Concurso SEDU ES: novo edital previsto para 2021! Saiba tudo por aqui!

O concurso SEDU ES (Secretaria de Estado da Educação do Espírito Santo) poderá ser realizado em 2021, caso a PLOA seja devidamente aprovada e sancionada.

Concurso SEDU ES: enquadramento em mão escrevendo em papel disposto sobre mesa

O concurso anterior preencheu 1.025 vagas efetivas. - Foto: nappy

Novo concurso SEDU ES (Secretaria de Estado da Educação do Espírito Santo) está previsto para o ano de 2021! Isso porque o projeto de lei orçamentária do estado já foi encaminhado para deliberações na Assembleia Legislativa. Pelo texto, aproximadamente R$ 2,6 milhões vão ser destinados para o preenchimento de vagas efetivas e temporárias da secretaria.

Ainda não existem informações específicas sobre o quantitativo de oportunidades e os cargos na disputa. O governo do Espírito Santo deverá divulgar mais detalhes ao longo das próximas semanas, especialmente quando a PLOA 2021 for devidamente aprovada.

Enquanto isso não acontece, acompanhe a situação atual do concurso SEDU ES e como foi o certame anterior. Não se esqueça de conferir outros conteúdos de nosso site, como simulados e artigos. Temos certeza de que existe um material feito especialmente para você!

Situação atual do concurso SEDU ES

Para o ano de 2021, o governo do Espírito Santo pretende realizar concursos naqueles órgãos públicos que possuem maior fluxo de servidores. A SEDU ES é uma das secretarias que podem ser contempladas, caso o projeto de lei orçamentária seja aprovado na Assembleia Legislativa.

Em relação ao orçamento previsto (R$ 18,9 bilhões), ao menos R$ 2,6 milhões serão destinados especificamente para certames da Secretaria de Estado da Educação do Espírito Santo. O projeto “Educação para o Futuro”, elaborado pelo governo estadual, promoverá uma melhoria no processo educacional.

Para isso, será necessária a organização de um novo concurso público para aumentar o quantitativo de servidores da SEDU ES. Veja abaixo as principais diretrizes do projeto, que deverá ser executado em 2021:

  • Promover mudança no processo educacional e a necessária melhoria da infraestrutura escolar para adequação à realidade de baixo contato, além de diminuir as desigualdades na rede;
  • Atender as necessidades na formação inicial/continuada e na educação profissional (níveis técnico e superior);
  • Ampliar e fortalecer a atuação do ecossistema capixaba de ‘CT&I’ (Ciência, Tecnologia e Inovação) no desenvolvimento socioeconômico e ambiental.

O ex-governador do Espírito Santo, Paulo Hartung, já havia autorizado a realização de seis concursos públicos no ano de 2018. Um deles seria organizado para contemplar 1.200 oportunidades efetivas à SEDU ES:

  • 1.000 vagas para o cargo de Professor (diversas especialidades); e
  • 200 vagas para Agente de Suporte Educacional.

Com a mudança da gestão governamental e outros efeitos financeiros, o quantitativo acabou não sendo levado adiante.

Concurso SEDU ES: atribuições dos cargos

Cargo de Professor B (diversas especialidades):

  • Preparar e ministrar aulas;
  • Avaliar e acompanhar o aproveitamento do corpo discente de ensino fundamental e ensino médio, no respectivo campo de atuação, em conformidade com a previsão do anexo III da Lei nº 5.580, de 13 de janeiro de 1998 e alterações (Plano de Carreira e Vencimentos do Magistério), bem como em conformidade com o artigo 13 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996 (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional);
  • Participar da elaboração da proposta pedagógica do estabelecimento de ensino;
  • Elaborar e cumprir plano de trabalho, segundo a proposta pedagógica do estabelecimento de ensino;
  • Zelar pela aprendizagem dos alunos;
  • Estabelecer estratégias de recuperação para os alunos de menor rendimento;
  • Cumprir os dias letivos e horas/aula estabelecidos, além de participar integralmente dos períodos dedicados ao planejamento, a avaliação e ao desenvolvimento profissional;
  • Colaborar com as atividades de articulação da escola com as famílias e a comunidade.

Cargo de Professor P – Pedagogo:

  • Administrar, planejar, organizar, coordenar, controlar e avaliar atividades educacionais, junto ao corpo técnico - pedagógico, docente e discente, fora da sala de aula, desenvolvidas na unidade escolar;
  • Planejar, orientar, acompanhar e avaliar atividades pedagógicas nas unidades escolares, promovendo a integração entre as atividades, áreas de estudos e/ou disciplinas que compõem o currículo, bem como o contínuo aperfeiçoamento do processo ensino aprendizagem, propondo treinamento e aperfeiçoamento do pessoal, aprimoramento dos recursos de ensino aprendizagem e melhoria dos currículos;
  • Planejar, acompanhar e avaliar a participação do aluno no processo ensino - aprendizagem envolvendo a comunidade escolar, e a família nesse acompanhamento;
  • Desenvolver outras atividades correlatas.

