Edital Concurso PROCERGS (RS) – RS

Companhia de Processamento de Dados do Estado do Rio Grande do Sul – PROCERGS
EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSOS PÚBLICOS N° 24/2012
Concurso Público para Provimentos de Vagas em Cargos de Nível Superior e Médio

A Companhia de Processamento de Dados do Estado do Rio Grande do Sul - PROCERGS, de acordo com a autorização contida no Processo n.º 060-1489/12-8 faz saber, por este Edital, que realizará Concursos Públicos, através de provas seletivas de caráter competitivo, para admissão sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), nos Cargos relacionados no item 2 deste Edital. Os Concursos Públicos, sob a coordenação técnico- administrativa da Fundação Universidade-Empresa de Tecnologia e Ciências - FUNDATEC, reger-se-ão pelas disposições contidas na Lei Federal 10.741/2003, no Decreto Estadual n.º 43.911, de 13.07.05, Lei Estadual nº 13.153, de 16.04.2009, Lei Estadual Complementar nº 13.763/2011, bem como pelas normas e instruções constantes neste Edital.

1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1.1. O presente edital contempla o preenchimento de 53 vagas e cadastro reserva.

1.2. Os Concursos Públicos serão realizados sob a responsabilidade, organização e operacionalização da Fundação Universidade-Empresa de Tecnologia e Ciências - FUNDATEC, endereço eletrônico: www.fundatec.org.br.

1.3. Os Concursos Públicos serão regidos por este Edital, seus Anexos e eventuais retificações, caso existam, e sua execução caberá à FUNDATEC.

1.4. O anexo I apresenta o relacionamento do número do concurso público, nome do cargo, salário e número de vagas (vagas de ampla concorrência, reservadas a portadores de deficiência e total de vagas oferecidas).

1.5. O anexo II relaciona os números dos concursos públicos, os cargos, as provas, o caráter das provas, a quantidade de questões, o valor de cada questão, a nota mínima para aprovação e a nota máxima possível.

1.6. O anexo III apresenta o formulário de solicitação da isenção da taxa de inscrição para os candidatos portadores de deficiência com renda per capita de 1,5 (um e meio) salário mínimo nacional.

1.7. O anexo IV - Conteúdos Programáticos e Bibliografias: descreve os conteúdos programáticos e as bibliografias de cada prova.

1.8. Toda menção a horário neste Edital terá como referência o horário de Brasília.

2. DOS CARGOS

A descrição dos concursos, bem como as atribuições, requisitos obrigatórios e eliminatórios encontram-se descritos abaixo:

Concursos de Nível Superior Completo

Cód. Conc.

Concurso

Atribuições

Requisitos obrigatórios e eliminatórios

C.01/12

Técnico de Nível Superior - TNS - Analista RH/Administrador

Principais atribuições: Analisar, planejar e desenvolver projetos e trabalhos técnicos relativos à gestão de RH, compreendendo um ou mais processos da área.

Emitir pareceres e assessorar a gestão da empresa em assuntos relativos à administração de pessoas.

a) Escolaridade: Ensino Superior Completo em Administração de Empresas, reconhecido pelo MEC.

a.1) Registro: registro no CRA/RS e comprovante de estar em dia com o mesmo.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses desenvolvendo trabalhos técnicos na área de gestão de pessoas, incluindo pelo menos dois subsistemas, como por ex: Educação corporativa, administração da remuneração, gerência do desempenho funcional, seleção de pessoas, relações do trabalho, gestão de concurso público.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Ética no trabalho, legislação básica trabalhista; editor de texto, planilha eletrônica, aplicativo de apresentação de slides.

C.02/12

Técnico de Nível Superior - TNS - Assistente Social

Principais atribuições: Buscar a conscientização dos indivíduos, visando à participação mais efetiva na busca de soluções e o melhor aproveitamento dos recursos existentes. Participar do planejamento e execução dos programas da empresa que interfiram na realidade humano- social. Efetuar estudos, diagnósticos e interpretação de informações psicossociais.

a) Escolaridade: Ensino Superior Completo em Serviço Social.

a.1) Registro: registro no CRESS/RS e comprovante de estar em dia com o mesmo.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses desenvolvendo ações, no âmbito das organizações, inerentes à profissão.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Legislação referente ao Instituto Nacional de Seguridade Nacional (INSS); Estatuto da Criança e do Adolescente; Política Nacional de Assistência Social; Política Nacional do Idoso; Estatuto do Idoso; Política Nacional de Integração da Pessoa com Deficiência; ações para o atendimento do indivíduo no contexto organizacional, trabalho com grupos e redes sociais; Conhecimento da legislação da Agência Nacional de Saúde; gestão de contratos de assistência médica e odontológica.

C.03/12

Técnico de Nível Superior - TNS - Bibliotecário

Principais atribuições: Planejar e supervisionar a organização, classificação, catalogação, guarda, empréstimo e circulação de livros, documentos e periódicos da empresa, bem como pesquisar fontes bibliográficas de assuntos de interesse do usuário. Executar tarefas relativas à seleção, aquisição e registro de acervo, bem como ações de disseminação da informação. Pesquisar e propor tecnologias alternativas a fim de promover a interface entre o usuário e a informação. Outras atividades correlatas à função

a) Escolaridade: Ensino superior completo em Biblioteconomia.

a.1) Registro: registro no CRB/10 e comprovante de estar em dia com o mesmo.

b) Experiência: Experiência profissional de, no mínimo, 06 (seis) meses, envolvendo atividade de gerenciamento eletrônico da informação incluindo uso da Internet.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Conhecimento do idioma inglês suficiente para leitura; Conhecimento comprovado em editor de texto e planilha eletrônica.

C.04/12

Técnico de Nível Superior - TNS - Engenheiro Eletricista

Principais atribuições: Realizar estudos, rotinas, pareceres e projetos na área de redes e telecomunicações. Planejar, documentar e acompanhar projetos elétricos e de infraestrutura lógica - cabeamento estruturado, rádio enlaces e fibras ópticas. Outras atividades correlatas a função.

a) Escolaridade: Ensino superior completo em Engenharia Elétrica, Eletrônica ou Telecomunicações ou outra formação, desde que acompanhadas por certidão emitida pelo respectivo Conselho de Classe, atestando posse de todas as atribuições profissionais de Engenheiro Eletricista ou Telecomunicações.

a.1) Registro: registro no CREA - Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia e comprovante de estar em dia com o mesmo.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses na área de projetos de rede e telecomunicações.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Idioma inglês suficiente para leitura de manuais técnicos.

C.05/12

Técnico de Nível Superior - TNS - Jornalista/Assessor de comunicação

Principais atribuições: Planejar e executar ações de comunicação institucional, promovendo a relação da Empresa e seus diferentes públicos. Prestar assessoria de comunicação, utilizando-se da mídia impressa, televisiva, radiofônica, digital. Elaborar notícias, edição de matérias, clipping, produção e edição de áudio e vídeo. Outras atividades correlatas a função.

a) Escolaridade: Ensino Superior Completo em Jornalismo.

a.1) Registro: registro na SRT/RS - Superintendência Regional do Trabalho.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses na função de jornalista ou assessor de comunicação.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Uso de ferramentas multimídias para produção e edição de áudio e vídeo; uso de redes sociais para comunicação corporativa; ferramentas de comunicação digital, como portais corporativos, intranets, podcasts, blogs e similares.

Idioma inglês intermediário.

C.06/12

Técnico de Nível Superior - TNS - Pedagogo

Principais atribuições: Analisar, planejar e desenvolver projetos e trabalhos técnicos voltados para educação corporativa; articular as necessidades junto à gestão de conhecimentos; planejar cursos de aperfeiçoamento e capacitação; pesquisar a utilização e implantação de novos processos que busquem o crescimento da empresa; outras atividades correlatas à função.

a) Escolaridade: Ensino Superior Completo em Pedagogia, reconhecido pelo MEC.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses em educação corporativa.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: andragogia; cultura organizacional; gestão do conhecimento; levantamento de necessidades de treinamento; assessoria pedagógica em projetos de educação corporativa; assessoria na elaboração de cursos, palestras, workshops, elaborar programas de avaliação de performance.

C.07/12

Técnico de Nível Superior - TNS - Psicólogo Organizacional

Principais atribuições: Elaborar e executar programas de acompanhamento, aconselhamento e desenvolvimento de pessoal. Realizar estudos e pesquisas na área de psicologia aplicada ao trabalho e ao desenvolvimento organizacional. Planejar e desenvolver ações destinadas a otimizar as relações de trabalho no sentido de maior produtividade e realização pessoal dos indivíduos e grupos.

a) Escolaridade: Ensino Superior Completo em Psicologia, ênfase psicologia organizacional.

a.1) Registro: Registro no CRP/RS e comprovante de estar em dia com o mesmo.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses no desenvolvimento de atividades como psicólogo organizacional.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: trabalhos interdisciplinares; elaboração de informes psicológicos Laudos, relatórios; psicologia social e organizacional; análise do clima organizacional; Liderança nas organizações e suporte organizacional; metodologias para desenvolver Equipes de trabalho e melhorar o desempenho organizacional; saúde psíquica no trabalho; Fatores psicossociais e outros distúrbios relacionados ao trabalho.

Concursos de Nível Superior Incompleto

C.08/12

Técnico de Computação - TC - Analista de Telecomunicações

Principais atribuições: Desenvolver e executar projetos de redes de telecomunicações, bem como administrar e acompanhar o desempenho das mesmas. Efetuar trabalhos de pesquisa e análise a fim de especificar soluções em telecomunicações. Desenvolver treinamentos relativos a área de atuação. Outras atividades correlatas.

a) Escolaridade: Curso superior reconhecido pelo MEC, completo ou em curso, preferencialmente na área de tecnologia da informação ou engenharia.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses na área de suporte técnico de redes de telecomunicação, executando atividades de desenvolvimento ou implantação de projetos.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Elaboração de especificações para administração e acompanhamento de desempenho de redes de telecomunicação (LAN/WAN/WIRELESS). Elaboração de trabalhos de pesquisa e análise de soluções tecnológicas na área de redes de telecomunicação (LAN/WAN/WIRELESS). Definição e acompanhamento da evolução na topologia das redes de telecomunicação (LAN/WAN/WIRELESS). Idioma inglês suficiente para leitura de manuais técnicos.

C.09/12

Técnico de Computação - TC - Analista de Suporte - Banco de Dados

Principais atribuições: Atuação na área de suporte a sistemas gerenciadores de bancos de dados (SGBDs), especialmente "Microsoft SQL Server 2008" , "Oracle v. 11", "MySQL v.5" e "PostgreSQL v.8". Assessorar, prospectar, avaliar, testar, planejar capacidade, instalar, configurar, administrar, manter, analisar e otimizar desempenho, copiar e restaurar dados, alta disponibilidade e tolerância a falhas na área de banco de dados. Segurança de ambiente SGBD. Realizar treinamentos internos e outras atividades correlatas à função.

a) Escolaridade: Curso superior reconhecido pelo MEC, completo ou em curso, preferencialmente na área de tecnologia da informação.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses em sistemas gerenciadores de bancos de dados (SGBDs) "Microsoft SQL Server 2008" ou "PostgreSQL v.8".

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Planejamento, arquitetura, instalação, configuração, administração, manutenção, análise e otimização de desempenho, cópia e restauração de dados, alta disponibilidade e tolerância a falhas em sistemas gerenciadores de bancos de dados (SGBDs) Microsoft SQL Server 2008 ou PostgreSQL v.8 ou Oracle v.11g. Assessoria técnica na implantação de sistemas com banco de dados Microsoft SQL Server 2008, PostgreSQL v.8 ou Oracle v. 11g. Sistemas operacionais Linux ou Windows. Idioma inglês suficiente para leitura de manuais técnicos.

C.10/12

Técnico de Computação - TC - Analista de Suporte - IBM

Principais atribuições: Atuação na área de suporte em plataforma "mainframe" IBM "Z10", rede e seus periféricos - equipamentos de armazenamento, impressoras e terminais. Assessorar, prospectar, avaliar, testar, planejar, instalar, configurar, administrar, manter, analisar, otimizar desempenho, copiar e restaurar dados, alta disponibilidade e tolerância a falhas para o equipamento, softwares básicos e sistemas nesta plataforma e periféricos, especialmente "Z/OS 1.11", "IMS 9", "RACF", "TLMS" e "TCP/IP". Realizar treinamentos internos e outras atividades correlatas à função.

a) Escolaridade: Curso superior reconhecido pelo MEC, completo ou em curso, preferencialmente na área de tecnologia da informação.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses em suporte à equipamento "mainframe" IBM modelo "Z", rede, periférico, softwares básicos e sistemas.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Planejamento, arquitetura, instalação, configuração, administração, manutenção, análise e otimização de desempenho, cópia e restauração de dados, alta disponibilidade e tolerância a falhas em equipamento de grande porte "mainframe" IBM modelo "Z", rede, periféricos, aplicativos e software básico "Z/OS", "IMS" e "Adabas" Linguagem "Assembler" e "Natural". Conceitos e funções dos principais softwares básicos e aplicativos. Protocolo de rede TCP/IP. Idioma inglês suficiente para leitura de manuais técnicos.

