Concurso Uberlândia - MG: Prefeitura prorroga edital 01/2019

Concurso Uberlândia - Minas Gerais - prorroga inscrições para mais de 1.700 vagas para profissionais de todos os níveis de escolaridade.

A Prefeitura de Uberlândia prorrogou as inscrições para o concurso público de edital nº 01/2019, que irá preencher 1.778 vagas efetivas, mais cadastro reserva. A FUNDEP é organizadora e os interessados têm agora até as 17h do dia 14 de outubro de 2019 para efetuar as inscrições.

As oportunidades são para profissionais de todos os níveis de escolaridade, com vencimento variando de R$ 1.164,93 a R$ 3.097,66, mais adicional e gratificação.  Em Uberlândia também está sendo realizado concurso para o DMAE.

Vagas

  • Cargos de nível fundamental: Pintor, Carpinteiro, Marceneiro, Serralheiro, Pedreiro, Agente de Apoio Operacional, Almoxarife, Agente de Segurança Patrimonial, Auxiliar Fiscal de Obras Públicas e Operador de Teleatendimento;
  • Cargos de níveis médio e técnico: Profissional de Apoio Escolar, Fiscal de Abastecimento, Fiscal de Defesa do Consumidor, Fiscal de Meio Ambiente, Fiscal de Obras, Fiscal de Patrimônio, Fiscal de Posturas, Fiscal Sanitário (Alimentos, Enfermagem e Farmácia), Músico em diversos instrumentos, Técnico em Enfermagem, Desenhista, Oficial Administrativo, Técnico Agropecuária, Técnico em Segurança do Trabalho, Topógrafo, Agente de Controle de Zoonoses, Fotógrafo, Iluminador, Assistente Técnico de Som e Agente da Autoridade de Trânsito;
  • Cargos de nível superior: Fisioterapeuta, Farmacêutico Bioquímico, Analista em Controle Interno, Arquivista, Assistente Social, Bibliotecário, Biólogo, Conservador Restaurador, Contador, Economista, Analista Cultural, Médico Veterinário, Nutricionista, Profissional de Educação Física, Programador Visual, Psicólogo, Zootecnista, Arquiteto, Engenheiro Agrônomo, Engenheiro Civil, Engenheiro Eletricista, Engenheiro Mecânico, Engenheiro Ambiental, Engenheiro Químico, Engenheiro de Segurança do Trabalho, Geógrafo, Auditor Fiscal Tributário, Músico Regente, Intérprete Educacional, Professor em diversas disciplinas, Analista Pedagógico e Inspetor Escolar.

Inscrições

As inscrições podem ser realizadas apenas via internet, através do endereço eletrônico www.gestaodeconcursos.com.br.

O candidato poderá se inscrever para até dois cargos, desde que fique atento para o horário de realização das provas para cada cargo.

O valor da taxa de inscrição é de:

  • R$ 50,00 para os cargos de nível fundamental;
  • R$ 70,00 para os cargos de níveis médio e técnico;
  • R$ 100,00 para os cargos de nível superior.

Provas

O concurso de Uberlândia - MG será composto por provas objetiva, redação, prova práticas e teste de aptidão física, conforme o cargo em disputa.

A prova objetiva será realizada na data provável de 15 de dezembro de 2019 e terá duração de quatro horas, podendo o candidato se retirar do local de prova somente após duas horas de seu início. Esta prova será realizada nos turnos da manhã para os cargos de níveis fundamental e superior e no turno da tarde para os cargos de níveis médio e técnico.

Orientações de estudo - Educação Especial na perspectiva inclusiva

A Educação Especial é a área da educação que visa atender às demandas dos alunos portadores de deficiência, ou seja, aqueles que possuem impedimentos de natureza mental, intelectual, física ou sensorial que podem restringi-los a uma participação social plena.

Desde que tais demandas foram postas em discussão, criou-se um modelo de Educação Especial, no qual os alunos especiais são separados dos demais.

Durante muito tempo, esse modelo de Educação Especial foi praticado e atualmente tem-se discutido uma perspectiva mais inclusiva, em que a separação não ocorre e as habilidades são desenvolvidas em conjunto, valorizando as diferenças.

A importância da Educação Especial na perspectiva inclusiva é relevante e válida, uma vez que garante que todos tenham acesso ao mesmo tipo de educação, supera práticas discriminatórias e cria alternativas para inserção social de todos os membros da sociedade.

Política Nacional de Educação Especial na perspectiva inclusiva

A Política Nacional de Educação Especial na perspectiva inclusiva tem por objetivo incluir os alunos com deficiência no ambiente escolar convencional, proporcionando uma interação e a aprendizagem contínua nos diversos níveis da educação básica.

Nessa perspectiva, os sistemas de ensino (no caso as escolas, faculdades e demais espaços educadores) devem proporcionar:

  • Acesso igualitário à educação (conforme proposto pela Constituição Federal);
  • Abordagem do tema de forma transversal e em todos os níveis de ensino (até o ensino superior);
  • Garantia de atendimento educacional especializado;
  • Garantia de formação/ atualização adequada para os profissionais da educação (principalmente os professores);
  • Participação da família e da comunidade local;
  • Acessibilidade nos ambientes educativos (mobília, arquitetura, vias de acesso, formas de comunicação etc);
  • Articulação entre os setores da sociedade para que haja participação na elaboração e execução de políticas públicas sobre o tema.

