Edital Concurso de Aracruz (ES)

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARACRUZ
PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO
EDITAL SEMED N.º 03/2012

O Município de Aracruz, Estado do Espírito Santo, faz saber que fará realizar, de acordo com a Lei n.º 2.994 de 15/02/2007 e suas alterações e do Decreto nº 25.164 de 06/12/2012 e demais legislações pertinentes, o Processo Seletivo Simplificado, em caráter urgente, com vistas à contratação temporária de pessoal para atendimento às necessidades de excepcional interesse público deste Município e formação de cadastro de reserva, conforme constante abaixo:

1. DOS CARGOS:

1.1 Para atender a Secretaria Municipal de Educação

CÓDIGO DO CARGO

CARGO

CARGA HORÁRIA MÁXIMA SEMANAL

PRÉ REQUISITOS

QTDE VAGAS

SALÁRIO BASE

ESCOLARIDADE

OUTROS

A01

MOTORISTA

40h

Ensino Fundamental Completo

CNH categoria "D" ou "E";

Curso de Primeiros Socorros e Direção Defensiva.

01

R$ 938,58

A02

AUXILIAR DE SECRETARIA ESCOLAR - (ASE)

30h

Ensino Médio Completo

Curso básico em informática.

37

R$ 884,18

A03

AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS - (ASG)

30h

Ensino Fundamental - Séries Iniciais

124

R$ 541,29

A04

MANIPULADOR DE ALIMENTOS

30h

Ensino Fundamental Séries Iniciais

Curso de manipulador de alimentos com carga horária superior 3 (três) horas

29

R$ 409,18

A05

AUXILIAR DE PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL - (APEI)

30h

Ensino Médio Completo

74

R$ 680,67

A06

AUXILIAR DE PROFESSOR DE EDUCAÇÃO ESPECIAL - (APEE)

30h

Ensino Médio Completo

Curso na área Educação Especial

79

R$ 680,67

A07

AUXILIAR DE BIBLIOTECA - AB

30h

Ensino Médio Completo

Curso básico em informática.

11

R$ 884,18

A08

PSICOLOGO

30h

Graduação em Psicologia

Registro no CRP

5

R$ 1.586,81

A09

FONOAUDIÓLOGO

30h

Graduação em fonoaudiologia

Registros no CRFa

04

R$ 1.586,61

A10

TERAPEUTA OCUPACIONAL

30h

Graduação em fonoaudiologia

Registros no CREFITO

CR

R$ 1.586,61

A11

NUTRICIONISTA

30h

Graduação em nutrição

Registros no CRN

CR

R$ 1.586,61

A12

CONTADOR

30h

Graduação em Ciências Contábeis

Registros no CRC

01

R$ 1.586,61

A13

AJUDANTE DE CARGA E DESCARGA

30h

Ensino Fundamental Completo

SEXO MASCULINO

04

R$ 541,29

A14

OFICINEIRO DE MÚSICA NA ÁREA DE TECLADO

25h

Ensino Fundamental Completo

Curso de música, com especialização na área de teclado. Certificado de participação em oficina de música, com especialização na área de teclado

01

R$ 650,39

A15

OFICINEIRO DE MÚSICA NA ÁREA DE VIOLINO

25h

Ensino Fundamental Completo

Curso de música, com especialização na área de violino. Certificado de participação em oficina de música, com especialização na área de violino

01

R$ 650,39

A16

ENGENHEIRO CIVÍL

30h

Graduação em Engenharia Civil

Registro no CREA e Curso básico de informática.

01

R$ 1.586,81

A17

RECEPCIONISTA

30h

Ensino Médio Completo

Curso de recepcionista

01

R$ 680,67

A18

TÉCNICO DE INFORMÁTICA

30h

Ensino Médio Completo

Curso técnico em informática.

01

R$ 1.014,61

A19

INSTRUTOR DE INFORMÁTICA

25h

Ensino Médio Completo

Curso básico de informática.

30

R$ 799,00

A20

ASSISTENTE TÉCNICO DE QUÍMICA

30h

Ensino Médio Completo

Curso técnico em Química

CR

R$ 1.014,61

1.2 Para atender a Secretaria Municipal de Educação - Área Indígena

CÓDIGO DO CARGO

CARGO

CARGA HORÁRIA MÁXIMA SEMANAL

PRÉ REQUISITOS

LOCAL

QTDE VAGAS

SALÁRIO BASE

ESCOLARIDADE

OUTROS

B01

AUXILIAR DE SECRETARIA ESCOLAR - (ASE) ÁREA INDÍGENA

30h

Ensino Médio Completo

Curso básico em informática e Identificação Indígena

Caieiras Velha

Comboios

02

01

R$ 884,18

B02

AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS - (ASG) ÁREA INDÍGENA

30h

Ensino Fundamental - Séries Iniciais

Caieiras Velha

Boa Esperança Irajá

Pau Brasil

Três Palmeiras

Comboios

03

01

01

01

01

01

R$ 541,29

B03

MANIPULADOR DE ALIMENTOS - ÁREA INDÍGENA

30h

Ensino Fundamental Séries Iniciais

Curso de manipulador de alimentos com carga horária superior a 3 (três) horas e Identificação Indígena

Caieiras Velha

Pau Brasil

Comboios

01

01

01

R$ 409,18

B04

AUXILIAR DE PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL - (APEI) ÁREA INDÍGENA

30h

Ensino Médio Completo

Identificação Indígena

Caieiras Velha

Comboios

03

01

R$ 680,67

B05

AUXILIAR DE PROFESSOR DE EDUCAÇÃO ESPECIAL - (APEE) ÁREA INDÍGENA

30h

Ensino Médio Completo

Identificação Indígena e

Curso na área Educação Especial

Caieiras Velha

Três Palmeiras

Comboios

01

01

02

R$ 680,67

B06

AUXILIAR DE BIBLIOTECA - AB ÁREA INDÍGENA

30h

Ensino Médio Completo

Identificação Indígena Curso básico em informática

Caieiras Velha

Comboios

01

01

R$ 884,18

B07

INSTRUTOR DE INFORMÁTICA

30h

Ensino Médio Completo

Identificação Indígena e Curso básico em informática

Caieiras Velha

Comboios

01

01

R$ 799,00

1.2.1. Os candidatos que concorrem às vagas específicas dos cargos indígenas, deverão apresentar comprovante de residência da respectiva aldeia onde reside.

1.2.1. As vagas específicas dos cargos descritos no item 1.2 (Área Indígena), somente poderão ser preenchidas por candidatos indígenas residentes nas aldeias onde as mesmas estão disponibilizadas, sendo indeferida a inscrição cujo candidato for de aldeia diferente do comprovante de residência apresentado.

1.3. Os candidatos dos cargos estabelecidos no item 1.2 (Área Indígena), deverão identificar na Ficha de Inscrição, além do cargo e do código do cargo, a aldeia para a qual está se candidatando.

2. DAS ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS:

2.1. DO CARGO DE MOTORISTA - A01

  • Dirigir automóveis, caminhonetes e demais veículos de transporte de passageiros;
  • Dirigir veículos de emergência (ambulância) e veículos de transporte de cargas perigosas.
  • Dirigir caminhões, caminhões guincho, carretas, caminhão basculante, caminhão Munck, comboio, caminhão poliguindaste e demais veículos automotores de transporte de cargas;
  • Dirigir micro-ônibus, ônibus e demais veículos automotores para transportes de escolares e demais passageiros;
  • Orientar o carregamento e descarregamento de cargas a fim de manter o equilíbrio do veículo e evitar danos aos materiais transportados;
  • Verificar diariamente as condições de funcionamento do veículo, antes de sua utilização: pneus, água do radiador, bateria, nível de óleo, sinaleiros, freios, embreagem, faróis, abastecimento de combustível etc.;
  • Verificar se a documentação do veículo a ser utilizado está completa, bem como devolvê-la à chefia imediata quando do término da tarefa;
  • Zelar pela segurança dos passageiros verificando o fechamento de portas e o uso de cintos de segurança;
  • Zelar pelo bom andamento da viagem ou do trajeto, adotando as medidas cabíveis na prevenção ou solução de qualquer anormalidade, para garantir a segurança dos passageiros, transeuntes e outros veículos;
  • Fazer pequenos reparos de urgência;
  • Manter o veículo limpo, interna e externamente, e em condições de uso, levando-o à manutenção sempre que necessário;
  • Observar os períodos de revisão e manutenção preventiva do veículo;
  • Anotar, segundo normas estabelecidas, a quilometragem rodada, viagens realizadas, objetos e pessoas transportadas, itinerários e outras ocorrências;
  • Recolher o veículo após o serviço, deixando-o corretamente estacionado e fechado;
  • Conduzir os servidores da Prefeitura, em lugar e hora determinados, conforme itinerário estabelecido ou instruções específicas;
  • Realizar a entrega de correspondências, notificações e volumes aos destinatários;
  • Auxiliar no carregamento e descarregamento de volumes;
  • Observar as normas de higiene e segurança do trabalho.

