Edital Concurso SESCOOP - Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado da Bahia – BA

COMUNICADO DE ABERTURA DE PROCESSO SELETIVO 01/2012 – SESCOOP/BA

A Comissão de Processo Seletivo do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado da Bahia - SESCOOP/BA, instituída através da Portaria nº 04 de 09 de março de 2012, com base o que dispõe a Resolução 300/2008, do CONSELHO NACIONAL DO SESCOOP, que aprova o regulamento de processo seletivo para a contratação de empregados e o Plano de Cargos e Salários do SESCOOP/BA, torna público para conhecimento dos interessados que estará realizando SELEÇÃO DE PESSOAL, para preenchimento de cargos vagos, bem como cadastros de reserva, de acordo com a deliberação do Conselho Administrativo desta entidade, nos termos a seguir descritos:

1. DA REALIZAÇÃO DO PROCESSO SELETIVO

1.1. O presente Processo Seletivo será executado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado da Bahia - SESCOOP/BA, inscrito no CNPJ sob o nº 07.345.292/0001-43, com endereço na Rua Boulevard Suisso, 129 - Nazaré, Salvador-BA, telefone (71) 3321-1769 ou 3321-9118, endereço virtual www.bahiacooperativo.coop.br , que se responsabilizará pelo recebimento das inscrições, elaboração, aplicação, realização e avaliação das provas de conhecimentos, análise curricular e demais documentos, entrevistas, deliberação sobre eliminação e classificação de candidatos, promovendo a coordenação geral do processo seletivo, com indicação dos selecionados e posterior divulgação dos resultados.

2. DOS CARGOS A SEREM PREENCHIDOS:

Cargo:

01 (uma) vaga para Assistente Técnico

Função:

Assistente de Monitoramento

Regime:

Consolidação das Leis do Trabalho - CLT

Remuneração:

R$ 1.845,52 (um mil oitocentos e quarenta e cinco reais e cinquenta e dois centavos)

Benefícios:

Vale transporte, vale alimentação ou refeição, plano de saúde e odontológico.

Carga Horária:

40 (quarenta) horas semanais

Horário de trabalho:

Das 8h30 às 12h00 e de 13h00 às 17h30

Cargo:

01 (uma) vaga para Contador

Função:

Contador

Regime:

Consolidação das Leis do Trabalho - CLT

Remuneração:

R$ 1.845,52 (um mil oitocentos e quarenta e cinco reais e cinquenta e dois centavos)

Benefícios:

Vale transporte, vale alimentação ou refeição, plano de saúde e odontológico.

Carga Horária:

40 (quarenta) horas semanais

Horário de trabalho:

Das 8h30 às 12h00 e de 13h00 às 17h30

Cargo:

01 (uma) vaga para Assistente Técnico

Função:

Assistente Jurídico

Regime:

Consolidação das Leis do Trabalho - CLT

Remuneração:

R$ 1.845,52 (um mil oitocentos e quarenta e cinco reais e cinquenta e dois centavos)

Benefícios:

Vale transporte, vale alimentação ou refeição, plano de saúde e odontológico.

Carga Horária:

40 (quarenta) horas semanais

Horário de trabalho:

Das 8h30 às 12h00 e de 13h00 às 17h30

3. DAS ATRIBUIÇÕES A SEREM EXERCIDAS PELOS CONTRATADOS (EXEMPLIFICATIVO):

3.1. CARGO: ASSISTENTE TÉCNICO

3.1.1. FUNÇÃO: ASSISTENTE DE MONITORAMENTO - atender às demandas do SESCOOP/BA, tendo como um dos seus objetivos principais executar serviços de planejamento, organização, coordenação e acompanhamento das cooperativas relacionados às ações de autogestão.

DESCRIÇÃO

ATRIBUIÇÕES (meramente exemplificativo)

Auxiliar Técnico na função de Assistente de Monitoramento

Responsabilidades Principais - Diárias: divulgar informações sobre o programa de autogestão para as cooperativas; elaborar proposta de adesão, conforme modelo padrão do SESCOOP/BA; manter contato com as cooperativas para visitá-las e implantar o programa; solicitar as diárias para as visitas através de Comunicação Interna (CI) para a Gerente de Desenvolvimento Humano; apresentar e encaminhar o relatório (quando aplicável) da visita; imprimir os relatórios e encaminhar para as cooperativas, e para Diretoria Executiva do Sescoop/BA; manter contato com as cooperativas para assessorá-las no atendimento às informações apontadas no relatório. Responsabilidades Principais - Periódicas: ministrar palestras e treinamentos às cooperativas quando necessário; realizar visita às cooperativas para aplicação do programa de autogestão; assessorar as cooperativas na confecção do estatuto, atas de assembleia, edital de convocação.

3.1.2. FUNÇÃO: ASSISTENTE JURÍDICO - atender às demandas do Sescoop/BA, tendo como objetivo principal executar serviços de apoio nos processos administrativos e judiciais do Sescoop/BA.