C.11/12

Técnico de Computação - TC - Analista de Suporte - Infraestrutura

Principais atribuições: Prospectar, planejar, avaliar, testar, instalar, configurar e especificar soluções para infraestrutura de "datacenter" nas áreas de armazenamento, processamento, cópia, restauração e replicação de dados. Prospectar, planejar, avaliar, testar, instalar, configurar e especificar equipamentos para computação móvel, computadores (estações de trabalho e servidores), impressoras e periféricos diversos. Realizar treinamentos internos e outras atividades correlatas à função.

a) Escolaridade: Curso superior reconhecido pelo MEC, completo ou em curso, preferencialmente na área de tecnologia da informação.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses em suporte à infraestrutura de armazenamento e backup.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Equipamentos - Storages modulares e high-end; Switches, Directors e Bridges; Tape Libraries; Virtual Tape Libraries; Servidores "X86"; Sistemas operacionais Linux e Windows. Virtualização de servidores e estações de trabalho. Alta disponibilidade de ambientes. Softwares para cópia e restauração de dados. Rede de armazenamento SAN: Planejamento, adminitração e implementação de zoneamento. Administração de Storages: Planejamento e implementação de LUNS, mapeamento, mascaramento. Administração de equipamentos de armazenamento (Tape Libraries e VTLs). Protocolo de rede TCP/IP. Idioma inglês suficiente para leitura de manuais técnicos.

C.12/12

Técnico de Computação - TC - Analista de Suporte - JAVA

Principais atribuições: Atuação na área de suporte a servidores de aplicação java, especialmente "Jboss" e "Weblogic". Prospectar, pesquisar, avaliar, testar, implantar e manter ambientes para servidores de aplicação java. Prestar assessoria técnica na definição e utilização ambientes para servidores de aplicação java. Planejar a capacidade, analisar o desempenho, detectar problemas e definir padrões de utilização, segurança e contabilização. Realizar treinamentos internos e outras atividades correlatas à função.

a) Escolaridade: Curso superior reconhecido pelo MEC, completo ou em curso, preferencialmente na área de tecnologia da informação.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses em suporte à infraestrutura JEE.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Planejamento, instalação, configuração, administração, manutenção, análise e otimização de desempenho, cópia e restauração de dados e alta disponibilidade (tolerância a falhas) em servidores de aplicação java compatíveis com a plataforma JEE 5 ou superior nas implementações "Jboss" ou "Weblogic". JEE - JDBC. Sistema operacional Linux. Linguagens interpretadas e orientadas a comandos ("Bash", por exemplo) em sistema operacional Linux. Idioma inglês suficiente para leitura de manuais técnicos.

C.13/12

Técnico de Computação - TC - Analista de Suporte - Segurança da Informação

Principais atribuições: Atuar no acompanhamento e implantação da política de segurança da informação, em nível de software básico como sistemas operacionais, bancos de dados e servidores de aplicação java e ".net". Prospectar, avaliar, testar, implantar e manter soluções de segurança para software básico. Realizar treinamentos internos e outras atividades correlatas à função.

a) Escolaridade: Curso superior reconhecido pelo MEC, completo ou em curso, preferencialmente na área de tecnologia da informação.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses em segurança da informação.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Forense computacional; Gestão de segurança da informação; Normas NBR-ISO / IEC 27001,27002 e 27005. Sistema operacional Linux e Windows, virtualização de servidores, Active Directory, cópia e restauração de dados, alta disponibilidade de ambientes, protocolo de rede TCP/IP. Desejável certificação na área de segurança ou sistemas operacionais.

Idioma inglês suficiente para leitura de manuais técnicos.

C.14/12

Técnico de Computação - TC - Analista de Suporte - Sistemas Operacionais

Principais atribuições: Atuação na área de suporte nas plataformas Linux e Windows. Prospectar, pesquisar, avaliar, testar, implantar e manter aplicações e sistemas. Prestar assessoria técnica na definição do ambiente operacional, bem como na aquisição de software. Planejar a capacidade, analisar o desempenho, detectar problemas e definir padrões de utilização, segurança e contabilização. Desenvolvimento de código em linguagens interpretadas e orientadas a comandos ("Bash" por exemplo), em sistemas operacionais Linux e Windows. Realizar treinamentos internos e outras atividades correlatas à função.

a) Escolaridade: Curso superior reconhecido pelo MEC, completo ou em curso, preferencialmente na área de tecnologia da informação.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses em suporte aos sistemas operacionais Linux e Windows.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Sistema operacional Linux e Windows: instalação, configuração, operação, manutenção, monitoria, gerenciamento de usuários e permissões, análise de desempenho, planejamento de capacidade, virtualização, serviços de terminal, serviços de impressão, Active Directory, cópia e restauração de dados, alta disponibilidade de ambientes, protocolo de rede TCP/IP. Linguagens interpretadas e orientadas a comandos ("Bash" por exemplo), em sistemas operacionais Linux e Windows. Linguagem "C". Desejável certificação em sistemas operacionais. Idioma inglês suficiente para leitura de manuais técnicos.

C.15/12

Técnico de Computação - TC - Analista de Suporte - UNISYS

Principais atribuições: Atuação na área de suporte em plataforma "mainframe" Unisys modelo "Libra 680", rede e seus periféricos - equipamentos de armazenamento, impressoras e terminais. Assessorar, prospectar, avaliar, testar, planejar, instalar, configurar, administrar, manter, analisar, otimizar desempenho, copiar e restaurar dados, alta disponibilidade e tolerância a falhas para o equipamento, softwares básicos e sistemas nesta plataforma e periféricos, especialmente "MCP 5.4", "DMS-II", "Algol", e "Cobol" e "TCP/IP". Realizar treinamentos internos e outras atividades correlatas à função.

a) Escolaridade: Curso superior reconhecido pelo MEC, completo ou em curso, preferencialmente na área de tecnologia da informação.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses em suporte à equipamento "mainframe" Unisys modelo "Libra 680", rede, periférico, softwares básicos e sistemas.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Configuração, manutenção, análise e otimização de desempenho, cópia e restauração de dados, alta disponibilidade e tolerância a falhas em equipamento de grande porte "mainframe" modelo "Libra" ou "Série A", rede, periféricos, aplicativos e software básico "MCP", "DMS-II", "SYSTEM/COMS" e "SYSTEM/CANDE". Linguagens de programação "Cobol" e "Algol". Protocolo de rede TCP/IP. Idioma inglês suficiente para leitura de manuais técnicos.

C.16/12

Técnico de Computação - TC - Analista de suporte ênfase em Metodologia

Principais atribuições: prospectar, pesquisar, avaliar, testar, implantar e manter software nas áreas básico, teleprocessamento, banco de dados e conectividade de ambientes. Analisar métodos operacionais e de desenvolvimento com o uso da tecnologia da informação, análise de diagnóstico até a implantação da mudança planejada, automação de processos, diagnósticos e implantação de indicadores e ferramentas de BI. Identificar problemas e padrões de utilização, segurança e contabilização. Identificar necessidades e providenciar treinamento e assessoria a seus usuários.

a) Escolaridade: Curso superior reconhecido pelo MEC, completo ou em curso, preferencialmente na área de tecnologia da informação.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses em gestão de projetos ou gestão de processos ITIL.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: pelo menos em 2 (duas) das metodologias que seguem:

ITIL, COBIT, BPM, CBOK, PMBOK, SCRUM, CMMI, MPS.BR, BI.

Idioma inglês suficiente para leitura de manuais técnicos.

C.17/12

Técnico de Computação - TC - Programador Cobol

Principais atribuições: Atuação na área de desenvolvimento de aplicações na linguagem COBOL. Desenvolver, testar e manter programas de computador na área de sistemas aplicativos, bem como assessorar clientes e a área operacional no uso de sistemas aplicativos e ferramentas de software em geral. Outras atividades correlatas à função.

a) Escolaridade: Curso superior reconhecido pelo MEC, completo ou em curso, preferencialmente na área de tecnologia da informação.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses no desenvolvimento de sistemas com linguagem COBOL.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Modelagem E-R e SQL.

Idioma inglês suficiente para leitura de manuais técnicos.

C.18/12

Técnico de Computação - TC - Programador com Ênfase em Documentação de aplicativos usuários

Principais atribuições: Atuação na área de desenvolvimento de aplicações com ênfase na Documentação de Aplicativos Usuários. Desenvolver, testar e manter programas de computador na área de sistemas aplicativos com destaque para a atuação na etapa de documentação, bem como assessorar clientes e a área operacional no uso de sistemas aplicativos e ferramentas de software em geral. Outras atividades correlatas à função.

a) Escolaridade: Curso superior reconhecido pelo MEC, completo ou em curso, preferencialmente na área de tecnologia da informação.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses em desenvolvimento de sistemas atuando em documentação de aplicativos para usuários. c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: UML, Modelagem E-R, SQL, Conhecimento avançado da Língua Portuguesa; Bons conhecimentos em editores de textos (Microsoft Office, BROffice, LibreOffice ou OpenOffice). Habilidade de escrita. Idioma inglês suficiente para leitura de manuais técnicos.

C.19/12

Técnico de Computação - TC - Programador Java

Principais atribuições: Atuação na área de desenvolvimento de aplicações na plataforma Java EE. Desenvolver, testar e manter programas de computador na área de sistemas aplicativos, bem como assessorar clientes e a área operacional no uso de sistemas aplicativos e ferramentas de software em geral. Outras atividades correlatas à função.

a) Escolaridade: Curso superior reconhecido pelo MEC, completo ou em curso, preferencialmente na área de tecnologia da informação.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses no desenvolvimento de sistemas com tecnologia Java EE.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: UML, Modelagem E-R, SQL e linguagem Java no ambiente Web, Desktop e Web Services Java EE. Idioma inglês suficiente para leitura de manuais técnicos.

C.20/12

Técnico de Computação - TC - Programador Microsoft

Principais atribuições: Atuação na área de desenvolvimento de aplicações na plataforma Microsoft .NET. Desenvolver, testar e manter programas de computador na área de sistemas aplicativos, bem como assessorar clientes e a área operacional no uso de sistemas aplicativos e ferramentas de software em geral. Outras atividades correlatas à função.

a) Escolaridade: Curso superior reconhecido pelo MEC, completo ou em curso, preferencialmente na área de tecnologia da informação.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses no desenvolvimento de sistemas com tecnologia Microsoft .NET.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: UML, Modelagem E-R, SQL, Visual Basic 6.0, ASP e tecnologia Microsoft .NET no ambiente Web, Desktop e Web Services. Idioma inglês suficiente para leitura de anuais técnicos.

C.21/12

Técnico de Computação - TC - Programador Natural

Principais atribuições: Atuação na área de desenvolvimento de aplicações na linguagem NATURAL. Desenvolver, testar e manter programas de computador na área de sistemas aplicativos, bem como assessorar clientes e a área operacional no uso de sistemas aplicativos e ferramentas de software em geral. Outras atividades correlatas à função.

a) Escolaridade: Curso superior reconhecido pelo MEC, completo ou em curso, preferencialmente na área de tecnologia da informação.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses no desenvolvimento de sistemas utilizando NATURAL e ADABAS para equipamento de grande porte IBM.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Natural 2 ou superior, PREDICT, JCL, COM-PLETE. Idioma inglês suficiente para leitura de anuais técnicos.

C.22/12

Técnico de Computação - TC - Programador PHP

Principais atribuições: Atuação na área de desenvolvimento de aplicações na tecnologia PHP. Desenvolver, testar e manter programas de computador na área de sistemas aplicativos, bem como assessorar clientes e a área operacional no uso de sistemas aplicativos e ferramentas de software em geral. Outras atividades correlatas à função.

a) Escolaridade: Curso superior reconhecido pelo MEC, completo ou em curso, preferencialmente na área de tecnologia da informação.

b) Experiência: Experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses no desenvolvimento de sites, portais e/ou sistemas com tecnologia PHP.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: UML, Programação orientada a objetos, modelagem E-R, SQL e linguagem PHP (versão 5 em diante).

Idioma inglês suficiente para leitura de anuais técnicos.

