Expandir Menu PrincipalPesquisarPor Estado

Concurso CRF – MT

Concurso Conselho Regional de Farmácia de Mato Grosso (CRF - MT) oferece 22 vagas efetivas e 478 cadastros de reserva para níveis médio e superior.

Publicado em Comunicar erro

O Conselho Regional de Farmácia do Estado do Mato Grosso (CRF - MT) prorrogou o prazo de participação no concurso regido pelo nº 1/2016 para contratação de 500 profissionais de nível de escolaridade médio, médio/técnico e superior. O Instituto Quadrix informa que as inscrições prosseguirão abertas até o dia 4 de janeiro de 2017.

Os cargos oferecidos são: Agente Administrativo, Motorista, Técnico em Contabilidade, Técnico em Informática, Advogado, Analista de Informação, Contador, Farmacêutico e Fiscal. Para se inscrever, é necessário acessar o site www.quadrix.org.br. A taxa de inscrição varia de R$ 50,00 a R$ 65,00, a depender do cargo almejado.

Do total de oportunidades anunciadas, apenas 22 são para preenchimento imediato, enquanto que demais 478 servirão para composição de cadastro de reserva. O salário pode chegar até R$ 3.792,52, mais benefícios, por jornada de trabalho 40 horas semanais. O contrato de trabalho se dará sob regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Todos os inscritos serão avaliados por meio de prova objetiva, a ser aplicada na data provável de 29 de janeiro de 2017, nos municípios para onde se destinam as vagas do concurso: Cuiabá, Barra do Garças, Rondonópolis e Sinop.

Haverá ainda prova de títulos e experiência profissional para os candidatos aos cargos de nível superior. O prazo de validade do certame é de dois anos, prorrogável por mais dois anos.

Edital e atualizações: http://www.quadrix.org.br/todos-os-concursos/inscricoes-abertas/crfmt-conselho-regional-de-farmacia-do-estado-de-mato-grosso.aspx

Dicas para as provas CRF - Noções de Arquivo

O arquivo pode ser definido como um conjunto de documentos feitos ou encaminhados para a instituição. O objetivo é organizar os arquivos para facilitar a movimentação e contribuir para que as peças documentais sejam facilmente encontradas, quando necessário.

Características da Gestão Documental

O servidor público gerencia documentos por etapas, que vão do momento em que recebe a peça ou a produz, até o uso (trânsito do documento) e o destino final, em que ele será guardado ou eliminado.

Protocolo

O protocolo é como se fosse o controle da instituição, para que consiga verificar claramente, com a maior riqueza de detalhes possível, todo o trâmite por que passa ou passou cada documento.

Classificação e análise documental

A classificação e análise documental visam o mesmo objetivo: separar os documentos dentro de uma ordem já específica e sistemática, para que eles possam ser revistos de forma mais fácil quando se quer. É o método de classificação e a técnica utilizada, como por exemplo, a separação de pastas por sobrenomes, nomes, datas ou assuntos.

Avaliação de documentos

A avaliação de documentos tem como foco criar uma tabela de temporalidade, indicando qual é o prazo ou etapa de destino para cada documento. Assim, pode-se saber quais papéis são eliminados de primeira ou devem ser guardados por mais tempo.

Ciclo de vida dos documentos

Antes de estabelecer o ciclo de vida dos documentos, é preciso que faça a classificação de prioridade em relação a eles para não confundir. O ciclo de vida consiste em separar os documentos em três idades:

  • Corrente: destinado aos documentos imediatos que serão produzidos, tramitados.
  • Intermediário: são aqueles documentos de precaução, que ainda não se pode jogar fora por completo.
  • Permanente: são documentos mais velhos, de muitos anos, que são importantes para a constituição da empresa.

Política Nacional de Arquivos Públicos e Privados (Lei nº 8.159/1991)

Tem como objetivo decretar formas de gerenciar e preservar o acesso aos documentos públicos e privados, evitando problemas judiciais.

Noções de Organização, Sistemas e Métodos

Um assistente administrativo precisa estar consciente dos problemas que se encontram na empresa/órgão/entidade, a fim de tentar solucioná-los ou diminuir a sua ocorrência. Quando se fala em organização, sistemas e métodos estamos também tratando de formas de diagnosticar tais problemas, para, então, resolvê-los, padronizando os processos e, consequentemente, aumentando a produtividade. Não pense que produtividade se restringe apenas a empresas privadas. Quanto mais produtividade os funcionários públicos demonstrarem, mais satisfeito ficará o cliente (a população).

Elaboração de fluxogramas, organogramas e cronogramas

É essencial que o candidato tenha noção de como elaborar fluxogramas, organogramas e cronogramas, e, claro, saber definir cada um desses conceitos. Enquanto fluxograma é o meio de representação de processos ou fluxo de materiais, tendo sempre um começo, meio e fim e um sentido de leitura muito claro, o organograma consiste em estabelecer relações hierárquicas dentro de uma organização por meio de um diagrama. E o cronograma, por sua vez, trabalha com tabelas, buscando descrever tarefas que precisam ser realizadas dentro de um determinado espaço de tempo.

Tópico: CRF

Concursos RelacionadosVagas
CONTER/CRTRs (Conselhos Fed. e Regionais dos Téc. de Radiologia)Todos os níveis de escolaridade2.295
CRBM3 - Conselho Regional de Biomedicina 3ª RegiãoNíveis Médio e Superior390
Defensoria Pública da UniãoDefensor público17
FUNAI EstagiárioVárias
Departamento de Água e Esgoto do Município de Várzea GrandeTodos os níveis de escolaridade146
ESPMT - Escola de Saúde Pública do Estado de Mato GrossoCoordenador e Professor146
Prefeitura de CanaranaNíveis Médio e Superior7
Prefeitura de CotriguaçuAgente comunitário de saúde e Agente de combate às endemias16
Prefeitura de Nova BandeirantesTodos os níveis de escolaridade103
Prefeitura de Nova Santa HelenaAgente comunitário de saúde2
Veja todos » Concursos Abertos