Aprovados para Sistema Penitenciário - MA iniciam atividades

Novas contratações serão realizadas em breve.

A rotina de trabalho para 23 aprovados no processo seletivo do Sistema Penitenciário no estado do Maranhão começou na última segunda-feira (4), na Unidade de Ressocialização, na cidade de Rosário. Os recém-contratados pelo Governo do Maranhão têm a tarefa de dar suporte aos agentes penitenciários, exclusivamente, na vigilância e na disciplina interna da unidade que possui 100 internos. Desse número, cinco são mulheres.

Na faixa etária de 25 a 37 anos, boa parte dos aprovados não tem experiência em ambientes prisionais, mas este não foi um critério eliminatório. O seletivo levou em conta, inicialmente, o histórico curricular e o bom comportamento familiar, social e profissional. É o caso de Josias de Jesus dos Reis, 31. Casado, ele trabalhava como vigilante em uma empresa privada de segurança. “É muito diferente, aqui o contato com o detento é direto e permanente. Minha esposa por medo não queria que eu aceitasse, mas é tranquilo, graças a Deus”, disse.

De olho no concurso

Já Adriana de Jesus Costa, 37, trabalhava no setor administrativo da unidade e trocou relatórios e planilhas pela lida com os internos. “Vai ser uma experiência extremamente válida pra mim”, afirmou. Ela, como outros tantos, resolveu apostar o futuro na carreira de segurança prisional e estão de olho no concurso público para agente penitenciário.

As provas ainda não têm data marcada. Até que saia o edital, por decisão do governador Flávio Dino, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Sejap) vai ampliar as contratações temporárias para reforçar a segurança nos presídios. A próxima será de 500 vagas para agentes penitenciários em todo o Estado com salário médio de R$ 3,5 mil.

Compartilhe