DESCRIÇÃO

ATRIBUIÇÕES (meramente exemplificativo)

Assistente Técnico na função de Assistente Jurídico

Responsabilidades Principais Diárias: prestar atendimento aos clientes internos e externos, disponibilizando informações e/ou orientações quanto aos assuntos relacionados à área jurídica; pesquisar, agregar, produzir e disseminar informações atualizadas aos públicos de interesse; administrar dados, de forma a produzir informações para a melhoria de processos e o suporte às decisões gerenciais; zelar pela qualidade no desenvolvimento dos trabalhos técnicos; integrar grupos técnicos, comissões e comitês, quando demandado; participar das atividades de contratação de bens e serviços, incluindo a elaboração de pareceres e participação em eventos de licitação, bem como fazer o acompanhamento da execução dos contratos de prestação de serviços; disponibilizar informações e documentos às auditorias interna e externas; apoiar a organização de eventos de capacitação e de alinhamento técnico, podendo proferir palestras sobre temas relacionados; participar de reuniões administrativas e técnicas, adotando providências quanto às deliberações; elaborar relatórios, demonstrativos, gráficos, planilhas, pareceres e outros documentos técnicos de sua área de atividade; executar outras atividades inerentes ao cargo; prestar assessoria jurídica preventiva e contenciosa ao Sescoop/BA; elaborar pareceres e outros instrumentos jurídicos, tais como contratos, convênios, termos de referência, cooperação, contestações, declarações, petições, procurações, aditivos e outros, para assessorar e viabilizar as atividades das áreas internas do Sescoop/BA; acompanhar, analisar e orientar juridicamente os procedimentos licitatórios realizados pelas áreas do Sescoop/BA.

Responsabilidades Principais Periódicas: desenvolver estudos e pesquisas no campo do Direito; representar o Sescoop/BA em atos processuais: audiências e julgamentos; prestar serviços jurídicos, principalmente, em questões voltadas aos assuntos de Contencioso Cível, Administrativo, Previdenciário, Tributário e Trabalhista; elaborar relatórios contendo informações sobre andamento de processos envolvendo o Sescoop Bahia; manter relacionamento e trânsito junto aos Tribunais de Justiça, Tribunais Regionais do Trabalho, Tribunais Superiores, Tribunal de Contas, órgãos da Administração Pública Federal e demais Serviços Sociais Autônomos.

3.2. CARGO: CONTADOR

3.2.1. FUNÇÃO: CONTADOR - atender às demandas do SESCOOP/BA, tendo como um dos seus objetivos principais planejar, organizar e executar as atividades da contabilidade geral, visando assegurar que todos os relatórios e registros sejam feitos de acordo com os princípios, normas contábeis e legislação pertinente dentro dos prazos, normas e procedimentos estabelecidos pela organização, além de assinar os documentos contábeis da instituição.

DESCRIÇÃO

ATRIBUIÇÕES (meramente exemplificativo)

Contador

Responsabilidades Principais - Diárias: realizar lançamentos contábeis em sistema próprio do Sescoop; realizar conciliação das contas do ativo e passivo; realizar análise contábil, verificação de lançamentos, apropriação correta das contas e lançamento contábil; calcular os impostos do SESCOOP/BA e dos prestadores de serviços como: IRRF, ISS, PIS, COFINS, CSLL, FGTS e INSS e encaminhar as guias para a Gerência Administrativo-Financeira dar prosseguimento ao processo de pagamento; realizar o fechamento contábil e emitir relatórios de acompanhamento.

Responsabilidades Principais - Periódicas: emitir, mensalmente, as guias para pagamentos dos impostos; emitir Balancetes, Balanços e demais demonstrativos contábeis com as respectivas notas explicativas; elaborar Obrigações Acessórias; emitir folha de pagamento; calcular férias, 13º salário e rescisão contratual, quando necessário; transmitir a conectividade social para a CEF (Caixa Econômica Federal) e Previdência Social referente às remunerações dos funcionários e, quando aplicável, dos prestadores de serviços; auxiliar na montagem do Relatório Quadrimestral, fornecendo informações fiscais e contábeis às demais áreas do Sescoop/BA; escriturar livros fiscais e contábeis; gerar livros: Diário e Razão; emitir pareceres, quando necessário; comparecer em audiências trabalhistas, quando necessário.

4. DOS REQUISITOS PARA AS VAGAS:

4.1. ASSISTENTE TÉCNICO:

4.1.1. ASSISTENTE DE MONITORAMENTO - 3º grau completo em Administração, com registro profissional no Conselho Regional de Administração - CRA, e em conformidade com quadro abaixo:

INSTRUÇÃO

CONHECIMENTOS

HABILIDADES

3º grau completo em Administração com registro no Conselho de Classe

- Legislação aplicada ao cooperativismo;

- Gestão Cooperativista;

- Área financeira e contábil de cooperativa;

- Redação Empresarial

- Sistema cooperativista brasileiro.

-Concepção e características do Sistema S.

- Técnicas de consultoria interna.

- Planejamento do trabalho.

- Língua portuguesa aplicada à redação de documentos.

- Comunicação empresarial.

- Ética e etiqueta no trabalho.

- Navegador de internet, processador de texto, planilha eletrônica, banco de dados, software de apresentações e outros recursos da tecnologia da comunicação e da informação.

- Comunicação

- Boa oratória

- Iniciativa

- Atenção

- Flexibilidade

- Dinamismo

- Relacionamento interpessoal

- Organização.

4.1.2. ASSISTENTE JURÍDICO - 3º grau completo em Direito, com registro profissional na Ordem dos Advogados do Brasil - OAB, experiência de no mínimo 06 (seis) meses no exercício da advocacia e em conformidade com quadro abaixo:

INSTRUÇÃO

EXPERIÊNCIA

CONHECIMENTOS

HABILIDADES

3º grau completo em Direito com registro profissional no Conselho de Classe.

