ou especial, com habilitação em Física) ou Curso de Formação Pedagógica para graduados (Resolução Nº 02/2015-CNE) com habilitação para o ensino da disciplina Física no Ensino Médio, desde que reconhecido de conformidade com a legislação vigente.

DISCIPLINA: GEOGRAFIA

REQUISITO: Curso de Licenciatura Plena em Geografia ou Licenciatura Plena em Estudos Sociais ou Licenciatura Plena em Curso de Formação de Professores (Pedagogia, em regime regular ou especial, com habilitação em Geografia) ou Curso de Formação Pedagógica para graduados (Resolução Nº 02/2015-CNE) com habilitação para o ensino da disciplina Geografia no Ensino Médio, desde que reconhecido de conformidade com a legislação vigente.

DISCIPLINA: HISTÓRIA

REQUISITO: Curso de Licenciatura Plena em História ou Licenciatura Plena em Estudos Sociais ou Licenciatura Plena em Curso de Formação de Professores (Pedagogia, em regime regular ou especial, com habilitação em História) ou Curso de Formação Pedagógica para graduados com habilitação para o ensino de História no Ensino Médio, desde que reconhecido de conformidade com a legislação vigente

DISCIPLINA: LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS

REQUISITO: Curso de Licenciatura Plena em Língua Brasileira de Sinais (Libras) ou Licenciatura Plena em Letras: Libras ou em Letras: Libras/ Língua Portuguesa como segunda língua, conforme está disposto no art. 4º do Decreto Federal Nº 5.626, de 22/12/2005.

DISCIPLINA: LÍNGUA ESPANHOLA

REQUISITO: Curso de Licenciatura Plena em Letras com Habilitação para o ensino de Língua Espanhola ou Licenciatura Plena em Curso de Formação de Professores (Pedagogia, em regime regular ou especial, com habilitação em Língua Espanhola) ou Curso de Formação Pedagógica para graduados (Resolução Nº 02/2015-CNE) com habilitação para o ensino da disciplina Língua Espanhola no Ensino Médio, desde que reconhecido de conformidade com a legislação vigente.

DISCIPLINA: LÍNGUA INGLESA

REQUISITO: Curso de Licenciatura Plena em Letras com Habilitação para o ensino de Língua Inglesa ou Licenciatura Plena em Curso de Formação de Professores (Pedagogia, em regime regular ou especial, com habilitação em Língua Inglesa) ou Curso de Formação Pedagógica para graduados (Resolução Nº 02/2015-CNE) com habilitação para o ensino da disciplina Língua Inglesa no Ensino Médio, desde que reconhecido de conformidade com a legislação vigente.

DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA

REQUISITO: Curso de Licenciatura Plena em Letras com Habilitação para o ensino de Língua Portuguesa ou Licenciatura Plena em Curso de Formação de Professores (Pedagogia, em regime regular ou especial, com habilitação em Língua Portuguesa) ou Curso de Formação Pedagógica para graduados (Resolução Nº 02/2015-CNE) com habilitação para o ensino da disciplina Língua Portuguesa no Ensino Médio, desde que reconhecido de conformidade com a legislação vigente.

DISCIPLINA: MATEMÁTICA

REQUISITO: Curso de Licenciatura Plena em Matemática ou Licenciatura em Ciências com plenificação em Matemática ou Licenciatura Plena em Ciências ou Ciências Exatas com Habilitação em Matemática ou Licenciatura Plena em Ciências da Natureza ou Licenciatura Plena em Curso de Formação de Professores (Pedagogia, em regime regular ou especial, com habilitação em Matemática) ou Curso de Formação Pedagógica para graduados (Resolução Nº 02/2015-CNE) com habilitação para o ensino da disciplina Matemática no Ensino Médio, desde que reconhecido de conformidade com a legislação vigente.

DISCIPLINA 12: QUÍMICA

REQUISITO: Curso de Licenciatura Plena em Química ou Licenciatura em Ciências com plenificação em Química ou Licenciatura Plena em Ciências da Natureza ou Licenciatura Plena em Curso de Formação de Professores (Pedagogia, em regime regular ou especial, com habilitação em Química) ou Curso de Formação Pedagógica para graduados (Resolução Nº 02/2015-CNE) com habilitação para o ensino da disciplina Química no Ensino Médio, desde que reconhecido de conformidade com a legislação vigente.

