Concurso EPE 2018: revogada licitação para organizadora

O certame irá suprir vagas imediatas e formar cadastro de reserva em cargos de níveis médio e superior. Licitação foi revogada.

A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) divulgou o aviso de revogação referente à licitação para contratação da organizadora do seu 8º concurso público. Dessa forma, fica revogada a escolha da Fundação Cesgranrio e novas informações serão divulgadas em breve aqui no Concursos no Brasil

***

Notícia anterior (02/03/2018)

A Empresa de Pesquisa Energética (EPE), companhia pública federal que presta serviços ao Ministério de Minas e Energia (MME), está se preparando para realizar o seu oitavo concurso público. Por meio de dispensa de licitação, foi confirmado que a instituição contratada para organizar todo o seletivo será a Fundação Cesgranrio, a mesma do concurso anterior.

O novo concurso da EPE  será para provimento de vagas existentes e formação de cadastro de reserva, em cargos de níveis médio  e superior. O valor estimado dos serviços da Cesgranrio é de R$ 1.430.000,00.

O concurso de 2014 343 cadastros de reserva distribuídos para os seguintes cargos: Advogado, Analista de Gestão Corporativa, Analista de Pesquisa Energética e Assistente Administrativo. Os salários iniciais foram de R$ 2.345,15 e R$ 8.445,75, conforme o cargo, mais vantagens e benefícios.

As provas foram aplicadas em Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo, lembrando que o concurso teve validade de apenas oito meses, prorrogável por igual período.

A EPE atua na prestação de serviços na área de estudos e pesquisas destinadas a subsidiar o planejamento do setor energético, tais como energia elétrica, petróleo e gás natural e seus derivados e biocombustíveis. A empresa federal foi criada em 2004, é 100% dependente do Orçamento Geral da União e possui Escritório Central na cidade do Rio de Janeiro, mas a sede da instituição fica em Brasília.

Tópico: EPE

Compartilhe