C.23/12

Técnico de Computação - TC - Programador Visual/ Design

Principais atribuições: Prospectar, projetar, especificar e desenvolver soluções de comunicação visual e design gráfico para atender sistemas de informação (portais, sites, hotsites, sistema e outros produtos para web e dispositivos móveis). Efetuar, entre outras ações, desenvolvimento de soluções que organizem as informações de forma mais adequada à utilização dos sistemas, acompanhamento da evolução de softwares gráficos e técnicas de animação e criação em design, definição estratégica de nomes e logotipos para a divulgação e distribuição de produtos e serviços de informática, criação, desenvolvimento e acompanhamento da produção de peças gráficas impressas.

a) Escolaridade: Curso superior reconhecido pelo MEC, completo ou em curso, preferencialmente na área de programação visual ou design.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses como design, no desenvolvimento de sites e/ou sistemas.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Metodologia projetual em design; Design de interação; usabilidade e acessibilidade; Produção multimídia; arquitetura da informação; UX - experiência do usuário; Aplicativos da Adobe (Photoshop, Illustrator, Dreamweaver, Flash); Idioma inglês suficiente para leitura de manuais técnicos.

C.24/12

Técnico de Computação - TC - Programador/Espec. em Testes de software

Principais atribuições: Atuação na área de desenvolvimento de aplicações com ênfase na Garantia da Qualidade. Desenvolver, testar e manter programas de computador na área de sistemas aplicativos com destaque para a atuação na etapa de testes, bem como assessorar clientes e a área operacional no uso de sistemas aplicativos e ferramentas de software em geral. Outras atividades correlatas à função.

a) Escolaridade: Curso superior reconhecido pelo MEC, completo ou em curso, preferencialmente na área de tecnologia da informação.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses em desenvolvimento de sistemas atuando em qualidade de software no planejamento e execução de testes de software.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: UML, Modelagem E-R, SQL, Qualidade de software, Planejamento e execução de testes de software. Idioma inglês suficiente para leitura de anuais técnicos.

Concursos de Nível Técnico Completo

C.25/12

Técnico de Nível Médio - TNM - Técnico Contábil

Principais atribuições: Efetuar a

classificação e lançamentos contábeis, conciliações de contas patrimoniais e de resultados, cálculos provisões. Efetuar a classificação de custos. Projetar a evolução de indicadores econômicos e de projeções orçamentárias de contas e receitas e despesas. Colaborar na elaboração das Demonstrações Contábeis. Acompanhar as modificações técnicas legais ocorridas na área contábil, tributária e de custos. Elaboração de declarações à Secretaria da Receita Federal, Estadual

Outras atividades correlatas à função

a) Escolaridade: Ensino Médio Completo e Técnico Contábil.

a.1) Registro: Registro no CRC/RS e comprovante de estar em dia com o mesmo.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses executando atividades de conciliação de contas patrimoniais e de resultado e elaboração das demonstrações contábeis.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Editor de texto e planilha eletrônica.

C.26/12

Técnico de Nível Médio - TNM - Técnico em Manutenção

Principais atribuições: Planejar, projetar, fiscalizar e executar serviços de manutenção, construção, reforma, controle e operação de instalações elétricas, telefônicas, de ar condicionado, em sistemas no-break, bancos de baterias, geradores de energia elétrica de emergência. Outras atividades correlatas à função.

a) Escolaridade: Ensino Médio Completo e Técnico em Eletrotécnica.

a.1) Registro: registro no CREA/RS e comprovante de estar em dia com o mesmo.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses nas atividades de operação e manutenção de sistemas elétricos e telefônicos, operação e manutenção em sistemas de ar condicionado.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Elaboração de manuais, planilhas e especificações técnicas; Manutenção de instalações, equipamentos e infraestrutura.

C.27/12

Técnico de Nível Médio - TNM - Técnico em Segurança do Trabalho

Principais atribuições: Coordenar o sistema de segurança do trabalho, investigando riscos e causas de acidentes e analisando formas de prevenção, a fim de garantir a integridade das pessoas e dos bens da empresa. Emitir pareceres e laudos técnicos da sua alçada. Avaliar irregularidades e propor soluções. Emitir relatórios e participar de campanhas educativas. Manter os registros legais pertinentes. Outras atividades correlatas à função

a) Escolaridade: Ensino Médio Completo e Técnico em Segurança do Trabalho.

a.1) Registro: Registro no respectivo conselho de classe e comprovante de estar em dia com o mesmo.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses desenvolvendo ações, no âmbito das organizações, inerentes à profissão.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Normas Regulamentadoras; PPRA; PCMSO; CAT´s.

C.28/12

Técnico em Manutenção Eletrônica - TME - Alegrete

Principais atribuições: Instalar e configurar equipamentos de informática e comunicação de dados, em rede. Realizar a manutenção em equipamentos de informática e comunicação de dados em campo e laboratório. Avaliar e certificar infra-estruturas de redes. Configurar elementos de infra- estrutura de redes, ferramentas de gerenciamento de redes, servidores DNS, firewall, lista de acessos. Instalar e realizar manutenção em backbone de WAN, MAN e LAN. Outras atividades correlatas.

a) Escolaridade: Ensino Médio Completo e Técnico em Eletrônica ou Telecomunicações.

a.1) Registro: registro no CREA/RS e comprovante de estar em dia com o mesmo.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses definindo, executando, avaliando e projetando serviços de instalação e manutenção de equipamentos de comunicação, processamento de dados e componentes de rede, bem como instalando e efetuando a manutenção de software de rede de teleprocessamento.

C.29/12

Técnico em Manutenção Eletrônica - TME - Caxias do Sul

Principais atribuições: Instalar e configurar equipamentos de informática e comunicação de dados, em rede. Realizar a manutenção em equipamentos de informática e comunicação de dados em campo e laboratório. Avaliar e certificar infra-estruturas de redes. Configurar elementos de infra- estrutura de redes, ferramentas de gerenciamento de redes, servidores DNS, firewall, lista de acessos. Instalar e realizar manutenção em backbone de WAN, MAN e LAN. Outras atividades correlatas.

a) Escolaridade: Ensino Médio Completo e Técnico em Eletrônica ou Telecomunicações.

a.1) Registro: registro no CREA/RS e comprovante de estar em dia com o mesmo.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses definindo, executando, avaliando e projetando serviços de instalação e manutenção de equipamentos de comunicação, processamento de dados e componentes de rede, bem como instalando e efetuando a manutenção de software de rede de teleprocessamento.

C.30/12

Técnico em Manutenção Eletrônica - TME - Passo Fundo

Principais atribuições: Instalar e configurar equipamentos de informática e comunicação de dados, em rede. Realizar a manutenção em equipamentos de informática e comunicação de dados em campo e laboratório. Avaliar e certificar infra-estruturas de redes. Configurar elementos de infra- estrutura de redes, ferramentas de gerenciamento de redes, servidores DNS, firewall, lista de acessos. Instalar e realizar manutenção em backbone de WAN, MAN e LAN. Outras atividades correlatas.

a) Escolaridade: Ensino Médio Completo e Técnico em Eletrônica ou Telecomunicações.

a.1) Registro: registro no CREA/RS e comprovante de estar em dia com o mesmo.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses definindo, executando, avaliando e projetando serviços de instalação e manutenção de equipamentos de comunicação, processamento de dados e componentes de rede, bem como instalando e efetuando a manutenção de software de rede de teleprocessamento.

C.31/12

Técnico em Manutenção

Eletrônica - TME - Pelotas

Principais atribuições: Instalar e configurar equipamentos de informática e comunicação de dados, em rede. Realizar a manutenção em equipamentos de informática e comunicação de dados em campo e laboratório. Avaliar e certificar infra-estruturas de redes. Configurar elementos de infra- estrutura de redes, ferramentas de gerenciamento de redes, servidores DNS, firewall, lista de acessos. Instalar e realizar manutenção em backbone de WAN, MAN e LAN. Outras atividades correlatas.

a) Escolaridade: Ensino Médio Completo e Técnico em Eletrônica ou Telecomunicações.

a.1) Registro: registro no CREA/RS e comprovante de estar em dia com o mesmo.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses definindo, executando, avaliando e projetando serviços de instalação e manutenção de equipamentos de comunicação, processamento de dados e componentes de rede, bem como instalando e efetuando a manutenção de software de rede de teleprocessamento.

C.32/12

Técnico em Manutenção Eletrônica - TME - Porto Alegre

Principais atribuições: Instalar e configurar equipamentos de informática e comunicação de dados, em rede. Realizar a manutenção em equipamentos de informática e comunicação de dados em campo e laboratório. Avaliar e certificar infra-estruturas de redes. Configurar elementos de infra- estrutura de redes, ferramentas de gerenciamento de redes, servidores DNS, firewall, lista de acessos. Instalar e realizar manutenção em backbone de WAN, MAN e LAN. Outras atividades correlatas.

a) Escolaridade: Ensino Médio Completo e Técnico em Eletrônica ou Telecomunicações.

a.1) Registro: registro no CREA/RS e comprovante de estar em dia com o mesmo.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses definindo, executando, avaliando e projetando serviços de instalação e manutenção de equipamentos de comunicação, processamento de dados e componentes de rede, bem como instalando e efetuando a manutenção de software de rede de teleprocessamento.

C.33/12

Técnico em Manutenção Eletrônica - TME - Santa Maria

Principais atribuições: Instalar e configurar equipamentos de informática e comunicação de dados, em rede. Realizar a manutenção em equipamentos de informática e comunicação de dados em campo e laboratório. Avaliar e certificar infra-estruturas de redes. Configurar elementos de infra- estrutura de redes, ferramentas de gerenciamento de redes, servidores DNS, firewall, lista de acessos. Instalar e realizar manutenção em backbone de WAN, MAN e LAN. Outras atividades correlatas.

a) Escolaridade: Ensino Médio Completo e Técnico em Eletrônica ou Telecomunicações.

a.1) Registro: registro no CREA/RS e comprovante de estar em dia com o mesmo.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses definindo, executando, avaliando e projetando serviços de instalação e manutenção de equipamentos de comunicação, processamento de dados e componentes de rede, bem como instalando e efetuando a manutenção de software de rede de teleprocessamento.

C.34/12

Técnico em Manutenção Eletrônica - TME - Santo Ângelo

Principais atribuições: Instalar e configurar equipamentos de informática e comunicação de dados, em rede. Realizar a manutenção em equipamentos de informática e comunicação de dados em campo e laboratório. Avaliar e certificar infra-estruturas de redes. Configurar elementos de infra- estrutura de redes, ferramentas de gerenciamento de redes, servidores DNS, firewall, lista de acessos. Instalar e realizar manutenção em backbone de WAN, MAN e LAN. Outras atividades correlatas.

a) Escolaridade: Ensino Médio Completo e Técnico em Eletrônica ou Telecomunicações.

a.1) Registro: registro no CREA/RS e comprovante de estar em dia com o mesmo.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses definindo, executando, avaliando e projetando serviços de instalação e manutenção de equipamentos de comunicação, processamento de dados e componentes de rede, bem como instalando e efetuando a manutenção de software de rede de teleprocessamento.

Concursos de Nível Médio Completo

C.35/12

Escriturário - ESC - Alegrete

Principais atribuições: Efetuar levantamentos de dados e informações; fazer uso de planilha eletrônica e editor de texto; preparar relatórios; elaborar editais, obedecendo as normas pertinentes; receber numerários, notas, recibos e efetuar o controle e a prestação de contas dos mesmos; efetuar o controle e movimentação patrimonial; controlar pagamentos crédito e débitos; efetuar lançamentos fiscais, de salários e encargos e realizar atividades como atualização de cadastros, atendimento ao público, contato com fornecedores e clientes; participar de estudos e pesquisas com o responsável técnico da área. Outras atividades correlatas.

a) Escolaridade: Ensino Médio Completo.

b) Experiência: experiência de no mínimo 06 (seis) meses em rotinas administrativas, em qualquer área organizacional.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Conhecimento comprovado em editor de texto e planilha eletrônica.

C.36/12

Escriturário - ESC - Caxias do Sul

Principais atribuições: Efetuar levantamentos de dados e informações; fazer uso de planilha eletrônica e editor de texto; preparar relatórios; elaborar editais, obedecendo as normas pertinentes; receber numerários, notas, recibos e efetuar o controle e a prestação de contas dos mesmos; efetuar o controle e movimentação patrimonial; controlar pagamentos crédito e débitos; efetuar lançamentos fiscais, de salários e encargos e realizar atividades como atualização de cadastros, atendimento ao público, contato com fornecedores e clientes; participar de estudos e pesquisas com o responsável técnico da área. Outras atividades correlatas.

a) Escolaridade: Ensino Médio Completo.

b) Experiência: experiência de no mínimo 06 (seis) meses em rotinas administrativas, em qualquer área organizacional.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Conhecimento comprovado em editor de texto e planilha eletrônica.

