Processo seletivo SEDF: autorizadas vagas para o magistério

Processo seletivo SEDF (Secretaria de Estado da Educação do Distrito Federal) vai oferecer vagas para Professores Substitutos.

Processo seletivo SEE DF: a foto mostra uma sala de aula com carteiras, quadro verde de giz, tela branca de projeção e parte de um mapa na parede

Vagas previstas para a Secretaria da Educação do Distrito Federal - Foto: Pixabay

A Secretaria de Educação do Distrito Federal vai contratar novos professores substitutos em breve (processo seletivo SEDF)! É o que está previsto na portaria nº 201/2020, recentemente publicada. 

O processo seletivo simplificado irá suprir as necessidades temporárias do Distrito Federal até que seja realizado um novo concurso público. Os Professores Substitutos ingressarão na Carreira do Magistério Público do Distrito Federal no ano letivo de 2021.

Mas a duração da contratação poderá se estender até o ano letivo de 2022, desde que haja anuência prévia da Secretaria de Estado.

Disponibilidade financeira para o processo seletivo SEDF

O limite máximo de horas semanais que os profissionais irão trabalhar é de 340.000, o que resultará em uma despesa anual estimada em R$ 683.083.698,20.

O documento de autorização, que foi publicado na edição de 26 de maio de 2020 do DODF, ainda prevê que as contratações dos docentes estarão condicionadas "à disponibilidade orçamentária e financeira". 

Provas da SEDF

A expectativa é de que o novo processo seletivo da SEDF seja realizado por uma empresa organizadora de renome, tal como aconteceu no edital de 2014, que ficou por conta do IADES.

Os candidatos passaram por uma etapa de prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, e por análise de títulos (doutorado, mestrado, especialização e aperfeiçoamento) e de experiência profissional (em anos).

O exame escrito objetivo teve questões sobre as matérias de Língua Portuguesa, Lei Orgânica do Distrito Federal e Conhecimentos Pedagógicos. Listamos a íntegra desses conteúdos na sequência desta notícia.

Os desempates na pontuação final de classificação foram decididos pelos critérios de:

  • Maior idade;
  • Maior pontuação em Conhecimentos Pedagógicos;
  • Maior pontuação em Língua Portuguesa;
  • Maior nota na avaliação de títulos e de experiência profissional.

Últimas seleções da SEDF

O último processo seletivo simplificado da Secretaria de Educação do Distrito Federal foi lançado no ano de 2014. O objetivo foi selecionar professores para a rede pública de ensino.

A seleção dos candidatos ficou a cargo do Instituto Americano de Desenvolvimento - IADES.

O processo seletivo teve validade de um ano, com possibilidade de prorrogação.

Quatro anos depois, em 2018, ocorreu um outro processo seletivo, mas naquela oportunidade houve apenas vagas para professores bolsistas do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego - PRONATEC.

As vagas foram para docentes de vários cursos e o certame teve também prazo de um ano, prorrogável.

Processo seletivo SEDF: o que caiu nas provas?

Língua Portuguesa:

  • Acentuação gráfica;
  • Coesão e coerência;
  • Compreensão, interpretação e reescrita de textos e de fragmentos de textos, com domínio das relações morfossintáticas, semânticas, discursivas e argumentativas;
  • Concordância nominal e verbal;
  • Coordenação e subordinação;
  • Emprego do sinal indicativo de crase;
  • Formação, classe e emprego de palavras;
  • Ortografia oficial;
  • Pontuação;
  • Regência nominal e verbal;
  • Tipologia textual;
  • Emprego das classes das palavras;
  • Estrutura, formação e representação de palavras;
  • Paráfrase, perífrase, síntese e resumo;
  • Processos coesivos de referência;
  • Significado literal e contextual de vocábulos.

Lei Orgânica do Distrito Federal:

  • Título I – Dos Fundamentos da Organização dos Poderes e do Distrito Federal;
  • Título II – Da Organização do Distrito Federal;
  • Título III – Da Organização dos Poderes;
  • Título VI – Da Ordem Social e do meio ambiente.

Conhecimentos Pedagógicos:

  • Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional: Lei no 9.394/96 e suas alterações;
  • Constituição da República Federativa do Brasil (art. 205 a 214 e suas alterações);
  • Emenda Constitucional no 53/2006;
  • Emenda Constitucional no 59/2009;
  • Lei no 11.494/2007, que regulamenta o FUNDEB;
  • Lei de Gestão Democrática (Lei no 4.751, de 7 de fevereiro de 2012);
  • Políticas públicas para educação;
  • Educação no mundo contemporâneo: exigências de um novo perfil de cidadão;
  • Currículos e programas: diretrizes, parâmetros e orientações nacionais;
  • Concepções de ensino e aprendizagem e atividade docente;
  • Teorias de aprendizagem e desenvolvimento;
  • Base teórica e metodológica do Projeto Político Pedagógico Professor Carlos Mota – SEDF;
  • Pedagogia histórico-crítica e psicologia histórico-cultural;
  • Eixos Estruturantes do Currículo da Educação Básica da SEDF (cidadania, sustentabilidade humana, aprendizagens, diversidade e direitos humanos);
  • Construção da proposta pedagógica da escola: pressupostos e estratégias;
  • Educação inclusiva: fundamentos legais e o papel do professor;
  • Avaliação da aprendizagem: concepções, estratégias e importância dos resultados para a melhoria da qualidade do ensino.

Compartilhe

Concursos por E-mail
Assine nosso boletim para receber Concursos Distrito Federal diretamente no seu e-mail