2.2. DO CARGO DE AUXILIAR DE SECRETARIA ESCOLAR (ASE) - A02

  • Atender ao público interno e externo, prestando informações, anotando recados, recebendo correspondências e efetuando encaminhamentos;
  • Digitar textos, documentos, tabelas;
  • ● Operar microcomputador, utilizando programas básicos e aplicativos, para incluir, alterar e obter dados e informações, bem como consultar registros;
  • Organizar e manter um arquivo privado de documentos referentes ao Setor, procedendo a classificação, etiquetagem e guarda dos mesmos, para conservá-los e facilitar a consulta;
  • Manter atualizada a escrituração de livros, fichas e documentos relativos à vida da Instituição de Ensino a que pertence, à vida profissional dos professores e à vida escolar dos alunos;
  • Atender o diretor e professor de suporte pedagógico em suas solicitações dentro do prazo estabelecido;
  • Manter atualizada e ordenada toda legislação de ensino, bem como os dados estatísticos;
  • Lavrar e subscrever todas as atas;
  • Redigir ofícios, memorandos e relatórios, preencher documentos, tabelas e outros formulários que se fizerem necessários;
  • Executar atribuições afins.

2.3. DO CARGO DE AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS (ASG) - A03

  • Limpar e arrumar as dependências e instalações de edifícios públicos municipais, a fim de mantê-los nas condições de asseio requeridas, realizando sua desinfecção, sempre que necessário, bem como executar a limpeza das áreas externas, tais como pátios, jardins e quintais;
  • Arrumar e manter brinquedos limpos;
  • Efetuar atividades auxiliares gerais em laboratórios e unidades de saúde, limpando, conservando e guardando aparelhagem e utensílios;
  • Varrer e lavar calçadas bem como molhar plantas e jardins, segundo orientação recebida;
  • Recolher o lixo da unidade em que serve, acondicionando detritos e depositando-os de acordo com as determinações definidas;
  • Percorrer as dependências dos prédios municipais, abrindo e fechando janelas, portas e portões, bem como ligando e desligando pontos de iluminação, máquinas e aparelhos elétricos;
  • Preparar e servir café, chá e lanches a visitantes e servidores da Prefeitura;
  • Auxiliar no preparo de refeições, inclusive em unidades de saúde, lavando, selecionando, cortando e distribuindo alimentos, sob supervisão;
  • Organizar fila e servir merenda bem como manter limpos os utensílios de copa e cozinha;
  • Verificar a existência de material de limpeza e alimentação e outros ítens relacionados com seu trabalho, comunicando ao superior imediato a necessidade de reposição, quando for o caso;
  • Lavar e passar roupas simples, observando o estado de conservação das mesmas, procedendo ao controle da entrada e saída das peças, bem como manuseamento de lavadoras, centrífugas, secadoras e outras máquinas da lavanderia;
  • Executar serviços de coleta e entrega de correspondências, e serviços burocráticos simples, quando solicitados pelo setor;
  • Manter arrumado o material sob sua guarda;
  • Executar outras atribuições afins.

2.4. DO CARGO DE MANIPULADOR DE ALIMENTOS - A04

  • Manter-se devidamente uniformizado (avental, jaleco, bota e touca), enquanto estiver na escola;
  • Preparar a merenda de acordo com o cardápio elaborado por Nutricionistas;
  • Interpretar corretamente as receitas, per cápitas para evitar desperdícios, utilizando a quantidade correta de alimentos;
  • Executar a cocção dos alimentos, destinados à alimentação de escolares;
  • Degustar os alimentos preparados;
  • Fazer café para funcionários da unidade escolar;
  • Servir refeições escolares, controlando-a quantitativa e qualitativamente;
  • Respeitar os alunos tratando-os com delicadeza e carinho;
  • Proceder a contagem dos números de refeições servidas por intervalo;
  • Recolher todos os utensílios utilizados na distribuição da merenda;
  • Proceder a retirada dos sacos de lixos utilizados para serviços da cozinha, colocando-os em lixeiras externas da escola;
  • Informar a direção sobre queixas ou não aceitação do cardápio do dia;
  • Receber gêneros alimentícios e de limpeza, conferindo quantidade e qualidade destes e armazená-los adequadamente etiquetando-os;
  • Organizar e controlar o estoque de gêneros alimentícios de merenda da unidade escolar;
  • Cuidar do material e equipamento sob sua responsabilidade;
  • Notificar a direção sobre quebra ou danos ao material, instalação ou equipamentos da cozinha;
  • Informar a direção sobre possíveis falhas ou irregularidades que prejudiquem o bom andamento do serviço;
  • Manter bem limpos e organizados os utensílios, equipamentos e o local de preparo e distribuição da alimentação escolar;
  • Manter limpos e organizados a cozinha e refeitório e as demais dependências que se relacionem com preparo e distribuição da merenda escolar, editando qualquer acúmulo de sujeira, bem como, aparecimento de insetos e roedores;
  • Observar rigorosamente as regras de higiene sempre que estiver no preparo da alimentação escolar;
  • Informar ao diretor do estabelecimento de ensino da necessidade de reposição do estoque;
  • Respeitar o trabalho dos colegas;
  • Ter ética profissional;
  • Submeter-se a exames médicos anualmente (exigência da Carteira de Saúde);
  • Manter sua higiene pessoal, unhas sem esmalte ou base, não usar adornos (brincos, anéis, cordões, pulseiras, relógios e outros);
  • Distribuir a merenda e desjejuns nos horários estipulados.
  • Ao receber a remessa, só assinar a papelada após rigorosa conferência (quanto à quantidade e qualidade dos gêneros);
  • Comparecer a todas as reuniões e capacitações, quando convocadas;
  • Efetuar demais tarefas correlatas a sua função.

2.5. DO CARGO DE AUXILIAR DE PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL (APEI) - A05

  • Cuidar de alunos da educação infantil;
  • Acolher o aluno na entrada do turno;
  • Auxiliar o aluno na alimentação;
  • Levar o aluno ao banheiro e auxiliá-lo no uso, quando necessário;
  • Realizar ou orientar o aluno na higienização (banho, trocar de fraldas e escovação), quando necessário;
  • Ajudar o aluno nas atividades de sala de aula;
  • Acompanhar o aluno durante as brincadeiras no pátio;
  • Auxiliar o aluno durante a permanência na unidade educacional, proporcionando-lhe um ambiente tranquilo, acolhedor e seguro;
  • Acompanhar o aluno depois da aula até que o pai ou responsável venha buscá-lo;
  • Observar e cumprir os horários, normas e determinações da Secretaria Municipal de Educação e/ou Direção da Escola;
  • Zelar pelo material sob sua responsabilidade;
  • Colaborar e participar de atividades propostas pela escola, que venham contribuir para o desenvolvimento do aluno.

2.6. DO CARGO DE AUXILIAR DE PORFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL (APEE) - A06

  • Cuidar de alunos da rede municipal de educação com necessidades especiais;
  • Acolher o aluno na entrada do turno, auxiliando na sua locomoção e acomodação na sala de aula;
  • Auxiliar o aluno na alimentação;
  • Levar o aluno ao banheiro e auxiliá-lo no uso, quando necessário;
  • Realizar ou orientar o aluno na higienização (banho, trocar de fraldas e escovação), quando necessário;
  • Ajudar o aluno nas atividades de sala de aula;
  • Acompanhar o aluno durante as brincadeiras no pátio;
  • Auxiliar o aluno durante a permanência na unidade educacional, proporcionando-lhe um ambiente tranquilo, acolhedor e seguro;
  • Acompanhar o aluno depois da aula até que o pai ou responsável venha buscá-lo;
  • Observar e cumprir os horários, normas e determinações da Secretaria Municipal de Educação e/ou Direção da Escola;
  • Zelar pelo material sob sua responsabilidade;
  • Colaborar e participar de atividades propostas pela escola, que venham contribuir para o desenvolvimento do aluno.

2.7. DO CARGO DE AUXILIAR DE BIBLIOTECA - A07

  • Auxiliar no Planejamento e execução da aquisição de material bibliográfico, consultando catálogos, bibliografias e leitores, efetuando a solicitação de compra, permuta e doações de documentos;
  • Planejar, implantar e organizar serviços e centros de documentos de vários tipos, tais como: livros, periódicos, mapas e outros; procurando manter um adequado controle administrativo;
  • Organizar fichários, catálogos e índices, utilizando fichas padrões ou processos mecanizados, possibilitando o armazenamento, busca e recuperação da informação;
  • Orientar os usuários, de forma que estes possam localizar o material de que estejam necessitando;
  • Compilar bibliografias brasileiras e/ou estrangeiras, gerais ou especializadas, utilizando processos manuais ou mecânicos para o levantamento da literatura existente;
  • Organizar os serviços de intercâmbio, filiando-se a organismos, federação, associação, centro de documentações e a outras bibliotecas, tornando possível a troca de informações;
  • Padronizar e classificar as áreas de exposição de volumes;
  • Supervisionar os trabalhos de encadernação e restauração dos livros e demais documentos, dando orientação técnica às pessoas que executam as referidas tarefas, assegurando a conservação do material bibliográfico;
  • Difundir o acervo da biblioteca, organizando exposições e distribuindo catálogos, para despertar no público, maior interesse pela leitura;
  • Administrar e dirigir bibliotecas;
  • Executar outras atividades correlatas ao cargo.

2.8. DO CARGO DE PSICÓLOGO - A08

Estar atento às inter-relações que compõem a escola, intervindo quando necessário de forma à facilitar o processo ensino-aprendizagem dos alunos com necessidades educacionais especiais (deficiência, transtornos globais do desenvolvimento, altas habilidades/superdotação);

Construir, juntamente com a equipe escolar, a proposta educativa do aluno - PEA, considerando as especificidades de cada educando;

Construir espaços de reflexão, com todos do contexto escolar, vislumbrando o processo educativo;

Promover o trabalho de relacionamento interpessoal da equipe pedagógica para que ela seja ainda mais funcional, facilitando a inclusão dos alunos com necessidades educacionais especiais - NEE;

Oferecer subsídios à coordenação, professores e toda a equipe escolar buscando soluções institucionais e não apenas pontuais;

Colaborar com a inclusão dos alunos com necessidades educacionais especiais (NEE), orientando a adequação dos espaços escolares, metodologias de ensino, avaliação do desenvolvimento escolar, etc;

Oferecer aos pais momentos de reflexão proporcionando o reconhecimento da sua importância na participação da vida escolar dos filhos, aproximando com isso, a família da escola;

Viabilizar projetos institucionais, reuniões, encontros, palestras e atividades que colaborem com o processo de inclusão do aluno com necessidades educacionais especiais (NEE) nas classes comuns;

Realizar intervenções grupais com os alunos com deficiência, transtorno global do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação;

Orientar as famílias e encaminhá-las a serviços específicos, quando necessário.

