Edital Concurso Prefeitura de Santo Antônio do Paraíso – PR

Estado do Paraná
Prefeitura Municipal de Santo Antônio do Paraíso
EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº. 001/2012

A Prefeitura Municipal de Santo Antonio do Paraíso - Estado do Paraná, inscrita no CNPJ sob n° 75.832.170/0001-31, dá ciência aos interessados de que se encontram abertas as inscrições para o CONCURSO PÚBLICO destinado ao provimento de vagas a serem preenchidas, de acordo com o Anexo II e com o surgimento das necessidades da PREFEITURA MUNICIPAL durante o prazo de validade do concurso - nos termos do art. 37, I a III, da Constituição Federal, Lei Orgânica do Município de Santo Antonio do Paraíso e da Legislação Municipal vigente, regidos pelo Regime Jurídico Estatutário, conforme instruções estipuladas a seguir.

INSTRUÇÕES ESPECIAIS

1) DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1.1. O Concurso Público será regido por este Edital e executado pela Fundação de Apoio à Educação, Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Câmpus Cornélio Procópio - FUNTEF, com apoio da Prefeitura Municipal de Santo Antonio do Paraíso - Estado do Paraná.

1.2. O Concurso Público compreenderá prova escrita de conhecimentos gerais e específicos, prova prática, de caráter eliminatório e classificatório, e prova de títulos, de caráter classificatório, conforme descrito no Anexo III do presente edital, de responsabilidade da FUNTEF; e de exames médicos, a serem realizados na iminência de contratação, de caráter eliminatório, sob responsabilidade da Prefeitura Municipal de Santo Antonio do Paraíso, para todos os/as candidatos/as convocados, respeitando a ordem de classificação, para verificação da aptidão às exigências do cargo pretendido, e particularmente para os portadores de necessidades especiais, com vistas à avaliação da compatibilidade da deficiência com o exercício das atividades no cargo pretendido.

1.3. Após a homologação do resultado do concurso e por ordem de classificação, o/a candidato/a será convocado por meio de correspondência com confirmação de recebimento, pelo órgão Boletim Oficial do Município de Santo Antonio do Paraíso/PR e site oficial da Prefeitura Municipal de Santo Antonio do Paraíso/PR www.pmsantoantoniodoparaiso.pr.gov.br/ , para os procedimentos necessários à nomeação, conforme o estabelecido no item 13 deste edital e de acordo com a necessidade e conveniência da PREFEITURA MUNICIPAL.

1.4. É de responsabilidade do/a candidato/a acompanhar todos os atos/publicações do concurso no Boletim Oficial do Município de Santo Antonio do Paraíso/PR e/ou no endereço www.funtefcp.com.br e www.pmsantoantoniodoparaiso.pr.gov.br/.

2. DOS CARGOS EM CONCURSO E DOS PRÉ-REQUISITOS

2.1. CARGOS E PRÉ-REQUISITOS

CARGOS

PRÉ-REQUISITOS

1.

Agente de serviços gerais

Ensino fundamental completo

2.

Agente de limpeza pública

Ensino Fundamental completo

3.

Operador de máquinas

Ensino fundamental completo e CNH categoria C, D ou E

4.

Motorista

Ensino fundamental completo e CNH categoria D ou E

5.

Auxiliar de mecânico

Ensino fundamental completo (com conhecimento prático na área específica do cargo)

6.

Mecânico

Ensino fundamental completo (com conhecimento prático na área específica do cargo)

7.

Técnico em informática

Ensino médio com especialidade na área (curso técnico em informática ou de formação equivalente)

8.

Eletricista

Ensino médio com especialidade na área (pelo menos 200 horas de curso(s) específico(s) para eletricista, na somatória) COM NR10

9.

Agente administrativo

Ensino médio

10.

Técnico administrativo de secretarias

Ensino médio com cursos de formação específica na área de tributação, de no mínimo 200 horas (na somatória) e conhecimento prático na área, de pelo menos um ano.

11.

Agente de epidemiologia

Ensino médio com cursos de formação especifica na área de no mínimo 200 horas (na somatória).

12.

Agente de endemias

Ensino médio

13.

Auxiliar de enfermagem

Curso técnico em enfermagem e registro no COREN

14.

Agente de vigilância em saúde

Ensino médio

15.

Monitor esportivo

Ensino médio com especificação em futebol de campo e registro no CREF provisionado.

16.

Educador infantil

Magistério em nível médio ou graduação em pedagogia

17.

Professor

Curso de licenciatura de graduação plena ou magistério com normal superior

18.

Professor de inglês

Curso de licenciatura de graduação plena e habilitação/curso de formação específica (com pelo menos 120 horas, podendo estas serem somatórias), ou formação superior em área correspondente e complementação nos termos da legislação vigente.

19.

Professor de educação artística

Curso de licenciatura de graduação plena e curso de formação específica (com pelo menos 120 horas, podendo estas serem somatórias), ou formação superior em área correspondente e complementação nos termos da legislação vigente.

20.

Professor de educação física

Curso de licenciatura de graduação plena e curso de formação específica (com pelo menos 120 horas, podendo estas serem somatórias), ou formação superior em área correspondente e complementação nos termos da legislação vigente.

21.

Engenheiro civil

Curso de graduação em engenharia civil e registro no CREA

22.

Agrônomo

Curso de graduação em agronomia e registro no CREA

23.

Odontólogo

Curso de graduação em odontologia e registro no CRO

24.

Enfermeiro

Curso de graduação em enfermagem e obstetrícia e registro no COREN

25.

Farmacêutico

Curso de graduação em farmácia e registro no CRF

26.

Nutricionista

Curso de graduação em nutrição e registro no CRN

27.

Médico pediatra

Curso de graduação em medicina com especialização em pediatria e registro no CRM

28.

Médico ginecologista obstetra

Curso de graduação em medicina com especialização em ginecologia e obstetrícia e registro no CRM

29.

Médico clínico geral

Curso de graduação em medicina e registro no CRM

30.

Psicólogo

Curso de Graduação em psicologia e registro no CRP

31.

Assistente social

Curso de graduação em serviço social e registro no CRESS

2.2. Os tipos de provas e quantitativo de questões estão especificados no Anexo III.

2.3. O sumário das atribuições dos cargos encontra-se no Anexo IV deste Edital e apresenta resumidamente as atividades a serem desenvolvidas pelo servidor.

2.4. A jornada de trabalho para todos os cargos está detalhada no Anexo II, na coluna Carga Horária.

2.5. Os cargos públicos em concurso, suas vagas, as respectivas remunerações e os pré-requisitos específicos são os estabelecidos no Anexo II.