C.37/12

Escriturário - ESC - Passo Fundo

Principais atribuições: Efetuar levantamentos de dados e informações; fazer uso de planilha eletrônica e editor de texto; preparar relatórios; elaborar editais, obedecendo as normas pertinentes; receber numerários, notas, recibos e efetuar o controle e a prestação de contas dos mesmos; efetuar o controle e movimentação patrimonial; controlar pagamentos crédito e débitos; efetuar lançamentos fiscais, de salários e encargos e realizar atividades como atualização de cadastros, atendimento ao público, contato com fornecedores e clientes; participar de estudos e pesquisas com o responsável técnico da área. Outras atividades correlatas.

a) Escolaridade: Ensino Médio Completo.

b) Experiência: experiência de no mínimo 06 (seis) meses em rotinas administrativas, em qualquer área organizacional.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Conhecimento comprovado em editor de texto e planilha eletrônica.

C.38/12

Escriturário - ESC - Pelotas

Principais atribuições: Efetuar levantamentos de dados e informações; fazer uso de planilha eletrônica e editor de texto; preparar relatórios; elaborar editais, obedecendo as normas pertinentes; receber numerários, notas, recibos e efetuar o controle e a prestação de contas dos mesmos; efetuar o controle e movimentação patrimonial; controlar pagamentos crédito e débitos; efetuar lançamentos fiscais, de salários e encargos e realizar atividades como atualização de cadastros, atendimento ao público, contato com fornecedores e clientes; participar de estudos e pesquisas com o responsável técnico da área. Outras atividades correlatas.

a) Escolaridade: Ensino Médio Completo.

b) Experiência: experiência de no mínimo 06 (seis) meses em rotinas administrativas, em qualquer área organizacional.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Conhecimento comprovado em editor de texto e planilha eletrônica.

C.39/12

Escriturário - ESC - Porto Alegre

Principais atribuições: Efetuar levantamentos de dados e informações; fazer uso de planilha eletrônica e editor de texto; preparar relatórios; elaborar editais, obedecendo as normas pertinentes; receber numerários, notas, recibos e efetuar o controle e a prestação de contas dos mesmos; efetuar o controle e movimentação patrimonial; controlar pagamentos crédito e débitos; efetuar lançamentos fiscais, de salários e encargos e realizar atividades como atualização de cadastros, atendimento ao público, contato com fornecedores e clientes; participar de estudos e pesquisas com o responsável técnico da área. Outras atividades correlatas.

a) Escolaridade: Ensino Médio Completo.

b) Experiência: experiência de no mínimo 06 (seis) meses em rotinas administrativas, em qualquer área organizacional.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Conhecimento comprovado em editor de texto e planilha eletrônica.

C.40/12

Escriturário - ESC - Santa Maria

Principais atribuições: Efetuar levantamentos de dados e informações; fazer uso de planilha eletrônica e editor de texto; preparar relatórios; elaborar editais, obedecendo as normas pertinentes; receber numerários, notas, recibos e efetuar o controle e a prestação de contas dos mesmos; efetuar o controle e movimentação patrimonial; controlar pagamentos crédito e débitos; efetuar lançamentos fiscais, de salários e encargos e realizar atividades como atualização de cadastros, atendimento ao público, contato com fornecedores e clientes; participar de estudos e pesquisas com o responsável técnico da área. Outras atividades correlatas.

a) Escolaridade: Ensino Médio Completo.

b) Experiência: experiência de no mínimo 06 (seis) meses em rotinas administrativas, em qualquer área organizacional.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Conhecimento comprovado em

editor de texto e planilha eletrônica.

C.41/12

Escriturário - ESC - Santo Ângelo

Principais atribuições: Efetuar levantamentos de dados e informações; fazer uso de planilha eletrônica e editor de texto; preparar relatórios; elaborar editais, obedecendo as normas pertinentes; receber numerários, notas, recibos e efetuar o controle e a prestação de contas dos mesmos; efetuar o controle e movimentação patrimonial; controlar pagamentos crédito e débitos; efetuar lançamentos fiscais, de salários e encargos e realizar atividades como atualização de cadastros, atendimento ao público, contato com fornecedores e clientes; participar de estudos e pesquisas com o responsável técnico da área. Outras atividades correlatas.

a) Escolaridade: Ensino Médio Completo.

b) Experiência: experiência de no mínimo 06 (seis) meses em rotinas administrativas, em qualquer área organizacional.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Conhecimento comprovado em editor de texto e planilha eletrônica.

C.42/12

Técnico em Operação - TO - Apoio em telecomunicações - Porto Alegre

Principais atribuições: Efetuar a supervisão e operação de rede de telecomunicação. Detectar, isolar e corrigir operações anormais da rede. Manter base de dados sobre configuração de equipamentos da rede. Outras atividades correlatas a função.

a) Escolaridade: Ensino Médio Completo.

b) Experiência: experiência profissional de no mínimo 06 (seis) meses na área de operação de redes de telecomunicações, executando atividades de atendimento a incidentes de telecomunicações e instalação e configuração de dispositivos de rede.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Idioma inglês suficiente para leitura de manuais técnicos.

C.43/12

Técnico em Operação - TO - ênfase na área de atendimento e operações - Alegrete

Principais atribuições: Efetuar tarefas de apoio operacional: produção, operação de computadores, atendimento e administração da rede, documentação, assessoria, treinamento e implantação de sistemas, bem como auxílio nos serviços de rede de comunicações. Outras atividades correlatas

a) Escolaridade: Ensino Médio Completo.

b) Experiência: experiência de no mínimo 06 (seis) meses em informática, envolvendo, pelo menos, duas das seguintes atividades:

- Treinamento em informática.

- Assessoria em microinformática.

- Instalação de softwares em microinformática.

- Instalação e configuração de hardware de microinformática e interfaces de comunicação.

- Programação em microinformática.

- Suporte técnico em microinformática. Operação/administração em ambiente Linux/Unix ou MS WindowsServer.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Idioma inglês suficiente para leitura de manuais técnicos.

C.44/12

Técnico em Operação - TO - ênfase na área de atendimento e operações - Caxias do Sul

Principais atribuições: Efetuar tarefas de apoio operacional: produção, operação de computadores, atendimento e administração da rede, documentação, assessoria, treinamento e implantação de sistemas, bem como auxílio nos serviços de rede de comunicações. Outras atividades correlatas

a) Escolaridade: Ensino Médio Completo.

b) Experiência: experiência de no mínimo 06 (seis) meses em informática, envolvendo, pelo menos, duas das seguintes atividades:

- Treinamento em informática.

- Assessoria em microinformática.

- Instalação de softwares em microinformática.

- Instalação e configuração de hardware de microinformática e interfaces de comunicação.

- Programação em microinformática.

- Suporte técnico em microinformática. Operação/administração em ambiente Linux/Unix ou MS WindowsServer.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Idioma inglês suficiente para leitura de manuais técnicos.

C.45/12

Técnico em Operação - TO - ênfase na área de atendimento e operações - Passo Fundo

Principais atribuições: Efetuar tarefas de apoio operacional: produção, operação de computadores, atendimento e administração da rede, documentação, assessoria, treinamento e implantação de sistemas, bem como auxílio nos serviços de rede de comunicações. Outras atividades correlatas

a) Escolaridade: Ensino Médio Completo.

b) Experiência: experiência de no mínimo 06 (seis) meses em informática, envolvendo, pelo menos, duas das seguintes atividades:

- Treinamento em informática.

- Assessoria em microinformática.

- Instalação de softwares em microinformática.

- Instalação e configuração de hardware de microinformática e interfaces de comunicação.

- Programação em microinformática.

- Suporte técnico em microinformática. Operação/administração em ambiente Linux/Unix ou MS WindowsServer.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Idioma inglês suficiente para leitura de manuais técnicos.

C.46/12

Técnico em Operação - TO - ênfase na área de atendimento e operações - Pelotas

Principais atribuições: Efetuar tarefas de apoio operacional: produção, operação de computadores, atendimento e administração da rede, documentação, assessoria, treinamento e implantação de sistemas, bem como auxílio nos serviços de rede de comunicações. Outras atividades correlatas

a) Escolaridade: Ensino Médio Completo.

b) Experiência: experiência de no mínimo 06 (seis) meses em informática, envolvendo, pelo menos, duas das seguintes atividades:

- Treinamento em informática.

- Assessoria em microinformática.

- Instalação de softwares em microinformática.

- Instalação e configuração de hardware de microinformática e interfaces de comunicação.

- Programação em microinformática.

- Suporte técnico em microinformática. Operação/administração em ambiente Linux/Unix ou MS WindowsServer.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Idioma inglês suficiente para leitura de manuais técnicos.

C.47/12

Técnico em Operação - TO - ênfase na área de atendimento e operações - Porto Alegre

Principais atribuições: Efetuar tarefas de apoio operacional: produção, operação de computadores, atendimento e administração da rede, documentação, assessoria, treinamento e implantação de sistemas, bem como auxílio nos serviços de rede de comunicações. Outras atividades correlatas

a) Escolaridade: Ensino Médio Completo.

b) Experiência: experiência de no mínimo 06 (seis) meses em informática, envolvendo, pelo menos, duas das seguintes atividades:

- Treinamento em informática.

- Assessoria em microinformática.

- Instalação de softwares em microinformática.

- Instalação e configuração de hardware de microinformática e interfaces de comunicação.

- Programação em microinformática.

- Suporte técnico em microinformática. Operação/administração em ambiente Linux/Unix ou MS WindowsServer.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Idioma inglês suficiente para leitura de manuais técnicos.

C.48/12

Técnico em Operação - TO - ênfase na área de atendimento e operações - Santa Maria

Principais atribuições: Efetuar tarefas de apoio operacional: produção, operação de computadores, atendimento e administração da rede, documentação, assessoria, treinamento e implantação de sistemas, bem como auxílio nos serviços de rede de comunicações. Outras atividades correlatas

a) Escolaridade: Ensino Médio Completo.

b) Experiência: experiência de no mínimo 06 (seis) meses em informática, envolvendo, pelo menos, duas das seguintes atividades:

- Treinamento em informática.

- Assessoria em microinformática.

- Instalação de softwares em microinformática.

- Instalação e configuração de hardware de microinformática e interfaces de comunicação.

- Programação em microinformática.

- Suporte técnico em microinformática. Operação/administração em ambiente Linux/Unix ou MS WindowsServer.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Idioma inglês suficiente para leitura de manuais técnicos.

C.49/12

Técnico em Operações - TO -ênfase na área de atendimento e operações - Santo Ângelo

Principais atribuições: Efetuar tarefas de apoio operacional: produção, operação de computadores, atendimento e administração da rede, documentação, assessoria, treinamento e implantação de sistemas, bem como auxílio nos serviços de rede de comunicações. Outras atividades correlatas

a) Escolaridade: Ensino Médio Completo.

b) Experiência: experiência de no mínimo 06 (seis) meses em informática, envolvendo, pelo menos, duas das seguintes atividades:

- Treinamento em informática.

- Assessoria em microinformática.

- Instalação de softwares em microinformática.

- Instalação e configuração de hardware de microinformática e interfaces de comunicação.

- Programação em microinformática.

- Suporte técnico em microinformática. Operação/administração em ambiente Linux/Unix ou MS WindowsServer.

c) Conhecimentos a serem comprovados conforme item 13 do Edital: Idioma inglês suficiente para leitura de manuais técnicos.

3. AS VAGAS DESTINADAS A CANDIDATOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA

3.1. Às pessoas portadoras de deficiência que pretendem fazer uso das prerrogativas que lhes são facultadas no inciso VIII do artigo 37 da Constituição Federal é assegurado o direito de inscrição para o cargo em Concurso Público, cujas atribuições sejam compatíveis com a deficiência de que são portadores.

3.2. A participação dos portadores de deficiência neste concurso público se dará de conformidade ao disposto na Lei Estadual nº 10.228, de 06 de julho de 1994 e no Decreto Estadual n.º 44.300, de 20/02/2006.

3.3. O número de vagas destinado a portadores de deficiência neste concurso consta no anexo I deste Edital.

3.3.1. O candidato que se declarar portador de deficiência concorrerá em igualdade de condições com os demais candidatos no que se refere ao conteúdo, avaliação, duração, horário e local de realização das provas.

3.4. Para concorrer a uma dessas vagas, o candidato deverá:

a) no ato da inscrição, declarar-se portador de deficiência;

b) encaminhar laudo médico (original ou cópia autenticada), emitido nos últimos 90 dias, contados até o último dia de inscrição, contendo carimbo, a assinatura do médico e seu número no conselho de medicina, atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças (CID-10), bem como à provável causa da deficiência.