Comprovação de, no mínimo, 06(seis) meses no exercício da advocacia.

- Legislação aplicada ao cooperativismo;

- Concepção, doutrina e princípios do cooperativismo.

- Sistema cooperativista brasileiro.

- Sescoop: história, estrutura e funcionamento.

-Concepção e características do Sistema S.

- Legislação de processos de contratação de bens e serviços.

- Legislação trabalhista.

-Composição de Processo administrativo para aquisição de produtos e serviços, com vistas aos regulamentos de licitações e contratos do Sescoop Nacional e Lei 8666/93.

- Técnicas de consultoria interna.

- Língua portuguesa aplicada à redação de documentos.

- Ética e etiqueta no trabalho.

- Navegador de internet, processador de texto, planilha eletrônica, banco de dados, software de apresentações e outros recursos da tecnologia da comunicação e da informação.

- Direito Civil, administrativo, constitucional, empresarial, previdenciário, tributário, trabalhista e sindical.

- Legislação referente a contratos, convênios e licitações no âmbito do direito administrativo.

- Controle externo da Administração Pública (TCU, CGU).

- Processo administrativo no âmbito do Tribunal de Contas da União - TCU e Receita Federal do Brasil - RFB.

- Ritos e atos para atuação junto aos Tribunais de Justiça, Tribunais Regionais do Trabalho, Tribunais superiores, Tribunal de Contas da União, Órgãos da Administração Publica Federal e demais serviços sociais autônomos.

- Regras para elaboração de instrumentos jurídicos, pareceres, petições e outras peças processuais, judiciais e/ou administrativas.

-Ritos e atos para realização de audiências, instruções processuais e julgamentos.

- Português jurídico.

- Comunicação

- Boa oratória

- Iniciativa

- Atenção

- Flexibilidade

- Dinamismo

- Relacionamento interpessoal

- Organização

4.2. CONTADOR: 3º grau completo em Ciências Contábeis, com registro profissional no Conselho de Classe, experiência de 06 meses na área contábil e em conformidade com quadro a seguir:

INSTRUÇÃO

EXPERIÊNCIA

CONHECIMENTOS

HABILIDADES

3º grau completo em Ciências Contábeis com registro no Conselho de Classe

06 meses na área contábil

- Contabilidade voltada para o cooperativismo

- Setor pessoal

- Informática incluindo programas de tributos a nível federal: CEF - Caixa Econômica Federal SEFIP/GEFIP; Receita Federal DIRF, DCTF, DIRPJ; Ministério do Trabalho e Emprego RAIS e CAGED; e a nível municipal Prefeituras Municipais.

- Sistema cooperativista brasileiro.

-Concepção e características do Sistema S.

- Técnicas de consultoria interna.

- Planejamento do trabalho.

- Língua portuguesa aplicada à redação de documentos.

- Comunicação empresarial.

- Ética e etiqueta no trabalho.

- Navegador de internet, processador de texto, planilha eletrônica, banco de dados, software de apresentações e outros recursos da tecnologia da comunicação e da informação.

- Lei 11.638/2007

- Comunicação

- Atenção

- Iniciativa

- Dinamismo

- Flexibilidade

- Raciocínio lógico

- Trabalhar em equipe

- Relacionamento Interpessoal

- Organização

4.3. Todos os perfis serão analisados por meio de documentos comprobatórios como: certificados e diplomas de cursos; declarações de pessoas físicas e/ou jurídicas para os quais tenham o candidato prestado serviços; registro como empregado em carteira de trabalho e/ou declarações de experiência; e, na condição de autônomo, contrato de prestação de serviços firmados ou declaração emitida pelo órgão de classe no qual é registrado.

5.1. As inscrições serão realizadas pessoalmente ou por e-mail, no período indicado neste Comunicado, com a apresentação/encaminhamento, perante o Sescoop/BA, da ficha de inscrição (em anexo) devidamente preenchida, e documentação comprobatória dos dados apresentados na ficha. A análise curricular irá se restringir às informações constantes na ficha de inscrição, portanto, o candidato deverá atentar para o preenchimento adequado da ficha de inscrição, com informações e comprovações compatíveis aos documentos apresentados/ enviados.

5.1.1. Para as inscrições presenciais a documentação comprobatória deverá ser entregue juntamente com a ficha de inscrição, na sede do Sescoop/BA, e será recebido por um dos membros da Comissão de Processo Seletivo, ou na sua impossibilidade perante pessoa indicada com poderes outorgados para tal mister, que emitirá protocolo de recebimento com a quantidade de documentos juntados com a Ficha de Inscrição. As inscrições presenciais serão realizadas no horário compreendido das 8h30 às 12h00 e 13h30 às 17h00, de segunda a sexta-feira.

5.1.2. Para as  inscrições via e-mail o candidato deverá adotar os seguintes procedimentos: encaminhar a ficha de inscrição para o e-mail processoseletivo2012.sescoopba@gmail.com devidamente preenchida e enviar a documentação comprobatória, via correios, para o endereço do Sescoop/BA, qual seja: Rua Boulevard Suíço, 129 - Nazaré - Salvador (BA), CEP: 40.050-330. Será efetivada a inscrição dos candidatos cuja documentação for entregue pelos correios na sede social do Sescoop/BA, até no máximo 02 (dois) após o término das inscrições.