2.6. Os programas para as provas são os constantes do Anexo V.

3. DAS INSCRIÇÕES

3.1. A inscrição implicará a completa ciência e tácita aceitação das normas e condições estabelecidas neste Edital, sobre as quais não se poderá alegar desconhecimento, não cabendo recurso sobre eventuais erros cometidos pelo/a candidato/a no ato da inscrição.

3.2. A inscrição deverá ser efetuada pela Internet, no endereço eletrônico www.funtefcp.com.br, das 8h do dia 21 de setembro de 2012 até as 23h59min do dia 16 de outubro de 2012.

3.3. Caso o/a candidato/a não possua acesso à Internet, a Prefeitura disponibilizará computador para o acesso, no horário das 08h às 11h e das 13h às 16h, nos dias úteis, de 24 de setembro de 2012 a 16 de outubro 2012, na Av. Deputado Nilson Ribas, 886, centro, na cidade de Santo Antonio do Paraíso - PR (atendimento no CRAS).

3.4 O/A candidato/a poderá se inscrever em apenas um cargo; caso efetue inscrição em mais de um cargo, prevalecerá a inscrição mais recente.

3.5 Caso ocorram problemas técnicos no servidor da Internet que atende a FUNTEF, no último dia das inscrições, o prazo será prorrogado até as 17 horas do dia 17 de outubro de 2012. A FUNTEF não se responsabiliza por solicitações de inscrições não recebidas por motivo de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento de linhas de comunicação, bem como outros fatores de ordem técnica que impossibilitem a transferência de dados.

3.6 Após o preenchimento do formulário de inscrição, o/a candidato/a deverá imprimir o boleto bancário. O pagamento deverá ser efetuado até o dia 17 de outubro de 2012, em qualquer agência bancária credenciada, durante o horário regular de atendimento das agências, mediante a apresentação do boleto bancário.

3.6.1 O valor da taxa de inscrição é de R$ 30,00 (trinta reais) para os cargos de nível fundamental, R$ 60,00 (sessenta reais) para as funções de nível médio/técnico e R$ 90,00 (noventa reais) para os cargos de nível superior. A inscrição somente será confirmada após a informação, pelo banco, do pagamento da taxa de inscrição.

3.7 Não haverá isenção total ou parcial do valor da taxa de inscrição, exceto para o/a candidato/a que, na forma do Decreto nº 6.593 de 02 de outubro de 2008, estiver inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal - CadÚnico - e for membro de família de baixa renda.

3.7.1 Considera-se família de baixa renda:

3.7.1.1. aquela com renda familiar mensal per capita de até meio salário mínimo; ou

3.7.1.2. a que possua renda familiar mensal de até três salários mínimos.

3.7.2 Considera-se renda familiar mensal a soma dos rendimentos brutos auferidos por todos os membros da família.

3.7.3 Considera-se renda familiar per capita a razão entre a renda mensal e o total dos indivíduos na família.

3.7.4 O/a candidato/a interessado em solicitar a isenção de pagamento de taxa deverá:

3.7.4.1 realizar a sua inscrição disponível no site www.funtefcp.com.br;

3.7.4.2 imprimir o boleto gerado no momento da inscrição e anexar cópia ao processo;

3.7.4.3 juntar requerimento de isenção, contendo a indicação do Número de Identificação Social - NIS, conforme modelo constante no Anexo VI, também disponível para preenchimento no local e horários citados no item 3.3.

3.7.4.4 escrever de próprio punho declaração de que é membro de família de baixa renda;

3.7.4.5 entregar todos os documentos citados nos itens anteriores, pessoalmente ou por terceiro, no Setor de Protocolo da Prefeitura Municipal da Cidade de Santo Antonio do Paraíso, Av. Deputado Nilson Ribas, 886, centro, nos dias úteis, durante o período de 24 de setembro a 28 de setembro de 2012.

3.7.5 A simples entrega da documentação não garante ao interessado a isenção do pagamento da taxa de inscrição.

3.7.6 Após a entrega da documentação, não serão aceitos acréscimos ou alterações das informações prestadas.

3.7.7 O/a candidato/a é responsável pela veracidade de suas informações e pela autenticidade da documentação apresentada, respondendo civil e criminalmente pelo teor das afirmativas.

3.7.8 Os pedidos de isenção serão analisados pela comissão organizadora do concurso.

3.7.9 Os pedidos de isenção deferidos serão divulgados no dia 03 de outubro de 2012, até as 18h, no site www.funtefcp.com.br.

3.7.10 O/a candidato/a cuja solicitação de isenção tiver sido INDEFERIDA poderá efetivar sua inscrição no concurso no período de 04 a 16 de outubro de 2012, reimprimindo o boleto bancário e efetuando o pagamento da taxa até o dia 17 de outubro de 2012.

3.8 A partir de 23 de outubro de 2012, o/a candidato/a deverá consultar, via Internet, a confirmação da inscrição, bem como o ensalamento, imprimindo o comprovante de inscrição, sendo obrigatória a apresentação deste documento no dia da prova. A PREFEITURA MUNICIPAL disponibilizará no mesmo período e no endereço citado no subitem 3.3, computador e atendente para os/as candidatos/as que tenham dificuldade de acesso à Internet (atendimento no CRAS).

3.8.1 O/a candidato/a que pagou o boleto e cujo nome não constar na relação de homologação das inscrições deverá entrar em contato com a comissão organizadora do concurso, solicitando revisão do processo de inscrição, encaminhando o comprovante de pagamento, até o dia 25 de outubro de 2012, através do email concursosap2012@gmail.com.

3.9 Candidatos que necessitarem de condições especiais para realização da prova deverão informá-las no momento da inscrição, para que a comissão organizadora do concurso possa verificar sua pertinência. Caso não o façam, perderão o direito de exigir tais condições.

3.9.1 A candidata que tiver necessidade de amamentar durante a realização da prova deverá levar um acompanhante, o qual ficará em sala reservada e será responsável pela guarda da criança.

3.10 É vedada a inscrição condicional ou por correspondência.

3.11 Antes de efetuar o recolhimento da taxa de inscrição, o/a candidato/a deverá certificar-se de que preenche todos os requisitos exigidos para a participação no concurso público, pois a taxa, uma vez paga, só será restituída em caso de revogação ou anulação plena do concurso.