3.5. O candidato deverá entregar ou encaminhar documentação solicitada conforme a seguir indicado. Caso não entregue ou não encaminhe o laudo no prazo estabelecido e na forma estabelecida, o candidato será considerado como não portador de deficiência, sem direito à reserva de vaga.

3.5.1. Local de entrega do laudo médico ou da solicitação de atendimento especial de não deficientes, ou forma de encaminhamento por SEDEX:

a) O laudo médico ou a solicitação de atendimento especial para realizar a prova de candidatos não deficientes, poderá ser entregue diretamente na sede da FUNDATEC localizado na Rua Professor Cristiano Fischer nº 2.012 - Bairro: Partenon - Porto Alegre - RS, no horário das 9h às 17h, de 2ª à 6ª feira, no período de 13/09 à 09/10/2012.

b) Se o candidato o desejar, poderá encaminhar o laudo médico ou a solicitação de atendimento especial pelo Correio, somente por SEDEX, para a sede da FUNDATEC localizado na Rua Professor Cristiano Fischer nº 2.012 - Bairro: Partenon - Porto Alegre - RS, CEP 91.410-000. No envelope deve constar "Concurso PROCERGS (laudo médico)", no prazo abaixo indicado.

c) Prazo para remessa por SEDEX: até o dia 10 de outubro de 2012. No caso de remessa por SEDEX, vale a data que consta no carimbo de postagem do Correio.

3.5.2. O fornecimento do laudo médico (original ou cópia autenticada), por qualquer via, é de responsabilidade exclusiva do candidato. A FUNDATEC não se responsabiliza por qualquer tipo de extravio que impeça a chegada da documentação a seu destino.

3.6. O candidato portador de deficiência poderá requerer atendimento especial, no ato da inscrição, para o dia de realização das provas, indicando as condições de que necessita para a realização destas.

3.7. O laudo médico (original ou cópia autenticada) terá validade somente para este concurso público e não será devolvido, assim como não serão fornecidas cópias desses documentos.

3.7.1. O Extrato do Edital informando a relação dos candidatos que tiveram a inscrição deferida para concorrer na condição de portadores de deficiência será divulgado no Diário Oficial do Estado, na ocasião da divulgação da homologação das inscrições. Na Internet, no endereço eletrônico www.fundatec.org.br, a listagem será publicada na íntegra.

3.8. Se aprovados e classificados, para o provimento das vagas do Concurso, os candidatos portadores de deficiência terão apurada a compatibilidade do exercício das atribuições exigidas para os mesmos com as deficiências de que são portadores, por ocasião do exame médico a que deverão ser submetidos, mediante perícia específica.

3.9. Nos Concursos Públicos em que há reserva de vagas para deficientes, serão publicadas duas listas de candidatos aprovados em ordem classificatória. A primeira conterá a classificação geral de todos os candidatos aprovados no Concurso Público, nos respectivos cargos, em ordem crescente de classificação, incluindo os candidatos portadores de deficiência, e a segunda incluirá somente estes últimos.

3.10. As vagas definidas no Anexo I que não forem providas por falta de candidatos portadores de deficiência aprovados serão preenchidas pelos demais candidatos, observada a ordem geral de classificação por cargo.

3.11. A solicitação de condições ou recursos especiais será atendida, em qualquer caso, segundo os critérios de viabilidade e de razoabilidade.

4. DAS INSCRIÇÕES NO CONCURSO PÚBLICO

4.1. Valores das Taxas de Inscrição:

a) Nível Médio: R$ 56,88

b) Nível Técnico: R$ 56,88

c) Nível Superior Completo e Incompleto: R$ 129,69

4.2 DA ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO A CANDIDATOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA:

4.2.1. De conformidade com a Lei Estadual nº 13.153, de 16 de abril de 2009, os candidatos portadores de deficiência que tiverem renda mensal "per capita" familiar de até 1,5 (um e meio) salário mínimo nacional podem pleitear a isenção do pagamento da taxa de inscrição, mediante o preenchimento de formulário próprio (requerimento de isenção) disponível no Anexo III deste Edital.

4.2.2. Para obter a isenção, os candidatos portadores de deficiência que se enquadrarem no item anterior, além de efetuarem a inscrição, deverão entregar pessoalmente ou enviar via sedex à sede da FUNDATEC, Rua Professor Cristiano Fischer, nº 2.012, Bairro Partenon, CEP 91.410-000, Porto Alegre/RS, sendo entregue ou postado até o dia 17/09/2012:

- o requerimento de isenção que estará disponível neste Edital;

- cópia do boleto bancário de inscrição;

- cópia da carteira de identidade;

- laudo médico original, fornecido por profissional cadastrado pelo Sistema Único de Saúde - SUS, que comprove a deficiência.

4.2.3. As informações prestadas por ocasião da inscrição, bem como a documentação apresentada, serão de inteira responsabilidade do candidato, respondendo civil e criminalmente pelo teor das afirmativas.

4.2.4. Não será concedida isenção de pagamento do valor da taxa de inscrição ao candidato que:

a) não atender às condições previstas no item 4.2.1;

b) não fizer o pedido, instruído com a documentação exigida no item 4.2.2, até a data especificada;

c) omitir informações ou fornecer informações inverídicas;

d) fraudar ou falsificar documentação.

4.2.5. O candidato, cujo pedido de isenção for indeferido e que tiver interesse em permanecer no concurso, deverá fazer o recolhimento da respectiva taxa de inscrição até o dia 10/10/2012.

4.2.6. Perderá os direitos decorrentes da inscrição no concurso público, sendo considerado inabilitado, além de responder pela infração, o candidato que apresentar comprovante inidôneo ou firmar declaração falsa para se beneficiar da isenção de que trata este Edital.

4.2.7. A Comissão de Concurso da PROCERGS e a Comissão de Concurso da FUNDATEC poderão fazer diligências relativas à situação declarada pelo candidato, deferindo ou não seu pedido de isenção.

4.3 DOS PROCEDIMENTOS PARA A INSCRIÇÃO

4.3.1. A inscrição será via Internet, no endereço eletrônico www.fundatec.org.br, solicitado no período entre 10 horas do dia 13 de setembro de 2012 e 23 horas e 59 minutos do dia 09 de outubro de 2012 observada o horário oficial de Brasília/DF.

4.3.2. A FUNDATEC não se responsabilizará por solicitação de inscrição não recebida por motivos de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores que impossibilitem a transferência de dados.

4.3.3. O candidato deverá efetuar o pagamento da taxa de inscrição obrigatoriamente por intermédio do boleto bancário gerado após a conclusão do preenchimento da ficha de solicitação de inscrição on line.

4.3.4. O boleto bancário deverá ser pago preferencialmente no BANRISUL, podendo ser pago em qualquer banco.

4.3.5. O pagamento da taxa de inscrição deverá ser efetuado obrigatoriamente até o próximo dia útil ao término das inscrições.

4.3.6. Só será aceito pagamento em espécie, não será aceito pagamento em cheque.

4.3.7. A inscrição, cujo pagamento não for creditado até o 1º dia útil posterior ao último dia de pagamento, não será aceita.

4.3.8. As inscrições efetuadas somente serão acatadas após a comprovação de pagamento da taxa de inscrição.

4.3.9. O comprovante de inscrição do candidato estará disponível no endereço eletrônico www.fundatec.org.br, após o acatamento da inscrição, sendo de responsabilidade exclusiva do candidato a obtenção desse documento.

4.3.10 Para os candidatos que não dispuserem de acesso à Internet para efetuar sua inscrição, poderão se dirigir a sede da Fundatec, localizada na Rua Profº. Cristiano Fischer nº 2.012 - Bairro: Partenon - Porto Alegre - RS, durante o período das inscrições, em dias úteis no horário das 9h às 17h, observado o horário oficial de Brasília/DF.

4.4. REGULAMENTAÇÃO E DISPOSIÇÕES GERAIS SOBRE A INSCRIÇÃO NO CONCURSO PÚBLICO:

4.4.1. Antes de efetuar a inscrição, o candidato deverá conhecer o edital e certificar-se de que preenche todos os requisitos exigidos. No momento da inscrição, o candidato deverá optar por um dos Concursos Públicos.

4.4.1.1 Uma vez efetivada a inscrição não será permitida, em hipótese alguma, a sua alteração.

4.4.2. É vedada a inscrição condicional, a extemporânea, a via postal, a via fax ou a via correio eletrônico.

4.4.3. É vedada a transferência do valor pago a título de taxa para terceiros ou para outros Concursos Públicos.

4.4.4. Para efetuar a inscrição, é imprescindível o número de Cadastro de Pessoa Física (CPF) do candidato.

4.4.5. As informações prestadas no formulário eletrônico de inscrição serão de inteira responsabilidade do candidato, arcando com as consequências de eventuais erros no preenchimento deste documento, dispondo a FUNDATEC do direito de excluir do concurso público aquele que não preencher o formulário de forma completa e correta.

4.4.6. O valor referente ao pagamento da taxa de inscrição não será devolvido em hipótese alguma, mesmo que sua inscrição não seja homologada, salvo em caso de cancelamento do certame por conveniência da Administração Pública.

4.4.7. O comprovante de inscrição e o comprovante de pagamento da taxa de inscrição deverá ser mantido em poder do candidato.

4.4.8. Não é permitida a inscrição (com taxa paga) em mais de um Concurso. Caso isso ocorra, valerá a inscrição com data mais recente (a última inscrição paga) e não haverá devolução da taxa de inscrição.

4.4.9. Os requisitos obrigatórios para a admissão quanto à escolaridade, experiência, conhecimentos específicos e habilitação legal para o exercício do cargo estão previstos no item 2 deste Edital.

4.4.10. Por ocasião da admissão, os candidatos classificados deverão apresentar os demais documentos comprobatórios do atendimento aos requisitos fixados nos itens 12 e 13 deste Edital e outros que a legislação exigir.

4.4.11. Não serão aceitos pedidos de isenção de pagamento do valor da taxa de inscrição, seja qual for o motivo alegado, salvo quando for aplicado o item 4.2 deste Edital.

4.4.12. O candidato ao preencher o formulário eletrônico de inscrição reconhece, automaticamente, a declaração constante neste documento e o pedido de inscrição confirma a aceitação das normas, exigências e condições previstas neste Edital de Abertura e seus Anexos.

4.5. HOMOLOGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES:

4.5.1 A homologação do pedido de inscrição será dada a conhecer aos candidatos por meio de Edital publicado no Diário Oficial do Estado e no endereço eletrônico www.fundatec.org.br. Não serão divulgadas as inscrições indeferidas por motivo de falta de pagamento. Da não homologação cabe recurso, que deverá ser formulado conforme o previsto no item 9 deste Edital.

4.5.2. O candidato concordará na solicitação de inscrição, que tem ciência e aceita que, caso aprovado, deverá entregar à PROCERGS os documentos comprobatórios dos requisitos exigidos para o Concurso Público por ocasião da convocação para admissão.

5. DA CONVOCAÇÂO PARA AS PROVAS

5.1. As provas serão realizadas em dia, hora e local a serem designados através de edital, publicado no Diário Oficial do Estado, no prazo mínimo de 8 (oito) dias de antecedência da data de realização das mesmas.

5.2. A convocação para realização das provas estará disponível no endereço eletrônico www.fundatec.org.br, a partir de 01 de novembro de 2012, sendo de responsabilidade exclusiva do candidato a obtenção deste documento.

5.3. É obrigação do candidato conferir, na página da FUNDATEC na Internet, os seguintes dados: nome, número do documento de identidade, CPF, data de nascimento, sexo, cargo e, quando for o caso, a informação de tratar-se de pessoa portadora de deficiência que demande condição especial para a realização das provas e/ou esteja concorrendo às vagas reservadas a portadores de necessidades especiais.

5.4. Os eventuais erros de digitação no nome, número do documento de identidade, data de nascimento, sexo, ou de outros dados, poderão ser corrigidos pelo site da Fundatec, www.fundatec.org.br, ou poderão ser corrigidos no dia das respectivas provas.

5.5. O candidato não poderá alegar desconhecimento dos locais de realização das provas como justificativa de sua ausência. O não comparecimento às provas, qualquer que seja o motivo, será considerado como desistência do candidato e resultará em sua eliminação do concurso público.

6. DAS ETAPAS DO CONCURSO PÚBLICO

6.1. Os Concursos Públicos serão compostos de Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório.

6.2. As etapas do concurso deverão ser acompanhadas pelo cronograma, disponível no site da FUNDATEC.

7. DAS PROVAS

7.1. Da Prova Objetiva:

7.1.1. A Prova Objetiva, para os candidatos a todos os concursos, será composta de questões do tipo múltipla escolha e será aplicada na cidade de Porto Alegre, tendo como data prevista o dia 11 de novembro de 2012.

