Expandir Menu PrincipalPesquisarPor Estado

Concurso UFTM - Assistente em Administração

Universidade Federal do Triângulo Mineiro oferece vagas para Assistente em Administração, com salário de R$ 2.446,96.

Publicado em Comunicar erro

A Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), em Minas Gerais, divulgou o edital de concurso público n.º 45/2016, com o intuito de preencher 10 vagas ao cargo de Assistente em Administração, da carreira de Técnico-Administrativo em Educação do quadro de pessoal permanente da instituição. Os novos servidores serão lotados nas unidades acadêmicas das cidades de Iturama e Uberaba, fazendo jus a salário inicial de R$ 2.446,96, mais benefícios.

O cargo oferecido requer o ensino médio profissionalizante ou ensino médio completo, ressaltando-se que - conforme explicita o edital - no total de vagas de ampla concorrência (10) já estão incluídas as cotas para pessoas com deficiência (1) e as cotas para negros (3).

Será admitida a inscrição somente via internet, no site da UFTM (www.uftm.edu.br) ou no da Cetro Concursos (www.cetroconcursos.org.br), a partir de 30 de agosto até 23 de setembro de 2016. A taxa de inscrição é de R$ 75,00.

A prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, está prevista para ser aplicada nos dias 16 e 23 de outubro de 2016, nas cidades de Iturama e Uberaba, em locais e horários a serem divulgados no site da UFTM. Os gabaritos serão divulgados no dia posterior ao da aplicação das provas.

O concurso terá validade de dois anos, contados a partir da data de publicação da homologação do resultado final no Diário Oficial da União, podendo, a critério da Administração, ser prorrogado por igual período.

Edital completo e demais anexos e atualizações:

http://cetroconcursos.com.br/Projetos/projeto-detalhes.aspx?id=XWcdQr+IL38=

Retificação: https://goo.gl/bi7RBb

Extra

Noções de Estatística: média e frequência para as provas UFTM

Considere uma sala de aula com 5 alunos para os quais você pergunta qual a nota deles em matemática. Suponha que as respostas dadas por eles foram:

Aluno 1: 10

Aluno 2: 9

Aluno 3: 6

Aluno 4: 6

Aluno 5: 9

Com essas informações você fica sabendo qual o desempenho individual de cada. Com poucos alunos é relativamente fácil olhar as notas e identificar qual o comportamento geral destes. Mas para um grupo maior de alunos olhar todas as notas pode ser impraticável (para 100 alunos, por exemplo, ver a nota de cada um seria extremamente cansativo e seria difícil extrair informações a partir dessa leitura). Para ajudar nessas situações há algumas ferramentas da estatística que permitem, a partir de informações de cada indivíduo, obter informações sobre todo o grupo de indivíduos.

Média

A média é uma medida de tendência central, que fornece informações sobre o comportamento geral de um grupo de dados. Há três tipos de médias: aritmética, geométrica, harmônica. A mais usada é a aritmética, a qual pode ser de dois tipos: simples ou ponderada.

A média aritmética simples pode ser calculada somando-se todos os dados e dividindo esse resultado pelo número total de dados. No exemplo dos 5 alunos a média das notas destes alunos seria:

M = (10+9+6+6+9)/5 = 40/5 = 8

Para N valores x1, x2, ..., xN a fórmula geral para o cálculo da média é:

M = (x1+x2+ ...+xN)/N

No exemplo feito acima N = 5.

Na média aritmética simples todos os valores xi usados no cálculo apresentam o mesmo valor. Já na média aritmética ponderada atribui-se pesos diferentes a esses valores. Por exemplo, considere que um aluno tirou 5 na primeira prova, 7 na segunda e 6 na terceira e que a terceira prova tem peso 2. Como calcular a média do aluno?

Nesse caso, iniciamos multiplicando cada nota pelo seu peso: 5.1, 7.1 e 6.2. A seguir somamos esses valores e dividimos o resultado pela soma dos pesos:

Mp = (5.1+7.1+6.2)/(1+1+2) = (5+7+12)/4 = 24/4 = 6

Para N valores x1, x2, ..., xN, com pesos p1, p2, ..., pN, a fórmula geral para o cálculo da média aritmética ponderada é:

Mp = (x1.p1+x2.p2+ ...+xN.pn)/(p1+p2+ ...+pN)

Frequência

A média fornece informações sobre a tendência central dos dados, mas não fornece informações sobre como os dados estão distribuídos. Por exemplo, se todos os alunos do exemplo inicial tivessem tirado 8 a média seria 8 (calcule!). Apenas olhando para a média não conseguiríamos distinguir entre esta situação e a do exemplo. A frequência fornece uma maneira de obter essa informação sobre a distribuição das notas.

Existem dois tipos de frequência: absoluta e relativa. A frequência absoluta consiste em contar o número de indivíduos com cada característica. No exemplo dos 5 alunos, a frequência de alunos que tirou nota 9 é 2, pois temos dois alunos com essa nota. A frequência relativa indica que percentual dos indivíduos apresentam cada característica. Para calculá-la divide-se o número de indivíduos com a característica em questão pelo número total de indivíduos. No exemplo dos 5 alunos a frequência relativa de alunos que tirou nota 9 será 2/5 = 0,4. O resultado pode ser expresso dessa forma ou na forma de porcentagem. Neste último caso multiplicamos o número por 100 e adicionamos o símbolo de porcentagem. No exemplo, a frequência relativa de alunos com nota 9 é de 40%, ou seja, 40% dos alunos da sala tem nota 9.

Combinando as informações fornecidas pela média e frequência é possível conhecer o comportamento geral dos indivíduos mesmo sem conhecer o seu comportamento individual.

Tópico: UFTM

Concursos RelacionadosVagas
CISSUL - Consórcio Intermunicipal de Saúde da Macro Região do Sul de MinasTodos os níveis de escolaridade556
DATAPREVNíveis Médio e SuperiorVárias
FIOCRUZNível Médio/Técnico61
FIOCRUZPesquisador em saúde pública58
IFMG - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas GeraisTodos os níveis de escolaridade110
PMMG - Polícia Militar de Minas Gerais Soldado da polícia militar429
Prefeitura de SabaráTodos os níveis de escolaridade642
Prefeitura de UberlândiaTodos os níveis de escolaridade643
Câmara de Além ParaíbaTodos os níveis de escolaridade12
Câmara de Morada Nova de MinasNíveis Fundamental e MédioVárias
Veja todos » Concursos Abertos