4. DAS VAGAS PARA PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS

4.1 Ao/À candidato/a portador/a de necessidades especiais, amparado/a pelo art. 37, inciso VIII da Constituição Federal, pelo art. 34, §§ 1º e 2º da Lei Estadual nº 15.139, de 31 de maio de 2006, pelo art. 33 do Decreto Estadual no 2.508, de 20 de janeiro de 2004, e pelo art. 12 da Lei Estadual nº 13.456 de 11 de janeiro d e 2002, é reservado o percentual de 5% (cinco por cento) das vagas, dentro do prazo de validade do Concurso Público, para as funções/especialidades de vaga estabelecidas no Anexo II deste Edital, cujas atribuições sejam compatíveis com a sua necessidade especial, devendo o/a candidato/a observar, no ato da inscrição, além das condições gerais estabelecidas neste Edital, também as condições especiais previstas neste item, para que possa fazer uso das prerrogativas disciplinadas em lei e neste Edital. Quando a aplicação do percentual de reserva à pessoa portadora de necessidades especiais resultar em número fracionado, este será elevado até o primeiro número inteiro subsequente, desde que não ultrapasse 20% (vinte por cento) das vagas oferecidas para cada função/especialidade da vaga.

4.2 Somente haverá reserva imediata de vagas para os/as candidatos/as com deficiência nos cargos com número de vagas igual ou superior a 05 (cinco).

4.3 Sendo o número de vagas previsto neste edital inferior a 05 (cinco) por área, o percentual de vagas a ser reservado à pessoa portadora de necessidades especiais será observado ao longo do período de validade do Concurso Público, em relação às vagas que surgirem ou que forem criadas.

4.4 É considerada pessoa portadora de necessidades especiais a que se enquadra nas categorias discriminadas no Art. 34 do Decreto Estadual no 2.508/04.

4.5 O/A candidato/a com necessidades especiais, resguardadas as condições especiais previstas no Decreto Estadual nº 2.508/2004, participará do Concurso Público em igualdade de condições com os/as demais candidatos/as no que se refere ao conteúdo, à avaliação, aos critérios de aprovação, ao horário, ao local de aplicação das provas e à pontuação mínima exigida para aprovação, conforme Art. 17 da Lei Estadual no 13.456/02 e Art. 38 da Lei Estadual no 15.139/06.

4.6 O/A candidato/a que for nomeado na condição de pessoa portadora de necessidades especiais não poderá arguir ou utilizar essa condição para pleitear ou justificar mudança de emprego, relotação, reopção de vaga, redução de carga horária, alteração de jornada de trabalho, limitação de atribuições e assistência de terceiros no ambiente do trabalho e para o desempenho das atribuições do cargo.

4.7 Na hipótese de não existirem candidatos/as inscritos/as, aprovados/as ou habilitados/as para as vagas reservadas à pessoa portadora de necessidades especiais, as vagas respectivas e remanescentes serão ocupadas pelos demais candidatos/as aprovados/as e habilitados/as na lista geral, observada a ordem geral de classificação.

5. DAS VAGAS PARA AFRODESCENDENTES

5.1. Ao/À candidato/a afrodescendente, amparado/a pela Lei Estadual nº 14.274 de 26 de dezembro de 2003 (art. 1º), são reservados 10% (dez por cento) das vagas, dentro do prazo de validade do Concurso Público, para as funções/especialidades de vaga estabelecidas no Anexo II deste Edital, devendo o/a candidato/a observar, no ato da inscrição, além das condições gerais estabelecidas neste Edital, também as condições especiais previstas neste item, para que possa fazer uso das prerrogativas disciplinadas em lei e neste Edital.

5.2. Quando a aplicação do percentual de reserva ao afrodescendente resultar em fração igual ou superior a 0,5 (zero vírgula cinco), arredondar-se-á para o número inteiro superior, ou para o número inteiro inferior, quando resultar em fração menor que 0,5 (zero vírgula cinco).

5.3. Somente haverá reserva imediata de vagas para os/as candidatos/as afrodescendentes nos cargos com número de vagas igual ou superior a 05 (cinco).

5.4. Sendo o número de vagas previsto neste edital inferior a 05 (cinco) por cargo, o percentual de vagas a ser reservado à pessoa afrodescendente será observado ao longo do período de validade do Concurso Público, em relação às vagas que surgirem ou que forem criadas.

5.5. Para efeitos do previsto neste Edital, considera-se afrodescendente aquele que assim se declare expressamente no momento da inscrição, identificando-se como de cor preta ou parda e como pertencendo à etnia negra, devendo tal informação integrar os registros cadastrais de ingresso de servidores, conforme o disposto no Art. 4º e § único da Lei Estadual nº 14.274/2003.

5.6. O/A candidato/a que não efetuar a inscrição com observância do previsto no subitem 5.5 deste Edital não concorrerá às vagas reservadas a candidatos/as afrodescendentes, mas automaticamente às vagas de ampla concorrência.

5.7. Se aprovado/a e classificado/a dentro do número de vagas reservadas, o/a candidato/a que se declarou afrodescendente será submetido/a a procedimento para verificação da condição declarada nos termos do subitem 5.5 deste Edital, a ser procedida segundo aferição da cor preta ou parda da pele do/a candidato/a, em data anterior à contratação, por meio de comissão designada especialmente para este fim pela Prefeitura Municipal de Santo Antonio do Paraíso-PR, e será realizada em dias, horários e locais a serem divulgados por meio de edital específico, no endereço eletrônico www.pmsantoantoniodoparaiso.pr.gov.br/.

5.8. Detectada a falsidade na declaração a que se refere o subitem 5.5 deste Edital, o/a candidato/a será eliminado do Concurso Público, com anulação de todos os atos e efeitos já produzidos, se candidato/a, e à pena de demissão, se contratado/a, conforme previsto no Art. 5º da Lei Estadual nº 14.274/03.

5.9. O/A candidato/a afrodescendente participará do Concurso Público em igualdade de condições com os demais candidatos/as no que se refere ao conteúdo, à avaliação, aos critérios de aprovação, ao horário e ao local de aplicação das provas e às pontuações mínimas exigidas para aprovação, nos termos da lei.

5.10. O/A candidato/a que quando convocado/a para a realização da avaliação a que se refere o subitem 5.7 não comparecer será considerado/a eliminado/a do Concurso Público.

