Expandir Menu PrincipalPesquisarPor Estado

Concurso DETRAN - CE 2017 é confirmado pelo governador

Governador Camilo Santana, do Ceará, anunciou o concurso em pronunciamento publicado na sua página social. Confira dicas de estudos.

Publicado em 03/05/2017 - 14h13 • Comunicar erro

O concurso público para o Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (DETRAN - CE) deverá ser lançado ainda em 2017. De acordo com pronunciamento publicado em sua página social, o governador Camilo Santana afirmou que o certame terá 300 vagas, com edital até o final do segundo semestre.

Compre a Apostila Preparatória do DETRAN - CE 2017 (legislação atualizada)

Santana disse que a realização desse concurso público está prevista no orçamento estadual, tendo aprovação da Assembleia Legislativa. "Então, atenção ao pessoal que estiver interessado em participar do concurso do DETRAN: estudem, que no segundo semestre teremos o concurso!", concluiu o governador.

O último concurso para a autarquia ocorreu há mais de uma década (2006), quando foram ofertadas 200 vagas, distribuídas entre os cargos de Agente de Trânsito e Fiscal de Transportes. A seleção consistiu de prova objetiva de conhecimentos, contendo 50 questões de múltipla escolha.

Dicas de estudos e o que poderá "cair" na próxima prova

Ainda não há definição sobre a banca organizadora do concurso do DETRAN - CE. Logo, os interessados podem inferir que várias das principais instituições do país deverão entrar na disputa (com exceção da última banca de 2006, que é praticamente desconhecida na atualidade). Sobre os prováveis nomes, não temos como prever, mas podemos relembrar acontecimentos recentes dentro do Estado, tais como:

- A prova do último grande concurso do magistério do Ceará foi organizada pelo CESPE;

- A prova do último concurso grande da Polícia Militar foi organizada pelo Instituto AOCP;

- Muitas prefeituras cearenses (até de municípios importantes e vizinhos da capital) foram realizados pelo CETREDE;

- A Fundação Carlos Chagas já realizou seleções importantes no Estado, embora tenham sido para cargos diferenciados, tais como Defensor, Juiz, Promotor, Conselheiros, Analistas, entre outros;

- Outros bons concursos no Ceará foram (ou estão sendo) organizados pela própria UECE (FUNECE).

Outro dado importante é que o programa de provas do concurso de 2006 está relativamente obsoleto ou, no mínimo, incompleto, se comparado a outros programas mais recentes, no tocante à cobrança de algumas matérias. Em 2006, por exemplo, não foram cobradas noções de Informática, mas uma simples busca pelos últimos concursos de outros DETRAN's, para o mesmo cargo previsto (Agente de Trânsito) ou para cargos similares, levará os candidatos a concluir que as chances dessa matéria ser incluída no próximo concurso são muito grandes. Nos concursos dos DETRAN's de São Paulo (2013), Maranhão (2015), Mato Grosso (2015), Rio de Janeiro 2013) e Rondônia (2014) as provas continham questões sobre noções de Informática.

Outros conteúdos também poderão ser incluídos (tais como os conhecimentos específicos de cada cargo ou mesmo noções de Administração Pública, Ética, Gestão Pública, ou até mesmo legislações específicas do Estado do Ceará), assim como ampliados e atualizados. Reiteramos que não há como se ter certeza sobre esses aspectos neste momento e que estamos considerando apenas as possibilidades, uma vez que somente a partir da contratação da banca e/ou do lançamento do edital o cenário poderá ser traçado com propriedade.

Contudo, é preciso estudar todos os conhecimentos cobrados na última provado DETRAN, uma vez que este ainda é o principal parâmetro existente. Vale ressaltar que, sempre que necessário for, os candidatos deverão empreender os devidos ajustes nos estudos, tais como: consultar bibliografias mais recentes e verificar as atualizações na legislação específica cobrada. Bons estudos!

O conteúdo e as referências bibliográficas de 2006 foram os seguintes:

LÍNGUA PORTUGUESA:

Programa: Compreensão e estruturação de textos. Ortografia: emprego das letras e acentuação gráfica. Emprego das classes de palavras. Prefixos e sufixos. Valores semântico-sintáticos das preposições e das conjunções. Correspondências semântico-estruturais na construção de períodos e orações. Regência nominal e verbal. Concordância nominal e verbal. Colocação dos termos na frase. Emprego do acento indicativo da crase. Semântica: sinônimos, antônimos, homônimos e parônimos. Emprego dos sinais de pontuação.