7.1.2. Cada questão conterá 5 (cinco) opções e somente uma correta.

7.1.3. A quantidade de questões, o valor de cada questão, a nota mínima para aprovação e a nota máxima possível estão descritos no anexo II deste Edital.

7.1.4. O candidato deverá transcrever as respostas das provas objetivas para a Grade de Respostas, que será o único documento válido para a correção das provas. O preenchimento da Grade de Respostas será de inteira responsabilidade do candidato, que deverá proceder em conformidade com as instruções específicas contidas neste edital e na Grade de Respostas. Em hipótese alguma haverá substituição da Grade de Respostas por erro do candidato.

7.1.5. Serão de inteira responsabilidade do candidato os prejuízos advindos do preenchimento indevido da Grade de Respostas. Serão consideradas marcações indevidas as que estiverem em desacordo com este edital ou com a Grade de Respostas, tais como marcação rasurada ou emendada ou campo de marcação não preenchido integralmente.

7.1.6. O candidato não deverá amassar, molhar, dobrar, rasgar, manchar ou, de qualquer modo, danificar a sua Grade de Respostas, sob pena de arcar com os prejuízos advindos da impossibilidade de realização da leitura digitalizada.

7.1.7. O candidato é responsável pela conferência de seus dados pessoais, em especial seu nome, seu número de inscrição e o número de seu documento de identidade.

7.1.8. A FUNDATEC divulgará a imagem da Grade de Respostas dos candidatos que realizaram as provas objetivas, exceto dos candidatos eliminados na forma do subitem 8.9 deste edital, no endereço eletrônico www.fundatec.org.br, após a data de divulgação do resultado das provas objetivas. A referida imagem ficará disponível até quinze dias corridos da data de publicação do resultado final do concurso público.

7.2. Os conteúdos programáticos estão disponíveis no anexo IV deste Edital.

8. DAS CONDIÇÕES DE REALIZAÇÃO DAS PROVAS

8.1. As provas dos concursos terão a duração de 04 (quatro) horas e, a critério da PROCERGS, as mesmas poderão ser realizadas em, sábado, domingo ou feriado.

8.2. O candidato deverá comparecer ao local designado para prestar as provas, munido de caneta esferográfica de tinta indelével preta ou azul e de documento oficial e original de identidade, contendo fotografia e assinatura, com antecedência de 60 (sessenta) minutos do horário estabelecido para o fechamento dos portões de acesso ao local.

8.2.1. Serão considerados documentos oficiais de identidade: carteiras expedidas pelos Comandos Militares (ex- Ministérios Militares), pelas Secretarias de Segurança, pelos Corpos de Bombeiros, pelas Polícias Militares e pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (Ordens, Conselhos, etc); passaporte; carteiras funcionais do Ministério Público e Magistratura; carteiras expedidas por órgão público que, por Lei Federal, valem como identidade; e Carteira Nacional de Habilitação (somente o modelo novo, com foto).

8.2.2. Os documentos deverão estar em perfeitas condições, de forma a permitir, com clareza, a identificação do candidato e de sua assinatura.

8.2.2.1. O candidato será submetido à identificação especial caso seu documento oficial de identidade apresente dúvidas quanto à fisionomia ou assinatura.

8.2.3. O candidato que não apresentar documento oficial de identidade não realizará as provas.

8.2.3.1. Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar documento oficial de identidade, por motivo de perda, roubo ou furto, deverá ser apresentado documento que comprove o registro do fato em órgão policial, expedido no máximo em 30 dias, documento com foto e assinatura, sendo o candidato submetido à identificação especial.

8.3. Não haverá, sob pretexto algum, segunda chamada para as provas. O não comparecimento, qualquer que seja a alegação, acarretará a eliminação automática do candidato.

8.4. É vedado ao candidato prestar as provas fora do local, data e horário pré-determinados pela organização do Concurso Público.

8.5. Não será permitido ao candidato entrar no local de realização das provas após o horário previsto para o fechamento dos portões ou após o horário estabelecido para o seu início.

8.6. Não será permitido ao candidato entrar na sala de prova portando (carregando consigo, levando ou conduzindo) armas ou aparelhos eletrônicos (mp3 ou mp4, telefone celular, qualquer tipo de relógio com mostrador digital, bip, agenda eletrônica, notebook, palmtop, receptor, gravador, câmera fotográfica, etc).

8.6.1. A organizadora não se responsabilizará por perdas ou extravios de objetos e/ou equipamentos eletrônicos ocorridos durante a realização da prova, nem por danos neles causados.

8.6.2. O descumprimento do descrito no subitem 8.6 deste Edital implicará na eliminação do candidato, constituindo tentativa de fraude.

8.7. Das provas:

8.7.1. Após assinar a lista de presença na sala de prova, o candidato deverá ingressar imediatamente a sala de provas. Ao entrar na sala de realização de prova, o candidato não poderá manusear e/ou consultar nenhum tipo de material.

8.7.1.1. O candidato deverá conferir as informações contidas na lista de presença e assinar seu nome em local apropriado.

8.7.1.2. Caso o candidato identifique erros durante a conferência das informações contidas na Lista de Presença, estes devem ser retificados na própria lista. Não será permitido correções de informações diretamente na Grade de Respostas.

8.7.1.3. Não é permitida a solicitação de alteração do concurso público para o qual o candidato concorre e/ou o tipo de vaga escolhida (vaga de ampla concorrência ou vaga reservada a portadores de deficiência), seja qual for o motivo alegado.

8.7.1.4. O candidato deverá transcrever, utilizando caneta esferográfica de tinta indelével preta ou azul, as respostas da Prova Objetiva para a grade de respostas da Prova Objetiva, que será o único documento válido para a correção digitalizada. O preenchimento da grade de respostas da Prova Objetiva será de inteira responsabilidade do candidato que deverá proceder em conformidade com as instruções contidas nesta. Em hipótese alguma haverá substituição da grade de respostas por erro do candidato.

8.7.1.5. Será atribuída NOTA ZERO à questão da Prova Objetiva que não corresponder ao gabarito oficial ou que contiver emenda, rasura ou mais de uma ou nenhuma resposta assinalada na questão.

8.7.2. Não será permitida a permanência de acompanhante do candidato ou de pessoas estranhas aos Concursos, nas dependências do local onde forem aplicadas às provas.

8.8. POR MOTIVO DE SEGURANÇA OS PROCEDIMENTOS A SEGUIR SERÃO ADOTADOS:

a) a organizadora procederá, no ato da aplicação das provas, a coleta da impressão digital de cada candidato;

b) após ser identificado, nenhum candidato poderá retirar-se da sala de prova ou do local de espera, sem autorização e acompanhamento da fiscalização;

c) a candidata que tiver necessidade de amamentar, durante a realização da prova, deverá levar acompanhante, sendo que este (a) ficará em sala reservada para tal finalidade e será responsável pela guarda da criança. Não será permitida a permanência da criança na sala de prova;

d) somente após decorrida uma hora e trinta minutos do início das provas, o candidato poderá entregar sua grade de respostas da Prova Objetiva e retirar-se da sala de prova. O candidato que insistir em sair da sala de prova, descumprindo o aqui disposto, deverá assinar a ata de prova de sua sala, declarando sua desistência do Concurso Público, que será lavrado pelo Coordenador do local;

e) será terminantemente vedado ao candidato copiar seus assinalamentos feitos na grade de respostas da Prova Objetiva. A imagem de sua grade de respostas será disponibilizada no endereço eletrônico www.fundatec.org.br;

f) ao terminar a prova o candidato entregará, obrigatoriamente, ao fiscal de sala, o sua grade de respostas da Prova Objetiva assinada; e

g) os dois últimos candidatos deverão permanecer na sala de prova e somente poderão sair juntos do recinto, após a aposição em Ata de suas respectivas assinaturas.

8.9. SERÁ ELIMINADO DO CONCURSO PÚBLICO O CANDIDATO QUE:

a) chegar ao local de prova após o fechamento dos portões ou após o horário estabelecido para o início da Prova Objetiva ou realizar a prova em local diferente do designado;

b) durante a realização da prova, for surpreendido em comunicação com outro candidato ou pessoa não autorizada;

c) for surpreendido durante o período de realização de sua prova portando (carregando consigo, levando ou conduzindo) armas ou aparelhos eletrônicos (mp3 ou mp4, telefone celular, qualquer tipo de relógio com mostrador digital, bip, agenda eletrônica, notebook, palmtop, receptor, gravador, câmera fotográfica, etc), quer seja na sala de prova ou nas dependências do seu local de prova;

d) utilizar-se de livros, códigos, impressos, máquinas calculadoras e similares, pagers, telefones celulares ou qualquer tipo de consulta durante o período de realização de sua prova, quer seja na sala de prova ou nas dependências do seu local de prova;

e) fizer, em qualquer documento, declaração falsa ou inexata;

f) desrespeitar membro da equipe de fiscalização, assim como o que proceder de forma a perturbar a ordem e a tranquilidade necessária à realização da prova;

g) descumprir qualquer das instruções contidas na capa da prova;

h) não realizar a prova, ausentar-se da sala de prova ou do local de espera sem justificativa ou sem autorização, após ter assinado a lista de presença, portando ou não a grade de respostas da Prova Objetiva;

i) não devolver a grade de respostas da Prova Objetiva;

j) deixar de assinar a grade de respostas da Prova Objetiva e/ou a lista de presença;

k) não atender às determinações do presente Edital e de seus Anexos;

l) quando, após a prova, for constatado - por meio eletrônico, estatístico, visual ou grafológico - ter o candidato se utilizado de processos ilícitos.

9. DA PUBLICAÇÃO DOS GABARITOS, NOTAS E DO PRAZO PARA RECURSOS

9.1. A divulgação dos Gabaritos e Notas será disponibilizada pela Internet no endereço eletrônico www.fundatec.org.br.

9.2. O candidato poderá interpor pedido de recurso:

a) referente às inscrições não homologadas, até 03 (três) dias úteis, a contar do primeiro dia útil subsequente ao da divulgação do edital de homologação das inscrições;

b) referente ao gabarito e as notas preliminares da prova objetiva, no prazo de 03 (três) dias úteis, a contar do primeiro dia útil subsequente ao da divulgação.

9.3. O pedido de recurso deverá ser dirigido à Comissão de Concurso, através de formulário eletrônico existente no endereço www.fundatec.org.br, conforme previsto no cronograma e conterá:

a) nome completo e número de inscrição do candidato;

b) indicação do Concurso, em realização;

c) objeto do pedido e exposição detalhada das razões que o motivaram.

9.3.1. No caso da Prova Objetiva, admitir-se-á um único recurso, por questão, para cada candidato, relativamente ao gabarito, à formulação ou ao conteúdo das questões, desde que devidamente fundamentado e instruído com material bibliográfico.

9.3.1.1 Após a fundamentação do recurso efetuada, referente a Prova Objetiva, o candidato deverá dirigir-se a sede da PROCERGS, na Praça dos Açorianos, s/n - Centro Histórico - Porto Alegre, no horário das 8h:30min às 17h:30min, de posse de seu Comprovante de Pedido de Recurso e protocolar sua solicitação.

9.3.1.2 O protocolo na sede da PROCERGS poderá ser efetuado por terceiros desde que possua Procuração Simples do Candidato com cópia do documento de identidade.

9.3.1.3 Os pedidos de Recursos somente serão respondidos caso o candidato obedeça o subitem 9.3.1.1.

9.3.2. Após o julgamento dos recursos interpostos, os pontos correspondentes às questões, porventura anuladas, serão atribuídos a todos os candidatos.

9.4. Será indeferido liminarmente o pedido de recurso apresentado fora do prazo e da forma estipulados neste Edital.

9.4.1. Não serão considerados os pedidos de revisão protocolados fora do prazo, ou que não contenham os elementos indicados no subitem 9.3, acima.

9.5. Não serão aceitos recursos enviados pelo correio, por "fac-símile" ou por e-mail.

9.6. A decisão final da Banca Examinadora será soberana e irrecorrível, não existindo desta forma recurso contra resultado de recurso.

9.7. Não haverá recurso de reconsideração.

10. DA APROVAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO

10.1. As provas serão avaliadas segundo consta no anexo II deste Edital.

10.2. Serão considerados aprovados nas provas objetivas os candidatos que obtiverem, em cada prova eliminatória, nota igual ou superior à nota mínima prevista no anexo II deste Edital.

10.3. Os candidatos, que não obtiverem a pontuação mínima exigida no anexo II deste Edital para aprovação no concurso em que se inscreveram, estão eliminados do concurso.