6. DAS ETAPAS

6.1 O Concurso Público, em referência, constará das seguintes etapas:

a) 1ª Etapa: prova de conhecimentos do núcleo geral e de conhecimentos do núcleo específico, conforme programa especificado no Anexo V - de caráter eliminatório e classificatório.

b) 2ª Etapa: prova de títulos para os cargos de educador infantil, professor, professor de educação artística, professor de inglês e professor de educação física - de caráter classificatório. A quantidade de candidatos/as selecionados/as para a prova de títulos será de 30 (trinta) vezes o número de vagas para o cargo de professor, de 10 (dez) vezes o número de vagas para os cargos de professor de educação artística, professor de inglês e professor de educação física e de 2,5 (duas vírgula cinco) vezes o número de vagas para o cargo de educador infantil.

c) 3ª Etapa: prova prática para os cargos de operador de máquinas, motorista, auxiliar de mecânico, mecânico, técnico em informática, eletricista, agente administrativo, técnico administrativo de secretarias - de caráter classificatório e eliminatório. A quantidade de candidatos/as selecionados/as para a prova prática será de dez (dez) vezes o número de vagas discriminadas no Anexo II deste instrumento.

d) 4ª etapa: exame médico - só para os/as candidatos/as classificados/as e convocados/as para contratação - de caráter eliminatório.

7. DA 1ª ETAPA

7.1 A 1ª etapa - prova escrita - será realizada no dia 28 de outubro de 2012, com início às 9 horas e término às 12 horas (em conformidade com o Serviço Hora Certa Brasil Telecom - fone 130), no município de Santo Antonio do Paraíso - PR, nos locais divulgados através de edital específico e na ficha de confirmação de inscrição.

7.2 A prova da 1ª etapa conterá questões objetivas - em nível e quantidade conforme exposto no Anexo III - cada uma composta de cinco assertivas, das quais apenas uma será correta.

7.3 Da prestação da prova:

7.3.1 É de responsabilidade exclusiva do/a candidato/a a identificação correta de seu local de realização das provas e o comparecimento no horário determinado.

7.3.2 O comparecimento ao local designado para a realização das provas da 1ª etapa - prova escrita - deverá ocorrer a partir das 8 horas, sendo que às 8 horas e 45 minutos os portões serão fechados e mais nenhum/a candidato/a poderá adentrar o local das provas. As provas terão duração de 3 (três) horas.

7.3.3 Para ter acesso ao local de provas, o/a candidato/a deverá obedecer rigorosamente o horário informado no item acima e apresentar-se munido de carteira de identidade (documento original) e comprovante de inscrição. Poderão ser usados como documentos de identidade também a carteira de trabalho e previdência social, bem como a carteira nacional de habilitação (com fotografia).

7.3.4 Não será admitido ao local de provas quem se apresentar após o horário estabelecido, seja qual for o motivo alegado.

7.3.5 Para a realização das provas, o/a candidato/a deverá levar caneta esferográfica com tinta azul ou preta, lápis e borracha. Não será permitido o uso de nenhum outro material durante a realização da prova.

7.3.6 O/A candidato/a só poderá retirar-se do local de provas depois de transcorrida uma hora do início das mesmas.

7.3.7 Durante a realização das provas, NÃO serão permitidos sob nenhuma condição, com pena de exclusão do concurso:

a) consultas de qualquer espécie;

b) atitudes de desacato, desrespeito ou descortesia com qualquer dos coordenadores, examinadores, executores ou autoridades presentes;

c) ausência da sala, pelo/a candidato/a, sem a devida autorização do fiscal de sala e acompanhamento do fiscal de corredor;

d) uso de qualquer material eletrônico de cálculo ou de comunicação, inclusive relógios;

e) perturbação à ordem dos trabalhos.

7.3.8 O/A candidato/a assume plena e total responsabilidade pelo correto preenchimento da folha de resposta e sua integridade; não haverá substituição da folha de resposta, a não ser em caso de defeito em sua impressão.

7.3.9 Não haverá segunda chamada para as provas. A ausência do/a candidato/a, por qualquer motivo, inclusive doença ou atraso, implicará na sua eliminação do concurso.

7.3.10 O/A candidato/a somente poderá levar o caderno de questões depois de transcorridas 2 (duas) horas do início das provas. Caso o/a candidato/a já tenha finalizado sua prova e se ausentado do local de prova antes de transcorridas 2 (duas) horas do início das mesmas, ele/a não poderá retornar à sala para buscar o caderno de questões.

7.4 BANCAS ESPECIAIS

7.4.1 Candidatos/as com necessidades especiais, gestantes, lactantes, acidentados/as, entre outros casos que impeçam a realização da prova em condições normais, deverão informar essa condição na ficha de inscrição, comprovar a necessidade via atestado médico e entrar em contato com a comissão organizadora do concurso para estabelecer a melhor forma de atendimento.

7.4.2 Situações emergenciais ou acidentais deverão ser comunicadas, com a maior antecedência possível, à comissão organizadora do concurso, visando ao atendimento adequado.

7.4.3 As Bancas Especiais somente serão disponibilizadas nos locais (edificações) onde estiverem sendo aplicadas as provas.

7.5 DO JULGAMENTO DAS PROVAS ESCRITAS E DO RESULTADO

7.5.2 Os pontos correspondentes às questões porventura anuladas serão atribuídos a todos os/as candidatos/as presentes às provas, independentemente da formulação de recursos, desde que o/a candidato/a tenha atribuído alguma resposta para elas.

7.5.3 Será considerado aprovado na 1ª etapa o/a candidato/a que obtiver 50% ou mais de nota final, ficando os demais eliminados do concurso.

7.5.4 O resultado da 1ª etapa será divulgado no endereço eletrônico www.funtefcp.com.br, e no endereço eletrônico www.pmsantoantoniodoparaiso.pr.gov.br/.

8. DA 2ª ETAPA

8.1. DA PROVA DE TÍTULOS

8.1.1 Será publicado, no dia 08 de novembro de 2012, edital contendo a relação dos/as candidatos/as convocados/as para prova de títulos, para os cargos que a exigem, conforme consta no Anexo III, no quantitativo expresso no item 6.1, alínea b), conforme a quantidade de candidatos classificados na prova objetiva.

8.1.2 Todos os documentos de que trata as alíneas do item 8.1.3 devem ser apresentados em papel timbrado do órgão ou empresa responsável, conter carimbo da instituição e assinatura da autoridade com petente, e deverão ser entregues autenticados.