Sugestões Bibliográficas: BECHARA, Evanildo. Gramática escolar da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001. CARNEIRO, A. Dias. Texto em construção: interpretação de texto. 2 ed. São Paulo: Moderna, 1996. CUNHA, C. & CINTRA, L. Nova gramática do português contemporâneo. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1985. KURY, A. da Gama. Ortografia, pontuação, crase. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1999. LUFT, C. Pedro. Dicionário prático de regência verbal. São Paulo, Ática, 1987. LUFT, C. Pedro. Dicionário prático de regência nominal. 3 ed. São Paulo, Ática, 1998. RIBEIRO, Manoel. Gramática aplicada da língua portuguesa. 12 ed. Rio de Janeiro, Metáfora, 2002. Livros didáticos de português de Ensino Médio.

RACIOCÍNIO LÓGICO

Programa: Os conetivos “e”, “ou”, “não”, “se... então...”, “se e somente se”; os quantificadores “para todo”, “existe” e suas variações; as negações. As relações de “igual”, “maior”, “menor”, “maior ou igual”, “menor ou igual” e suas variações. Conjuntos; as relações de pertinência, inclusão e igualdade; operações entre conjuntos, união, interseção e diferença. Os principais conjuntos numéricos; intervalos e semi-retas; faixas e margens numéricas (de renda, etária, de erro e outras); prazos (de validade, tolerância e outros); limites (de carga, velocidade e outros); comparações (de custos, duração, outras); contagem, medição, avaliação e quantificação; índices e taxas (percentuais, por mil, outras). Raciocínio lógico-dedutivo e recursos matemáticos em nível elementar e médio suficientes para resolver questões matemáticas e do cotidiano sobre os tópicos deste programa.

Sugestões Bibliográficas: Livros didáticos de Matemática destinados aos níveis fundamental e médio - Qualquer autor. VALLADARES, Renato J. Costa. O Jeito Matemático de Pensar. Editora Ciência Moderna. BENZECRY, Vera e RANGEL, Kléber Como Desenvolver o Racicínio Lógico. Editora Rio. PAULOS, Johon Allen. Analfabetismo em Matemática e Suas Conseqüências. Editora Nova Fronteira. VÁRIOS AUTORES. Aplicações da Matemática Escolar. Atual Editora.

CONHECIMENTOS GERAIS E ATUALIDADE

Ética: conceito, primeira concepção, variados aspectos de análise da ética no entendimento dos pensadores clássicos, estudos da Ética pelos pensadores modernos; Ética como doutrina da conduta humana; gênese, formação e evolução da Ética; virtude como substância ética, dever, ética profissional, deveres profissionais, ambiência e relações no desempenho ético-profissional. Cidadania: conceito, direitos humanos, estado de direito, a Constituição de 1988. Meio Ambiente: educação ambiental, primeiros passos da trajetória humana, a natureza e as terras brasileiras, revolução industrial e as transformações ambientais; saúde, meio ambiente e transportes; cidades e qualidade de vida: transporte, lixo e águas. Ceará – Geografia e história: Aspectos físicos e geográficos, área e limites, recursos naturais, aspectos geomorfológicos e demográficos, organização política e administrativa e aspectos geopolíticos.

Sugestões bibliográficas: Sá, Antonio Lopes de, Ética Profissional, ed. Atlas. Alencar, Chico, Carpi, Lucia, Ribeiro, M, História da Sociedade Brasileira, ed. Ao Livro Técnico, 1996. Aguirre, Luis Pérez e Mosca, J, Direitos Humanos ed. Vozes. Almanaque Abril, São Paulo, 1992, 1995 e 1998. Acserald, H, Vieira, L e Guarany, R, Ecologia-direito do cidadão, gráfica JB. Drew, D.Processos interativos Homem Meio-Ambiente, Difel.CTB - Lei nº 9503. Livros didáticos de Ciências, de História e Geografia de Ensino Médio ou quaisquer outras publicações que tratem dos assuntos mencionados.

LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO

Código Brasileiro de Trânsito - CBT e resoluções do CONTRAN até a de número 192.

REGULAMENTAÇÃO DE TRANSPORTES PÚBLICOS DE PASSAGEIROS

Decreto nº. 26.103 de 12 de janeiro de 2001; Decreto nº. 26.803, de 24 de outubro de 2002; Lei nº. 13.094, de 12 de janeiro de 2001.