10.4. As provas eliminatórias previstas no anexo II deste Edital também têm caráter classificatório.

10.5. A Nota Final do candidato será constituída do total de pontos obtidos na prova objetiva.

10.6. A classificação dos candidatos aprovados será realizada por Concurso e dar-se-á, após esgotada a fase recursal, pela ordem decrescente dos pontos obtidos na Nota Final.

10.7. A publicação dos resultados do concurso, em que há previsão de vagas para deficientes, será realizada em 02 (duas) listas. A primeira conterá a classificação de todos os candidatos em ordem crescente de classificação, incluindo os candidatos portadores de deficiência, e a segunda conterá somente estes últimos.

11. DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE

11.1. No caso de os candidatos do mesmo concurso obterem idêntico número de pontos na Nota Final, serão utilizados, sucessivamente, os seguintes critérios de desempate:

11.1.1 Para os concursos públicos C.01/12 a C.07/12, e C.25/12 a C.34/12:

a) idade mais elevada dos candidatos com 60 (sessenta) anos ou acima, nos termos do parágrafo único do art.27 da Lei Federal n.º 10.741/03, na data do término das inscrições;

b) maior nota na prova de Conhecimentos Específicos;

c) sorteio público, se persistir o empate.

11.1.2 Para os concursos públicos C.08/12 a 24/12 e C.42/12 a 49/12:

a) idade mais elevada dos candidatos com 60 (sessenta) anos ou acima, nos termos do parágrafo único do art.27 da Lei Federal n.º 10.741/03, na data do término das inscrições;

b) sorteio público, se persistir o empate.

11.1.3. Para os concursos públicos 35/12 a 41/12 - Escriturário

a) idade mais elevada dos candidatos com 60 (sessenta) anos ou acima, nos termos do parágrafo único do art.27 da Lei Federal n.º 10.741/03, na data do término das inscrições;

b) maior nota na prova de língua portuguesa;

c) sorteio público, se persistir o empate.

11.2. Sorteio Público.

11.2.1 No caso de ocorrer Sorteio Público como critério de desempate, este será comunicado aos candidatos, através de edital publicado no Diário Oficial do Estado, com antecedência mínima de 3 (três) dias úteis. A participação dos candidatos no sorteio público é facultativa aos interessados.

12. DA CONTRATAÇÃO

12.1. O provimento dos candidatos nos concursos de C.01/12 a C.49/12 obedecerá, rigorosamente, à ordem de classificação dos candidatos, dentro do prazo de validade dos Concursos e às necessidades da PROCERGS.

12.2. Para ser efetuada a contratação, os candidatos devem possuir os requisitos abaixo relacionados e apresentar os documentos correspondentes, os quais somente serão válidos se o candidato tiver direito aos mesmos nos prazos previstos neste Edital. Os requisitos são os seguintes:

a) ser brasileiro ou gozar das prerrogativas contidas no art. 12, da Constituição Federal, cujo processo de naturalização tenha sido encerrado dentro do prazo das inscrições, ou ser estrangeiro em situação regular no território nacional, dentro do prazo das inscrições, e conforme o estabelecido na Lei estadual Complementar nº 13.763/2011;

b) estar em dia com o Serviço Militar, quando do sexo masculino, até a data da convocação para a admissão;

c) estar em dia com as obrigações eleitorais, até a data da convocação para a admissão;

d) possuir idade mínima de 18 (dezoito) anos completos, na data da convocação para a admissão;

e) possuir a escolaridade exigida para o concurso público no qual se inscreveu até a data da convocação para a admissão, conforme item 2 deste Edital;

f) possuir registro no órgão de classe, se for exigido pelo cargo, na forma exigida no item 2 deste Edital;

g) comprovar a experiência profissional obrigatória exigida no item 2 deste Edital, na forma prevista do item 13;

h) ter compatibilidade de horário para o exercício das atividades;

i) não registrar antecedentes criminais, achando-se em pleno gozo dos direitos civis e políticos até a data da convocação para a admissão;

j) ter boa saúde física e mental, verificada através de exame médico admissional;

l) estar aprovado no Concurso Público em que se inscreveu.

12.3. No caso de portadores de deficiência, será avaliada a compatibilidade de sua deficiência, com as atribuições exigidas para o Concurso no qual se inscreveu, através de exame médico admissional por ocasião da contratação.

12.4. A PROCERGS contratará os concursados de acordo com as necessidades dos serviços do seu Quadro de Pessoal, observado o prazo de validade do Concurso.

12.5. A contratação será feita nos termos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

12.6. Ficará impedido de ser admitido na PROCERGS o candidato que exerça cargo/emprego/função na Administração Pública Federal, Estadual ou Municipal, conforme previsto no Artigo 37, inciso XVI, da Constituição Federal.

12.7. No caso de serem autorizadas posteriormente mais vagas e/ou vierem a surgir vagas em virtude de demissões, aposentadoria ou outros motivos, para os concursos públicos previstos neste Edital, as mesmas poderão ser preenchidas por candidatos aprovados nos respectivos concursos públicos e que ainda não tenham sido aproveitados, respeitando-se sempre a ordem de classificação e o prazo de validade dos Concursos.

13. DA COMPROVAÇÃO DA EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL OBRIGATÓRIA

13.1. Os candidatos aprovados somente serão admitidos após a comprovação dos requisitos exigidos para o Concurso no qual se inscreveram, observando-se o disposto no item 12 do presente Edital. Os candidatos deverão apresentar, à PROCERGS, os seguintes documentos, no ato da convocação para admissão:

a) Para comprovar a escolaridade: fotocópia autenticada do comprovante de escolaridade, fornecido pela entidade de ensino, constando o curso, grau de escolaridade, timbre da instituição, qualificação, nome e assinatura do emitente e data de emissão. Será considerada, para fins de comprovação, a escolaridade obtida pelo candidato até a data da convocação para admissão;

b) Para comprovar a experiência exigida na alínea "b" do item 2:

b.1) Concursos C.01/12 a C.07/12: certificados/declarações (original ou fotocópia autenticada), emitidas pela(s) Empresa(s) onde os serviços foram prestados, constando CGC e endereço, atividades desenvolvidas na área, qualificação e nome do emitente da declaração/certificado, devidamente assinada;

- Para fins de comprovação, considerar-se-á a experiência obtida pelo candidato até a data da convocação para admissão;

- Não serão admitidos estágios como comprovação de experiência;

- somente será aceita a experiência profissional adquirida após a colação de grau da respectiva graduação. b.2) Concursos C.08/12 a C.49/12: certificados/declarações (original ou fotocópia autenticada), emitidas pela(s) Empresa(s) onde os serviços foram prestados, constando CGC e endereço, atividades desenvolvidas na área, qualificação e nome do emitente da declaração/certificado, devidamente assinada;

- Será aceito estágio para fins de comprovação da experiência exigida, desde que o mesmo possua carga horária de, no mínimo, 30 horas semanais;

c) Para comprovar os Conhecimentos exigidos na alínea C do item 2 (no CP que exigir)): Curriculum vitae, devidamente datado e assinado, onde deverá constar claramente a experiência e o conhecimento, respectivamente;

d) Fotocópia autenticada do documento de registro profissional para todos os concursos que o exigem e declaração/comprovante de estar em dia com o Conselho que o rege;

e) Para os concursos C. 35/12 a C.41/12 - Escriturário, a comprovação da letra "c" do item 2, deverá ser através da declaração de experiência ou através da cópia autenticada de certificados de cursos de planilha eletrônica e editor de texto.

13.2. A inexatidão, a falta ou irregularidades na comprovação dos requisitos ou na apresentação de quaisquer documentos, exigidos no presente Edital, eliminarão o candidato do Concurso, facultando à PROCERGS o direito de convocar o próximo candidato classificado.

14. DA VALIDADE

14.1. O prazo de validade para o aproveitamento dos candidatos aprovados será de 02 (dois) anos, contados a partir da data de publicação da homologação dos resultados finais dos Concursos Públicos no Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Sul, podendo ser prorrogado, por até no máximo igual período, a critério da Diretoria da PROCERGS.

15. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

15.1. Os candidatos serão aproveitados observando-se, estritamente, a ordem de classificação final e as necessidades da PROCERGS.

15.2. A PROCERGS poderá solicitar informações e documentação adicional aos candidatos, quando julgar necessário, bem como promover diligências para esclarecimentos de eventuais questões.

15.3. O candidato aprovado no Concurso Público será convocado através de edital publicado no Diário Oficial do Estado, a manifestar-se quanto à aceitação da vaga e terá 05 (cinco) dias úteis, a partir da data subseqüente à da divulgação da convocação, para confirmar sua aceitação. O prazo para a apresentação dos documentos de comprovação de requisitos obrigatórios e eliminatórios, conforme item 2, é de 10 (dez) dias úteis, a partir da data subseqüente à da publicação da convocação. A documentação será analisada pela PROCERGS quanto ao cumprimento dos requisitos exigidos ao Concurso e, se cumpridos, o candidato será chamado para a apresentação dos demais documentos indispensáveis a qualquer admissão e para realização de exame médico admissional. Estando apto, deverá assumir, imediatamente, suas funções na PROCERGS, salvo outras deliberações por parte desta.

15.4. No impedimento de assumir a vaga no prazo previsto, deverá o candidato encaminhar comunicado por escrito ou por e-mail particular à PROCERGS no prazo de 10 (dez) dias úteis subseqüentes à publicação do edital de convocação no Diário Oficial do Estado. Nestes casos fica a critério da PROCERGS convocá-lo novamente, desde que o Concurso se encontre em validade e todos os candidatos do respectivo Concurso tenham sido convocados em primeira chamada. No caso de não atendimento ao ato convocatório no prazo previsto e, não ocorrendo a comunicação por escrito, será o candidato eliminado definitivamente do processo. Em caso de desistência da vaga ou do não atendimento ao ato convocatório, no prazo previsto, caberá à PROCERGS o direito de convocar o próximo candidato classificado. Caso o candidato desista da vaga durante o processo admissional, deverá o mesmo declarar por escrito no seu processo.

15.5. O candidato classificado deverá comunicar, por escrito ou por e-mail particular, à PROCERGS, qualquer mudança de endereço, telefone ou e-mail, sob pena de, não sendo encontrado, ser considerado eliminado do Concurso Público.

15.6. O candidato, ao assumir, cumprirá um período de experiência de 45 (quarenta e cinco) dias desenvolvendo as atribuições do Concurso para o qual se inscreveu, prorrogável a critério da Diretoria da PROCERGS por mais 45 (quarenta e cinco) dias, período durante o qual serão acompanhados e avaliados de acordo com todas as exigências de experiência e conhecimento, relativo ao concurso ao qual se inscreveu, com vistas a sua efetivação ou não, por prazo indeterminado.

15.7. O candidato admitido deverá ter disponibilidade para eventuais viagens a serviço, no Estado ou fora dele, e realização de trabalhos em horário extraordinário.

15.8. As inscrições de que trata este Edital implicam o conhecimento das presentes instruções por parte do candidato e seu compromisso tácito de aceitar as condições de sua realização, tais como se acham estabelecidas no presente Edital e Legislação.

15.9. É obrigação do candidato, manter-se informado sobre o cronograma do presente Concurso Público, através deste Edital e do endereço eletrônico: www.fundatec.org.br.

15.10. A inexatidão e/ou irregularidades constatadas nas informações e documentos de qualquer candidato, mesmo que já tenha sido divulgado o resultado e homologados os Concursos, embora o candidato tenha obtido aprovação, levará à eliminação deste, sem direito a recurso, anulando-se todos os atos decorrentes da inscrição.

15.11. Os anexos I, II, III e IV integram o presente Edital.

15.12. A habilitação nos Concursos Públicos não assegura ao candidato o direito à sua contratação, mas apenas a expectativa de ser admitido segundo as vagas existentes, na ordem de classificação, ficando a concretização deste ato condicionada às disposições pertinentes, sobretudo à necessidade e às possibilidades da PROCERGS.

15.12.1. Os candidatos aprovados nos concursos C.19/12, C.20/12 e C.39/12 somente serão chamados após o aproveitamento em primeira chamada de todos os candidatos aprovados nos seguintes concursos, de edital de abertura 12/2009: C.01/09, C.02/09 e C.07/09, respectivamente. A chamada dos candidatos dos referidos concursos de 2012 não é compulsória após o esgotamento dos candidatos dos concursos de 2009, ficando a mesma condicionada às necessidades e às possibilidades da PROCERGS.

15.13. Os casos omissos serão resolvidos pelo Diretor-Presidente da PROCERGS, ouvida a Comissão dos Concursos da FUNDATEC/PROCERGS. Porto Alegre, 13 de setembro de 2012

Carlson Janes Aquistapasse

Presidente da PROCERGS

Anexo I - Quadro de Vagas , Carga Horária e Salários

Concursos de Nível Superior Completo

Cód. Conc.

