Autorizado concurso para diretores de escola em São Paulo

Candidatos deve ter licenciatura em pedagogia ou pós-graduação na área de Educação e no mínimo oito anos de efetivo exercício de magistério.

O governador Geraldo Alckmin autorizou a realização de concurso para o provimento de 1.450 vagas de Diretor de escola. Os novos profissionais já devem ingressar na rede no início de 2014, e o edital será divulgado ainda no segundo semestre de 2013.

O novo concurso passará por mudanças no processo de seleção dos profissionais. "O profissional passa no concurso, faz a qualificação, o curso e o estágio probatório e depois de três anos o conselho de escola o avalia", explica o governador. Os diretores aprovados na avaliação, que acontece ainda este ano, frequentarão dois cursos de formação, sendo cada um deles com duração de seis meses, antes de atuar nas unidades de ensino.

Requisitos e remuneração

Poderão participar do concurso, candidatos que possuam licenciatura em pedagogia ou pós-graduação na área de Educação, bem como no mínimo oito anos de efetivo exercício de magistério. Não é preciso estar em atuação na rede estadual.

A remuneração inicial para diretor com jornada de 40 horas semanais é de R$ 3.552,34. Com a nova política salarial, as faixas e níveis de promoção salarial foram ampliados de cinco para oito. Assim, com a progressão funcional, os vencimentos podem chegar a R$ 8.410,82.

Provas

Além da prova objetiva e discursiva, os candidatos farão uma avaliação de títulos. Serão incluídas duas fases no concurso, que será regionalizado, sendo uma etapa de cursos sobre gestão escolar, questões pedagógicas e liderança e outra de visitas a várias unidades de ensino da rede.

Após o curso, os diretores devem apresentar um plano de trabalho específico para a escola em que vão atuar. A aprovação nesta etapa também será condicionada à frequência.

Informações do Governo do Estado de São Paulo

Compartilhe