8.1.3 Somente os/as candidatos/as que tiverem seus nomes relacionados no edital de que trata o item 8.1.1, deverão entregar pessoalmente ou por terceiros, no Setor de Protocolo da Prefeitura Municipal de Santo Antonio do Paraíso, Av. Deputado Nilson Ribas, 886, centro, nos dias 08, 09 e 12 de novembro de 2012, os seguintes documentos, se os possuírem:

a) fotocópia dos certificados de cursos de Especialização, Mestrado ou Doutorado;

b) fotocópia dos certificados de cursos de aperfeiçoamento na área da educação ou específica do cargo;

c) declaração emitida pelo órgão ou empresa onde trabalharam ou fotocópia de documento que comprove tempo de prática no serviço público em funções específicas da área do cargo para o qual se inscreveu;

d) fotocópia autenticada de documento que comprove tempo de experiência em funções específicas do cargo, em empresas privadas, podendo ser a carteira de trabalho ou livro de registro de empregados.

8.1.4 A não apresentação dos documentos indicados nas alíneas "a", "b", "c" e "d" do item 8.1.3 resultará em nota zero na prova de títulos para os cargos que, conforme especificado no Anexo III, a exigem.

8.2 CRITÉRIOS PARA JULGAMENTO DOS TÍTULOS

8.2.1 Os títulos apresentados pelos/as candidatos/as, conforme tabela abaixo - Itens para avaliação de prova de títulos - serão avaliados na escala de 00 (zero) a 100,0 (cem) pontos. A nota da prova de títulos possui peso 3 (três) e irá compor média ponderada com a nota da prova escrita, que possui peso 7 (sete), resultando na nota final do/a candidato/a.

TÍTULOS

VALOR UNITÁRIO

VALOR MÁXIMO

Máximo nível de escolaridade

§ Especialização: 10 pontos para cada curso com 360h, no mínimo;

§ Mestrado: 10 pontos para cada curso;

§ Doutorado: 20 pontos.

40 pontos

Cursos de aperfeiçoamento

§ 01 (um) ponto para cada 8 horas de curso de aperfeiçoamento realizado (será considerada a somatória da carga horária de todos os cursos realizados).

35 pontos

Prática no serviço público em função específica da área do cargo.

§ 5 (cinco) pontos por cada ano completo de serviço (não serão consideradas frações finais de tempo).

15 pontos

Prática em função específica da área do cargo, em empresa privada.

§ 2,5 (dois vírgula cinco) pontos por cada ano completo de serviço (não serão consideradas frações finais de tempo).

10 pontos

PONTUAÇÃO MÁXIMA

100 PONTOS

8.3 DEMAIS DISPOSIÇÕES SOBRE A PROVA DE TÍTULOS.

a) Após a apresentação dos títulos para avaliação, não será permitida a juntada ou substituição de qualquer documento.

b) Somente serão aceitos os títulos apresentados nos quais constem o início e o térmico do período declarado.

c) Os documentos em língua estrangeira de cursos realizados, somente serão aceitos quando traduzidos para o português por tradutor juramentado e revalidados por instituição brasileira.

d) Cada título será considerado uma única vez.

e) Deverá ser apresentada uma única cópia de cada documento.

f) O/a candidato/a que possuir alteração de nome (casamento, separação, etc.) deverá anexar cópia do documento comprobatório da alteração sob pena de não ter pontuados os títulos com nome diferente da inscrição e/ou identidade.

g) Comprovada em qualquer tempo irregularidade ou ilegalidade na obtenção dos títulos do/a candidato/a, bem como encaminhamento de um mesmo título em duplicidade, com o fim de obter dupla pontuação, o/a candidato/a terá anulada a totalidade de pontos desta prova.

9. DA 3ª ETAPA

9.1 DA PROVA PRÁTICA

9.1.1 A prova prática terá caráter classificatório e eliminatório e será realizada no dia 15 de novembro de 2012, nos locais e horários especificados em edital próprio.

9.1.2 A nota da prova prática possui peso 4 (quatro) e irá compor média ponderada com a nota da prova escrita, que possui peso 6(seis), resultando na nota final do/a candidato/a.

9.2 Os/as candidatos/as deverão comparecer ao local indicado em edital próprio com antecedência mínima de 30 (trinta) minutos do horário fixado para seu início, munidos de documento de identidade e, para os cargos de motorista e operador de máquinas, também da habilitação exigida em 2.1 CARGOS E PRÉ-REQUISITOS.

9.3 Cargo de motorista: a prova prática consistirá em teste de direção veicular, na presença de examinadores, em percurso igual para todos os/as candidatos/as e que será divulgado antes do início da prova prática, a qual terá duração máxima de vinte (20) minutos, quando serão avaliados os seguintes itens: aferição do veículo, partida e parada, uso do câmbio e dos freios, posicionamento do veículo na pista ou vias públicas, observação das normas gerais de circulação e conduta e das placas de sinalização, velocidade desenvolvida, obediência às situações do trajeto e estacionamento.

Pontuação da Prova Prática = (100 pontos - Σ PP), sendo "Σ PP" = somatória dos pontos perdidos.

9.3.1 O/a candidato/a que obtiver nota inferior a 50 (cinquenta) pontos será eliminado/a do concurso.

9.4 Cargo de operador de máquinas: a prova prática consistirá na operação da máquina específica, na presença de examinadores, em tarefa a ser determinada no momento da prova, com duração máxima de 20 (vinte) minutos, quando serão avaliados os seguintes itens: verificação das condições da máquina; verificação dos itens e procedimentos de segurança; partida, movimentação e parada; uso dos instrumentos de manuseio, e obediência às situações do trajeto.

9.4.1 Serão avaliados 5 itens, valendo 20 pontos cada item. A prova prática será valorada da seguinte forma: o/a candidato/a inicia com 100 (cem) pontos, sendo-lhe subtraído o somatório dos pontos perdidos relativos às faltas cometidas durante a realização da prova, sendo sua pontuação final calculada de acordo com a fórmula abaixo:

Pontuação da Prova Prática = (100 pontos - Σ PP), sendo "Σ PP" = somatória dos pontos perdidos.

9.4.2 O/a candidato/a que obtiver nota inferior a 50 (cinquenta) será eliminado/a do concurso.

9.5 Mecânico e auxiliar de mecânico: a prova prática consistirá na realização de 5 (cinco) tarefas indicadas de acordo com o programa do concurso de cada cargo, a serem informadas aos/às candidatos/as no momento das provas. Cada tarefa valerá 20 (vinte) pontos, num total de 100 (cem) pontos.

9.5.1 O/a candidato/a que obtiver nota inferior a 50 (cinquenta) será eliminado/a do concurso.

9.6 Técnico em informática, agente administrativo e Técnico administrativo de secretarias: a prova prática consistirá na realização de 5 (cinco) tarefas de informática indicadas de acordo com o programa do concurso de cada cargo, a serem informadas aos/às candidatos/as no momento das provas. Cada tarefa valerá 20 (vinte) pontos, num total de 100 (cem) pontos.