2.9. DO CARGO DE FONOAUDIÓLOGO - A09

  • Observar os alunos com necessidades educacionais especiais (NEE) nas salas de aula para definição das melhores estratégias de ensino;
  • Colaborar com a elaboração da proposta educativa do aluno (PEA), considerando suas necessidades educativas;
  • Estimular o desenvolvimento da linguagem oral e escrita dos alunos com necessidades educacionais especiais (NEE);
  • Criar instrumentos de comunicação alternativa;
  • Colaborar com a inclusão dos alunos com necessidades educacionais especiais (NEE), orientando a adequação dos espaços escolares, metodologias de ensino, avaliação do desenvolvimento escolar;
  • Oferecer aos pais momentos de reflexão proporcionando o reconhecimento da sua importância na participação da vida escolar dos filhos, aproximando com isso, a família da escola;
  • Elaborar projetos institucionais, reuniões, encontros, palestras e atividades que colaborem com o processo de inclusão do aluno com necessidades educacionais especiais (NEE) nas classes comuns;
  • Realizar intervenções grupais com os alunos com deficiência, transtorno global do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação;
  • Atuar de forma preventiva;
  • Identificar possíveis distúrbios;
  • Orientar as famílias e encaminhá-las a serviços específicos, quando necessário.

2.10. DO CARGO DE TERAPEUTA OCUPACIONAL - A10

  • Avaliar as dificuldades apresentadas nas suas relações interpessoais decorrentes de sua disfunção e quando necessário desenvolver e acompanhar ações inclusivas, selecionando métodos, técnicas e recursos apropriados;
  • Atuar para que a força de preensão, alcance e coordenação do aluno com necessidade educacional especial (NEE) seja preservada;
  • Colaborar com o desenvolvimento global da criança, o mais próximo do normal, favorecendo a proteção e conservação das funções existentes, prevenindo contra a incapacidade e garantindo a recuperação ou a adaptação em diferentes níveis;
  • Realizar atividades de estimulação precoce;
  • Promover a emancipação e autonomia de pessoas que apresentam, por razões ligadas a problemáticas específicas (físicas, sensoriais, psicológicas, mentais ou sociais), temporária ou definitivamente, dificuldades na inserção à participação na vida social;
  • Selecionar atividades que mobilizem e reorganizem as funções mentais do aluno com necessidades educacionais especiais (NEE) através da expressão corporal;
  • Orientar a adequação dos espaços escolares, materiais pedagógicos, mobiliários e equipamentos;
  • Orientar as famílias e encaminhá-las a serviços específicos, quando necessário.

2.12. DO CARGO DE NUTRICIONISTA - A11

2.12. DO CARGO DE CONTADOR - A12

  • Planejar o sistema de registro e operações, atendendo às necessidades administrativas e legais, para possibilitar controle contábil e orçamentário;
  • Supervisionar os trabalhos de contabilização dos documentos, analisando-os e orientando o seu processamento, adequando-os ao plano de contas, para assegurar a correta apropriação contábil;
  • Analisar, conferir, elaborar e assinar balanços e demonstrativos de contas e empenhos, observando sua correta classificação e lançamento, verificando a documentação pertinente, para atender a exigências legais e formais de controle;
  • Controlar a execução orçamentária, analisando documentos, elaborando relatórios e demonstrativos;
  • Controlar a movimentação de recursos, fiscalizando o ingresso de receitas, cumprimento de obrigações de pagamentos a terceiros, saldos em caixa e contas bancárias, para apoiar a administração dos recursos financeiros da Secretaria Municipal de Educação;
  • Analisar aspectos financeiros, contábeis e orçamentários da execução de contratos, convênios, acordos e atos que geram direitos e obrigações, verificando a propriedade na aplicação de recursos repassados, analisando cláusulas contratuais, dando orientação aos executores, a fim de assegurar o cumprimento da legislação aplicável da Secretaria Municipal de Educação;
  • Analisar aspectos financeiros, contábeis e orçamentários da execução de fundos municipais, verificando a correta aplicação dos recursos repassados, dando orientação aos executores, a fim de assegurar o cumprimento da legislação aplicável da Secretaria Municipal de Educação;
  • Analisar os atos de natureza orçamentária, financeira, contábil e patrimonial, verificando sua correção, para determinar ou realizar auditorias e medidas de aperfeiçoamento de controle interno da Secretaria Municipal de Educação;
  • Analisar e emitir parecer sobre a prestação de contas relativas a convênios de recursos repassados a organizações atuantes na área de educação;
  • Auxiliar na sistematização e/ou realização das prestações de contas relativas aos recursos recebidos/captados para a educação;
  • Proceder a estudos e pesquisas visando ao aperfeiçoamento do serviço;
  • Orientar e acompanhar a aplicação e prestação de contas dos recursos municipais e federais repassados às escolas municipais;
  • Executar outras atribuições afins.

2.13. DO CARGO DE AJUDANTE DE CARGA E DESCARGA - A13

  • Carregar e descarregar mercadorias tais como: gêneros alimentícios, perecíveis e não perecíveis, móveis e equipamentos, utensílios, materiais de limpeza, didático-pedagógico, para as escolas, SEMED e outros setores da PMA;
  • Organizar os materiais nos depósitos, assim como verificar as condições de armazenamento de forma que não haja desperdício;
  • Zelar pela limpeza dos veículos, inclusive verificar se os mesmos estão em condições de transportar alimentos ou materiais perecíveis e não perecíveis;
  • Outras atribuições afins.

2.14. DO CARGO DE OFICINEIRO DE MÚSICA NA ÁREA DE TECLADO - A14

  • Ministrar aulas de teoria musical e habilitação para o instrumento específico;
  • Elaborar e cumprir seu Plano de Trabalho docente;
  • Zelar pela aprendizagem dos alunos;
  • Cumprir os dias letivos e carga horária de efetivo trabalho escolar, além de participar integralmente dos períodos dedicados ao planejamento, à avaliação e ao desenvolvimento profissional;
  • Colaborar com as atividades de articulação com as famílias e a comunidade;
  • Executar e manter atualizados os registros relativos às famílias e a comunidade;
  • Participar de apresentações e recital.

2.15. DO CARGO DE OFICINEIRO DE MÚSICA NA ÁREA DE VIOLINO - A15

  • Ministrar aulas de teoria musical e habilitação para o instrumento específico;
  • Elaborar e cumprir seu Plano de Trabalho docente;
  • Zelar pela aprendizagem dos alunos;
  • Cumprir os dias letivos e carga horária de efetivo trabalho escolar, além de participar integralmente dos períodos dedicados ao planejamento, à avaliação e ao desenvolvimento profissional;
  • Colaborar com as atividades de articulação com as famílias e a comunidade;
  • Executar e manter atualizados os registros relativos às famílias e a comunidade;
  • Participar de apresentações e recital.

2.16. DO CARGO DE ENGENHEIRO CIVÍL - A16

  • Avaliar as condições requeridas para obras, estudando o projeto e examinando as características do terreno disponível para a construção;
  • Calcular os esforços e deformações previstos na obra projetada ou que afetem a mesma, consultando tabelas e efetuando comparações, levando em consideração fatores como carga calculada, pressões de água, resistência aos ventos e mudanças de temperatura, para apurar a natureza dos materiais que devem ser utilizados na construção;
  • Elaborar o projeto da construção, preparando plantas e especificações da obra, indicando tipos e qualidade de Materiais, equipamentos e mão-de-obra necessários e efetuando cálculo aproximado dos custos;
  • Preparar o programa de execução do trabalho elaborando plantas, croquis, planilhas, memórias de cálculo, cronogramas e outros subsídios que se fizerem necessários, para possibilitar a orientação e fiscalização do desenvolvimento das obras;
  • Dirigir a execução de projetos, acompanhando e orientando as operações à medida que avançam as obras, para assegurar o cumprimento dos prazos e dos padrões de qualidade e segurança recomendados;
  • Elaborar, dirigir, acompanhar e executar projetos de engenharia civil relativos a vias urbanas, obras de pavimentação em geral, drenagem e esgoto sanitário;
  • Realizar análises de viabilidade de ocupação das margens de rios e ribeirões, baseando-se em levantamentos topográficos e plantas, visando a prevenção de acidentes com pessoas e deslizamento de margens;
  • Realizar a análise de bacias hidrográficas consultando plantas cartográficas, efetuando cálculos de vazão e diâmetro das tubulações, a fim de solucionar e prevenir a ocorrência de alagamentos em determinadas regiões do Município;
  • Realizar medições, valendo-se de dados obtidos em campo e através de sistemas informatizados, para emitir
  • parecer quanto à execução das obras realizadas;
  • Efetuar correção de projetos de construção e desdobramentos e unificação de áreas, de acordo com as leis municipais;
  • Participar do Plano Diretor, analisando as propostas populares e leis relativas ao planejamento e desenvolvimento urbano;
  • Consultar outros especialistas da área de engenharia e arquitetura, trocando informações relativas ao trabalho a ser desenvolvido, para decidir sobre as exigências técnicas e estéticas relacionadas à obra a ser executada;
  • Participar dos processos de licitação de obras;
  • Acompanhar e controlar a execução de obras que estejam sob encargo de terceiros, atestando o cumprimento das especificações técnicas determinadas e declarando o fiel cumprimento do contrato;
  • Realizar análise, emitindo parecer com relação a estrutura dos prédios escolares;
  • Executar outras atribuições afins.