Concurso SEDU ES: remunerações previstas

De acordo com as disposições presentes no edital do concurso anterior (2018), todos os candidatos classificados poderão receber auxílio-alimentação no valor de R$ 137,50. Os vencimentos iniciais, por outro lado, deverão variar com base na qualificação profissional.

Confira a tabela de referência:

Nível/ReferênciaVencimento inicial em R$Qualificação
IV. 11.982,55Licenciatura plena
V. 12.119,28Especialização na área
VI. 12.734,57Mestrado
VII. 13554,92Doutorado

Concurso SEDU ES: como foi o certame anterior?

O concurso anterior foi realizado por meio do edital de nº 01/2018, com o objetivo de preencher 1.025 vagas efetivas para os cargos de Professor P – Pedagogo e Professor B (especialidades de Arte, Biologia, Educação Física, Filosofia, Física, Geografia, História, Língua Espanhola, Língua Inglesa, Língua Portuguesa, Matemática, Química e Sociologia). Todas as etapas foram executadas pela Fundação Carlos Chagas.

As oportunidades foram distribuídas nas escolas dos seguintes municípios:

  • Afonso Cláudio;
  • Alegre;
  • Anchieta;
  • Aracruz;
  • Baixo Guandu;
  • Barra de São Francisco;
  • Cachoeiro de Itapemirim;
  • Cariacica;
  • Colatina;
  • Ecoporanga;
  • Guaçuí;
  • Itapemirim;
  • Iúna;
  • Linhares;
  • Mimoso do Sul;
  • Montanha;
  • Muniz Freire;
  • Pedro Canário;
  • São Gabriel da Palha;
  • São Mateus;
  • Serra;
  • Vila Velha;
  • Vitória;
  • Fundão;
  • Viana;
  • Muqui; e
  • Conceição do Castelo.

As inscrições puderam ser feitas entre os dias 15 de janeiro e 05 de fevereiro de 2018, com taxas calculadas no valor único de R$ 66,65. Na época, as isenções poderiam ser solicitadas pelos candidatos que estivessem inscritos no CadÚnico e fossem membros de família com baixa renda.

Todos os profissionais classificados foram submetidos a jornadas de 25 horas semanais. Os vencimentos alcançaram o valor de R$ 3.554,92, dependendo da qualificação acadêmica.

Concurso SEDU ES: etapas anteriores

O último concurso SEDU ES foi composto pelas seguintes fases:

  • Provas objetivas para todos os candidatos;
  • Provas discursivas: duas questões específicas para estudos de caso. Essa etapa foi aplicada no mesmo dia das provas objetivas;
  • Avaliação de títulos para os candidatos classificados nas provas objetivas e discursivas.

Concurso SEDU ES: sobre as provas objetivas do certame anterior

Com duração máxima de cinco horas, as provas do concurso anterior foram aplicadas nas cidades de Vitória, Cachoeiro de Itapemirim, Colatina, Linhares, São Mateus e Vila Velha.

Confira a estrutura geral das questões objetivas:

Área de conhecimentoNúmero de questões
Língua Portuguesa30
Conhecimentos Pedagógicos
Conhecimentos Básicos de Informática
Conhecimentos Específicos40

Somente foram classificados aqueles que alcançaram pelo menos:

  • 30% de acertos na parte de Conhecimentos Básicos;
  • 30% de acertos na parte de Conhecimentos Específicos;
  • 50% de pontos no somatório final das provas objetivas.

O que estudar para as provas do concurso SEDU ES?

Conhecimentos básicos para todos os cargos

Língua Portuguesa:

  1. Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados: 1.1 Identificação de informações explícitas e implícitas; 1.2 Significado de palavras e expressões; 1.3 Distinção entre fato e opinião; 1.4 Tema do texto; 1.5 Suporte, gênero e enunciador do texto; 1.6 Função sociocomunicativa de um gênero textual; 1.7 Interpretação com o auxílio de material gráfico diverso; 1.8 Reconhecimento de textos de diferentes gêneros;
  2. Relação entre textos: 2.1 Diferentes formas de tratar uma informação; 2.2 Posições distintas entre duas ou mais opiniões relativas ao mesmo fato ou tema; Intertextualidade;
  3. Coerência e coesão referencial e sequencial: 3.1 Relações entre as partes do texto; 3.2 Identificação da tese do texto; 3.3 Relação entre tese e argumentos; 3.4 Estratégias argumentativas; 3.5 Partes principais e secundárias no texto; 3.6 Relações de sentido entre recursos verbais e não verbais; 3.7 Relação causa/consequência entre partes e elementos do texto; 3.8 Relações lógico-discursivas presentes no texto, marcadas por conjunções, advérbios, etc.;
  4. Relações entre recursos expressivos e efeitos de sentido: 4.1 Efeitos de ironia ou humor em textos variados; 4.2 Efeito de sentido decorrente do uso da pontuação e de outras notações, da escolha de uma determinada palavra ou expressão; 4.3 Exploração de recursos ortográficos, morfossintáticos e estilísticos;
  5. Variação linguística: 5.1 Marcas linguísticas que evidenciam o locutor e o interlocutor do texto; 5.2 Marcas linguísticas ou situações de uso que singularizam as variedades linguísticas sociais, regionais e de registro.