5.2. Além dos documentos comprobatórios de instrução, formação acadêmica, experiência profissional e atividades congêneres,  deverão ser anexadas cópias autenticadas do CPF, da carteira de identidade, do comprovante de residência, com CEP, do certificado de dispensa do serviço militar (sexo masculino) e da quitação eleitoral.

5.2.1. As cópias do CPF, da carteira de identidade, do comprovante de residência atualizado, com CEP, do certificado de dispensa do serviço militar (sexo masculino) e da quitação eleitoral poderão ser apresentadas em cópia simples, desde que sejam apresentados os documentos originais, no momento da entrega, para conferência .

5.3. As informações constantes na ficha de inscrição serão de inteira responsabilidade do candidato.

5.4. Os candidatos que realizarem a inscrição no processo seletivo, automaticamente, estarão atestando conhecer a íntegra deste Comunicado e concordam com todas as condições estabelecidas neste documento.

6.1. O processo seletivo será composto de 03 (três) etapas, citadas a seguir, sendo convocado o candidato que obtiver maior pontuação na soma dos pontos de cada fase. Será, ainda, realizada a classificação dos candidatos aprovados, para efeito de cadastro de reserva.

6.1.1. PRIMEIRA ETAPA - Análise Curricular (eliminatória e classificatória): nesta etapa serão avaliados os dados apresentados em ficha de inscrição por cada candidato, bem como seus documentos comprobatórios, para a atribuição de pontuação, conforme previsto neste Comunicado.

6.1.1.1. Não serão reconhecidas experiências em estágio como comprovação de experiência profissional.

6.1.1.2. A análise curricular tem por objetivo eliminar do processo seletivo os candidatos que não se adequarem ao perfil mínimo exigido (inabilitados), com a comprovação de instrução e experiência profissional prevista neste Comunicado, e inscrição no CRC - Conselho Regional de Contabilidade, para aqueles candidatos que irão concorrer ao cargo de Contador; inscrição no CRA - Conselho Regional de Administração, para o cargo de Assistente de Monitoramento e na OAB - Ordem de Advogados do Brasil, para o cargo de Assistente Jurídico, além de classificar os candidatos remanescentes aprovados neste Processo Seletivo para preenchimento das vagas de todos os cargos previstos neste Comunicado.

6.1.1.3. Entende-se por candidato inabilitado aquele que não se adequar ao perfil mínimo exigido neste Comunicado.

6.1.1.4. Após apuradas as pontuações, será feito o somatório dos pontos e os candidatos serão classificados em ordem decrescente.

6.1.1.5. A lista completa contendo o nome dos candidatos classificados será divulgada por anúncio em jornal de grande circulação e no site www.bahiacooperativo.coop.br, obedecendo- se a ordem de classificação, oportunidade na qual serão convocados os candidatos classificados para concorrer a segunda etapa do processo seletivo, sob o título "prova de conhecimentos".

6.1.1.6. Serão convocados para a segunda etapa deste processo seletivo os 20 (vinte) candidatos que obtiverem as maiores pontuações na primeira etapa, sob o título "análise curricular". Não havendo 20 (vinte) candidatos classificados para a segunda etapa, serão convocados os que obtiverem classificação.

6.2. SEGUNDA ETAPA - Prova de Conhecimentos (eliminatória e classificatória): esta etapa consistirá na aplicação de uma prova conforme segue:

TODOS OS CARGOS:

- Língua Portuguesa

- Informática

- Conhecimento em Doutrina e Legislação Cooperativista

- Redação

PARA O CARGO DE CONTADOR E ASSISTENTE JURIDICO:

- Conhecimentos Específicos

6.2.1. A prova de Língua Portuguesa será composta por 10 (dez) questões objetivas abordando interpretação de texto e questões de fonologia, morfologia, sintaxe e semântica. A pontuação máxima da prova é de 10 (dez) pontos, cada questão valendo 1 (um) ponto.

6.2.2. A prova de Informática será composta por 10 (dez) questões objetivas abordando MS Windows em português: uso de ambiente gráfico; execução de programas, aplicativos e acessórios; conceitos de pastas, diretórios, arquivos e atalhos. MS Word: estrutura básica dos documentos; operações com arquivos, criação e uso de modelos; edição e formatação de textos; cabeçalhos e rodapé; parágrafos; fontes; colunas; marcadores simbólicos e numéricos; tabelas e texto multicolunados; configuração de páginas e impressão. MS Excel: estrutura básica das planilhas, conceitos de células, linhas, colunas, pastas e gráficos, elaboração de tabelas e gráficos, uso de fórmulas, funções e macros, conexão à Internet (formas e modalidades de interligação); serviços básicos (download de arquivos) envio e recebimento de correio eletrônico, utilização dos mecanismos de busca. Segurança: vírus eletrônico; cuidados e prevenção; antivírus. A pontuação máxima da prova de Informática é de 10 (dez) pontos, cada questão valendo 1 (um) ponto.

6.2.3. A prova de Conhecimentos em Doutrina e Legislação Cooperativista será composta por 10 (dez) questões objetivas abordando o cooperativismo em sua fundamentação legal, estrutura, finalidades, símbolos, princípios, ramos, história no Brasil, órgãos de representação estadual, nacional e internacional. A pontuação máxima desta prova é de 10 (dez) pontos, cada questão valendo 01 (um) ponto.