DISCIPLINA: SOCIOLOGIA

REQUISITO: Curso de Licenciatura Plena em Sociologia ou Licenciatura Plena em Ciências Sociais ou Curso de Formação Pedagógica para graduados (Resolução Nº 02/2015-CNE) com habilitação para o ensino da disciplina Sociologia no Ensino Médio, desde que reconhecido de conformidade com a legislação vigente.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO GERAL DA SEDUC CE 2018 (TODOS OS CARGOS)

Conhecimentos Básicos - Educação Brasileira: Temas Educacionais e Pedagógicos.

1 História do pensamento pedagógico brasileiro. 1.1 Teoria da educação, diferentes correntes do pensamento pedagógico brasileiro. 1.2 Projeto político pedagógico. 2 A didática e o processo de ensino e aprendizagem. 2.1 Organização do processo didático: planejamento, estratégias e metodologias, avaliação. 2.2 A sala de aula como espaço de aprendizagem e interação. 2.3 A didática como fundamento epistemológico do fazer docente. 3 Principais teorias da aprendizagem. 3.1 Inatismo, comportamentalismo, behaviorismo, interacionismo, cognitivismo. 3.2 As bases empíricas, metodológicas e epistemológicas das diversas teorias de aprendizagem. 3.3 Contribuições de Piaget, Vygotsky e Wallon para a psicologia e pedagogia. 3.4 Teoria das inteligências múltiplas de Gardner. 3.5 Psicologia do desenvolvimento: aspectos históricos e biopsicossociais. 3.6 Temas contemporâneos: bullying, o papel da escola, a escolha da profissão, transtornos alimentares na adolescência, família, escolhas sexuais. 4 Teorias do currículo. 4.1 Acesso, permanência e sucesso do aluno na escola. 4.2 Gestão da aprendizagem. 4.3 Planejamento e gestão educacional. 4.4 Avaliação institucional, de desempenho e de aprendizagem. 4.5 O Professor: formação e profissão. 4.6 A pesquisa na prática docente. 4.7 A dimensão ética da profissão. 5 Aspectos legais e políticos da organização da educação brasileira. 6 Políticas educacionais para a educação básica. 6.1 Ensino Médio. 6.1.1 Diretrizes, Parâmetros Curriculares, currículo e avaliação. 6.1.2 Interdisciplinaridade e contextualização no Ensino Médio. 6.1.3 Ensino Médio Integrado: fundamentação legal e curricular. 6.2 Educação Inclusiva. 6.3 Educação, trabalho, formação profissional e as transformações do Ensino Médio. 6.4 Protagonismo Juvenil e Cidadania.