2.17. DO CARGO DE RECEPCIONISTA - A17

  • Atender visitantes ou funcionários, indagando suas pretensões, para informá-los conforme seus pedidos;
  • Registrar as visitas e os telefonemas atendidos, anotando dados pessoais e comerciais do funcionário ou visitante, para possibilitar o controle dos atendimentos diários;
  • Recolher e distribuir internamente correspondências, pequenos volumes e expedientes, separando-os por destinatário, observando o nome e a localização, solicitando assinatura em livro de protocolo;
  • Auxiliar na execução de serviços simples de almoxarifado, apanhando materiais de consumo em depósitos, conferindo-os com as requisições, transportando-os e guardando-os em local apropriado;
  • Prestar informações simples, de caráter geral, pessoalmente ou por telefone, anotando e transmitindo recados;
  • Auxiliar na execução de serviços simples de escritório, carimbando, protocolando, colhendo assinaturas, fornecendo numeração de correspondências, entre outros;
  • Executar serviços externos, apanhando e entregando correspondências, fazendo pequenas compras, realizando depósitos e retiradas bancárias e pagamentos de pequena monta;
  • Fazer embalagens diversas, utilizando papel, barbante e fitas adesivas, colocando etiquetas, anotando nome e endereço do destinatário, para remessa a outras localidades;
  • Duplicar documentos diversos, operando máquina própria, ligando-a e desligando-a, abastecendo-a de papel e tinta, regulando o número de cópias;
  • Registrar a entrada e a saída de trabalhos de duplicação, anotando em formulário próprio o número de matrizes e de cópias efetuadas e o setor solicitante;
  • Operar cortadoras e grampeadoras de papel, bem como alcear os documentos duplicados;
  • Zelar pela manutenção de máquinas e equipamentos sob sua responsabilidade;
  • Executar outras atribuições afins.

2.18. DO CARGO DE TÉCNICO DE INFORMÁTICA - A18

  • Manter-se informado quanto a novas soluções disponíveis no mercado que possam atender às necessidades de equipamentos de informática e de softwares da prefeitura;
  • Participar do levantamento das necessidades de equipamentos de informática e softwares para a prefeitura;
  • Participar do levantamento das necessidades de treinamento no uso de equipamentos de informática e softwares adequados às necessidades da prefeitura;
  • Instalar e reinstalar os equipamentos de informática e softwares adquiridos pela prefeitura, de acordo com a orientação recebida;
  • Auxiliar os usuários de microcomputadores na escolha, instalação e utilização de softwares, tais como sistemas operacionais, rede local, aplicativos básicos de automação de escritório, editores de texto, planilhas eletrônicas e softwares de apresentação e de equipamentos e periféricos de microinformática, nos diversos setores da prefeitura.
  • Conectar, desconectar e remanejar os equipamentos de informática da prefeitura para os locais indicados;
  • Orientar os usuários quanto à utilização adequada dos equipamentos de informática e softwares instalados nos diversos setores da prefeitura;
  • Fazer a limpeza e a manutenção de máquinas e periféricos instalados nos diversos setores da prefeitura;
  • Retirar programas nocivos aos sistemas utilizados na prefeitura;
  • Participar da criação e da revisão de rotinas apoiadas na utilização de microinformática para a execução das tarefas dos servidores das diversas áreas da prefeitura;
  • Participar da elaboração de especificações técnicas para aquisição de equipamentos de informática e softwares pela prefeitura;
  • Elaborar roteiros simplificados de utilização dos equipamentos de informática e softwares utilizados na prefeitura;
  • Orientar os servidores que auxiliam na execução das tarefas típicas da classe;
  • Executar outras atribuições afins.

2.19. DO CARGO DE INSTRUTOR DE INFORMÁTICA - A19

  • Preparar o ambiente do laboratório e informática conforme os conteúdos e tipos de tarefas que o professor solicitar. Tarefas essas sugeridas pelo professor titular, objetivando promover o aprendizado dos alunos de forma prazerosa;
  • Conservar os equipamentos e máquinas do LIED;
  • Pesquisar e sugerir Sites, softwares que auxiliem o professor a desenvolver o seu trabalho;
  • Registrar e arquivar todas as atividades no LIED;
  • Apoiar os professores, auxiliando tecnicamente os alunos no desenvolvimento das aulas;
  • Participar de formações oferecidas pela SEMED, quando convidados;
  • Acompanhar os alunos em seus trabalhos e pesquisas individuais de acordo com a dsiponibilidade do LIED.
  • Desenvolver projetos na área de informática educativa, envolvendo toda equipe escolar, quando solicitado pela equipe gestora.
  • Executar outras atribuições afins.

2.20. ASSISTENTE TÉCNICO DE QUÍMICA - A20

  • Organizar e acompanhamento das aulas práticas;
  • Arrumação do laboratório de Química;
  • Especificar e acompanhar a compra de materiais para o laboratório de Química
  • Executar outras atribuições afins.

Para atender a Secretaria Municipal de Educação - Área Indígena

2.21. DO CARGO DE AUXILIAR DE SECRETARIA ESCOLAR (ASE) - B01 (Área Indígena)

  • Atender ao público interno e externo, prestando informações, anotando recados, recebendo correspondências e efetuando encaminhamentos;
  • Digitar textos, documentos, tabelas;
  • Operar microcomputador, utilizando programas básicos e aplicativos, para incluir, alterar e obter dados e informações, bem como consultar registros;
  • Organizar e manter um arquivo privado de documentos referentes ao Setor, procedendo a classificação, etiquetagem e guarda dos mesmos, para conservá-los e facilitar a consulta;
  • Manter atualizada a escrituração de livros, fichas e documentos relativos à vida da Instituição de Ensino a que pertence, à vida profissional dos professores e à vida escolar dos alunos;
  • Atender o diretor e professor de suporte pedagógico em suas solicitações dentro do prazo estabelecido;
  • Manter atualizada e ordenada toda legislação de ensino, bem como os dados estatísticos;
  • Lavrar e subscrever todas as atas;
  • Redigir ofícios, memorandos e relatórios, preencher documentos, tabelas e outros formulários que se fizerem necessários;
  • Executar atribuições afins.

2.22. DO CARGO DE AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS (ASG) - B02 (Área Indígena)

  • Limpar e arrumar as dependências e instalações de edifícios públicos municipais, a fim de mantê-los nas condições de asseio requeridas, realizando sua desinfecção, sempre que necessário, bem como executar a limpeza das áreas externas, tais como pátios, jardins e quintais;
  • Arrumar e manter brinquedos limpos;
  • Efetuar atividades auxiliares gerais em laboratórios e unidades de saúde, limpando, conservando e guardando aparelhagem e utensílios;
  • Varrer e lavar calçadas bem como molhar plantas e jardins, segundo orientação recebida;
  • Recolher o lixo da unidade em que serve, acondicionando detritos e depositando-os de acordo com as determinações definidas;
  • Percorrer as dependências dos prédios municipais, abrindo e fechando janelas, portas e portões, bem como ligando e desligando pontos de iluminação, máquinas e aparelhos elétricos;
  • Preparar e servir café, chá e lanches a visitantes e servidores da Prefeitura;
  • Auxiliar no preparo de refeições, inclusive em unidades de saúde, lavando, selecionando, cortando e distribuindo alimentos, sob supervisão;
  • Organizar fila e servir merenda bem como manter limpos os utensílios de copa e cozinha;
  • Verificar a existência de material de limpeza e alimentação e outros itens relacionados com seu trabalho, comunicando ao superior imediato a necessidade de reposição, quando for o caso;
  • Lavar e passar roupas simples, observando o estado de conservação das mesmas, procedendo ao controle da entrada e saída das peças, bem como manuseamento de lavadoras, centrífugas, secadoras e outras máquinas da lavanderia;
  • Realizar serviços de costura e remonte de roupas utilizadas nas unidades de saúde e em creches e escolas;
  • Executar serviços de coleta e entrega de correspondências, e serviços burocráticos simples, quando solicitados Pelo setor;
  • Manter arrumado o material sob sua guarda;
  • Executar outras atribuições afins.