Concurso

Vagas Ampla Concorrência

Vagas Reservadas a Deficientes

Total de

Vagas

Carga horária semanal - h

Salário

C.01/12

Técnico de Nível Superior - TNS - Analista RH/Administrador

01

-

01

40

R$ 3.353,44

C.02/12

Técnico de Nível Superior - TNS - Assistente Social

Cadastro reserva

-

Cadastro reserva

30

R$ 3.353,44

C.03/12

Técnico de Nível Superior - TNS - Bibliotecário

Cadastro reserva

-

Cadastro reserva

40

R$ 3.353,44

C.04/12

Técnico de Nível Superior - TNS - Engenheiro Eletricista

02

01

03

40

R$ 5.645,21

C.05/12

Técnico de Nível Superior - TNS - Jornalista/Assessor de comunicação

01

-

01

30

R$ 2.515,07

C.06/12

Técnico de Nível Superior - TNS - Pedagogo

Cadastro reserva

-

Cadastro reserva

40

R$ 3.353,44

C.07/12

Técnico de Nível Superior - TNS - Psicólogo Organizacional

01

-

01

40

R$ 3.353,44

Concursos de Nível Superior Incompleto

C.08/12

Técnico de Computação - TC - Analista de Telecomunicações

03

01

04

40

R$ 3.565,55

C.09/12

Técnico de Computação - TC - Analista de Suporte - Banco de Dados

02

01

03

40

R$ 3.565,55

C.10/12

Técnico de Computação - TC - Analista de Suporte - IBM

Cadastro reserva

-

Cadastro reserva

40

R$ 3.565,55

C.11/12

Técnico de Computação - TC - Analista de Suporte - Infraestrutura

01

01

02

40

R$ 3.565,55

C.12/12

Técnico de Computação - TC - Analista de Suporte - JAVA

01

-

01

40

R$ 3.565,55

C.13/12

Técnico de Computação - TC - Analista de Suporte - Segurança da Informação

Cadastro reserva

-

Cadastro reserva

40

R$ 3.565,55

C.14/12

Técnico de Computação - TC - Analista de Suporte - Sistemas Operacionais

01

-

01

40

R$ 3.565,55

C.15/12

Técnico de Computação - TC - Analista de Suporte - UNISYS

01

-

01

40

R$ 3.565,55

C.16/12

Técnico de Computação - TC - Analista de suporte ênfase em Metodologia

01

01

02

40

R$ 3.565,55

C.17/12

Técnico de Computação - TC - Programador Cobol

01

-

01

40

R$ 3.565,55

C.18/12

Técnico de Computação - TC - Programador com Ênfase em Documentação de aplicativos usuários

Cadastro reserva

-

Cadastro reserva

40

R$ 3.565,55

C.19/12

Técnico de Computação - TC - Programador Java

Cadastro reserva

-

Cadastro reserva

40

R$ 3.565,55

C.20/12

Técnico de Computação - TC - Programador Microsoft

Cadastro reserva

-

Cadastro reserva

40

R$ 3.565,55

C.21/12

Técnico de Computação - TC - Programador Natural

01

01

02

40

R$ 3.565,55

C.22/12

Técnico de Computação - TC - Programador PHP

02

01

03

40

R$ 3.565,55

C.23/12

Técnico de Computação - TC - Programador Visual/ Design

01

-

01

40

R$ 3.565,55

C.24/12

Técnico de Computação - TC - Programador/Espec. em Testes de software

01

-

01

40

R$ 3.565,55

Concursos de Nível Técnico Completo

C.25/12

Técnico de Nível Médio - TNM - Técnico Contábil

01

-

01

40

R$ 1.762,53

C.26 /12*

Técnico de Nível Médio - TNM - Técnico em Manutenção

01

01

02

40

R$ 1.762,53

C.27/12

Técnico de Nível Médio - TNM - Técnico em Segurança do Trabalho

01

-

01

40

R$ 1.762,53

C.28/12*

Técnico em Manutenção Eletrônica - TME - Alegrete

Cadastro reserva

-

Cadastro reserva

30

40

R$ 1.617,90

R$ 1.896,95

C.29/12*

Técnico em Manutenção Eletrônica - TME - Caxias do Sul

Cadastro reserva

-

Cadastro reserva

30

40

R$ 1.617,90

R$ 1.896,95

C.30/12*

Técnico em Manutenção Eletrônica - TME - Passo Fundo

Cadastro reserva

-

Cadastro reserva

30

40

R$ 1.617,90

R$ 1.896,95

C.31/12*

Técnico em Manutenção Eletrônica - TME - Pelotas

Cadastro reserva

-

Cadastro reserva

30

40

R$ 1.617,90

R$ 1.896,95

C.32/12*

Técnico em Manutenção Eletrônica - TME - Porto Alegre

Cadastro reserva

-

Cadastro reserva

30

40

R$ 1.617,90

R$ 1.896,95

C.33/12*

Técnico em Manutenção Eletrônica - TME - Santa Maria

Cadastro reserva

-

Cadastro reserva

30

40

R$ 1.617,90

R$ 1.896,95

C.34/12*

Técnico em Manutenção Eletrônica - TME - Santo Ângelo

Cadastro reserva

-

Cadastro reserva

30

40

R$ 1.617,90

R$ 1.896,95

Concursos de Nível Médio Completo

C.35/12

Escriturário - ESC - Alegrete

Cadastro reserva

-

Cadastro reserva

40

R$ 1.562,58

C.36/12

Escriturário - ESC - Caxias do Sul

Cadastro reserva

-

Cadastro reserva

40

R$ 1.562,58

C.37/12

Escriturário - ESC - Passo Fundo

Cadastro reserva

-

Cadastro reserva

40

R$ 1.562,58

C.38/12

Escriturário - ESC - Pelotas

Cadastro reserva

-

Cadastro reserva

40

R$ 1.562,58

C.39/12

Escriturário - ESC - Porto Alegre

Cadastro reserva

-

Cadastro reserva

40

R$ 1.562,58

C.40/12

Escriturário - ESC - Santa Maria

Cadastro reserva

-

Cadastro reserva

40

R$ 1.562,58

C.41/12

Escriturário - ESC - Santo Ângelo

Cadastro reserva

-

Cadastro reserva

40

R$ 1.562,58

C.42/12*

Técnico em Operação - TO - Apoio em telecomunicações - Porto Alegre

06

01

07

30

40

R$ 1.749,60

R$ 2.040,27

C.43/12*

Técnico em Operação - TO -ênfase na área de atendimento e operações - Alegrete

01

-

01

30

40

R$ 1.749,60

R$ 2.040,27

C.44/12*

Técnico em Operação - TO - ênfase na área de atendimento e operações - Caxias do Sul

01

-

01

30

40

R$ 1.749,60

R$ 2.040,27

C.45/12*

Técnico em Operação - TO -ênfase na área de atendimento e operações - Passo Fundo

01

-

01

30

40

R$ 1.749,60

R$ 2.040,27

C.46/12*

Técnico em Operação - TO -ênfase na área de atendimento e operações - Pelotas

01

-

01

30

40

R$ 1.749,60

R$ 2.040,27

C.47/12*

Técnico em Operação - TO -ênfase na área de atendimento e operações - Porto Alegre

07

01

08

30

40

R$ 1.749,60

R$ 2.040,27

C.48/12*

Técnico em Operação - TO -ênfase na área de atendimento e operações - Santa Maria

01

-

01

30

40

R$ 1.749,60

R$ 2.040,27

C.49/12*

Técnico em Operações - TO -ênfase na área de atendimento e operações - Santo Ângelo

01

-

01

30

40

R$ 1.749,60

R$ 2.040,27

* as vagas poderão ser oferecidas nos turnos manhã/tarde/noite/madrugada ou em turno integral.

Anexo II - Quadro de Provas

Concursos de Nível Superior Completo

Cód. Conc.

Concurso

Provas

Carater

Nº de Questões

Valor da Questão

Nota Mínima

Nota Máxima

C.01/12

Técnico de Nível Superior - TNS - Analista RH/Administrador

Língua Portuguesa

Eliminatório e Classificatório

10

1

5

10

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

50

1

25

50

C.02/12

Técnico de Nível Superior - TNS - Assistente Social

Língua Portuguesa

Eliminatório e Classificatório

10

1

5

10

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

50

1

25

50

C.03/12

Técnico de Nível Superior - TNS - Bibliotecário

Língua Portuguesa

Eliminatório e Classificatório

10

1

5

10

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

50

1

25

50

C.04/12

Técnico de Nível Superior - TNS - Engenheiro Eletricista

Língua Portuguesa

Eliminatório e Classificatório

10

1

5

10

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

50

1

25

50

C.05/12

Técnico de Nível Superior - TNS - Jornalista/Assessor de comunicação

Língua Portuguesa

Eliminatório e Classificatório

10

1

5

10

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

50

1

25

50

C.06/12

Técnico de Nível Superior - TNS - Pedagogo

Língua Portuguesa

Eliminatório e Classificatório

10

1

5

10

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

50

1

25

50

C.07/12

Técnico de Nível Superior - TNS - Psicólogo Organizacional

Língua Portuguesa

Eliminatório e Classificatório

10

1

5

10

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

50

1

25

50

Concursos de Nível Superior Incompleto

C.08/12

Técnico de Computação - TC - Analista de Telecomunicações

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

60

1

30

60

C.09/12

Técnico de Computação - TC - Analista de Suporte - Banco de Dados

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

60

1

30

60

C.10/12

Técnico de Computação - TC - Analista de Suporte - IBM

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

60

1

30

60

C.11/12

Técnico de Computação - TC - Analista de Suporte - Infraestrutura

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

60

1

30

60

C.12/12

Técnico de Computação - TC - Analista de Suporte - JAVA

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

60

1

30

60

C.13/12

Técnico de Computação - TC - Analista de Suporte - Segurança da Informação

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

60

1

30

60

C.14/12

Técnico de Computação - TC - Analista de Suporte - Sistemas Operacionais

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

60

1

30

60

C.15/12

Técnico de Computação - TC - Analista de Suporte - UNISYS

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

60

1

30

60

C.16/12

Técnico de Computação - TC - Analista de suporte ênfase em Metodologia

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

60

1

30

60

C.17/12

Técnico de Computação - TC - Programador Cobol

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

60

1

30

60

C.18/12

Técnico de Computação - TC - Programador com Ênfase em Documentação de aplicativos usuários

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

60

1

30

60

C.19/12

Técnico de Computação - TC - Programador Java

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

60

1

30

60

C.20/12

Técnico de Computação - TC - Programador Microsoft

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

60

1

30

60

C.21/12

Técnico de Computação - TC - Programador Natural

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

60

1

30

60

C.22/12

Técnico de Computação - TC - Programador PHP

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

60

1

30

60

C.23/12

Técnico de Computação - TC - Programador Visual/ Design

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

60

1

30

60

C.24/12

Técnico de Computação - TC - Programador/Espec. em Testes de software

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

60

1

30

60

Concursos de Nível Técnico Completo

C.25/12

Técnico de Nível Médio - TNM - Técnico

Contábil

Língua Portuguesa

Eliminatório e Classificatório

10

1

5

10

Raciocínio Lógico

Eliminatório e Classificatório

10

1

5

10

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

30

1

15

30

C.26/12

Técnico de Nível Médio - TNM - Técnico em Manutenção

Língua Portuguesa

Eliminatório e Classificatório

10

1

5

10

Raciocínio Lógico

Eliminatório e Classificatório

10

1

5

10

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

30

1

15

30

C.27/12

Técnico de Nível Médio - TNM - Técnico em Segurança do Trabalho

Língua Portuguesa

Eliminatório e Classificatório

10

1

5

10

Raciocínio Lógico

Eliminatório e Classificatório

10

1

5

10

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

30

1

15

30

C.28/12 a C.34/12

Técnico em Manutenção Eletrônica - TME - (todas cidades)

Raciocínio Lógico

Eliminatório e Classificatório

10

1

5

10

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

40

1

20

40

Concursos de Nível Médio Completo

C.35/12 a C.41/12

Escriturário - ESC - (todas cidades)

Língua Portuguesa

Eliminatório e Classificatório

25

1

10

25

Matemática

Eliminatório e Classificatório

25

1

10

25

C.42/12

Técnico em Operação - TO - Apoio Telecomunicações - Porto Alegre

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

50

1

25

50

C.43/12 a C.49/12

Técnico em Operação - TO- (todas cidades)

Conhecimentos Específicos

Eliminatório e Classificatório

50

1

25

50

Concurso relacionado:Concurso PROCERGS 2018: Edital e Inscrições!