6.2.4. A prova de Conhecimento Específico será composta por 10 (dez) questões objetivas, com pontuação máxima de 10 (dez) pontos, cada questão valendo 01 (um) ponto e abordando os temas a seguir:

CONTADOR

Legislação Societária - Lei nº 6.404/1976 e suas legislações complementares, Lei nº 5.764/1971 e suas legislações complementares e Lei nº 11.638/2007; Contabilidade - conceito, objetivo, campo de aplicação, princípios e convenções contábeis; demonstrações contábeis pela legislação societária (S/A e Sociedade Cooperativa); destinação do Resultado nas S/A e Sociedade Cooperativa; análise do índice de cobertura das despesas líquidas; análise horizontal e vertical; análise de liquidez; análise do fluxo de caixa; análise do ciclo operacional e análise do ciclo financeiro; regimes contábeis: de caixa, misto e competência. CPC - Comitê de Pronunciamento Contábeis. Normas do Conselho Federal de contabilidade (NBCT 10.8,

10.13, 3.0, 6.0), Conhecimentos de Contabilidade Tributária. Regulamento de Licitações e Contratos do Sescoop, Medida Provisória nº 1.715-2/98 e Decreto Lei nº 3.017/99.

ASSISTENTE JURÍDICO

Sistema Cooperativista Brasileiro. Concepção e características do Sistema S. Legislação trabalhista. Direito civil, administrativo, imaterial, constitucional, empresarial, previdenciário, tributário, trabalhista e sindical. Processo civil, administrativo, constitucional, tributário e trabalhista. Legislação referente a licitações e contratos administrativos (Lei Federal 8.666/93), convênios e licitações no âmbito do direito administrativo. Regulamento de licitações, contratos, convênios e contratação de pessoal (processo seletivo) dos serviços sociais autônomos. Controle externo da Administração Pública (TCU, CGU). Ritos e atos para atuação junto aos Tribunais de Justiça, Tribunais Regionais do Trabalho, Tribunais superiores, Tribunal de Contas da União, Órgãos da Administração Pública Federal e demais serviços sociais autônomos. Ritos e atos para realização de audiências, instruções processuais e julgamentos.

6.2.5. A Redação consistirá em discorrer sobre um tema específico na área do Cooperativismo, com exceção à dirigida ao cargo de Assistente Jurídico, com no mínimo 20 (vinte) e no máximo 30 (trinta) linhas. Para correção da Redação, serão levados em consideração os seguintes aspectos, cada um valendo, no máximo, 1 (um) ponto:

a) Atendimento às instruções gerais constantes do caderno de instruções. b) Coerência textual com o tema proposto

c) Coesão textual (articulação das partes do texto - uso de conjunções, pronomes relativos, advérbios, etc.)

d) Ortografia

e) Acentuação

f) Pontuação

g) Normas gramaticais (sintaxe, regência, colocação de pronomes, tempos verbais, etc)

h) Linguagem e vocabulário (sinônimos, repetições, gírias, clichês)

i) Conhecimento do Novo Acordo Ortográfico j) Escrita legível

6.2.6. A Redação dirigida ao cargo de Assistente Jurídico consistirá em uma questão analítico- discursiva, valendo 10(dez) pontos, para confecção de um parecer circunstanciado, sobre uma questão jurídica apresentada, que têm como objetivo verificar o conhecimento do conteúdo específico do cargo pleiteado. Para a correção da questão, serão levadas em consideração os seguintes aspectos, cada um valendo 01(um) ponto:

a) Atendimento às instruções gerais constantes do caderno de instruções.

b) fidelidade ao tema/comando.

c) Coesão textual (articulação das partes do texto - uso de conjunções, pronomes relativos, advérbios, etc.)

d) Embasamento Jurídico e) objetividade

f) clareza

g) seqüência lógica de pensamento

h) utilização correta das normas gramaticais (sintaxe, regência, colocação de pronomes, tempos verbais, etc).

i) escrita legível

j) Conhecimento do Novo Acordo Ortográfico

6.2.6.1 Os candidatos deverão responder a apresentação de um parecer circunstaciado no Formulário-Resposta, obedecendo ao limite máximo de 02 (duas) laudas de 30 linhas para escrever sua resposta, utilizando caneta esferográfica de tinta preta ou azul.

6.2.6.2 As provas que descumprirem o estabelecido no subitem 6.2.6.1 não serão consideradas pela comissão examinadora e lhes será atribuída nota zero.

6.2.6.3 O Formulário-Resposta é de inteira responsabilidade do candidato e não deverá ser dobrado, amassado, rasurado, manchado ou danificado de qualquer modo. O Formulário- Resposta só será substituído em caso de erro de impressão.

6.2.7. A pontuação máxima da redação é de 10 (dez) pontos.

6.2.8. Somente serão corrigidas as redações dos candidatos que atingirem a pontuação mínima de 05 (cinco) pontos em cada prova (Língua Portuguesa, Informática, Conhecimento em Doutrina e Legislação Cooperativistas e Conhecimento Específico).

6.2.9. O SESCOOP/BA não se responsabilizará por perdas ou extravios de objetos ou de equipamentos eletrônicos, ocorridos durante a realização das provas, nem por danos neles causados, assim como pela guarda de quaisquer objetos levados pelo candidato para o local de realização das provas.

6.2.10. Será responsabilidade do candidato buscar as informações referentes a horário e local de aplicação da avaliação de conhecimentos no site www.bahiacooperativo.coop.br .

6.2.11. No dia da aplicação das provas de conhecimentos o candidato deverá comparecer ao local designado com antecedência mínima de 30 (trinta) minutos, munido de:

a) carteira de identidade ou outro documento oficial que contenha foto, desde que dentro da validade;

b) caneta esferográfica de tinta azul ou preta.