9.6.1 O/a candidato/a que obtiver nota inferior a 50 (cinquenta) será eliminado/a do concurso.

9.7 Cargo de eletricista: a prova prática consistirá na realização de 03 (três) tarefas indicadas de acordo com o programa do concurso para o cargo, a serem informadas aos/às candidatos/as no momento das provas. Duas tarefas valerão 30 (trinta) pontos cada e uma, 40 pontos, num total de 100 (cem) pontos.

9.7.1 O/a candidato/a que obtiver nota igual ou inferior a 50, será eliminado do concurso.

10. DA CLASSIFICAÇÃO

10.1 A publicação do resultado final do Concurso Público será feita no dia 04 de dezembro de 2012, em três listas, contendo a primeira a pontuação de todos os/as candidatos/as, inclusive a dos portadores de necessidades especiais e dos afrodescendentes, a segunda somente a pontuação dos segundos e a terceira a pontuação dos afrodescendentes.

10.2 A pontuação máxima possível no Concurso Público é de 99 pontos e a pontuação mínima para aprovação é de 50 pontos. A nota final dos/as candidatos/as habilitados será composta da seguinte forma:

10.2.1 Para os cargos que não possuem provas práticas e nem de títulos:

Nota final = total de questões * 3,3

10.2.2 Para os cargos que possuem provas de títulos:

Nota final = po * 0,7 + pt * 0,3

10.2.3 Para os cargos que possuem provas práticas:

Nota final = po * 0,6 + pp * 0,4

Onde:

po = prova objetiva

pt = prova de títulos

pp = prova prática

10.3 Os/as candidatos/as aprovados serão classificados por ordem decrescente do valor da nota final.

10.4 Ainda que aprovado e classificado, o/a candidato/a que não preencher os pré-requisitos solicitados no item

13, a serem comprovados através da apresentação dos documentos especificados na etapa da Habilitação e Contratação, ou fizer constar em sua ficha de inscrição dados falsos ou inexatos, comprovados posteriormente, bem como se constatadas irregularidades em documentos, terá todos os atos decorrentes de sua participação no concurso público declarados nulos.

11. DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE

11.1 Na hipótese de igualdade na classificação, terá preferência, sucessivamente, o/a candidato/a que

a) tiver mais de 60 (sessenta) anos, segundo o Estatuto do Idoso;

b) obtiver o maior número de acertos na prova do núcleo específico (se houver);

c) obtiver o maior número de acertos na prova de Língua Portuguesa;

d) obtiver o maior número de acertos na prova de Matemática (se houver);

e) obtiver o maior número de acertos na prova de Informática (se houver);

f) obtiver o maior número de acertos na prova de Conhecimentos Gerais;

g) tiver maior idade (ano, mês, dia).

h) Persistindo o empate, o critério a ser utilizado será o de sorteio.

12. DOS RECURSOS

12.1 É facultada a interposição de recursos referentes aos resultados das etapas de provas do concurso público, através de documento, que deve ser redigido em formulário próprio disponível em www.funtefcp.com.br, dirigido à Presidente da comissão organizadora do concurso e entregue no Setor de Protocolo da Prefeitura Municipal de Santo Antonio do Paraíso, Av. Deputado Nilson Ribas, 886, centro, no prazo de 3 (três) dias úteis, contados a partir da publicação do gabarito preliminar,para a prova objetiva, e dos resultados, para as demais provas. Não serão aceitos recursos por fac-símile, telegrama, internet ou por outro meio do gênero.

12.2 No documento do recurso deverá constar o nome do/a candidato/a, número de inscrição, número do documento de identidade, cargo pretendido e endereço para correspondência.

12.3 Negar-se-á provimento ao recurso que não se apresentar em termos convenientes e devidamente fundamentado quanto aos pontos recorridos, ou interposto fora do prazo estipulado.

12.4 A comissão organizadora do concurso só poderá propor alteração da nota, anteriormente atribuída, se ficar evidenciado que houve erro na correção ou na aplicação do critério de julgamento da prova, mediante parecer fundamentado.

12.5 Os resultados dos julgamentos dos recursos interpostos serão divulgados através de publicação nos editais oficiais da Prefeitura Municipal de Santo Antonio do Paraíso.

12.6 Somente será admitido um único recurso por candidato.

12.7 O recurso interposto por procurador só será aceito se estiver acompanhado do respectivo instrumento de mandato, com firma reconhecida e cópia reprográfica do documento de identidade do procurador.

13. DAS CONDIÇÕES PARA ADMISSÃO

13.1 A admissão do/a candidato/a no cargo está condicionada ao atendimento dos seguintes requisitos:

a) ser brasileiro nato ou naturalizado, ou cidadão português que tenha adquirido a igualdade de direitos e obrigações civis e gozo dos direitos políticos (Constituição Federal, Art. 12, incisos I e II, §§ 1º e 2º, bem como do Decreto n.º 70.436 de 18/04/72);

b) encontrar-se no pleno exercício dos direitos civis e políticos e quite com a justiça eleitoral;

c) atender aos requisitos de escolaridade exigidos para o cargo, como expresso no Anexo II deste Edital;

d) apresentar os documentos comprobatórios dos pré-requisitos exigidos quanto à escolaridade e habilitação, conforme exposto no Anexo II e conforme declarado na ficha de inscrição;

e) ter idade mínima de 18 anos comprovada até a data da admissão;

f) comprovar, à data da admissão, habilitação para o cargo;

g) apresentar Cédula de Identidade, Cadastro de Pessoa Física - CPF regularizado e Título Eleitoral; os/as candidatos/as do sexo masculino deverão apresentar Certificado de Reservista ou de Dispensa de Incorporação;

h) não ter sofrido, no exercício de função pública, penalidade por prática de atos desabonadores bem como, improbidade administrativa;

i) não registrar antecedentes criminais, com sentença penal condenatória transitada em julgado, que impeça legalmente o exercício de função pública;

j) gozar de boa saúde física e mental;

k) estar disponível para trabalhar de acordo com a jornada semanal especificada no Anexo II deste edital.

13.2 Os documentos comprobatórios para os cargos que exigem escolaridade completa - diplomas registrados ou certificados acompanhados de histórico escolar - devem referir-se a cursos devidamente reconhecidos pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC), Conselho Nacional de Educação (CNE) ou Conselho Estadual de Educação (CEE).

13.3 Serão aceitos também declarações ou atestados de conclusão de curso em que constem as disciplinas cursadas, frequência, avaliação e carga horária, emitidas em papel com timbre e carimbo do estabelecimento de ensino e devidamente assinados pela autoridade competente, e acompanhados do Histórico Escolar.