2.23. DO CARGO DE MANIPULADOR DE ALIMENTOS - B03 (Área Indígena)

  • Manter-se devidamente uniformizado (avental, jaleco, bota e touca), enquanto estiver na escola;
  • Preparar a merenda de acordo com o cardápio elaborado por Nutricionistas;
  • Interpretar corretamente as receitas, per cápitas para evitar desperdícios, utilizando a quantidade correta de alimentos;
  • Executar a cocção dos alimentos, destinados à alimentação de escolares;
  • Degustar os alimentos preparados;
  • Fazer café para funcionários da unidade escolar;
  • Servir refeições escolares, controlando-a quantitativa e qualitativamente;
  • Respeitar os alunos tratando-os com delicadeza e carinho;
  • Proceder a contagem dos números de refeições servidas por intervalo;
  • Recolher todos os utensílios utilizados na distribuição da merenda;
  • Proceder a retirada dos sacos de lixos utilizados para serviços da cozinha, colocando-os em lixeiras externas da escola;
  • Informar a direção sobre queixas ou não aceitação do cardápio do dia;
  • Receber gêneros alimentícios e de limpeza, conferindo quantidade e qualidade destes e armazená-los adequadamente etiquetando-os;
  • Organizar e controlar o estoque de gêneros alimentícios de merenda da unidade escolar;
  • Cuidar do material e equipamento sob sua responsabilidade;
  • Notificar a direção sobre quebra ou danos ao material, instalação ou equipamentos da cozinha;
  • Informar a direção sobre possíveis falhas ou irregularidades que prejudiquem o bom andamento do serviço;
  • Manter bem limpos e organizados os utensílios, equipamentos e o local de preparo e distribuição da alimentação escolar;
  • Manter limpos e organizados a cozinha e refeitório e as demais dependências que se relacionem com preparo e distribuição da merenda escolar, editando qualquer acúmulo de sujeira, bem como, aparecimento de insetos e roedores;
  • Observar rigorosamente as regras de higiene sempre que estiver no preparo da alimentação escolar;
  • Informar ao diretor do estabelecimento de ensino da necessidade de reposição do estoque;
  • Respeitar o trabalho dos colegas;
  • Ter ética profissional;
  • Submeter-se a exames médicos anualmente (exigência da Carteira de Saúde);
  • Manter sua higiene pessoal, unhas sem esmalte ou base, não usar adornos (brincos, anéis, cordões, pulseiras, relógios e outros);
  • Distribuir a merenda e desjejuns nos horários estipulados.
  • Ao receber a remessa, só assinar a papelada após rigorosa conferência (quanto à quantidade e qualidade dos gêneros);
  • Comparecer a todas as reuniões e capacitações, quando convocadas;
  • Efetuar demais tarefas correlatas a sua função.

2.24. DO CARGO DE AUXILIAR DE PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL (APEI) - B04 (Área Indígena)

  • Cuidar de alunos da educação infantil na área indígena;
  • Acolher o aluno na entrada do turno;
  • Auxiliar o aluno na alimentação;
  • Levar o aluno ao banheiro e auxiliá-lo no uso, quando necessário;
  • Realizar ou orientar o aluno na higienização (banho, trocar de fraldas e escovação), quando necessário;
  • Ajudar o aluno nas atividades de sala de aula;
  • Acompanhar o aluno durante as brincadeiras no pátio;
  • Auxiliar o aluno durante a permanência na unidade educacional, proporcionando-lhe um ambiente tranqüilo, acolhedor e seguro;
  • Acompanhar o aluno depois da aula até que o pai ou responsável venha buscá-lo;
  • Observar e cumprir os horários, normas e determinações da Secretaria Municipal de Educação e/ou Direção da Escola;
  • Zelar pelo material sob sua responsabilidade;
  • Colaborar e participar de atividades propostas pela escola, que venham contribuir para o desenvolvimento do aluno.

2.25. DO CARGO DE AUXILIAR DE PORFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL (APEE) - B05 (Área Indígena)

  • Cuidar de alunos da rede municipal de educação com necessidades especiais, na área Indígena;
  • Acolher o aluno na entrada do turno, auxiliando na sua locomoção e acomodação na sala de aula ;
  • Auxiliar o aluno na alimentação;
  • Levar o aluno ao banheiro e auxiliá-lo no uso, quando necessário;
  • Realizar ou orientar o aluno na higienização (banho, trocar de fraldas e escovação), quando necessário;
  • Ajudar o aluno nas atividades de sala de aula;
  • Acompanhar o aluno durante as brincadeiras no pátio;
  • Auxiliar o aluno durante a permanência na unidade educacional, proporcionando-lhe um ambiente tranqüilo, acolhedor e seguro;
  • Acompanhar o aluno depois da aula até que o pai ou responsável venha buscá-lo;
  • Observar e cumprir os horários, normas e determinações da Secretaria Municipal de Educação e/ou Direção da Escola;
  • Zelar pelo material sob sua responsabilidade;
  • Colaborar e participar de atividades propostas pela escola, que venham contribuir para o desenvolvimento do aluno.

2.26. DO CARGO DE AUXILIAR DE BIBLIOTECA - B06 (Área Indígena)

  • Auxiliar no Planejamento e execução da aquisição de material bibliográfico, consultando catálogos, bibliografias e leitores, efetuando a solicitação de compra, permuta e doações de documentos;
  • Planejar, implantar e organizar serviços e centros de documentos de vários tipos, tais como: livros, periódicos, mapas e outros; procurando manter um adequado controle administrativo;
  • Organizar fichários, catálogos e índices, utilizando fichas padrões ou processos mecanizados, possibilitando o armazenamento, busca e recuperação da informação;
  • Orientar os usuários, de forma que estes possam localizar o material de que estejam necessitando;
  • Compilar bibliografias brasileiras e/ou estrangeiras, gerais ou especializadas, utilizando processos manuais ou mecânicos para o levantamento da literatura existente;
  • Organizar os serviços de intercâmbio, filiando-se a organismos, federação, associação, centro de documentações e a outras bibliotecas, tornando possível a troca de informações;
  • Padronizar e classificas as áreas de exposição de volumes;
  • Supervisionar os trabalhos de encadernação e restauração dos livros e demais documentos, dando orientação técnica às pessoas que executam as referidas tarefas, assegurando a conservação do material bibliográfico.
  • Difundir o acervo da biblioteca, organizando exposições e distribuindo catálogos, para despertar no público, maior interesse pela leitura;
  • Administrar e dirigir bibliotecas;
  • Executar outras atividades correlatas ao cargo.

2.27. DO CARGO DE INSTRUTOR DE INFORMÁTICA - B07 (Área Indígena)

  • Preparar o ambiente do laboratório e informática conforme os conteúdos e tipos de tarefas que o professor solicitar. Tarefas essas sugeridas pelo professor titular, objetivando promover o aprendizado dos alunos de forma prazerosa;
  • Conservar os equipamentos e máquinas do LIED;
  • Pesquisar e sugerir Sites, softwares que auxiliem o professor a desenvolver o seu trabalho;
  • Registrar e arquivar todas as atividades no LIED;
  • Apoiar os professores, auxiliando tecnicamente os alunos no desenvolvimento das aulas;
  • Participar de formações oferecidas pela SEMED, quando convidados;
  • Acompanhar os alunos em seus trabalhos e pesquisas individuais de acordo com a dsiponibilidade do LIED.
  • Desenvolver projetos na área de informática educativa, envolvendo toda equipe escolar, quando solicitado pela equipe gestora.
  • Executar outras atribuições afins.

3. DO PROCESSO DE INSCRIÇÃO:

3.1. LOCAL: As inscrições serão realizadas no Auditório da EMEF Placidino Passos (antiga Escola Polivalente), localizado na Rua Leopoldo Barcelos Rangel nº 113 - Bairro Polivalente - Aracruz/ES.

3.2. PERÍODO: Dias 12 e 13 de dezembro de 2012.

3.3. HORÁRIO: 09:00 às 17:00 horas.

3.4. REQUISITOS:

I. Ser brasileiro nato ou naturalizado, ou cidadão português, a quem foi deferida a igualdade nas condições previstas no § 1º, do artigo 12 da Constituição Federal;

II. Possuir a escolaridade e o requisito exigidos para o cargo;

III. Ter, na data de encerramento das inscrições, a idade mínima de 18 anos completos e máxima de 70 anos incompletos.

4 - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS SOBRE A INSCRIÇÃO

4.1. A FICHA DE INSCRIÇÃO será disponibilizada ao candidato através do site www.aracruz.es.gov.br e no local das inscrições, sendo de exclusiva responsabilidade do candidato o seu preenchimento. A apresentação dos documentos exigidos como pré-requisito, conforme consta no item 5 deste Edital é obrigatória.

4.1.1. A inscrição será feita em envelope, que deverá ser entregue ao servidor responsável pelo recebimento da mesma. O candidato deverá listar na ficha de inscrição todos os documentos exigidos para inscrição e comprovação dos requisitos, assim como, todos os que forem ser apresentados para pontuação, que serão colocados no envelope, sendo conferidos juntamente com o membro receptor do mesmo, que irá lacrar o envelope, assinar e carimbar a lista e devolvê-la ao candidato.

4.1.2. A Ficha de Inscrição deverá ser afixada na parte externa do envelope.

4.2. A entrega do envelope poderá ser feita por terceiro, desde que o próprio candidato assine a Ficha de Inscrição.

4.2.1. Na impossibilidade da assinatura do candidato, a inscrição poderá ser realizada através de procuração, havendo a necessidade de incluir no envelope, procuração por instrumento público ou particular com firma reconhecida, devendo a procuração conter poderes específicos para este fim.

4.2.2. O candidato que não preencher corretamente a ficha de inscrição em todos os campos terá automaticamente sua inscrição indeferida, não cabendo ao membro responsável pelo recebimento das inscrições preencher qualquer campo ou entrar em contato com o candidato para obter tais informações.

4.2.3. As informações prestadas na Ficha de Inscrição são de inteira responsabilidade do candidato, dispondo a Comissão o direito de INDEFERIR SUA CANDIDATURA caso não a preencha de forma completa, correta e legível.

4.2.4. O candidato inscrito por procuração assume total responsabilidade pelas informações prestadas por seu procurador.

4.3. Após a entrega do envelope e recebimento do respectivo comprovante de inscrição, não será possível a entrega de novos documentos, alteração dos documentos entregues ou alteração nas informações prestadas na ficha de inscrição.