Conhecimentos Básicos - Administração Pública

1 Conceito de administração pública. 2 Conceito de servidor público. 3 Princípios da administração pública. 4 Direitos e deveres dos servidores públicos. 5 Responsabilidade dos servidores públicos. 6. Servidor Estadual. 6.1 Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Estado do Ceará (Lei nº 9.826/1974 – 6.1.1 Do provimento dos cargos – Capítulos I a X. 6.1.2 Dos direitos, vantagens e autorizações – Capítulos I a VI. 6.5.3 Do regime disciplinar – título VI – Capítulos I a VII) 6.2 Lei nº 15.243/2012 (Disciplina o Art. 3º da lei nº 15.064/2011). 6.3. Estágio Probatório Servidor Estadual (Lei nº 9.826/1974, LEI Nº13.092. de 08 de janeiro de 2001, LEI Nº15.744, 29 de dezembro de 2014 e Lei nº 15.909, de 11 de dezembro de 2015) 6.4.Carreira do Magistério-Concurso, provimento, carga horaria e jornada de trabalho(Lei nº10.884/1984, Lei 12.066/1993, Lei nº 14.404/2009) 6.5. Ampliação da carga horária de trabalho do Grupo MAG (LEI Nº15.451, de 23 de outubro de 2013 e o Decreto nº31.458, de 01 de abril de 2014.)6.6. Promoção profissionais Grupo MAG (Lei nº 15.901 de 10 de dezembro de 2015, DECRETO Nº32.103, de 12 de dezembro de 2016.6.7. Sistema Remuneratório dos profissionais MAG de nível superior (leis nº 15.243, de 6 de dezembro de 2012, nº15.901, de 10 de dezembro de 2015, LEI Nº16.104, 12 de setembro de 2016, nº16.513, 15 de março de 2018 e nº16.536, 06 de abril de 2018).LEGISLAÇÃO BÁSICA DA EDUCAÇÃO: 1 Lei no 9.394/1996 e alterações (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, títulos I, II, III,IV, V e VI). 2 Lei no 8.069/1990 e alterações (Estatuto da Criança e do Adolescente). 3 Constituição da República Federativa do Brasil (Art. 205 a 214). 4 Emenda Constitucional no 53/2006. 5 Lei no 11.494/2007 e alterações. 6 Lei no 11.114/2005. 7 Lei no 11.274/2006. 8 Lei nº 13.415, de 2017. 9 Lei Federal Nº 13.005/2014 (Plano Nacional de Educação). 10 Lei Estadual Nº 16.025/2016 (Plano Estadual de Educação).

Conhecimentos Básicos - Língua Portuguesa.

1 Compreensão e interpretação de textos. 2 Tipologia textual. 3 Ortografia oficial. 4 Acentuação gráfica. 5 Emprego das classes de palavras. 6 Emprego do sinal indicativo de crase. 7 Sintaxe da oração e do período. 8 Pontuação. 9 Concordância nominal e verbal. 10 Regência nominal e verbal. 11 Significação das palavras.

Conhecimentos Básicos - Leitura e Interpretação de Dados e Indicadores Educacionais.

Leitura e interpretação de dados e indicadores educacionais envolvendo dados e informações referentes à matrícula, à taxa de atendimento escolar, às taxas de escolarização líquida e bruta, à taxa de distorção idade-série, às taxas de rendimento (aprovação, reprovação e abandono), aos resultados do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará - SPAECE, do Sistema de Avaliação da Educação Básica - SAEB, Exame Nacional do Ensino Médio -  ENEM, Índice de Desenvolvimento da Educação Básica - IDEB, Programa Internacional de Avaliação de Alunos - PISA; leitura e interpretação de dados apresentados em tabelas, gráficos e mapas; resolução de problemas que envolvam o cálculo de porcentagem com dados fornecidos em diferentes formatos.

Observação: estes conteúdos listados acima são os válidos para todos os cargos. Mas é preciso ressaltar que ainda serão cobrados os conhecimentos específicos de cada área de ensino, os quais devem ser consultados no edital completo. 

DICAS PARA AS PROVAS: Teorias da aprendizagem

Skinner e a teoria comportamentalista ou do condicionamento

Burrhs Frederic Skinner trabalha na sua teoria as consequências do comportamento como definidoras do aprendizado da pessoa, enfatizando a influência do ambiente em que a pessoa está inserida, no processo de aprendizagem. Segundo ele, a aprendizagem está na capacidade de estimular ou reprimir um comportamento desejável ou não.

Skinner aborda o condicionamento operante, que não é hereditário e acontece através de reforços positivos (elogios e recompensas) ou negativos (retirada de algo ou deixar de dar reforço) e de punições positivas (acréscimo de estímulos) ou negativas (retirada de estímulos).

Nessa linha de pensamento o desenvolvimento e aprendizagem são resultantes do comportamento modificado pelas respostas das experiências, reforçadas por estímulos negativos ou positivos presentes no ambiente.

A Teoria construtivista de Jean Piaget

A teoria desenvolvida por Piaget trabalha a construção do conhecimento pela própria criança ou aluno. Piaget não acreditava que a inteligência fosse algo inato, resultado exclusivo do meio em que se insere a criança.