6.2.12. Por ocasião da realização das provas, o candidato que não apresentar documento de identificação original com foto, na forma definida no subitem 6.2.11 deste Comunicado, não poderá fazer as provas e será automaticamente eliminado do Processo Seletivo.

6.2.13. Não será admitido ingresso de candidato no local de realização das provas após o horário fixado para o seu início, sendo eliminado deste Processo Seletivo.

6.2.14. O candidato que se retirar do ambiente de realização das provas sem a devida autorização não poderá retornar em hipótese alguma.

6.2.15. Não haverá, por qualquer motivo, prorrogação do tempo previsto para a aplicação das provas em razão do afastamento de candidato da sala de provas.

6.2.16. Não será permitido ao candidato entrar e/ou permanecer no local de aplicação das provas, portando aparelhos eletrônicos (agenda eletrônica, bip, gravador, telefone celular, palmtop, etc). O descumprimento desta instrução implicará na eliminação do candidato do processo seletivo.

6.2.17. Não haverá segunda chamada para a realização das provas. O não comparecimento a estas implicará na eliminação automática do candidato.

6.2.18. Não será permitida, durante a realização das provas, a comunicação entre os candidatos nem a utilização de máquinas calculadoras e/ou similares, anotações, réguas de cálculo, impressos ou qualquer outro material de consulta, inclusive códigos e/ou legislação.

6.2.19. No dia de realização das provas não serão fornecidas, por qualquer membro da equipe de aplicação destas e/ou pelas autoridades presentes, informações referentes ao seu conteúdo e/ou aos critérios de avaliação e de classificação.

6.2.20. O descumprimento de quaisquer das instruções supracitadas implicará na eliminação do candidato.

6.2.21. Todas as provas serão aplicadas no mesmo dia, com a duração máxima de 04 (quatro) horas.

6.2.22. Ao final desta etapa os candidatos serão classificados de acordo com o somatório total das pontuações das provas, em ordem decrescente.

6.2.23. Serão convocados para a terceira etapa deste processo seletivo os 03 (três) candidatos de cada cargo que obtiverem as maiores pontuações, cumulativamente, nas duas etapas anteriores (Análise Curricular e Prova de conhecimentos) de cada cargo. Não havendo 03 (três) candidatos classificados para a terceira etapa, serão convocados os que obtiverem classificação.

6.2.24. O resultado da segunda etapa e a relação dos candidatos convocados para a terceira etapa estarão disponíveis no site www.bahiacooperativo.coop.br, na data estipulada pelo cronograma.

6.3. TERCEIRA ETAPA - Entrevista (classificatória): nesta etapa os 03 (três) candidatos de cada cargo que obtiveram as maiores pontuações nas etapas anteriores cumulativamente ou, se for o caso, os candidatos empatados até a terceira posição, serão convocados para esta terceira etapa.

6.3.1. Poderão ser convocados os demais candidatos classificados, respeitando-se a ordem de classificação, em função da ausência ou impedimento de um (ou mais) dos 03 (três) primeiros classificados inicialmente convocados.

6.3.2. A entrevista será conduzida pelo gestor da área de trabalho acompanhado de um membro da Diretoria Executiva ou do Conselho de Administração e de 01 (um) dos membros da comissão de seleção.

6.3.3. Na entrevista, serão abordadas questões sobre a experiência profissional do candidato, buscando-se identificar quais dos itens relacionados nas atribuições da função (item 3) já foram por ele vivenciados.

6.3.4. As entrevistas serão realizadas individualmente, conforme cronograma item 8.2.

7. DA ANÁLISE CURRICULAR

7.1. A análise curricular equivalerá a 100 (cem) pontos e será dividida em Instrução/Formação Acadêmica (30 pontos), Experiência Profissional (50 pontos) e Atividades Congêneres (20 pontos).

7.2. Para a análise curricular, o candidato deverá apresentar os documentos comprobatórios de instrução/formação acadêmica, experiência profissional e atividades congêneres, conforme o Item 5 - Das Condições para inscrição.

7.3. Para comprovação de instrução/formação acadêmica, o candidato deverá apresentar cópia autenticada, ou documento original para conferência, do certificado de conclusão dos cursos informados, emitidos por instituição de ensino e, preferencialmente, histórico escolar.

A cada curso comprovado serão atribuídos pontos cumulativos, conforme tabelas abaixo:

Pontuação por Instrução para o Cargo de Contador (Max. 30 pontos)

Graduação em Ciências Contábeis

5,0 pontos.

Especialização em área relacionada à função

3,0 pontos.

Especialização em outras áreas

2,0 pontos.

Mestrado em área relacionada a função

6,0 pontos.

Mestrados em outras áreas

4,0 pontos.

Doutorado em área relacionada a função

6,0 pontos.

Doutorados em outras áreas

4,0 pontos.

Pontuação por Instrução para o Cargo de Assistente de Monitoramento (Max. 30 pontos)

Graduação em Administração

5,0 pontos.

Especialização

5,0 pontos.

Mestrado

10,0 pontos.

Doutorado

10,0 pontos.

Pontuação por Instrução para o Cargo de Assistente Jurídico (Max. 30 pontos)

Graduação em Direito

5,0 pontos.

Especialização

5,0 pontos.

Mestrado

10,0 pontos.

Doutorado

10,0 pontos.