4.4. O recebimento da inscrição não desobriga o candidato de comprovar, a qualquer tempo, quando solicitado, o atendimento a todos os requisitos e condições estabelecidos neste Edital. O candidato que não o atender terá sua inscrição CANCELADA, sendo ELIMINADO do Processo Seletivo Simplificado.

4.5. Não será permitida inscrição condicional ou por correspondência.

4.6. As dúvidas com relação ao presente edital deverão ser dirimidas com a Comissão Especial para realização do Processo Seletivo Simplificado.

4.7. Toda documentação apresentada para comprovação de experiência profissional e qualificação profissional, deverão estar autenticadas. A comissão fará a autenticação no ato da inscrição.

4.7.1 Caso o candidato queira antecipar a autenticação, a comissão estará disponível nos dias 10 e 11/12/2012 na sala de reuniões da Secretaria Municipal de Educação, no endereço Av. Morobá, nº 20 - Bairro Morobá - Aracruz/ES, para fazer a autenticação da documentação que será apresentada pelo candidato no dia de sua inscrição, no horário de 12 às 17 horas.

5. DOS DOCUMENTOS EXIGIDOS PARA INSCRIÇÃO E COMPROVAÇÃO DOS REQUISITOS:

5.1. Ficha de inscrição devidamente preenchida com letra legível, não podendo haver rasuras ou emendas, nem omissão das informações nela solicitadas.

5.2. Cópia do documento de identidade com foto.

Serão considerados documentos de identidade: carteiras expedidas pelos Comandos Militares, pelas Secretarias de Segurança Pública, pelos Institutos de Identificação; carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (ordens, conselhos etc.); passaporte brasileiro; certificado de reservista; carteiras funcionais do Ministério Público; carteiras funcionais expedidas por órgão público que, por lei federal, valham como identidade; carteira de trabalho; carteira nacional de habilitação.

5.3. Cópia do DIPLOMA ou HISTÓRICO ESCOLAR ou CERTIDÃO ou DECLARAÇÃO emitida pela Unidade Escolar, que comprove a escolaridade mínima exigida, reconhecida pelo MEC.

5.4. Cópia de documento que comprove a exigência contida nos requisitos para a inscrição, constante no subitem 3.4, deste edital.

5.5. Compete ao candidato a responsabilidade pela escolha dos documentos de comprovação do(s) requisito(s).

5.6. Nenhum documento entregue no momento da inscrição poderá ser devolvido ao candidato.

6. DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA FINS DE PONTUAÇÃO:

6.1. Para efeito de classificação do candidato na listagem final deste Processo Seletivo Simplificado, poderão ser apresentados, no envelope, documentos relacionados à EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL e à QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL, conforme descrito nos Anexos I e II e nos itens 7 e 8 deste Edital, considerando as exigências propostas nos subitens abaixo.

6.2. Para pontuação em EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL será necessária:

  • Cópia(s) de comprovante(s) de exercício profissional, indicando o cargo ou função, atendendo as condições especificadas no subitem 8.1 e Anexo I deste Edital;

6.2.1. Não serão pontuados estágio, monitoria, bolsa de estudo ou atividade como voluntário;

6.3. Para pontuação em QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL será necessária:

  • Cópia(s) de comprovante(s) de qualificação profissional, conforme especificado no item 9. e seus subitens, considerando o anexo II para a pontuação;

6.4. Compete ao candidato a escolha do(s) documento(s) para fins de pontuação.

6.5. A avaliação dos documentos comprobatórios da experiência profissional terá valor máximo de 40 (quarenta) pontos e da qualificação profissional terá valor máximo de 60 (sessenta) pontos, totalizando o máximo de 100 (cem) pontos, conforme indicado no quadro abaixo:

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

NA ÁREA PÚBLICA

NA ÁREA PRIVADA

40 PONTOS

QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

60 PONTOS

TOTAL

100 PONTOS

6.6. Cada título será computado uma única vez.

6.7. Na contagem geral de pontos dos títulos não serão computados os que ultrapassarem o limite estabelecido na tabela dos anexos I e II deste Edital.

7. DAS ETAPAS DO PROCESSO SELETIVO:

7.1. O Processo Seletivo será realizado em DUAS ETAPAS, conforme abaixo:

1º ETAPA: Comprovação dos requisitos exigidos para o cargo, de caráter eliminatório;

2º ETAPA: Pontuação de Títulos, conforme Anexos I e II deste Edital, de caráter classificatório;

8. DA COMPROVAÇÃO DA EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL:

8.1. Considera-se experiência/exercício profissional toda atividade desenvolvida estritamente no cargo/função pleiteado, seguindo o padrão especificado abaixo:

ATIVIDADE PRESTADA

COMPROVAÇÃO

Em Órgão Público

Documento expedido pelo Poder Federal, Estadual ou Municipal, conforme o âmbito da prestação da atividade, em papel timbrado, com carimbo do órgão expedidor, datado e assinado pelo Departamento de Pessoal/Recursos Humanos da Secretaria de Administração ou Departamento de Pessoal/Recursos Humanos do órgão equivalente. Não sendo aceitas, sob hipótese nenhuma, declarações expedidas por qualquer órgão que não tenha sido especificado nesse item.

Em Empresa Privada

Cópia da Carteira de Trabalho (página de identificação com foto e dados pessoais e registro do(s) contrato(s) de trabalho). Em caso de contrato de trabalho em vigor (carteira sem data de saída), o tempo de serviço será considerado até a data no requerimento de inscrição.

Como Prestador de

Serviços

Cópia do contrato de prestação de serviços e/ou declaração da empresa ou do setor onde atua/atuou, em papel timbrado ou com carimbo de CNPJ, data e assinatura do responsável pela emissão da declaração, comprovando efetivo período de atuação no cargo/função.

Como Autônomo

Certidão emitida por órgão competente (Prefeitura Municipal ou INSS), comprovando o tempo de cadastro como autônomo no cargo e área /especialidade que pleiteia o contrato.

8.2. Não haverá limite para apresentação de documentos comprobatórios de tempo de serviço, sendo vedada a contagem cumulativa de tempo de serviço prestado em diferentes locais em um mesmo período.

8.3. Sob hipótese alguma será aceita comprovação de exercício profissional fora dos padrões especificados neste item, bem como experiência profissional na qualidade de proprietário/sócio de empresa.

8.4. Quando a nomenclatura do cargo ou função exercida for diferente à do cargo pleiteado neste Edital, o candidato deverá complementar as informações da experiência profissional, descritas no subitem 8.1, com declaração emitida pela empresa ou setor de atuação, especificando a(s) atividade(s) exercida(s).

8.5. A pontuação referente a experiência profissional será de acordo com o anexo I, constante deste Edital.

9. DA COMPROVAÇÃO DA QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL:

9.1. Considera-se qualificação profissional todo curso de formação, curso avulso ou evento estritamente relacionados ao cargo/função pleiteado.

9.2. Consideram-se cursos de formação: Curso de Nível Superior, Pós-Graduação Lato Sensu, Stricto Sensu ou Especialização, que deverão ser apresentados por meio de Certificados (Diploma) ou Declaração da Instituição devidamente reconhecida pelo MEC.

9.2.1. Declarações de conclusão dos cursos acima, somente serão aceitas se o curso for concluído a partir de 2008, desde que constem no referido documento: data de conclusão e aprovação de monografia e histórico do curso (no caso de Pós-Graduação). Os cursos concluídos anteriormente ao ano de 2008 somente poderão ser comprovados por meio de certificados e diplomas.

9.3. Consideram-se cursos avulsos: capacitações, atualizações, jornadas, formações continuadas, oficinas, projetos, programas, treinamentos, seminários, conferências e ciclos.

9.4. Considera-se participação em eventos: palestras, congressos, simpósios, fóruns, encontros.

9.4.1. Somente serão pontuados cursos avulsos e eventos realizados a partir de 2008.

9.5. Somente serão aceitos/pontuados os certificados emitidos via internet, se constar o código de validação no impresso.

9.6. Não serão computados pontos para os:

- Cursos exigidos como comprovante da escolaridade/pré requisitos exigida para o cargo pleiteado;

- Cursos de formação de grau inferior ao da escolaridade exigida para o cargo pleiteado;

- Cursos/Eventos não concluídos.

9.7. Não será pontuado qualquer tipo de curso/evento onde seja entregue documento de conclusão, se neste não constar o timbrado ou carimbo de CNPJ da entidade que forneceu o curso, data de conclusão do mesmo, carimbo e assinatura do responsável pela emissão do documento e data de expedição do mesmo.

9.8. Não será atribuída pontuação aos cursos/eventos sem especificação da carga horária e da identificação do candidato no documento entregue.

9.9. A pontuação referente a qualificação profissional será atribuída de acordo com a tabela referente ao nível de escolaridade exigida para o cargo pleiteado, constante do anexo II deste Edital.

10. DA HOMOLOGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES:

10.1. Após o período da análise das inscrições, a Comissão do Processo Seletivo divulgará a listagem dos candidatos indeferidos, que será afixada no quadro de avisos da PMA e também no site da Prefeitura no endereço eletrônico www.aracruz.es.gov.br,bem como período para que o candidato possa questionar a Comissão sobre o seu indeferimento.

10.2. Somente o candidato ou seu procurador poderá tomar ciência do motivo que ensejou o resultado proferido pela Comissão. Para tanto, deverá ser apresentada cédula de identidade com foto.

10.3. O questionamento quanto ao resultado não garante alteração do mesmo. Entretanto, verificados equívocos por parte da Comissão estes serão retificados em tempo.

