AGU ainda aguarda autorização para abrir novo concurso

Advocacia-Geral da União (AGU) quer abrir concurso público para contratar 332 novos advogados da União em 2015

A Advocacia-Geral da União (AGU) pretende abrir concurso público para contratar 332 novos advogados da União em 2015. No entanto, falta o Ministério do Planejamento dar a palavra final a respeito. A instituição pública, que representa a União no campo judicial e extrajudicial, informou em abril de 2014 que possuía cerca de 600 cargos vagos e tem contemplado um aumento significativo do número de produção de manifestações consultivas, do acompanhamento de mais de três milhões de processos.

De acordo com o documento encaminhado ao Planejamento, a AGU possui um total de 1.764 advogados da União distribuídos entre a Procuradoria-Geral da União, Consultorias Jurídicas dos Ministérios, Consultoria-Geral da União, consultorias jurídicas nos estados, procuradorias da União e na Secretaria-Geral de Contencioso. Os profissionais precisam atender a uma demanda crescente de processos tanto na área consultiva, quanto na contenciosa.

Outro dado que justifica o aumento do quadro de Advogados da União é que a Instituição tem se empenhado em realizar ações denominadas "proativas" para recuperar os valores devidos aos cofres públicos. O projeto tem apresentado resultados significativos, conforme aponta a nota técnica enviada da Adjuntoria de Gestão Estratégica enviada ao MP. O grupo recuperou cerca de R$ 115 milhões em 2012 e 154 milhões em 2013.

O último concurso para Advogados aconteceu em 2012 e foi organizado pelo CESPE/UnB. Foram oferecidas 68 vagas ao cargo de Advogado da União de 2ª categoria, com remuneração de R$ 14.970,60.

O órgão também abriu concurso recente, mas para 60 vagas distribuídas entre os cargos de Analista de Sistemas, Analista Técnico Administrativo, Bibliotecário, Técnico em Comunicação Social e Técnico em Contabilidade.

Edição com informações da AGU - assessoria de comunicação

Tópico: AGU

Compartilhe