Concurso Prefeitura de Viana - ES: licitação foi revogada

O futuro concurso Prefeitura de Viana - ES se destinaria ao provimento de vagas e formação de cadastro de reservas do Município.

Foi revogada a concorrência pública nº 2/2017, relacionada ao processo administrativo da Prefeitura  de  Viana, Espírito Santo, que tinha como objeto a contratação de empresa especializada na prestação de serviços especializados no planejamento, organização, realização e processamento do concurso público.

O futuro concurso Prefeitura de Viana - ES se destinaria ao provimento de vagas e formação de cadastro de reservas do Município.

Para obter maiores informações, basta contactar o setor de licitação - CPL, de segunda a sexta-feira, de09 às 18h, email: [email protected] (fonte: https://bit.ly/2LjaZV6).

***

Notícia anterior

A Prefeitura de Viana, Espírito Santo, comunica a SUSPENSÃO da licitação de CONCORRENCIA PUBLICA nº. 003/2017, cujo objeto é a contratação de empresa especializada na prestação de serviços, especializados no planejamento, organização, realização e processamento do concurso público para o provimento de vagas e formação de cadastro de reservas.

A suspensão está considerando o processo administrativo nº 03308/2018 de recurso interposto tempestivamente pela empresa Senso Assessoria e Planejamento Ltda. Maiores informações disponíveis na Sala da CPL, de segunda a sexta-feira, de 09 às 18hs, e-mail:  [email protected] (fonte: https://bit.ly/2LkN2MT).

****

Notícia anterior

A Prefeitura de Viana, no Espírito Santo, divulgou a suspensão da licitação concorrência pública n° 002/2017, referente à contratação de empresa especializada na prestação de serviços especializados no planejamento, organização, realização e processamento do concurso público para o provimento de vagas e formação de cadastro de reservas.

Maiores informações disponíveis na Sala da CPL, de segunda a sexta-feira, ou no e-mail: [email protected] (fonte: https://bit.ly/2LlklQ1)

História do município de Viana

De acordo com as informações da própria prefeitura, ao final do século XVI e início do século XVII, os portugueses saíram de Vila Velha e seguiram pelo Rio Jucu em canoas, em busca de ouro. Acredita-se que sua primeira passagem tenha sido por Araçatiba, instalando-se ali os primeiros colonizadores, seguindo depois pelo Rio Santo Agostinho até alcançar o local que hoje é a sede do município de Viana. Os indígenas que habitavam a região eram da tribo dos Puris.

Viana inaugurou o ciclo da imigração européia para o Espírito Santo oficialmente em fevereiro de 1813. Vieram imigrantes alemães e italianos. Para reduzir a escassez de mão-de-obra agrícola e ajudar a povoar as margens da primeira estrada que ligaria Vitória à Minas, foram chamados também os açorianos.

Paulo Fernandes Viana trouxe de Açores, 53 famílias que contribuiram para o povoamento de Viana. Os açorianos receberam terrenos, casas, ferramentas, carros de bois ou cavalgaduras. Eles se instalaram nas proximidades do Rio Jucu e seus afluentes - Formate e Santo Agostinho - e iniciaram o cultivo de trigo e arroz, melhorando também as culturas de milho e mandioca, já conhecidas pelos nativos.

Viana teve também um porto fluvial bastante movimentado, chamado Porto da Igreja, localizado ao Sul da cidade, às margens do Rio Santo Agostinho. Desembarcaram ali os materiais utilizados na construção da Igreja Matriz, os objetos religiosos e a imagem de Nossa Senhora da Conceição. O Porto da Igreja foi um grande empório comercial.

O capelão Frei Francisco Nascimento Teixeira foi encarregado de fundar ali um núcleo populacional, para tanto, recebeu algumas terras do governo. O novo núcleo recebeu o nome de Viana, em homenagem a Paulo Fernandes Viana, o pioneiro da região. Antes, a cidade era chamada de Jabaeté.

A contribuição cultural deixada pelos europeus pode ser sentida ainda hoje nos casarios antigos que resistem ao tempo. Os jesuítas, índios e negros também ajudaram na construção da história do município, que foi criado oficialmente em 23 de julho de 1862, ao ser desmembrado de Vitória.

Compartilhe