O conhecimento acontece com a interação do sujeito com o meio que o cerca. O aprendizado é construído aos poucos e o conhecimento ou conceito aprendido é resultado da reconstrução de conhecimento pré - existente.

Para Piaget há três tipos de conhecimento do ser humano: conhecimento físico, conhecimento lógico – matemático, conhecimento social.

O desenvolvimento cognitivo, para Piaget, é um processo contínuo com desequilíbrios e equilíbrios de acordo com suas necessidades.

O sujeito pode assimilar conhecimento ou acomodar – se a novos conhecimentos. Ao assimilar, o sujeito desenvolve ações, atribuindo a elas significados a partir de experiências anteriores. Ao acomodar –se a novos conhecimentos, o sujeito modifica esquemas mentais para construir esse novo conhecimento.

Piaget desenvolveu a ideia dos estágios de desenvolvimento, que são quatro: sensório – motor (0 a 2 anos), pré – operacional (2 a 7 anos), operacional - concreto  (7 a 11 ou 12 anos) e formal (12 anos em diante).

Abordagem histórico – cultural de Lev Vygotsky

Vygotsky enfoca a importância das interações sociais para o desenvolvimento do indivíduo. O ser humano é caracterizado pelo meio em nasce.

Nessa abordagem, Vygotsky diz que há uma interação contínua entre as condições sociais e biológicas do comportamento humano. A história da sociedade e desenvolvimento humano, caminham juntos.

A aprendizagem e desenvolvimento estão interligados na visão de Vygostky. O ensino é um guia no processo de desenvolvimento intelectual de uma criança. A atividade intelectual não é feita de forma mecânica e nem com repetições impostas por outras pessoas, mas sim através da interação com o outro.

Henry Wallon e a psicologia genética

Henry Wallon trabalha em sua abordagem, o desenvolvimento infantil ligado a vários aspectos como o afetivo, cognitivo e motor, que estão integrados entre si, ou seja, um vai depender do outro.

O destaque na teoria de Wallon fica para o papel da emoção no desenvolvimento sócio - afetivo da criança. A emoção é um meio de sobrevivência para ela e também é fonte de conflitos nas relações com pessoas e objetos.

Wallon elaborou os estágios de desenvolvimento caracterizados como: impulsivo emocional  (1 ano de vida), sensório – motor projetivo (1 a 3 anos), Estágio personalista (3 a 6 anos), estágio categorial  (6 anos em diante).

De acordo com Wallon, as realizações de um período, contribui para as conquistas do período seguinte. Na educação Wallon destaca a relação de emoção e aprender que são interligadas, por isso, há necessidade de atenção às emoções dos alunos que podem revelar o motivo da dificuldade de aprendizagem.

Wallon aponta a vinculação entre movimentos e inteligência. O ato mental se reflete em atos motores. Não se movimentar se torna obstáculos para a aprendizagem e ler um texto que não se compreende, gera reações faciais que demostram sua dificuldade.

Carl Rogers e a aprendizagem centrada na pessoa

Carl Rogers trabalha uma abordagem em a pessoa tem capacidade de crescimento constante de suas potencialidades. A relação interpessoal é importante para a construção do eu, da confiança em si e no outro. Ela gera autonomia para que a pessoa faça as mudanças em sua vida.

Para o desenvolvimento e aprendizagem, Rogers analisa a relação professor – aluno e diz que esta relação deve ser de confiança mútua. O professor é um facilitador da aprendizagem do aluno e para que ocorra esse processo, ele cita alguns fatores importantes: aceitação, autenticidade, confiança e compreensão empática.

A autenticidade evidencia a honestidade e capacidade de expressar o que sente e não o que é pré estabelecido como verdade pela sociedade.

A confiança é vista por Rogers como a capacidade própria de crescimento e liberdade, é desenvolvimento da autoconfiança.
A liberdade e confiança são adquiridos pelas crianças, segundo Rogers, nas relações interpessoais, especialmente no ambiente escolar e familiar, onde se estruturam, desenvolvendo a liberdade responsável e tornando - as responsáveis pela própria aprendizagem.

Saiba mais: Apostilas para Professor da SEDUC CE 2018

Compartilhe