13.4 Os documentos devem ser apresentados pelo/a candidato/a no prazo de 05 (cinco) dias úteis, a contar da data da convocação da Prefeitura Municipal.

13.5 Os diplomas e certificados, obtidos no exterior, para que tenham validade, deverão estar revalidados de acordo com a legislação vigente.

13.6 No ato da convocação, e antes da realização do Exame Médico, devem ser comprovados os requisitos expressos no subitem 13.1 e apresentados obrigatoriamente os documentos exigidos para investidura no cargo. Se o/a candidato/a comparecer, mas não comprovar os requisitos para o cargo, será desclassificado, sendo por consequência convocado o/a candidato/a imediatamente posterior na classificação final.

14 DA 4ª ETAPA - EXAME MÉDICO

14.1 O Exame médico possui caráter eliminatório e por ele deverão passar os/as candidatos/as melhor classificados no concurso, somente quando forem convocados para possível contratação e depois de comprovarem os requisitos estabelecidos nos subitens do item 13 deste Edital.

14.2 Os/As candidatos/as melhor classificados serão nomeados, conforme número de vagas constantes no edital, se após exame médico forem considerados aptos para exercer as atividades que o cargo pleiteado requer.

15 DO APROVEITAMENTO DOS/AS CANDIDATOS/AS HABILITADOS

15.1 Os/As candidatos/as serão aproveitados de acordo com a classificação final do concurso, ressalvado o atendimento legal de 5% para portadores de necessidades especiais, e de 10% para afrodescendentes, dentre os quais deverão ser chamados aqueles com melhor colocação no quadro de classificação até o limite do percentual estabelecido neste Edital.

15.2 Os/As candidatos/as serão nomeados e tomarão posse nos termos da legislação Municipal de Santo Antonio do Paraíso - Estado do Paraná e demais cominações pertinentes.

15.3 Se, durante o prazo de validade do concurso, surgirem novas vagas para os cargos expressos no Anexo II deste Edital, os/as candidatos/as habilitados e ainda não aproveitados serão convocados pela ordem de classificação final para os procedimentos expressos nos subitens do item 13 e do item 14 para provimento das novas vagas.

15.4 A convocação de que fala o subitem acima será feita por correspondência com aviso de recebimento e também convocação pelo Órgão de Imprensa Oficial do município de Santo Antonio do Paraíso. O/a candidato/a terá 05 (cinco) dias úteis para comparecer à PREFEITURA. Expirado o prazo, o/a candidato/a será remanejado para o final da lista de classificados, sendo, portanto, convocado o próximo colocado da lista de classificados.

15.5 Os/As candidatos/as que forem remanejados para o final de lista de classificação, de acordo com o item anterior, poderão novamente ser chamados para o preenchimento de vaga, respeitando-se a nova ordem de classificação.

15.6 O/A candidato/a que informar no momento da inscrição sua condição de aposentado, se classificado, será convocado pela PREFEITURA para, no prazo de 30 (trinta) dias, apresentar a documentação relativa ao seu processo de aposentadoria. Nesses casos, a nomeação estará condicionada à análise da possibilidade legal, conforme os Princípios Constitucionais e a Legislação Previdenciária aplicáveis ao caso.

16 DO PRAZO DE VALIDADE DO CONCURSO

16.1 O Concurso Público terá validade de 02 (dois) anos, a contar da publicação da homologação, prorrogável uma única vez, por igual período, conforme interesse e conveniência da PREFEITURA, ou antes desse prazo, se todos os/as candidatos/as classificados tiverem sido aproveitados.

17 DISPOSIÇÕES FINAIS

17.1 A comissão organizadora do concurso constitui-se de 03 (três) servidores, designados por meio de Resolução, pela FUNTEF, para realizarem os trabalhos de banca organizadora e examinadora do concurso.

17.2 A comissão de acompanhamento e fiscalização do concurso, nomeada através de ato oficial - Decreto Nº 1605/2012 - pela Prefeitura Municipal de Santo Antonio do Paraíso, constitui-se de 04 (quatro) membros, sendo estes os seguintes servidores municipais: Miguel Edeso Coral, RG n. 3.093.736-8, matrícula funcional 477 - presidente; José Donizete de Lima, RG n. 6.163.629-3, matrícula funcional 393; Maria Nazaré dos Santos da Silva, RG n. 6.357.441-4, matrícula funcional n. 478, e Cleonice Rodrigues de Siqueira, RG n. 3.456.557-0, matrícula funcional n. 297 - membros.

17.3 É direito da PREFEITURA MUNICIPAL, a qualquer tempo:

a) eliminar do concurso ou do cadastro o/a candidato/a que não atenda aos requisitos do cargo e/ou às exigências legais para contratação ou às condições estabelecidas neste Edital;

b) anular a inscrição, a prova ou a admissão do/a candidato/a quando verificadas falsidades de declaração ou irregularidades nas provas ou documentos, sem prejuízo das sanções criminais cabíveis;

c) cancelar o concurso, mesmo com datas pré-fixadas e já divulgadas, em caso de determinações legais, conveniência técnica administrativa ou motivo de força maior (calamidades públicas, etc.).

17.4 A inscrição do/a candidato/a implicará o conhecimento das presentes instruções e a aceitação tácita das condições do Concurso Público, tais como se acham estabelecidas neste Edital e nas normas legais pertinentes, das quais não poderá alegar desconhecimento.

17.5 O/A candidato/a deverá manter atualizado seu endereço na PREFEITURA, enquanto perdurar a validade do Concurso Público.

17.6 Os itens deste Edital poderão sofrer eventuais alterações, atualizações ou acréscimos, enquanto não consumadas as providências ou eventos que lhes disserem respeito, ou até a data da convocação dos/as candidatos/as para a prova correspondente, circunstância que será mencionada em edital ou aviso publicado.

17.7 É de inteira responsabilidade do/a candidato/a acompanhar os Editais, comunicados e demais publicações referentes a este Concurso Público.

17.8 A PREFEITURA nomeará, através de ato oficial, uma comissão de acompanhamento e fiscalização do presente concurso público.

17.9 Os questionamentos relativos a casos omissos no presente Edital e na Legislação Municipal deverão ser protocolados na sede da Prefeitura Municipal de Santo Antonio do Paraíso e serão resolvidos pela Comissão Organizadora do Concurso Público nomeada pela FUNTEF, no prazo máximo de 2 (dois) dias úteis.