7.4. Caso ainda não tenha recebido o certificado de conclusão, o candidato poderá apresentar declaração emitida pela instituição de ensino atestando que o curso informado está completo, não havendo mais pendências do aluno (inclusive apresentação de monografia), para a certificação.

7.5. Para comprovação de experiência profissional na área específica, o candidato deverá apresentar cópia autenticada da CTPS - Carteira de Trabalho e Previdência Social, sendo admitidas cópias simples, se apresentada juntamente com o documento original no momento da inscrição com as devidas anotações de contratos de trabalho, ou, no caso de serviços prestados pelos candidatos a comprovação poderá ser feita mediante a apresentação de cópia autenticada do contrato de prestação de serviços, sendo admitidas cópias simples, se apresentada juntamente com o documento original, ou declaração das empresas tomadoras de serviços. Neste quesito, a cada ano que o candidato tenha trabalhado será atribuído 05 (cinco) pontos, até o limite de 05 (cinco) anos.

7.6. Para comprovação de experiência profissional em Serviços Sociais Autônomos (Sistema "S"), a comprovação, de igual forma, deverá ser feita mediante apresentação de cópia autenticada da CTPS - Carteira de Trabalho e Previdência Social, sendo admitida cópia simples se apresentada juntamente com o documento original, com as devidas anotações de contratos de trabalho, ou no caso de serviços prestados pelos candidatos a comprovação poderá ser feita mediante a apresentação de cópia autenticada do contrato de prestação de serviços sendo admitida cópias simples, se apresentada juntamente com o documento original, ou declaração do Serviço Social autônomo. Para cada ano trabalhado será atribuído ao candidato 07 (sete) pontos, até limite de 05 (cinco) anos, com exceção dos serviços prestados no SESCOOP, cuja atribuição de pontos equivale-se a pontuação para experiência profissional em cooperativismo, contida na tabela e constante do item 7.8.

7.7. Na condição de funcionário de cooperativas, comprovada através de anotações registradas na CTPS, ao candidato também será atribuída a mesma pontuação para experiência profissional em cooperativismo determinada na tabela constante do item 7.10.

7.8. Para comprovação de experiência profissional em cooperativismo (cooperativas registradas na OCB) e no Sistema OCB/SESCOOP, o candidato deverá apresentar cópia autenticada da  ficha de matrícula na cooperativa, e da  Declaração da Cooperativa ou da  CTPS - Carteira de Trabalho e Previdência Social, com as devidas anotações de contratos de trabalho, ou no caso de serviços prestados do  contrato de prestação de serviços e da declaração da Cooperativa ou do Sistema OCB/SESCOOP. Neste quesito, a cada ano em que o candidato tenha trabalhado será atribuído 10 (dez) pontos até o limite de 05 anos.

7.9. Não serão aceitas experiências profissionais a título de estágio ou outras que caracterizem aprendizagem.

7.10. Cada ano de experiência comprovado deverá ser enquadrado em apenas uma faixa de avaliação, para aferição de pontuação, conforme tabela abaixo:

Pontuação por experiência profissional (Max. 50 pontos)

Na área específica

5,0 pontos por ano (no máximo até 05 anos).

No sistema "S"

7,0 pontos por ano (no máximo até 05 anos).

No Cooperativismo ou SESCOOP

10,0 pontos por ano (no máximo até 05 anos).

7.11. Para comprovação de participação em atividades congêneres, o candidato deverá apresentar certificados ou declarações emitidas por instituições que se caracterizem pela congregação de especialistas ou expositores/instrutores renomados, e/ou classes profissionais, bem como entidades do sistema "S" e instituições de ensino.

7.12. Somente serão computados como cursos os eventos ou treinamentos com carga horária igual ou superior a 16 (vinte) horas, devendo os demais ser entendidos como participação em seminários.

7.13. Para aferição de pontos, cada evento deverá ser enquadrado em uma faixa de avaliação, conforme tabela abaixo:

Atividades Congêneres (Max. 20 pontos)

Participação em Seminários e eventos de gestão ou cooperativismo

1,0 ponto por evento (no máximo até 05 eventos).

Participação em cursos com foco em informática e gestão

2,0 pontos por evento (no máximo até 05 eventos).

Participação em cursos com foco em técnicas de ensino (metodologia)

3,0 pontos por evento (no máximo até 05 eventos).

Participação em cursos com foco em Cooperativismo

4,0 pontos por evento (no máximo até 05 eventos).

7.14. O candidato que adotar por realizar sua inscrição por e-mail deverá encaminhar pelos Correios ao endereço do Sescoop/BA (item 5.1.2) as cópias autenticadas da documentação para comprovação de instrução/formação acadêmica, experiência profissional e atividades congêneres, conforme descrito no item 7. DA ANÁLISE CURRICULAR.

8. DO CRONOGRAMA PREVISTO

8.1. Os prazos indicados poderão ser alterados pela Comissão de Seleção do SESCOOP/BA, mediante comunicação prévia aos interessados, por meio de divulgação em anúncio no jornal de grande circulação e no site www.bahiacooperativo.coop.br.

8.2. A previsão de realização das etapas do processo seletivo se dá conforme tabela abaixo:

ETAPA

DATA PROVÁVEL

Período de inscrição - preenchimento do formulário e envio ao Sescoop/BA

13/08/2012 a 12/09/2012

1ª Etapa - Análise curricular

13/09/2012 a 21/09/2012

Divulgação no site www.bahiacooperativo.coop.br dos resultados da primeira etapa e convocação para segunda etapa.

