Prefeitura de Rio Manso - MG abre processo seletivo

Prefeitura de Rio Manso, em Minas Gerais abre processo seletivo com vagas para candidatos de nível médio.

A Prefeitura de Rio Manso, em Minas Gerais, torna público o edital n.º 02/2018 de processo seletivo, destinado a selecionar candidatos de ensino médio, para ocupação de 13 vagas imediatas, sob o regime jurídico estatutário, em caráter temporário. O processo seletivo será organizado e executado pela empresa Exame Auditores & Consultores.

As oportunidades são para função de Agente Comunitário de Saúde. O vencimento ofertado é de R$ 1.014,00, para trabalhar em carga horária de 40 horas semanais.

Os interessados devem realizar suas inscrições no período de 9h do dia 27 de agosto até às 23h59min do dia 9 de setembro de 2018, via internet, no endereço eletrônico www.exameconsultores.com.br, ao custo de R$ 51,00.

Aos candidatos com dificuldade de acesso à internet, será disponibilizado atendimento presencial na sede da Prefeitura Municipal de Rio Manso, situada à Praça Fortunato Campos, nº 46, no horário de 7h30h às 11h e 12h30 às 16h30.

A prova objetiva será aplicada na data provável de 30 de setembro de 2018, em local e horário posteriormente divulgado.

O prazo de validade do processo seletivo é de dois anos, a contar da data de homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período.

Atribuições da função

Desenvolver ações que busquem integração entre a equipe de saúde e a população descrita à UBS, considerando as características e as finalidades do trabalho de acompanhamento de indivíduos e grupos sociais ou coletividade; Trabalhar com a descrição de famílias em base geográfica definida, a micro área; Estar em contato permanente com as famílias desenvolvendo ações educativas, visando à promoção da saúde e a prevenção das doenças, de acordo com o planejamento da equipe; Cadastrar todas as pessoas de sua micro área e manter os cadastros atualizados; Orientar famílias quanto à utilização dos serviços de saúde disponíveis; Desenvolver atividades de promoção da saúde, de prevenção das doenças e de agravos, e de vigilância à saúde, por meio de visitas domiciliares e de ações educativas individuais e coletivas nos domicílios e na comunidade, mantendo a equipe informada, principalmente a respeitos daquelas em situação de risco; acompanhar, por meio de visita domiciliar, todas as famílias e indivíduos sob sua responsabilidade, de acordo com as necessidades definidas pela equipe; Cumprir com as atribuições atualmente definidas para os ACS em reação à prevenção e ao controle da malária e da dengue, conforme a Portaria nº44/GM, de 03 de janeiro de 2002. Nota: É permitido ao ACS desenvolver atividades nas unidades básicas de saúde.

Compartilhe