Edifício da Prefeitura Municipal de Santo Antonio do Paraíso - PR, em 21 de setembro de 2012.

Devanir Martinelli
Prefeito Municipal de Santo Antonio do Paraíso

ANEXO I - Calendário do concurso

EVENTO

DATA

Publicação do edital

21 de setembro de 2012

Período de inscrições

21 de setembro a 16 de outubro de 2012

Último dia para pagamento do boleto

17 de outubro de 2012

Verificação das inscrições e identificação do local de provas

A partir de 23 de outubro de 2012

Prova escrita

28 de outubro de 2012

Disponibilização do gabarito preliminar

29 de outubro de 2012

Recebimento de recursos (prova escrita)

29, 30 e 31 de outubro 2012

Resposta aos recursos, disponibilização do gabarito definitivo e resultado da prova objetiva

07 de novembro de 2012

Convocação para prova prática (para os cargos que o exigem)

08 de novembro de 2012

Convocação para a prova de títulos (educador infantil e professores)

08 de novembro de 2012

Entrega dos documentos para prova de títulos

08, 09 e 12 de novembro

Prova prática

15 de novembro de 2012

Resultado da prova prática e da prova de títulos

20 de novembro de 2012

Recebimento de recursos (prova prática e prova de títulos)

20, 21 e 22 de novembro de 2012

Resposta aos recursos

03 de dezembro de 2012

Resultado final

04 de dezembro de 2012

ANEXO II - Cargos com suas respectivas vagas, carga horária, requisitos e salários.

Regime Estatutário

Cargo

Vagas

PNEs

Afro descendente

Carga horária

Requisitos

Salário

1.

Agente de serviços gerais

03

-

-

40 h

Ensino fundamental completo

R$ 622,01

2.

Agente de limpeza pública

04

-

-

40 h

Ensino Fundamental completo

R$ 622,01

3.

Operador de máquinas

01

-

-

40 h

Ensino fundamental completo e CNH categoria C, D ou E

R$ 1.064,77

4.

Motorista

01

-

-

40 h

Ensino fundamental completo e CNH categoria D ou E

R$ 1.064,77

5.

Auxiliar de mecânico

01

-

-

40 h

Ensino fundamental completo (com conhecimento prático na área específica do cargo)

R$ 979,66

6.

Mecânico

01

-

-

40 h

Ensino fundamental completo (com conhecimento prático na área específica do cargo)

R$ 1.302,54

7.

Técnico em informática

01

-

-

40 h

Ensino médio com especialidade na área (curso técnico em informática ou de formação equivalente)

R$ 1.200,00

8.

Eletricista

01

-

-

40 h

Ensino médio com especialidade na área (pelo menos 200 horas de curso(s) específico(s) para eletricista, na somatória) COM NR10

R$ 1.200,00

9.

Agente administrativo

03

-

-

30 h

Ensino médio

R$ 979,66

10.

Técnico administrativo de secretarias

01

-

-

30 h

Ensino médio com cursos de formação específica na área de tributação, de no mínimo 200 horas (na somatória), e conhecimento prático na área, de pelo menos um ano.

R$ 2.592,48

11.

Técnico de epidemiologia

01

40 h

Ensino médio com cursos de formação específica na área de no mínimo 200 horas (na somatória).

R$ 1.236,24

12.

Agente de endemias

01

-

-

40 h

Ensino médio

R$ 931,19

13.

Auxiliar de enfermagem

02

-

-

40 h

Curso técnico em enfermagem e registro no COREN

R$ 902,93

14.

Agente de vigilância em saúde

01

-

-

40 h

Ensino médio

R$ 979,66

15.

Monitor esportivo

01

-

-

40 h

Ensino médio com especificação em futebol de campo e registro no CREF provisionado.

R$ 1200,00

16.

Educador infantil

04

-

-

40 h

Magistério em nível médio ou graduação em pedagogia

R$ 725,50

17.

Professor

01

-

-

20h

Curso de licenciatura de graduação plena ou magistério com normal superior.

R$ 725,50/

18.

Professor de inglês

01

-

-

20h

Curso de licenciatura de graduação plena e habilitação/curso de formação específica (com pelo menos 120 horas, podendo estas serem somatórias), ou formação superior em área correspondente e complementação nos termos da legislação vigente.

R$ 725,50/

19.

Professor de educação artística

01

-

-

20h

Curso de licenciatura de graduação plena e curso de formação específica (com pelo menos 120 horas, podendo estas serem somatórias), ou formação superior em área correspondente e complementação nos termos da legislação vigente.

R$ 725,50/

20.

Professor de educação física

01

-

-

20h

Curso de licenciatura de graduação plena e curso de formação específica (com pelo menos 120 horas, podendo estas serem somatórias), ou formação superior em área correspondente e complementação nos termos da legislação vigente.

R$ 725,50/

21.

Engenheiro civil

01

-

-

20 h

Curso de graduação em engenharia civil e registro no CREA

R$ 1.666,59

22.

Agrônomo

01

-

-

40 h

Curso de graduação em agronomia e registro no CREA

R$ 2.407,31

23.

Odontólogo

01

-

-

40 h

Curso de graduação em odontologia e registro no CRO

R$ 3.240,61

24.

Enfermeiro

01

-

-

40 h

Curso de graduação em enfermagem e obstetrícia e registro no COREN

R$ 2.499,89

25.

Farmacêutico

01

-

-

40 h

Curso de graduação em farmácia e registro no CRF

R$ 2.592,48

26.

Nutricionista

01

-

-

10 h

Curso de graduação em nutrição e registro no CRN

R$ 1.111,04

27.

Médico pediatra

01

-

-

20 h

Curso de graduação em medicina com especialização em pediatria e registro no CRM

R$ 3.662,29

28.

Médico ginecologista obstetra

01

-

-

20 h

Curso de graduação em medicina com especialização em ginecologia e obstetrícia e registro no CRM

R$ 3.662,29

29.

Médico clínico geral

01

-

-

20 h

Curso de graduação em medicina e registro no CRM

R$ 3.662,29

30.

Psicólogo

01

-

-

20 h

Curso de graduação em psicologia e registro no CRP

R$ 1.481,40

31.

Assistente social

01

-

-

20 h

Curso de graduação em serviço social e registro no CRESS

R$ 2.222,12

Obs.: Segundo as disposições legais expressas nos itens 4 e 5, uma vaga por cargo não gera, de imediato, vagas exclusivas para PNEs e nem para Afrodescendentes.

Concurso relacionado:Concurso Prefeitura de Santo Antônio do Paraíso - PR