22/09/2012

2ª Etapa - Avaliação de Conhecimentos

29/09/2012

Divulgação no site www.bahiacooperativo.coop.br dos resultados da segunda etapa e convocação para terceira etapa.

08/10/2012

3ª Etapa - Entrevista

15/10/2012 e 16/10/2012

Divulgação no site www.bahiacooperativo.coop.br dos resultados da terceira etapa.

22/10/2012

Apresentação de documentos para contratação e inicio das atividades profissionais no Sescoop/BA e

01/11/2012

9.1. Para a classificação geral dos candidatos será realizada a soma dos pontos auferidos na primeira fase (análise curricular), que serão somados com os pontos auferidos na segunda fase (prova), e com os pontos auferidos na terceira fase (entrevista).

9.2. Havendo empate na classificação dos candidatos, será utilizada, como critério de desempate, e na ordem apresentada abaixo, a avaliação de cada um relacionada com os seguintes assuntos:

1. Maior nota em prova de Conhecimentos em Doutrina e Legislação Cooperativista;

2. Maior tempo de trabalho no Sistema Cooperativo;

3. Maior tempo de trabalho no Sistema "S";

4. Maior nível acadêmico;

5. Maior nota geral da prova;

6. Maior nota em prova de Língua Portuguesa;

7. Maior experiência profissional.

9.3. Persistindo igualdade, será classificado o candidato de maior idade.

10. DA JORNADA DE TRABALHO:

10.1. O profissional terá jornada de 40 (quarenta) horas semanais para o cargo. Os dias de trabalho serão prioritariamente de 2ª a 6ª feira, sendo necessária disponibilidade para viagens para todos os cargos, nos dias úteis e, em casos extraordinários, nos finais de semana.

11. DO REGIME DE TRABALHO

11.1. O regime jurídico dos funcionários do SESCOOP/BA é o da Consolidação das Leis do Trabalho - CLT e respectiva legislação complementar e as Normas do Conselho de Administração do SESCOOP/BA, desde que não conflitantes entre si.

11.2. O SESCOOP/BA é uma entidade privada, não tendo este processo seletivo características de concurso público, e consequentemente não gerará para os empregados contratados os direitos inerentes ao servidor público.

11.3. O candidato selecionado será convocado para assinar Contrato de Trabalho, a título de Experiência, pelo período de 90 (noventa) dias, podendo ser o contrato prorrogado tacitamente, oportunidade em que o citado contrato adquirirá características de contrato de trabalho por prazo indeterminado.

11.4. As provas não serão disponibilizadas para os candidatos.

12.1. O presente processo seletivo terá validade de 01 (um) ano, prorrogável por igual período, e os candidatos selecionados poderão ser convocados, dentro do prazo aqui estabelecido, sempre respeitando a ordem de classificação, avaliada a necessidade e conveniência do SESCOOP/BA.

13. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

13.1. Não poderão se candidatar ao Processo Seletivo, ex-empregados demitidos por justa causa, cônjuges, companheiro (a) ou parente, em linha reta colateral ou por afinidade, até 3º grau de conselheiros, diretores e funcionários investidos em cargos de direção, chefia e assessoramento, e daqueles integrantes da comissão para elaboração do Processo Seletivo de Pessoal do Sescoop/BA, bem como pessoas que tenham acionado o SESCOOP/BA judicialmente.

13.2. A participação do candidato implicará na aceitação das normas para o processo seletivo contidas neste documento.

13.3. A participação dos candidatos neste processo seletivo não implica obrigatoriedade de sua admissão, cabendo ao SESCOOP/BA a avaliação da conveniência e oportunidade de aproveitá- los em número estritamente necessário às atividades desenvolvidas, sempre respeitada a ordem de classificação.

13.4. É de inteira responsabilidade de o candidato acompanhar a publicação de todos os atos e comunicados referentes a este processo seletivo divulgados na internet, no endereço eletrônico: www.bahiacooperativo.coop.br.

13.5. Não serão dadas, por telefone, informações a respeito de datas, locais e horário de realização das provas. O candidato deverá observar rigorosamente os comunicados a serem divulgados.

13.6. Não serão aplicadas provas ou qualquer avaliação em local, data ou horário diferente dos predeterminados nos comunicados disponibilizados na Internet - endereço eletrônico: www.bahiacooperativo.coop.br.

13.7. Não haverá segunda chamada para a realização das provas ou qualquer avaliação. O não comparecimento a estas implicará na eliminação automática do candidato.

13.8. No dia de realização das provas, não serão fornecidas, por qualquer membro da equipe de aplicação destas e/ou pelas pessoas presentes, informações referentes ao seu conteúdo e/ou aos critérios de avaliação e de classificação.

13.9. Não será admitido ingresso de candidato no local de realização das provas após o horário fixado para o seu início.

13.10. Não haverá, por qualquer motivo, prorrogação do tempo previsto para a aplicação das provas.

13.11. As informações prestadas, bem como a documentação apresentada, serão de inteira responsabilidade do candidato.

Jussiara Lessa Caires

Presidente da Comissão de Processo Seletivo

Livia Conceição da Silva

Membro da Comissão de Processo Seletivo

Reinaldo José dos Santos

Membro da Comissão de Processo Seletivo

Concurso relacionado:SESCOOP – BA prorroga inscrições de Processo Seletivo