10.4. Será indeferida a inscrição do candidato que:

a) Não comprovar os requisitos, em conformidade com os itens 1 e 3 deste Edital;

b) Não atender ao subitem 4.2.1., caso a inscrição seja feita através de procuração;

c) Se inscrever mais de uma vez neste Processo Seletivo Simplificado;

d) Não apresentar a ficha de inscrição devidamente preenchida;

e) Apresentar a ficha de inscrição ilegível, com rasuras ou emendas.

11. DO RESULTADO CLASSIFICATÓRIO:

11.1. Após o encerramento da apuração e planilhamento da pontuação de títulos, a Comissão do Processo Seletivo divulgará o resultado classificatório, que será afixada no quadro de avisos da PMA e também no site da Prefeitura no endereço eletrônico www.aracruz.es.gov.br,bem como período para que o candidato possa questionar a Comissão sobre a sua classificação.

11.2. Somente o candidato ou seu procurador poderá tomar ciência do motivo que ensejou o resultado proferido pela Comissão. Para tanto, deverá ser apresentada cédula de identidade com foto.

11.3. O questionamento quanto ao resultado não garante alteração do mesmo. Entretanto, verificados equívocos por parte da Comissão estes serão retificados em tempo.

12. DO RESULTADO FINAL:

12.1. A Comissão do Processo Seletivo divulgará o resultado FINAL, que será afixada no quadro de avisos da PMA, Diário Oficial do ES e também no site da Prefeitura no endereço eletrônico www.aracruz.es.gov.br.

13. DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE:

13.1. A listagem dos candidatos classificados será elaborada por ordem decrescente do total de pontos obtidos. Havendo empate na classificação final, o desempate se dará de acordo com os seguintes critérios, nesta ordem:

a) maior número de pontos na Prova de Avaliação de Títulos - Experiência Profissional;

b) maior número de pontos na Prova de Avaliação de Títulos - Qualificação Profissional;

13.2. Persistindo o empate, terá preferência o candidato com mais idade.

14. DOS RECURSOS:

14.1. O candidato poderá ingressar com recurso, dirigido à Comissão do Processo Seletivo, no caso de sentir-se prejudicado no que tange às seguintes situações:

I. Edital de Abertura;

II. Homologação das inscrições;

III. Resultado classificatório.

14.2. Os recursos relativos ao inciso I, deverão ser interpostos após a publicação do Edital PMA nº 02/2011. Os procedimentos para que seja questionado sobre qualquer um dos Artigos do Edital, serão divulgados conjuntamente com a publicação do mesmo.

14.2.1. Após análise da discordância alegada pelo requerente, o Município poderá, se for o caso, retificar as informações contidas neste Edital através de erratas.

14.2.2. O requerimento de recurso não obriga este Município a promover qualquer alteração no respectivo Edital.

14.3. Os recursos relativos ao inciso II, deverão ser interpostos após a publicação da listagem de candidatos indeferidos descrito no subitem 10.1. Os procedimentos para que o candidato questione sobre o seu indeferimento serão divulgados conjuntamente com a listagem dos candidatos indeferidos.

14.4. Os recursos relativos ao inciso III, deverão ser interpostos após a publicação da listagem com o resultado classificatório descrito no subitem 11.1. Os procedimentos para que o candidato questione sobre o seu resultado classificatório será divulgado conjuntamente com a listagem do resultado classificatório

14.5. Obrigatoriamente, os recursos referentes aos incisos II e III, deverão ser acompanhados de cópia da ficha de inscrição do candidato. Somente serão apreciados os recursos devidamente motivados e fundamentados e que apontarem as circunstâncias que os justifiquem.

14.6. O recurso interposto fora do respectivo prazo não será aceito, sendo que o controle de admissibilidade se dará pela data e hora do respectivo protocolo;

14.7. Das decisões proferidas pela Comissão do Processo Seletivo, não caberá mais recurso administrativo;

14.8. O recurso interposto de qualquer dos incisos desse artigo, não garante alteração do mesmo, entretanto, verificados equívocos por parte da Comissão do Processo Seletivo, estes serão retificados em tempo.

14.9. Somente o candidato ou seu procurador legalmente constituído poderá tomar ciência do motivo que ensejou o resultado proferido pela Comissão do Processo Seletivo.

14.10. Será admitida a entrega de recursos exclusivamente no local indicado pela Comissão. Não será aceito recurso via postal, via fax, via correio eletrônico ou, ainda, fora do prazo.

15. DAS VAGAS DESTINADAS A CANDIDATOS COM DEFICIÊNCIA:

15.1. Em cumprimento ao disposto no Art. 37, inciso VIII da Constituição da República Federativa do Brasil, ficam reservados 5% (cinco por cento) do total geral das vagas, destinadas aos candidatos com deficiência, compatível com a atividade escolhida.

15.1.1. Na hipótese da aplicação do percentual resultar número fracionado, a fração será arredondada para 1 (uma), se a fração for igual ou superior a 0,5 (cinco décimos); se a fração for inferior a 0,5 (cinco décimos), será arredondada para baixo. Considerar-se-ão os arredondamentos, nas nomeações posteriores, esclarecendo-se tal circunstância por ocasião da ocorrência. As vagas serão preenchidas pelos demais aprovados, com estrita observância da ordem de classificação.

15.1.1.1. O candidato com deficiência concorrerá em igualdade de condições com os demais candidatos.

15.2. Para concorrer a uma dessas vagas, o candidato deverá no ato da inscrição:

a) declarar-se com deficiência;

b) comprovar mediante laudo médico (original ou cópia autenticada), emitido nos últimos 03 (três) meses, atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças (CID-10), bem como a provável causa da deficiência. O laudo médico deverá atestar também a compatibilidade da deficiência com o exercício das atividades do cargo pretendido.

15.3. O laudo médico (original ou cópia autenticada) terá validade somente para este Processo Seletivo e não será devolvido, assim como não serão fornecidas cópias desse laudo.

15.3.1. A relação dos candidatos que tiverem a inscrição deferida para concorrer na condição de deficiente será divulgada no quadro de avisos e no site da Prefeitura Municipal de Aracruz no endereço eletrônico http://www.aracruz.es.gov.br,.

15.4. Os candidatos que se declararem com deficiência se classificados no Processo Seletivo Público, serão convocados para se submeterem à perícia médica, sob responsabilidade da Prefeitura Municipal de Aracruz, que verificará a sua qualificação como deficiente ou não, de acordo com o preconizado no Decreto Federal n.º 3.298/99 e suas alterações.

15.5. Os candidatos deverão comparecer à perícia médica, munidos de laudo médico que ateste a espécie e o grau ou nível de deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças (CID-10), conforme especificado no Decreto Federal n.º 3.298/99 e suas alterações, bem como a provável causa da deficiência.

15.6. A não-observância do disposto no subitem 15.2 letra b, deste edital, a reprovação na perícia médica ou o não-comparecimento à perícia acarretará a perda do direito às vagas reservadas aos candidatos em tais condições.

15.7. O candidato com deficiência, reprovado na perícia médica, por não ter sido considerado deficiente, figurará na lista de classificação geral por cargo/formação.

15.8. Os candidatos que, no ato da inscrição, declararem-se com deficiência, se classificados no Processo Seletivo e considerados com deficiência, terão seus nomes publicados em lista à parte.

15.9. As vagas definidas neste edital para pessoas com deficiência que não forem providas por falta de candidatos com deficiência aprovados serão preenchidas pelos demais candidatos, observada a ordem geral de classificação por cargo/formação.

16. DOS REQUISITOS PARA CONTRATAÇÃO DOS APROVADOS:

16.1. Os candidatos aprovados e convocados pela Gerência de Administração de Pessoal, para dar início ao processo admissional, deverão comparecer ao local indicado no ato da convocação, no prazo máximo de 03 (três) dias úteis a contar da data da divulgação da listagem de convocação.

16.2. A listagem de convocação dos candidatos para darem início ao processo admissional, será sempre divulgada pela Gerência de Administração de Pessoal, no quadro de avisos da PMA e também no site da Prefeitura, no endereço eletrônico www.aracruz.es.gov.br;

16.3. Os candidatos convocados para a admissão, na data estipulada no item 16.1 que não comparecerem no local indicado, no prazo de 03 (três) dias úteis, serão reclassificados conforme item 17.3 deste edital;

16.4. Não será concedido prazo de prorrogação aos candidatos convocados para comparecerem para admissão;

16.5. Estará apto a ser contratado, o candidato aprovado que for chamado pela Gerência de Administração de Pessoal e apresentar provas dos itens a seguir:

a) Ser brasileiro nato ou naturalizado, ou cidadão português, a quem foi deferida a igualdade nas condições previstas no § 1˚ do artigo 12 da Constituição Federal.