Conhecimentos Pedagógicos:

  1. Aspectos Filosóficos da Educação: 1.1 O pensamento pedagógico brasileiro: correntes e tendências na prática escolar; 1.2 Pedagogia da Autonomia;
  2. Aspectos Sociológicos da Educação: 2.1 Educação para o controle e para a transformação social, cultura e organização social; 2.2 Desigualdades sociais, a relação escola / família / comunidade;
  3. Aspectos Psicológicos da Educação: 3.1 A relação desenvolvimento/aprendizagem: diferentes abordagens; 3.2 Crescimento e desenvolvimento: biológico, psicológico e social; 3.3 O desenvolvimento cognitivo e afetivo na criança e no adolescente;
  4. Avaliação: 4.1 A avaliação da aprendizagem como processo: concepções, procedimentos, técnicas e instrumentos; 4.2 Funções da avaliação, diagnóstica, formativa e somativa; 4.3 Avaliação do sistema educacional (PAEBES, SAEB e Prova Brasil), avaliação institucional e o uso dos resultados da avaliação no planejamento de ensino; 4.4 O fracasso escolar: abordagens atuais;
  5. Didática: 5.1 A relação professor/aluno; 5.2 Os objetivos educacionais, os conteúdos de aprendizagem; 5.3 As relações interativas em sala de aula; o papel dos professores e dos alunos e os aspectos socioemocionais; 5.4 Organização social da sala de aula e sua pluralidade; 5.5 Planejamento da ação didática: Planos de curso, Planos de Aula;
  6. Diretrizes, Parâmetros, Medidas e Dispositivos Legais para a Educação: 6.1 A LDB atual, Lei Nº 9394/1996 e suas alterações; 6.2 O Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA, Lei Nº 8069/1990; 6.3 O Currículo Básico da Rede Estadual do Espírito Santo (www.educacao.es.gov.br); 6.4 Resolução CEE Nº 3.777/2014 (Fixa normas para a Educação no Sistema de Ensino do Estado do Espírito Santo e dá outras providências); 6.5 Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva/2008 (Decreto nº 7.611, de 17 de novembro de 2011. Dispõe sobre a educação especial, o atendimento educacional especializado e dá outras providências); 6.5 Resolução CNE Nº 4/2009 (Institui Diretrizes Operacionais para o Atendimento Educacional Especializado); 6.6 Resolução CEE Nº 2.152/2010 (Dispõe sobre a Educação Especial no Sistema Estadual de Ensino do Espírito Santo); 6.7 Lei Brasileira de Inclusão Nº 13.146/2015;
  7. As Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental – Parecer CNE/CEB Nº 11/2010 e para o Ensino Médio; Resolução CNE/CEB Nº 3, de 26 de junho de 1998.

Conhecimentos Básicos de Informática:

  1. Segurança da Informação/Segurança na Internet;
  2. Conceitos e modos de utilização de aplicativos para edição de apresentações: ambiente Microsoft Office;
  3. Conceitos e modos de utilização de aplicativos para edição de textos: ambiente Microsoft Office;
  4. Conceitos e modos de utilização de aplicativos para edição de planilhas: ambiente Microsoft Office;
  5. Sistema operacional Windows;
  6. Conceitos de organização e de gerenciamento de informações, arquivos, pastas e programas;
  7. Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados à internet e intranet;
  8. Portaria Nº 107-R (Publicada no Diário Oficial do Espírito Santo em 12/08/2016 - Estabelece critérios para a utilização do telefone celular como ferramenta didático pedagógica nas salas de aula das instituições de ensino da rede pública estadual).
Bruno Destéfano
Redator
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Concursos por E-mail
Assine nosso boletim para receber Concursos Espírito Santo diretamente no seu e-mail
Concursos RelacionadosVagas
Prefeitura de Castelo
Todos os níveis de escolaridade
87
Prefeitura de Guarapari
Nível Médio/Técnico
30
Prefeitura de Itapemirim
Níveis Fundamental e Superior
102
Prefeitura de Iúna
Nível Superior
Várias
Prefeitura de São Gabriel da Palha
Todos os níveis de escolaridade
11
Prefeitura de Vitória1
SEDU ES23
Veja todos » Concursos Abertos