Autorizadas nomeações para o Ministério da Integração Nacional

Autorizada nomeação de 121 concursados para o Ministério da Integração Nacional

O Ministério do Planejamento autorizou a nomeação de 121 candidatos aprovados no concurso público do Ministério da Integração Nacional, autorizado pela Portaria  6/2013. O provimento dos cargos deverá ocorrer a partir do mês de outubro de 2013.

Serão nomeados 32 Assistentes Técnico-Administrativos, 71 Analistas Técnico-Administrativos, 10 Administradores  e 8 Engenheiros.

As informações estão no Diário Oficial da União (03/10/2013, página 93, seção 1)

****

Ministério da Integração Nacional nomeará 23 aprovados (06/05/2013)

Autorização foi dada pelo Planejamento no dia 06 de maio de 2013.

O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão autorizou, nesta segunda-feira, 23 nomeações para compor o quadro de pessoal do Ministério da Integração Nacional. Segundo a Portaria nº 151 publicada no Diário Oficial da União, serão nomeados candidatos aprovados no concurso público autorizado pela Portaria MP nº 455, de 27 de outubro de 2011.

De acordo com a Portaria serão nomeados: 3 Analistas de Sistemas, 14 Analistas Técnico-Administrativos, 1 Engenheiro de Incêndios Florestais, 1 Engenheiro de Recursos Hídricos, 1 Engenheiro de Telecomunicações, 1 Estatístico, 1 Geólogo e 1 Químico.

Concurso Ministério da Integração Nacional 2013 (20/03/2013)

Autorizada a realização de concurso público para o Ministério da Integração Nacional, a ser organizado pelo Cespe/UnB.

***

A Ministra do Planejamento, Miriam Belchior, autorizou a realização de concurso para o Ministério da Integração Nacional (MIN), visando o provimento de 122 postos existentes no seu quadro efetivo. A Portaria, de número 48, foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) da terça-feira, 12 de junho de 2012, e a sua revogação foi publicada na edição do DOU de 04 de janeiro de 2013 (nº 06/2013).

Quantitativo de vagas por cargo

Após a revogação da referida portaria, ficou definido que serão 32 vagas para o cargo de Assistente Técnico Administrativo, 71 para Analista Técnico Administrativo, 10 para Administrador e 9 para o cargo de Engenheiro, sendo 8 vagas para a área Civil e 1 para Agrônomo (distribuição publicada no DOU de 20/03/2013, Extrato de Termo Aditivo, página 91, seção 3).

Entre as condições para a realização do novo certame e o consequente provimento dos cargos listados, a Portaria determina que o concurso deverá proceder à total substituição dos trabalhadores terceirizados que executam atividades em desacordo com a legislação vigente" no órgão. Além disso, a seleção pública está condicionada à existência de vagas e à declaração do respectivo ordenador de despesa, quando do provimento dos referidos cargos.

Edital e organizadora

Em até três meses, contados a partir da publicação da segunda portaria, o Secretário-Executivo do Ministério da Integração Nacional deverá publicar o edital, contendo as respectivas normas do concurso, que terá como organizador o Cespe/UnB.

Compartilhe