b) Ter, na data da contratação, mínimo de 18 (dezoito) anos completos e máximo de 56 anos incompletos;

c) Estar em dia com as obrigações militares e eleitorais;

d) Não enquadrar-se na vedação de acúmulo de cargos (Art. 37, Incisos XVI e XVII da CF);

e) Possuir habilitação, na data da contratação, para o cargo a que concorreu no Processo Seletivo Simplificado;

f) Não ter sofrido, no exercício da função pública, penalidades por prática de atos desabonadores;

g) Apresentar certidão negativa de antecedentes criminais;

h) Apresentar o Atestado Médico Ocupacional, devidamente assinado pelo Médico Perito da PMA, estando apto ao trabalho;

i) Haver concluído o grau de escolaridade exigido neste edital para o cargo a que concorreu no Processo Seletivo Simplificado;

j) Apresentar cópia dos documentos listados a seguir: Carteira de Identidade; CPF; Título de Eleitor; Comprovante da última votação; Declaração de quitação da Justiça Eleitoral (caso tenha perdido o comprovante da última votação); Cartão do PIS ou PASEP; Certificado de Reservista (sexo masculino); Certidão de Nascimento do(s) filho(s); Carteira de Vacinação do(s) filho(s) de até 13 anos; Declaração de Frequência Escolar do(s) filho(s) de 6 a 13 anos; Certidão de Casamento ou Nascimento; Comprovante de Escolaridade; Carteira de Trabalho (página da foto e da qualificação civil); Comprovante de Residência; Se residência alugada, contrato de locação ou declaração do proprietário; Cartão da Conta Corrente (BANESTES, CAIXA ECONÔMICA FEDERAL ou BANCO DO BRASIL);

k) Exames Admissionais: Hemograma Completo e Tipagem Sanguínea.

l) 01(uma) foto 3X4.

m) Não ser aposentado por invalidez e nem estar com idade de aposentadoria compulsória, ou seja, 70 anos completos;

n) Não receber proventos de aposentadoria oriunda de cargo ou função exercidos na União, nos Estados, Distrito Federal, Municípios e suas Autarquias, Empresas ou Fundações, conforme preceitua o art. 37, § 10 da Constituição Federal, ressalvadas as acumulações do Inciso XVI do citado dispositivo constitucional, para os cargos eletivos e os Cargos em Comissão;

o) Ser aprovado no processo seletivo;

p) Apresentar outros documentos que se fizerem necessários, à época da contratação.

16.6. A falta de comprovação de qualquer de um dos requisitos especificados no subitem 3.4 e também daqueles que vierem a ser estabelecidos pela Gerência de Administração de Pessoal na letra "p", impedirá a contratação do candidato.

16.7. A partir da data da convocação, o candidato terá o prazo máximo de 7 (sete) dias para conclusão da admissão e imediato início de suas atribuições, sob pena de ser reclassificado, conforme item 17.3 deste Edital, salvo os casos prorrogados exclusivamente pela Gerência de Administração de Pessoal.

17. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS:

17.1. Correrá por conta do candidato a realização dos exames admissionais necessários a sua contratação.

17.2. Os candidatos estarão sujeitos ao cumprimento do horário de trabalho determinado pela Secretaria requisitante. Na impossibilidade de cumprir o horário determinado, o mesmo será automaticamente eliminado.

17.3. Será automaticamente reclassificado, uma única vez, para o último lugar da classificação geral do Processo Seletivo:

a) O candidato convocado pela Gerência de Administração de Pessoal que não comparecer no prazo estipulado para efetivar sua contratação.

b) O candidato convocado que não apresentar toda a documentação exigida pela Gerência de Administração de Pessoal no Ato da Contratação.

17.4. O profissional contratado, na forma deste edital, terá a qualquer tempo, o seu desempenho avaliado pela sua chefia imediata.

17.5. Nos casos de insuficiência do desempenho das atividades ou de conduta indisciplinar do profissional contratado, apontados pelo superior imediato para a Secretaria Municipal de sua lotação, acarretará na rescisão imediata do contrato celebrado com o Município.

17.6. É de inteira responsabilidade do candidato, acompanhar constantemente as publicações oficiais e os prazos referentes a este Processo Seletivo Simplificado, através do quadro de avisos e do site da Prefeitura Municipal de Aracruz, www.aracruz.es.gov.br.

17.7. Nenhum documento entregue no momento da inscrição poderá ser devolvido ao candidato.

17.8. A inscrição no Processo Seletivo Simplificado vale, para todo e qualquer efeito, como forma expressa de aceitação, por parte do candidato, de todas as condições, normas e exigências constantes deste edital, dos quais, não poderá ser alegado desconhecimento, bem como de todos os atos em que forem expedidos sobre o Processo Seletivo Simplificado.

17.9. O resultado final do Processo Seletivo Simplificado será homologado pela autoridade competente na forma legal prevista.

17.10. Os candidatos aprovados serão localizados e terão exercício nas unidades de trabalho da Prefeitura Municipal de Aracruz - ES, inclusive nos distritos.

17.11. A contratação dos candidatos aprovados, na lista de suplência, será feita de acordo com a real necessidade da administração, da disponibilidade orçamentária e obedecerá à rigorosa ordem de classificação.

17.12. A falta de comprovação de requisito para investidura na data da contratação acarretará a eliminação do candidato no Processo Seletivo Simplificado e a anulação de todos os atos a ele referentes, praticados pela Prefeitura Municipal de Aracruz, ainda que já tenha sido homologado o resultado final do Processo Seletivo Simplificado, sem prejuízo da sanção legal cabível.

17.13. Não serão fornecidos atestados, cópias de documentos, certificados ou certidões relativos à nota dos candidatos aprovados e reprovados, valendo para tal fim os resultados publicados nos meios de comunicação já citados neste Edital.

17.14. Será excluído do Processo Seletivo Simplificado, por ato da autoridade competente, o candidato que:

a) fizer, em qualquer documento, declaração falsa ou inexata;

b) agir com incorreção ou descortesia, para qualquer membro da equipe encarregada da inscrição dos candidatos;

c) for responsável pela falsa identificação funcional;

d) utilizar ou tentar utilizar meios fraudulentos para obter aprovação no processo seletivo;

e) não atender determinações regulamentares da Prefeitura Municipal de Aracruz - ES.

17.15. Este Processo Seletivo Simplificado, em caráter urgente, para atendimento às necessidades emergenciais de excepcional interesse público, do Município de Aracruz, terá validade de dois anos, a partir da data da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período, a critério do Município conforme Inciso III, do Art. 37, da Constituição Federal.

17.16. Todos os contratos referentes a este Processo Seletivo, poderão extinguir-se com a realização de Concurso Público Municipal para o cargo.

17.17. Os casos omissos no presente Edital serão resolvidos pela Comissão do Processo Seletivo Simplificado, observados os princípios e normas que regem a Administração Pública.

17.18. De acordo com a legislação processual civil em vigor, é a Comarca de Aracruz o foro competente para julgar as demandas judiciais decorrentes do presente Processo Seletivo Simplificado.

17.19. Em hipótese alguma serão aceitas inscrições via fax, via correio, via SEDEX, ou qualquer outro meio que não seja exclusivamente no local indicado no subitem 3.1 ou, ainda, fora do prazo e horário também indicados nos subitens 3.2 e 3.3 deste Edital.

17.22. NENHUM CANDIDATO PODERÁ ALEGAR DESCONHECIMENTO DAS INSTRUÇÕES CONTIDAS NESTE EDITAL.

Aracruz/ES, 06 de dezembro de 2012.

ILZA RODRIGUES
SECRETÁRIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

ANEXO I

QUADRODEPONTUAÇÃO- EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

DESCRIÇÃO DE TÍTULOS

PONTOS (máximo)

TEMPO DE SERVIÇO PRESTADO NO CARGO PLEITEADO (ÁREA PÚBLICA) 0,5 PONTOS POR MÊS COMPLETO.

40

TEMPO DE SERVIÇO PRESTADO NO CARGO PLEITEADO (OUTRAS ÁREAS) 0,4 PONTOS POR MÊS COMPLETO.

TOTAL DE PONTOS

40

ANEXO II

QUADRODEPONTUAÇÃO- QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL ENSINOFUNDAMENTAL

DESCRIÇÃO DE TÍTULOS

PONTUAÇÃO POR CURSO

QUANTIDADE MÁXIMA

PONTUAÇÃO MÁXIMA

CURSO DE NÍVEL SUPERIOR

20

1

20

CURSO DE NÍVEL MÉDIO

15

1

15

CURSO AVULSO COM DURAÇÃO IGUAL OU SUPERIOR A 80 HORAS ESPECÍFICO PARA O CARGO PLEITEADO

8

2

16

CURSO AVULSO COM DURAÇÃO DE ATÉ 79 HORAS ESPECÍFICO PARA O CARGO PLEITEADO

3

3

9

TOTAL DE PONTOS

60

QUADRO DE PONTUAÇÃO - QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

ENSINOMÉDIO

DESCRIÇÃO DE TÍTULOS

PONTUAÇÃO POR CURSO

QUANTIDADE MÁXIMA

PONTUAÇÃO MÁXIMA

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

20

1

20

CURSO DE NÍVEL SUPERIOR

15

1

15

CURSO AVULSO COM DURAÇÃO IGUAL OU SUPERIOR A 80 HORAS ESPECÍFICO PARA O CARGO PLEITEADO

8

2

16

CURSO AVULSO COM DURAÇÃO DE ATÉ 79 HORAS ESPECÍFICO PARA O CARGO PLEITEADO

3

3

9

TOTAL DE PONTOS

60

Obs.: Somente serão pontuados os cursos avulsos concluídos a partir de 2008.

QUADRODEPONTUAÇÃO- QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL ENSINOSUPERIOR

DESCRIÇÃO DE TÍTULOS

PONTUAÇÃO POR CURSO

QUANTIDADE MÁXIMA

PONTUAÇÃO MÁXIMA

TÍTULO DE DOUTOR

20

1

20

TÍTULO DE MESTRE

15

1

15

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ÁREA ESPECÍFICA OU AFIM

13

1

13

CURSO AVULSO COM DURAÇÃO IGUAL OU SUPERIOR A 40 HORAS ESPECÍFICO PARA O CARGO PLEITEADO

6

2

12

TOTAL DE PONTOS

60

Concurso relacionado:Prefeitura de Aracruz - ES promove processo seletivo