Educação Especial na perspectiva inclusiva: para quê?

Como mencionado acima, na perspectiva inclusiva, a educação especial passa por todos os níveis e modalidades do ensino, garantindo que, mesmo ante as dificuldades, todos tenham acesso a uma formação e por consequência sua inserção na sociedade.

Dessa forma, tal modalidade de educação se apropria de técnicas e métodos que propiciem essa inclusão e se constitui em um processo continuo de construção das mesmas.

Uma das principais ferramentas na Educação Inclusiva é o atendimento educacional especializado (geralmente feito com o chamado “Professor de Apoio”).

Esse profissional identifica, elabora e organiza os recursos para que as barreiras sejam eliminadas e para que os alunos tenham suas necessidades específicas devidamente atendidas.

É importante frisar que o atendimento educacional especializado deve trabalhar para que a autonomia do aluno seja desenvolvida, dentro e fora do ambiente escolar.

Algumas das ferramentas (que devem estar articuladas com a proposta pedagógica) utilizadas nesse tipo de atendimento educacional são: programas de enriquecimento curricular, ensino de linguagem e códigos específicos de comunicação e sinalização, apoio técnico, tecnologias assistivas, entre outros.

Além disso, a educação especial na perspectiva inclusiva deve ser trabalhada desde os anos iniciais, uma vez que tal período é de grande importância para o desenvolvimento das principais habilidades.  Depois deve perpassar pela educação básica e por fim, deve também estar presente no ensino superior.

Contudo, esse tipo de educação vem sendo construída ao longo do tempo e já vem sendo desenvolvida no Brasil com resultados positivos.

Veja detalhes Apostilas para os cargos da Prefeitura de Uberlândia

Mais detalhes sobre as provas de Uberlândia

Para realizar a prova escrita, o candidato deverá comparecer ao local de sua realização com antecedência mínima de 60 minutos, munido do original de documento de identidade oficial com foto, caneta esferográfica de tinta azul ou preta, fabricada em material transparente e comprovante definitivo de inscrição ou boleto original quitado com comprovante de pagamento.

A prova objetiva será composta por 30 questões para os cargos de nível fundamental, por 45 questões para os cargos de níveis médio e técnico, por 40 questões para os cargos de nível superior que tiverem redação e por 50 questões para os cargos de nível superior sem redação.

As disciplinas cobradas nesta prova variam conforme o cargo em disputa, podendo cair conteúdos de Língua Portuguesa, Matemática, Atualidades, Matemática / Raciocínio Lógico, Legislação e/ou Conhecimentos Específicos. Esta prova valerá 60 ou 70 pontos.

Para ser aprovado, o candidato não poderá zerar nenhuma disciplina da prova e deverá atingir a pontuação mínima exigida para cada cargo, conforme definido em edital.

A prova de redação valerá até 20 pontos e deverá ter entre 15 e 30 linhas, devendo o candidato atingir a nota mínima de 10 pontos para não ser eliminado deste concurso público.

Na prova prática e no teste de aptidão física o candidato será considerado apto ou inapto.

Critérios de desempate

Em caso de empate na pontuação das notas entre candidatos, terá preferência o candidato que:

  1. Tiver idade igual ou superior a 60 anos, conforme o estabelecido no Estatuto do Idoso, sendo considerada a data de realização das provas;
  2. Obtiver a maior pontuação na prova de redação, quando for o caso;
  3. Obtiver o maior número de acertos em Conhecimentos Específicos, quando for o caso;
  4. Obtiver o maior número de acertos em Língua Portuguesa;
  5. Obtiver o maior número de acertos em Legislação Municipal, quando for o caso;
  6. Tiver a maior idade.

 Persistindo o empate, será realizado sorteio.

Validade

O concurso Uberlândia - MG será válido por dois anos, a contar da data da publicação de sua homologação, podendo ser prorrogado por mais dois anos, a critério da administração pública municipal.

Edital

Para mais informações sobre este concurso público, consulte o edital publicado no site da FUNDEP.

Compartilhe

Concursos por E-mail
Assine nosso boletim para receber Concursos em Uberlândia diretamente no seu e-mail
Concursos RelacionadosVagas
Prefeitura de Governador ValadaresTodos os níveis de escolaridade1.150
CaixaEstagiárioVárias
Câmara de ArapuáTodos os níveis de escolaridade3
Câmara de AreadoAdvogado e Técnico de nível superior1
Câmara de Bom Jardim de MinasTodos os níveis de escolaridade5
Câmara de Cana VerdeTodos os níveis de escolaridade3
Câmara de Montes ClarosNíveis Médio e Superior13
Câmara de Ouro PretoNíveis Médio e Superior14
Câmara de PatrocínioNível Superior3
Câmara de PerdõesNíveis Fundamental e Superior4
Veja todos » Concursos Abertos